Publicado em 31/03/2014 às 05:03

Basta do coitadismo da intelligentsia da MPB com a ditadura

imgres Basta do coitadismo da intelligentsia da MPB com a ditadura

Sabe o que os ícones da Bossa Nova estavam fazendo há exatos 50 anos, quando Jango era escorraçado pro Uruguai e os militares assumiam o poder?

Tom Jobim estava todo pimpão com o disco que produzira com suas músicas em versão em inglês, como The Girl from Ipanema, no famoso Getz/Gilberto, que marcou o reconhecimento internacional ao gênero. O trabalho trazia a parceria entre o saxofonista Stan Getz e a mulher de João Gilberto, Astrud, nas músicas e produção de Jobim.

Nara Leão celebrava a exposição como musa da Bossa Nova, Jorge Ben comemorava os 100 mil discos vendidos como, aos 19 anos, novo nome do gênero pela Phillips.

Não para por aí.

Glauber Rocha estava levando pra Cannes Deus e o Diabo na Terra do Sol, tão chato quanto ególatra manifesto do sofrimento no interior do Brasil. Justamente na época do golpe declarou o famoso "uma ideia na cabeça e uma câmera na mão".

Dias antes do fatídico 31 de março de 1964, rolou a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, com 50 mil paulistanos caminhando e "protestando". A Folha de São Paulo publicou que a manifestação fora "uma beleza".

É e era evidente que os Estados Unidos estavam nos bastidores loucos pela saída do "comunista" João Goulart. Em 62, John Kennedy afirmara que Jango "estava dando de graça a porcaria do país para os comunistas". Ele seria assassinado em novembro do ano seguinte, substituído na Presidência dos EUA por Lyndon Johnson, que ficou sabendo na noite anterior ao golpe, pelo seu embaixador no Brasil, Lincoln Gordon, que aquela "poderia ser a última boa oportunidade para apoiar ação contra Goulart".

Sem contar a operação Brother Sam, em que enviaram porta-aviões e carga pesada para qualquer eventualidade.

Estados Unidos estavam amicíssimos do resto do mundo à ocasião. Eddie Sullivan recebia Dave Clark no aceite da invasão britânica logo depois de ter recebido os Beatles. E o país abria os braços para a Bossa Nova, a "música da moda".

Depois ficou fácil virar arauto da moralidade e falar das agruras dos 21 anos de regime totalitário, né?

Mas não os condeno.

Sabe qual era a produção musical norte-americana à época? Bob Dylan com seu The Times are A-Changin, lançado no começo de 64: "Venham, venham todos/Onde quer que estejam/e admitam que as águas à sua volta subiram/e aceitem que em breve estarão alagados até os ossos/Se vocês acham que sua vida vale a pena/É melhor começar a nadar/Se não afundarão como pedras/Porque os tempos estão mudando", cantava.
Aqui, a parada de sucesso era liderada por Moacyr Franco e Agnaldo Rayol. Lá, a Billboard tinha no topo She Loves You, dos Beatles.
Não, não os condeno.

Publicado em 30/03/2014 às 05:22

eu amo galerias “como estão fulanos de tal filme ou banda” – aqui, as boy bands

1thenandnow eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

98º

2hanson eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

Hanson

4nsync eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

NSync

7backstreetboys eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

Backstreet Boys

8newkids eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

New Kids on the Block

9boys2men eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

Boys II Men

65ive eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as boy bands

5ive

Publicado em 29/03/2014 às 06:13

eu amo galerias “como estão fulanos de tal filme ou banda” – aqui, as crianças de filmes de terror

filme1iluminado eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Iluminado

filme2iluminado eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Iluminado

filme3poltergeist eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Poltergeist

filme4chuck eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Brinquedo Assassino

filme5halloween eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Halloween

filme6exorcista eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Exorcista

filme7ochamado eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

O Chamado

filme8amtyville eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Amtyville

filme9sextosentido eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Sexto Sentido

filme10profecia eu amo galerias como estão fulanos de tal filme ou banda   aqui, as crianças de filmes de terror

Profecia

Publicado em 28/03/2014 às 11:02

Não vai ter Renato Russo. Nem Legião Urbana.

re 300x146 Não vai ter Renato Russo. Nem Legião Urbana.

