Publicado em 24/04/2014 às 08:46

Pára tudo! Tem música nova do Slayer (de graça)

É só ir no www.slayer.net e colocar seu email pra receber.

Claro que é uma pedrada. Slayer nunca decepcionou. Não seria agora. Mesmo com a morte do (talvez) principal compositor, o guitarrista Jeff Hanneman, ano passado.

É a primeira desde 2009, quando lançaram "World Painted Blood". Marca a turnê com Exodus e Suicidal Tendencies. Alguém pode, por favor, trazer essa turnê pra cá?

Tá aí o comunicado:

"Hey, mutherfuckers - You have been waiting for us, now we are delivering for you. We’ve got a brand new song - “Implode” - it’s Slayer's first new song since “World Painted Blood” was released back in 2009 - and we want you guys to hear it, so we’re giving it away for free — the only place anyone can get it is here on our website. All you have to is enter your email address HERE and we’ll send you the download link. We’re writing and recording more new music, so keep coming back here and we’ll tell you how it’s going. And hey, we’re hitting the road next month with Suicidal Tendencies and Exodus, the dates are below - WE WANT TO FUCKING SEE YOU THERE!"

Publicado em 23/04/2014 às 18:12

Sebastian Bach voltou. E bem pra cacete

O ex-Skid Row acabou de lançar disco (solo) novo, "Give´Em Hell".

Fui com expectativa baixa. E não é que é bom pra caramba?

Metal que flerta com pop na medida.

Olha vídeo de "All My Friends are Dead", com o ex-Guns N´Roses Duff McKagan na guitarra.

Publicado em 22/04/2014 às 08:25

Iggy Pop faz 67 anos. O dia em que troquei emails com ele

 Iggy Pop faz 67 anos. O dia em que troquei emails com ele

Não foi bem assim. Mas quase. Na verdade fui convidado pra entrevistá-lo. Por e-mail. Única entrevista pro Brasil. Para falar (mais) sobre o perfume do qual é garoto-propaganda. Pois é, o padrinho do punk é garoto-propaganda da Paco Rabbane.

E daí?

É. O cara que começou tudo. Que na época do “power flower” cantava que queria ser seu cachorro e pregava “search and destroy”.

Li outro dia que numa dessas pesquisas entre 200 profissões a de repórter/jornalista era a penúltima (ou antepenúltima) pior. Um lance de stress misturado a jornada. Sei lá. Sei que é mentira. É a melhor. Menos para egocêntricos, pois te coloca no radar da notícia sem que você sofra o ônus desta. Jornalismo te paga pra ser bem-informado. E às vezes te coloca frente a frente (ou tela a tela, como é o caso) com seu ídolo.

Segue abaixo a conversa na íntegra. Ela foi publicada na revista Elle (editada).

Paco Rabbane é bastante conhecido pela inovação em seu trabalho. Ele foi o primeiro a incluir trilha sonora em seus desfiles, um dos primeiros a colocar uma modelo negra na passarela, criou uma coleção de metal nos anos 1960...Agora ele convida você para ser modelo da nova fragrância dele. É outra inovação, certo?

Paco é definitivamente um cara legal. E a melhor coisa desse trabalho com ele foi descobrir quem ele realmente é. Apenas por ter nascido na Espanha nos anos 1930 (época da ditadura de Franco) carrega uma fantástica forma de experiência humana que é absolutamente desconhecida para um garoto de Detroit. Comecei a ir para a Espanha nos anos 70. Fui um dos primeiros roqueiros a ir para lá. Então talvez tenhamos algo em comum. Esse é o cara que vestiu Barbarella; (respondendo a sua pergunta) é, sim, uma inovação.

Qual foi sua reação ao saber que o perfume - Black Xs L’Exces – carrega o conceito de excesso extremo?

Bom, acho que é engraçado para dizer a verdade. Toda civilização é um excesso extremo. Talvez seja o motivo de os seres mais rudes não gostarem, e ficarem esperneando contra.

Qual é a sua definição de excesso?

