Randy Blythe, vocalista do Lamb of God, foi solto após mais de mês em prisão na República Tcheca. O músico foi acusado pela morte de um fã, durante show naquele país dois anos atrás.

Bastou o grupo voltar para a República Tcheca que Randy Blythe foi colocado atrás das grades. Não sei se ele sabia que corria esse risco (imagino que não). Aliás, não sei nem se ele sabia que um fã tinha morrido em consequência de um ato dele.

Daí a bizarrice do caso.

O cara tinha subido três vezes no palco para stage diving - quando fã sobe ao palco e se atira à plateia contando que outros fãs segurem sua queda.

Deu errado, o cara mergulhou de chifre no chão e um mês depois morreu de hemorragia cerebral. Pelo vídeo abaixo você vê o exato momento em que Randy Blythe dá um empurrãozinho no mergulho do cara, junto a um segurança.

Em shows de punk e hardcore (principalmente) é a coisa mais comum do mundo (meu amigo e padrinho Rodrigo Dead Fish que o diga).

Sério. O cara tá lá no palco, cantando, sobe um cara que quer se atirar lá de cima, e a culpa é do músico?

Agora o vocalista ainda passará por julgamento e blablablá.

Randy Blythe empurrando fã por luizcesar no Videolog.tv.