Bom, é isso. Frase confusa que diz tudo. O disco é de uma época em que discos marcavam épocas, 1977.

Completa 35 anos mês que vem.

Eu o tenho há uns 32, e após uma fase que não conta, de disquinhos infantis dados pelos pais ou escolhidos na base do “aprendi tal música na escola”, este foi o primeiro que comprei, influenciado pelo meu irmão mais velho.

Eu o tenho até hoje, gasto pelo tanto que o escutei à ocasião.

Never Mind the Bollocks, dos Sex Pistols, fez com que eu encontrasse uma revolta pré-adolescente que não sabia que tinha. Quando Johnny Rotten cantava “I´m an antichrist/I´m an anarchist” era assustador; quando gritava “I don´t care”, era estimulante, quando xingava a rainha, era desafiador. O disco me fez estudar inglês, me fez tudo.

Hoje continuo ouvindo-o em CD ou MP3 (nem venha com essa história de que o vinil é que tem o som blábláblá...Isso só vale para quem tem uma aparelhagem pra tocar discos de vinil de pelo menos R$ 10 mil, do contrário, qualquer arquivo digital acima de 128kbs é superior. Mas é assunto para outro post. Voltemos.)

Apesar de ter o original da época guardado e acumulando poeira, encomendei nova edição em vinil, na gringa – edição limitada de 1977 cópias em disco duplo, um em vinil rosa e um em vinil amarelo. Como foi o único disco de estúdio do Sex Pistols com Johnny Rotten (tem 38 minutos), traz um segundo com show na Suécia. Se ficar curioso, está aqui.

O que importa é que 35 anos depois ele continua tão bom quanto quando foi lançado. Talvez melhor. Certamente fica melhor depois de conhecer a história por trás do disco, no documentário abaixo da série “Classic Albums” (está em inglês sem legenda. Se você fala um pouco, vale a pena).

Sex Pistols - Never Mind the Bollocks (Classic Albums) por luizcesar no Videolog.tv.

Se você não fala inglês, ao menos ouça o disco:

Momento Vídeo Show:
Hoje, dia 16 de setembro, faz 35 anos que Marc Bolan (T-Rex) morreu em acidente de carro, 27 anos que o Slayer lançou Hell Awaits, 28 de Perfect Strangers, do Deep Purple, e é aniversário de BB King (87 aninhos), Dave Snake Sabo, do Skid Row (48), e Falcão (55).

http://r7.com/zGfM