Publicado em 08/07/2012 às 05:00

Ramones (ou como quatro losers se tornaram os caras mais cool do planeta)

Não dá pra saber como um grupo de pessoas em que nenhum tinha absolutamente nada além da média conseguiu se tornar o conjunto de rock mais legal da história ao lado dos Beatles.

Joey, Johnny, Dee Dee e Marky não eram bonitos, não se vestiam bem (aliás, usavam uniforme igual), não eram grandes oradores nem tinham carisma da palavra, não eram sequer ótimos músicos.

Sabe-se lá como pegaram toda essa mediocridade e extraíram magia dela.

Difícil acreditar que três deles não estão mais vivos.

Sorte que ainda restam os discos e entrevistas como a abaixo, que deram para o programa Tomorrow Show, em 1981, um mês depois de lançarem meu disco favorito, “Pleasant Dreams” (que Johnny dizia ser um dos que menos gostava).

Joey fala mais que todos mas não tira a franja da frente dos olhos e não faz um contato visual com a entrevistadora. Johnny fala pouco, e muitas vezes de maneira agressiva/ofensiva. Tipo: “a gente não toca na rádio porque rádio e televisão só veiculam porcaria”. Depois brinca: “Menos este programa, que é um dos melhores da TV”.

Detonam seus companheiros de profissão. Dizem que não dá pra aguentar a música “atual”, e dão Styx e Kansas como exemplos.

Não falam nada de novo ou revolucionário ou revelador. E mesmo assim a entrevista é ótima.
Não dá pra entender. De novo.

Ramones no Tomorrow Show, em 1981 por luizcesar no Videolog.tv.

2 Comentários

"Ramones (ou como quatro losers se tornaram os caras mais cool do planeta)"

8 de July de 2012 às 05:00 - Postado por Luiz Cesar Pimentel

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Dario,Natal, RN.
    - 8 de julho de 2012 - 18:03

    Sinceramente! Não sou tão desinformado assim, creio. Mas nunca tinha visto um da espécie em cinema, isto é, em movimento. Vejo agora que confundia o nome "ramones" com alguma banda nacional do tipo "raimundos"...Mas,pelo que escreveu o blogueiro, tratou-se de um grupo que de bobos não tinha nada. Fizeram de bobos, isto sim, a tantos milhões e por tantos anos, agora sei. Vê-se nitidamente que tudo era caricatura que, de tão óbvia, pareceu algum "talento". E aconteceu um misterioso encanto. São tantos os fãs pelo mundo, que acabei de baixar a média intelectual da Humanidade agora mesmo, em dois pontos (Mas dos cem possíveis...).

    Responder
  • Saulo de Oliveira
    - 8 de julho de 2012 - 17:56

    ABSOLUTAMENTE LENDÁRIOS! Tive a oportunidade e grande felicidade de assistir à dois shows ao vivo aqui no Brasil e nunca mais me esquecerei. Muitas saudades deles. Fazem muita falta.

    Responder
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com