Excelência em qualquer empreendimento humano é sempre fruto de foco particular, então quando a pessoa decide focar em apenas uma coisa ela ou ele serão bem-sucedidos naquilo. Infelizmente, o filho desse foco será sempre o excesso, já que você acaba esquecendo mais e mais a realidade e onde você se posiciona naquela tarefa. Como o excesso passa à frente de tudo, acaba provocando uma espécie de ruptura. Esse é o destino de todas as paixões.

A campanha publicitária do perfume é uma mega produção. Como foi a experiência fashionista?

Não sei. Minha parte no filme foi gravada separada em Miami. Acho que a filmagem do grupo foi feita na Europa, Grã-Bretanha. Mas mesmo minha sessão individual de filmagem foi fodidamente glam. Era um estúdio gigante, equipe enorme, muito equipamento e muitas cenas diferentes. Um monte de gente da equipe do Paco Rabbane estava lá e foram muito simpáticos. O diretor foi Jonas Akerlund, que é meu amigo. Ele dirigiu meu clipe de “Corruption”. Akerlund pediu para que usasse o mesmo par de calças douradas que o garoto usa no clipe. Foi bacana. Ainda as tenho. Uma coisa que ficou clara é que todos os modelos poderiam passar por familiares meus, então a coisa toda foi muito bacana.

Qual foi a conexão que te levou de punk a fashionista?

Para ser honesto, fui uma mistura dos dois a maior parte da minha vida. Era punk porque não enxergava provas de recompensa no sistema vigente, então agia como uma pessoa que pouco se importava com qualquer coisa e consequentemente ofendia muita gente, e não me arrependo. E a parte da moda em minha vida aconteceu porque eu queria me enfeitar de maneira a chamar atenção que precisava da sociedade e das garotas. Nunca fui na verdade punk ou fashionista, mas quando você faz algo que aperta esses botões acaba atraindo pessoas que enxergam a sí mesmas como membras desses grupos. Eu não pertenço a grupo nenhum. Mas se no passar do tempo as pessoas quiserem se referir a mim como parte de um grupo, ok, por que deveria mordê-las?

Quais foram as últimas 10 coisas que você comprou?

Uma garrafa de vinho tinto, a revista The New Yorker, um pedaço (de queijo) Parmigiano-Reggiano, CD do Merle Haggard, chinelos de dedo, um boneco vodu, alguns comprimidos, uma passagem para Ilhas Cayman, um filme do Werner Herzog e um filme de Abel Ferrara.

De onde vem o apelido Iggy?

Quando era pequeno, em Michigan, vi uma iguana na capa da revista Life, que fazia parte de reportagem sobre o filme A Noite da Iguana, baseado em uma peça de Tennessee Williams. Era estrelado por Elizabeth Taylor e Richard Burton. Acho que dirigido por John Houston, mas nenhum desses nomes me impressionou muito, apenas a iguana. Eu a amei. Então dei o nome de Iguanas para minha primeira banda. Depois disso os músicos de Detroit começaram a me chamar de Iggy, então adotei.

Você realmente se inspirou em Jim Morrison e o famoso concerto do Doors na Universidade de Michigan?

Sim, é verdade, mas muito da inspiração veio de quão ruins eles eram. O show foi um desastre. O sistema de som era muito ruim, eles não tocavam muito bem e o cantor estava extremamente intoxicado e se recusava a ser sério sobre qualquer coisa. Isso tudo soa bem legal, né? Bem, a plateia, que era basicamente formada por um bando de cabeçudos jogadores de futebol americano, não achou. Eles queriam matá-lo. Ou ao menos botá-lo para correr da cidade. Gostei disso. Eu estava com uma garota bem perto do palco, e pensei: “se eles podem fazer isso, eu também posso”.

É verdade que você ligou para o Moe, dos Três Patetas, para pedir permissão para batizar a banda? Como foi?

