que nem jilo victor palomo livro 600 Psiquiatra Victor Palomo lança livro hoje em SP

O psiquiatra e mestre em Letras pela USP Victor Palomo lança nesta quarta (12) a obra Qui nem Jiló - A Saudade do lugar de Origem (literatura e psicologia).

O livro, que propõe a saudade como tema, não explora apenas o seu amargor. Baseado em estudiosos como Carolina Michaëlis de Vasconcelos e Ramón Piñero, o analista junguiano discute a saudade como “palavra performativa” partindo das suas transformações linguísticas - “Suydade/suidade/sodade/saudade” - até alcançar uma gama de sentimentos que, muitas vezes, embaralham os seus limites: falta, nostalgia, perda, melancolia.

A obra mapeia a saudade portuguesa - “constituinte radicular do imaginário lusófono” - desde as cantigas medievais até Mensagem de Fernando Pessoa, o autor reforça a “memória coletiva que funda a relação de um povo com a sua tradição”.

Ademais, Palomo debruça-se sobre a saudade brasileira, analisando poemas de Manuel Bandeira, Vinícius de Moraes e Torquato Neto. Imperdível!

Palomo é psiquiatra formado na Unifesp, analista junguiano, membro da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica (SBPA) e International Association for Analytical Psychology (IAAP). Mestre em Letras pela USP.

Lançamento: Qui nem Jiló - A Saudade do lugar de Origem

Quando: nesta quarta (12), às 18h30;
Onde: Livraria da Vila, al. Lorena, 1.731, Jardim Paulista.