“Levou meses para que eu percebesse que estava afundado numa depressão profunda e sombria. Parece que sabe que você está com depressão é uma coisa óbvia - como quando você se corta ou pega uma gripe -, mas não é. É como se o sofrimento tivesse um jeito de se esgueirar secretamente para dentro do seu ser, engajando sua noção de eu e seu bom senso. Eu me sentia como um teto cheio de goteira; a água passava através de mim sem que eu percebesse, inundando aos poucos cada centímetro da minha existência.”

Esse é um trecho do livro Confissões de um Adolescente Depressivo, de Kevin Breel, jovem de 19 anos que se tornou um fenômeno mundial ao falar abertamente de um tema tão pesado como depressão suicida.

A obra de Breel é um tipo de guia para entender como se sentem os adolescentes que enfrentam esse problema. Ao relatar sua história e passagens difíceis como superação de bullying e a perda de um amigo, ele conta com um jovem feliz e saudável passou a lutar contra a depressão e a vontade de se matar.

Tema pesado, mas muito importante, real e presente na sociedade atual.

depressao Quando um jovem de 19 anos conta sobre depressão profunda

Confissões de um Adolescente Depressivo
Tradução de Denise de Carvalho Rocha
232 páginas
R$ 32,40
Editora Seoman