Professora: "Senhor Jean-martin Freud, conte-nos em que seu pai trabalha.

Filho do Freud: Ele ajuda as pessoas a serem menos miseráveis ao aceitarem o fato de que não podem ter relações sexuais com seus pais. Foi o que ouvi uma paciente gritar outro dia, ao sair chorando do consultório dele, senhorita Bergenthal.

Mãe: Que bela advertência! Não poderia ter dito que seu pai era médico?"

Como seria a experiência de ser filho do “pai” da Psicanálise? Como seria a relação com Freud na figura paterna? Quais seriam as dificuldades de um primogênito diante das interlocuções do Sr. Sigmund?

Este foi o ponto de partida da série Filho do Freud, do ilustrador e escritor carioca Pacha Urbano. A tirinha – que nasceu há três anos num pequeno caderno de desenho, durante uma aula de Psicanálise e Educação na UniRio – é fenômeno nas redes sociais com quase meio milhão de seguidores.

Em 2013 virou livro e o segundo volume, As Traumáticas Aventuras do Filho do Freud, acaba de ser lançado.  O novo livro tem mais de 30 tirinhas inéditas e, logo nas primeiras páginas, há uma ilustração com a seguinte recomendação: “Enquanto não preenche o vazio de existir, vai colorindo esses espaços em branco”, numa alusão à febre dos livros de colorir. Ao final da edição, a seção “Pelo Olhar do Outro” abre espaço para quadrinistas e ilustradores convidados apresentarem as suas versões da família Freud.

5W Capa Filho do Freud 2 Pacha Urbano 1 1 1024x746 O que você diria se fosse filho de Sigmund Freud?

As Traumáticas Aventuras do Filho do Freud
128 páginas
R$ 39,90
R$ 59,90 (box com volumes 1 e 2)
Editora Zás!