Não, nunca fiz isso, mas o Ron Asheton (guitarrista dos Stooges, que significa Patetas e primeira banda de Iggy) ligou. Ron fundou a banda comigo, tocava guitarra e baixo, ligou para a casa dele tarde da noite e perguntou se tudo bem (batizar a banda de Stooges). Ron, que morreu há três anos, disse que Moe respondeu: “tudo bem, não me importa o que vocês façam desde que não contem piadas ou chamem (o grupo) de Três Patetas”.

Ron amava aqueles caras e costumava visitar Larry Fine (outro dos Três Patetas) quando esse estava na casa de repouso para velhos atores em Los Angeles e costumava levar uísque e cigarro escondido para ele.

Com os Stooges você era muito influente mas não obteve sucesso comercial à época. Você vê isso acontecendo na moda também?

Ninguém que é talentoso quer lançar merda. Mas merda é onde está o dinheiro. E no final de contas, a maioria das pessoas é merda.

Um lance sobre o negócio é que não existe jogo. Existem os cachorros grandes e eles vão te morder. Portanto, enquanto eu acredito que as pessoas talentosas vão encontrar um caminho para chegarem ao público, muitos desses vão acabar no meio do caminho no delírio, machucados ou mortos, o que é uma pena porque o talento deveria acontecer e chegar às pessoas. Simplesmente algumas pessoas não são fortes o suficiente para sobreviver e vencer. Isso não tem a ver com talento, habilidade e qualidade artística. É algo mais. Selvageria.

Quando foi a última vez que você falou com a Madonna e sobre o que falaram?

A última vez que encontrei com ela nós estávamos em um corredor de cozinha no camarim do Rock´n´Roll Hall of Fame, no Waldorf Astoria Ballroom (Nova York), cercados por luzes e câmeras com Stooges e Justin Timberlake e não era exatamente o local para conversas mais profundas. Era mais: “ei, muito obrigado, ótimo te ver e isso e aquilo”. Foi em 2010.

Um ano ou dois antes ela deixou uma mensagem no meu celular porque queria barganhar um valor mais baixo para ter uma canção minha em um de seus filmes. Ela estava totalmente preparada para falar em detalhes sobre negócios, o que achei muito charmoso. Um monte de artistas finge estar acima disso. Mas ela apenas pega a coisa e resolve.

A primeira vez que a encontrei ela bateu à porta do meu camarim e quando abri tinha uma câmera de uns 100 quilos e uma equipe de filmagem e ela disse: “não se assuste”. Foi bem engraçado.

Por que você não sugere Johnny Depp para interpretar você no lugar do Elijah Wood em sua cine-biografia?

Obrigado pela dica.

Você tem plano de tocar no Brasil de novo?

Não tenho planos, mas adoraria. Nunca disse não para o Brasil.

Publicado em 21/04/2014 às 10:27

Roqueiros são esfaqueados em festival

Firefest 2014 Poster 620x950 195x300 Roqueiros são esfaqueados em festival

Foi nos Estados Unidos, e não poderia dizer que aconteceria em qualquer lugar, afinal esses ataques insanos sem motivação costumam acontecer por lá. No sábado à noite, três imbecis com rostos tatuados e carecas cobertas por capuzes atacaram pessoal na porta de um festival de metal que acontecia em Lakewood, Ohio.

A polícia foi chamada e encontraram ainda alguns por lá enquanto tiros eram disparados e armas como soco inglês e peixeiras eram encontrados pela rua. Na casa noturna se apresentavam bandas como Ringworm e Death Before Dishonor.

Não é nada típico de shows de metal ou de rock o comportamento, por mais que a música seja violenta.

Em dezembro fui a um show no Carioca Club, aqui em São Paulo, do Kreator. Voltei ao carro para pegar algo e o dono do estacionamento disse que poderia ir até ele que estava aberto: "Show de rock a gente deixa aberto mesmo. Não pega nada. Se fosse esses outros shows que rolam aí, a gente fecha tudo, pois o bicho pega geral", disse.

Enfim, pode encarar como uma defesa roqueira, mas na real é um ataque à ignorância.

