FotoANIE 1024x510 Anie, mais um que você deveria conhecer

É um projeto totalmente acústico do Junior Carelli (teclados e vocal) e Fernando Quesada (violão e vocal), com versões de clássicos do rock/metal e músicas próprias.
Dá pra ver os clipes aqui.

"O público do rock não só não morreu como vive mais do que nunca. Tanto que quando você vê a classificação oficial do YouTube, o segundo gênero musical mais acessado é o rock, acima de muitos e muitos outros que são considerados mainstream. O que acontece é que o público do rock em si não é muito jovem. É um público que envelheceu e consome a música de uma maneira diferente, consome muito forte pela internet, na sua própria casa e só vai a mega shows. Não vai muito em shows naquele padrão de balada, que começa tarde e tem que deixar a família, o filho, a mulher, em casa para poder ir e voltar na madrugada. Tanto que nossos eventos mais lotados são os realizados às 19h ou à tarde. Isso é uma coisa que dependemos muito do contratante entender também, que o público que gosta do rock mudou. É um pouco mais velho, uma faixa etária de 25 para mais na grande maioria. Quando você acha um nicho de consumo dentro da internet, com venda de produtos e coisas assim, você consegue ver um bom desempenho financeiro e de carreira sem necessitar tanto dos pequenos shows. Lógico que quando o público se renovar, o que não está acontecendo hoje, a gente vai ter que se acostumar a entregar o nosso material de uma maneira diferente para esse público que tem costumes diferentes hoje. Que não sai mais de casa às 23h30, 0h, para consumir um show e voltar para casa solteiro. São pessoas que já têm família em casa, responsabilidades, trabalho e tudo mais, e não consegue mais sair dessa maneira. Enquanto não acontecer a renovação, precisamos apenas saber onde este público está", afirma Fernando Quesada.

"A música fora do mainstream é consumida hoje por nichos que se concentram mais na internet. O famoso movimento underground do rock já não é mais underground tanto no visual quanto no som. Porém o público continua sendo fiel pela filosofia de qualidade e estado da arte que o rock tem, tendo os melhores instrumentistas por exemplo. A nossa missão é fazer com que a grande mídia volte a perceber esse movimento e que de um nicho sejamos uma massa novamente, curtindo o estilo e seu movimento artístico", diz Junior Carelli.

(Aliás, se tiver sugestão de bandas, por favor me mande por qualquer canal. A maioria é @luizcesar twitter, facebook, youtube...)

http://r7.com/hGsG