blacksabbath 1024x1017 Heavy metal faz 43 anos hoje. Parabéns Ozzy, Tony Iommi, Geezer e Bill Ward

Foi o filho menos planejado da história. E se tornou, ao lado do rock, o mais influente. Nasceu, parece piada, numa sexta-feira 13 de fevereiro. De 1970. Quando foi lançado o primeiro disco do Black Sabbath, homônimo.

Black Sabbath, o disco, foi gravado em um dia, praticamente ao vivo. Só colocaram o vocalista Ozzy numa sala separada. Mas era “um-dois-três-gravando” e vamos para a seguinte. Em outro dia mixaram e estava pronta a fórmula em estado físico de vinil do heavy metal.

As letras sombrias, que esbarravam no ocultismo, vieram da mente do baixista Geezer Butler, quando viu uma fila enorme num cinema para um filme de terror: “As pessoas pagam para sentirem medo. Interessante”.

Os riffs densos criados pelo guitarrista Tony Iommi foram “estimulados” por um acidente na fábrica onde trabalhava que decepou as pontas de dois dedos de sua mão direita – ele é canhoto. Com isso, montou uma prótese de couro, diminuiu a tensão das cordas o que baixou a afinação desta, deixando-a com timbre mais pesado. E teve estímulo do lançamento do disco de estreia do Led Zeppelin, pouco antes. Ozzy ouviu o disco e comentou: “Você viu como são pesados?”. Tony só respondeu: “O nosso será mais”.

O resto é tudo isso que ouvimos hoje, em N variantes.

Obrigado, Tony Iommi, Ozzy Osbourne, Geezer Butler e Bill Ward. 43 anos depois sigo roendo unhas esperando o disco que farão com formação original (menos o baterista). Dá uma olhada no vídeo abaixo sobre isso.

http://r7.com/Qskm