Publicado em 06/02/2015 às 15:00

Encontro de monstros: Dave Lombardo e Max Kolesne falando sobre metal e bateria

Se você gosta de música, por favor assista a esse encontro que tive a honra de promover.
Se você toca ou gosta de bateria, é obrigatório.
Dave Lombardo, eternamente baterista do Slayer, está no país para shows com o Philm, que é um trio fantástico e criativo num nível bizarro. (Tocam domingo agora, no Manifesto, em São Paulo.)
Max Kolesne é o polvo por trás da bateria do Krisiun.
Esta semana, consegui colocar os dois frente a frente.
Foram 20 minutos (na edição do vídeo, mas uma meia hora na verdade) onde falaram sobre influências, a falta de criatividade na música atual, as cobranças, como algumas coisas que Lombardo toca são na verdade "funk mais rápido"...E uma grande revelação (ao menos para os fãs de Slayer). Muitos dos clássicos de sua performance no Slayer, como os segundos em que a bateria permanece sozinha em "Angel of Death", são chupados de influência cubana (ele é cubano).
Então, assista:

Publicado em 05/02/2015 às 11:51

Olha como anda a nossa musa dos clipes do Whitesnake

Não minta.
Se você for um trintão perto dos enta ou já um quarentão, ela também foi sua musa.
Tawny Kitaen, que protagonizou os clipes de 'Here I Go Again", "Is This Love", entre outros, e depois se casou com o vocalista da banda, David Coverdale, não está envelhecendo realmente bem, sinto dizer.
À custa dessa obsessão estética que recorre às plásticas e faz as pessoas perderem, justamente, o senso estético.
Dá uma olhada.

tawny kitaen Olha como anda a nossa musa dos clipes do Whitesnake

Parece que foi outro dia que todos assistíamos os clipes como o abaixo e babávamos por ela. Mas faz 25 anos.

Outras da época com quem o tempo não foi nada generoso são as musas de Top Gun, Kelly McGillis, e do Exterminador do Futuro, Linda Hamilton.

Kelly McGillis Olha como anda a nossa musa dos clipes do Whitesnake

linda hamilton Olha como anda a nossa musa dos clipes do Whitesnake

Publicado em 30/01/2015 às 17:20

It was 46 years ago today (a última apresentação dos Beatles)

a famosa última apresentação no telhado da Apple Record, em Londres.

Esta aqui:

46years It was 46 years ago today (a última apresentação dos Beatles)

Tocaram 5 músicas, dois takes de algumas. E foi isso.
In the end/the love you take/is equal the love you make

Publicado em 29/01/2015 às 11:59

Os 16 seriados que acompanho e as notas que dou para eles

dondrapper 843x1024 Os 16 seriados que acompanho e as notas que dou para eles

Don Drapper, de Mad Men. Mais badass que Walter White, de Breaking Bad, só ele

Acabei de notar que acompanho (atualmente) 16 seriados.
Se alguém me contasse que realmente segue 16 novelas do tipo, diria que o fulano tá fazendo pose.
Mas é verdade.
Pois são 16 produções no mínimo acima da média.
E seriados encaixam bem em qualquer rotina. A não ser que você seja um mineiro no Chile, dá pra comportar os episódios de 42 minutos (maioria) ou 22 no seu dia.
Até porque as temporadas se alternam durante o ano. Meio como hóquei, basquete, futebol americano e beisebol.
Seguem abaixo os que assisto atualmente.Com as notas que acho que merecem.

Suits (nota 9)
The Americans (nota 6,5)
The Following (nota 7)
Homeland (7)
Blacklist (8)
Mad Men (9 para 9,5)
Two and a half men (5)
Modern Family (6)
Ray Donovan (8)
Ressurection (6)
Leftovers (6)
Newsroom (7)
True Detective (7)
Silicon Valley (5)
American Horror Story (temporadas boas e péssimas, então 5)
The Killing (8,5) - sei que esse já acabou, mas estou entrando na temporada final só agora

Publicado em 27/01/2015 às 11:24

Uma visita ao horror em Auschwitz

Em 2001, estive em Oswiecim, cidade polonesa onde fica o infame campo de concentração.

