bebes gemeos getty images 600 Mãe vê morte de gêmeos por omissão do pai

Em 1923, aos 15 anos de idade, Hattie Shepherd deixa a Geórgia para ir morar na Filadélfia, com a esperança de ter uma vida melhor. Ilusão!

Ela se casa com um cara mau, que só lhe dá desgosto, e assiste, indefesa, à morte por pneumonia de seu casal de gêmeos, doença causada não pelo frio excessivo da região, mas pelo fato de o pai não ter gasto um pouco de dinheiro em prol do conforto e da saúde das crianças.

Hattie ainda dá à luz outras nove crianças, que cria com coragem e sacrifício, mas sem nenhuma ternura. Em vez de dar amor, ela opta por criá-los para serem fortes, para que resistam às calamitosas dificuldades da vida. E ela via além: prepara-os para um mundo no qual ninguém será gentil com eles, tampouco os amará.

Sob a perspectiva dos 12 filhos de Hattie, o livro As Doze tribos de Hattie, de Ayana Mathis, é a história de uma mãe e de uma família.

O título faz alusão às bíblicas 12 tribos de Israel, lideradas por dez filhos e dois netos de Jacó, este último neto de Abraão. A Tradução é de Claudio Carina.

as doze tribos de hattie ayana mathis ligia braslauskas livro Mãe vê morte de gêmeos por omissão do pai

As Doze Tribos de Hattie

224 páginas
R$ 19,90 (impresso)
R$ 9,90 (e-book)
Editora Intrínseca

Compre no R7 Livros!