19 Action News|Cleveland, OH|News, Weather, Sports

Publicado em 20/04/2014 às 16:59

Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

A übermodel (ainda existe esse termo?) e angel da Victoria Secret´s (ainda existe isso?) carregou a filha Anja, de 5 anos, para o Coachella.
Num festival onde Paul McCartney circula tranquilo, levaria fácil minha filha.
Povo de redes sociais (sempre eles) xingou adoidado no Twitter. Mas, pô, olha quem mais circulou pelo Coachella na boa.

alessandra Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Alessandra sozinha

anja Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Anja, à esq., com amiguinha

anja1 Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

e no crowdsurfing

aaronpaul Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Aaron Paul

carmenelectra Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Carmen Electra

darylhannah Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Daryl Hannah

DavidHasselhoff Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

mr Baywatch, David Hasselhoff

emmaroberts Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Emma Roberts

fergie Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Fergie

frances Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

a filha do Kurt, Frances Cobain

hillaryduff Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Hillary Duff

jaredleto Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Jared Leto

joejonas Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Joe Jonas

katyperry Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Katy Perry

kellyosbourne Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Kelly Osbourne

kesha Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Ke$ha

lindsay Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Lindsay Lohan

michellepfeiffer Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Michelle Pfeiffer

paris Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Paris Hilton

paulmccartney Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Sir Paul

steventyler Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Steven Tyler

tonyhawk Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Tony Hawk

vanessahudgens Você levaria sua filha de 5 anos a um festival? Alessandra Ambrosio levou

Vanessa Hudgens

Publicado em 18/04/2014 às 19:12

um vídeo emocionante e outro matador

Emocionante é o Belle & Sebastian tocando "Don´t Stop Believin´" em projeto que leva músicos para tocarem para crianças internadas em hospitais.

E matador, ou melhor, matadora é a música nova do Mastodon.

Publicado em 16/04/2014 às 11:29

infelizmente não eram rumores do AC/DC

segundo eles, a banda continua. Mas duvido que dessa forma (que acabam de postar no Facebook):

AC/DC
After forty years of life dedicated to AC/DC, guitarist and founding member Malcolm Young is taking a break from the band due to ill health. Malcolm would like to thank the group’s diehard legions of fans worldwide for their never-ending love and support.
In light of this news, AC/DC asks that Malcolm and his family’s privacy be respected during this time. The band will continue to make music.

Publicado em 16/04/2014 às 11:21

a coisa tá tão feia na música que meu garimpo é um seriado dos anos 60

Lá venho eu falar de Mad Men de novo. Tá, mas se você ainda não assiste, não sabe o que está perdendo.

Pronto, parei.

Mentira. Quero falar mais.

Além da aula em cada episódio, ainda reativam músicas e grupos que estavam esquecidos no meu HD cerebral.

Como na cena da mulher do bonitão Don Drapper, Megan, com a magnífica "I´m a Man", do Spencer Davis Group.

Ou na cena final deste primeiro episódio da sétima e última temporada com a versão do Vanilla Fudge para "You Keep me Hangin´On", das Supremes.

Numa época que minha diversão são as rádio rock (no caminho para o trabalho, hoje, ouvi com gosto Guns n´Roses, Bon Jovi e Def Leppard) é bom demais redescobrir tais "novidades".

Publicado em 15/04/2014 às 11:58

AC/DC vai pendurar as chuteiras até amanhã

acdc AC/DC vai pendurar as chuteiras até amanhã

É a notícia que corre hoje.

Não é injusto dizer que é a maior banda de rock de todas.

Beatles é hors concours. E Rolling Stones é super estimado demais.

Fato é que entrariam em estúdio para gravar um disco novo agora em Abril. E fariam 40 shows pelo mundo para comemorar os 40 anos de carreira.

Mas há algumas semanas o fundador e guitarrista Malcolm Young teria sofrido um derrame, que deixou um coágulo em seu cérebro. Situação parece instável, mas muito provavelmente, se confirmado, vai impedi-lo de tocar (ao menos como tocava) de novo.

E sem Malcolm não há AC/DC.

Fim de uma era.

Página 1 de 10112345...Último
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com