Saiu num livro, que publiquei alguns anos depois (Sem Pauta), o relato de um sobrevivente do campo.

Escaneei e segue abaixo.

pagina 152 Uma visita ao horror em Auschwitz
pagina 153 Uma visita ao horror em Auschwitz
pagina 154 Uma visita ao horror em Auschwitz
pagina 155 Uma visita ao horror em Auschwitz
pagina 156 Uma visita ao horror em Auschwitz
pagina 157 Uma visita ao horror em Auschwitz

Publicado em 26/01/2015 às 13:57

Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

Pra quem cansou de tietagem explícita (e de gosto duvidoso) do espírito adolescente feminino, com seus pôsteres do One Direction e quetais, dá para montar o próprio lar com artigos roqueiros de verdade.
Uma boa opção é tematizar logo com o melhor, Lemmy, vocalista e baixista e dono do Motörhead.

Dá para comprar:

lencol Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

lençol

cortina Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

cortina de box

caneca Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

caneca

fronha Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

capa de travesseiro

tapete Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

tapete

quadro Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

quadro

relogio2 Decore sua casa com o cara mais bonito do rock, Lemmy (Motörhead)

e relógio de parede

Tem tudo à venda aqui

Publicado em 23/01/2015 às 16:44

Presidente indonésio headbanger recebe apelo de seus ídolos Napalm Death para encerrar fuzilamentos

Este é o presidente da Indonésia, Joko Widodo, país que na semana passada fuzilou o brasileiro Marco Archer por tráfico de drogas:

Joko Presidente indonésio headbanger recebe apelo de seus ídolos Napalm Death para encerrar fuzilamentos

Este é o vocalista da banda da camiseta que ele está usando, Mark Barney Greenway, do Napalm Death:

mbg Presidente indonésio headbanger recebe apelo de seus ídolos Napalm Death para encerrar fuzilamentos

E esta é a carta que o músico escreveu para o presidente pedindo clemência a dois australianos que estão no corredor da morte:

"Caro Sr. Widodo,
Estou apelando diretamente a você para que, por favor, poupe a vida de Andrew Chan e Myuran Sukumaran, os dois cidadãos australianos que estão atualmente esperando a sentença de morte na Indonésia por tráfico de heroína. Como um seguidor da nossa banda NAPALM DEATH, apreciaria o fato de que nossas letras e ética desafiam o ciclo contínuo de violência no mundo, quer se trate de um estado ou de um indivíduo. Se estas coisas não forem desafiadas e, finalmente, modificadas, eu acredito que nós nunca verdadeiramente avançar como humanidade.
Eu entendo que você está se portando como um líder determinado a mudar as coisas para melhor, e então eu acredito que a concessão de clemência seria um grande passo à frente nesta busca de aperfeiçoamento. Compreendo que a heroína pode ser prejudicial em muitos níveis, mas eu acredito que este é um problema muito mais profundo que não pode ser alterado ou mudado pela simples tomada da vida das pessoas.
Novamente, eu peço respeitosamente que você faça uma diferença real e derrube essas sentenças.
Na esperança e em paz."

Nem a Dilma nem o Papa Francisco foram bem-sucedidos nos apelos. Vamos ver se um vocal de metal extremo entra na disputa pelo Nobel da Paz, então.

Publicado em 20/01/2015 às 18:37

olha só como seria a (desastrosa) capa do Van Halen 1

Confesso que às vezes penso que capa de disco, logo da banda, não faz a menor diferença.
Mas aí vejo revelada a capa de como a gravadora sugeriu que fosse o disco de estreia do Van Halen e repenso a ideia.
A icônica capa do debute conta toda a história, antes mesmo de se ouvir o disco.
As fotos tiradas em performance (fake, tudo bem) no Whisky A-Gogo em Los Angeles, com eles em movimento, e o logo lindão, todo estilizado, contra essa porcaria sugerida pra gravadora e que (graças ao Bom Deus, o quarteto bateu o pé e recusou).

vh1 olha só como seria a (desastrosa) capa do Van Halen 1

a sugestão da gravadora

E a capa que ficou (pra história)

vh0 olha só como seria a (desastrosa) capa do Van Halen 1

Página 4 de 117Primeiro...23456...Último
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com