Vai lá. Digita www.legiaourbana.com.br para você ver. Caiu em www.renatorusso.com né?

Pois é. Desde ontem a página do maior grupo (atente que não escrevi melhor) de rock brasileiro da história virou tributo a um de seus componentes. Por decisão do filho do ex-vocalista, que faria 54 anos ontem.

Não consigo imaginar atitude mais baixa. Guardadas as (sangrentas) proporções, é o que Stalin fazia pré Photoshop, apagar a história dos envolvidos apagando-os das fotos.

Na boa, não sou e ninguém é tonto para não saber que Renato Russo era o ponta-de-lança da Legião Urbana. Mas ninguém precisa engolir essa injustiça ao fingir que não sabemos que num grupo de rock, num time de futebol, até numa trupe de humor, a soma das partes é o que importa, e não suas individualidades.

É muito fácil bater na Legião Urbana. Basta desmontar o truque que o vocalista e compositor usou para transformá-la na Religião Urbana – letras de auto-comiseração e exposição de fraquezas em primeira pessoa. Quer algo que atinja mais os adolescentes (e vítimas de paixão) que isso?

O resto é um sub Smiths e restos de pós punk diluídos em produção oitentista.

Veja bem, não estou defendendo Marcelo Bonfá (baterista) nem Dado Villa-Lobos (guitarrista) pela capacidade técnica de ambos. Até porque não primam por isso. Mas porque abre um precedente imbecil com aquela que foi, repito, a maior banda de rock brasileira.

Que não tenha Copa, que não tenha Legião Urbana, que não tenha nada. Desse jeito em que s coisas vêm sendo feitas é melhor não ter.

Publicado em 27/03/2014 às 17:54

o arroz e feijão da internet: celebridades e bichinhos de estimação

Publicado em 27/03/2014 às 12:04

Se este vídeo não te fizer chorar, nada fará

Só podia ser na Holanda. Afinal, enquanto nos preocupamos em como chegar vivos em casa, lá o foco é em como promover uma vida (e um final desta) digna a todos.
O cara passou 25 anos cuidando de girafas. Ele tem problemas mentais. Câncer no cérebro em estado terminal, uma ONG que promove últimos desejos para pessoas nessa condição realizou o dele: encontrar suas amigas pela última vez.
Tá aí o vídeo:

Publicado em 25/03/2014 às 15:42

antes da fama com Breaking Bad, Bryan Cranston era modelão

Tá aí o mocinho Walter White mostrando que "tem pernas bonitas porque pula corda".

bryan1 antes da fama com Breaking Bad, Bryan Cranston era modelão

bryan2 antes da fama com Breaking Bad, Bryan Cranston era modelão

Publicado em 25/03/2014 às 13:57

Kurt Cobain está vivo e bebendo cerveja na Holanda

Assim como Elvis, Marilyn, Bruce Lee e Tupac Shakur.
Demorou para alguém fazer um comercial assim.

Publicado em 24/03/2014 às 10:38

Kevin Bacon genial reedita Footloose

Assisto atualmente (e regularmente) 9 seriados. E meu celular me avisa quando pinta capítulo novo de um deles para que eu não esqueça.
Entre os favoritos, "The Following". O ator principal deste é Kevin Bacon, que sou velho o suficiente pra ter conhecido nos 80 com "Footloose".
O cara foi no Jimmy Fallon e fez uma entrada triunfal como "white guy can dance" do filme.

Publicado em 24/03/2014 às 10:25

Morreu vocalista do Gwar

David M. Brockie 254x300 Morreu vocalista do Gwar

David M. Brockie tinha 50 anos e era o único membro da formação original da banda de metal escatológico Gwar. No grupo era conhecido como Oderus Urungus.

Foi encontrado morto por colegas com quem dividia a casa onde morava ontem.

O grupo é uma coisa bem americana, sem limites para humor e escatologia na música e performance, com jatos de sangue falso na plateia e o caramba.

Apesar de todo mise-en-scène, o grupo era/é bem legal.

Página 3 de 10112345...Último
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com