“O apartamento era um verdadeiro tributo ao exagero. Era tudo no atacado. Só em garrafas de uísque tinha uma fortuna. Não bastava ter uma de cada marca, precisava ter quatro ou cinco. Uma ostentação. E tinha os quadros. Nada menos que 131 quadros, um monte deles de artistas famosos. Joan Miró e aquele russo ou sei lá o quê, Chagal. Passamos um tempo enorme fotografando, enquanto eles bufavam em volta da gente.”

O trecho acima consta do livro Polícia Federal - A Lei É Para Todos - Os Bastidores da Operação Lava Jato, de Carlos Graieb e Ana Maria Santos, que será lançado nesta quarta-feira (30), em São Paulo, e que deu origem ao filme homônimo.

Há mais de três anos em vigor no Brasil, a polêmica Operação Lava Jato, que levou ao noticiário nacional políticos famosos e empresários poderosos, causa orgulho e repulsa, dependendo de quem a avalia. Trata-se da maior investigação de lavagem de dinheiro e corrupção já feita no país, cuja extensão alcança mais de 40 fases, com mais de cem suspeitos presos e que alçou o juiz Sergio Moro a boneco de super-herói, por ser ele um porta-voz orgulhoso de inúmeras acusações de desvios bilionários de recursos públicos, envolvendo empresários e políticos de todos os partidos, em todos os níveis de governo.

lavajato Livro que relata a polêmica Lava Jato será lançado nesta quarta

Polícia Federal - A Lei É Para Todos - Os Bastidores da Operação Lava Jato
280 páginas
R$ 37,90
Editora Record

Lançamento: nesta quarta-feira (30), às 19h, na Livraria Saraiva – Shopping Eldorado (Avenida Rebouças, 3.970 - Pinheiros - São Paulo - SP - Tel.: 11-30309750).