Publicado em 07/08/2012 às 17:37

O desfecho do caso mais bizarro da música, parte 2

Outro dia escrevi sobre a prisão do Randy Blythe, vocalista do Lamb of God, o caso mais bizarro do cenário musical atualmente. Se não leu, pode clicar aqui.

Ele foi solto da prisão tcheca e escreveu um comunicado já nos Estados Unidos, garantindo que foi tratado decentemente, que não concorda com sua prisão mas que se for chamado a responder perante à Justiça da República Tcheca, irá.

A íntegra segue abaixo, em inglês mesmo.

"Greetings. This is D. Randall Blythe, checking in from my beloved hometown of Richmond, VA, United States of America. I was recently released on bail from Pankrác Prison in Prague, Czech Republic, after over a month of incarceration. Now that I am out for the moment, I would like to say a few things.

1. While in prison, I had minimal knowledge of how my case was viewed anywhere but the Czech Republic. I was told by my attorney that I had a lot support from peers in the music industry, my hometown, fans, and of course my family. I cannot express how emotional it made me upon my release to read about even a fraction of the voices that were raised on my behalf. From legends in my music community, to fans across the world, and even people who were previously unaware of my existence but sympathized with my plight — I am truly humbled. I cannot thank you enough for your thoughts and prayers. I would especially like to thank the people of Richmond, VA, for standing by me. In the 48 hours I have been home, many people I have never met before have stopped me on the street, waved and smiled as I passed by, or said hello in a restaurant. All have said “We are glad you are home, Randy”. You all make me proud and grateful that I call Richmond home.

2. I would like to state that I suffered no abuse, from either authorities or inmates, during my incarceration in Pankrác. I received no special treatment, and was in general population with everyone else- make no mistake, it was prison, not some celebrity rehab TV show. But I was treated fairly by the guards and kindly by my fellow inmates. People are dying of starvation all over the world. Men and women are losing their lives daily in the Middle East and other war torn regions. I had food, clothes, shelter, and no one was trying to kill me. I cannot complain over a short stay in prison while many people elsewhere fight to survive on a daily basis.

3. If it is deemed necessary for me to do so, I WILL return to Prague to stand trial. While I maintain my innocence 100%, and will do so steadfastly, I will NOT hide in the United States, safe from extradition and possible prosecution. As I write this, the family of a fan of my band suffers through the indescribably tragic loss of their child. They have to deal with constantly varying media reports about the circumstances surrounding his death. I am charged with maliciously causing severe bodily harm to this young man, resulting in his death. While I consider the charge leveled against me ludicrous and without qualification, my opinion makes no difference in this matter. The charge exists, and for the family of this young man, questions remain. The worst possible pain remains. It is fairly common knowledge amongst fans of my band that I once lost a child as well. I, unfortunately, am intimately familiar with what their pain is like. Therefore, I know all too well that in their time of grief, this family needs and deserves some real answers, not a media explosion followed by the accused killer of their son hiding like a coward thousands of miles away while they suffer. I am a man. I was raised to face my problems head on, not run from them like a petulant child. I hope that justice is done, and the family of Daniel N. will receive the closure they undoubtedly need to facilitate healing. I feel VERY STRONGLY that as an adult, it would be both irresponsible and immoral for me not to return to Prague if I am summoned. This is not about bail money. This is about a young man who lost his life. I will act with honor, and I will fight to clear my good name in this matter.
Thank you for reading this, and I wish you all peace.
"

Publicado em 06/08/2012 às 10:49

Usain Bolt protagoniza cena épica (e não foi correndo)

Em 1980, o ursinho Misha, mascote da Olimpíada de Moscou, chorando. Em 1984, a maratonista Gabriele Andersen cambaleando ao entrar no estádio pra completar os 42 quilômetros e quebrados de metros. Em 2004, Vanderlei Cordeiro de Lima agarrado pelo irlandês maluco quando liderava a maratona. Imagens que ficaram pra mim das Olimpíadas passadas. Nesta, tem uma em potencial – a do vídeo abaixo.

O jamaicano Usain ‘Lightning’ Bolt dá entrevista a uma TV espanhola ao vivo. No meio, começa uma cerimônia de premiação. Ele ainda pergunta se é ao vivo, a repórter responde que sim, ao que ele pede desculpas e ambos viram para prestar respeito a “Star Spangled Banner”, hino norte-americano.

Mais do que a quebra de protocolo, mostra o espírito olímpico na prática.

O cara tinha acabado de ganhar a principal prova dos Jogos, os 100 metros rasos, e confirmar sua condição de homem mais rápido do mundo, com quebra de recorde olímpico. Ele era o cara mais importante do mundo naquele momento. Ele podia pedir que o mundo parasse, mas em vez disso optou por parar para reverenciar outro atleta, outro país, todos nós.

Dá uma olhada.

Usain Bolt em entrevista à TVE por luizcesar no Videolog.tv.

Publicado em 05/08/2012 às 04:58

Alguém traz o Black Sabbath pro Brasil, por favor?

Os caras voltaram e estão em turnê. Sem o Bill Ward (bateria), mas com Geezer Butler (baixo), Tony Iommi (guitarra) e Ozzy Osbourne (vocal).
Tocaram nesta sexta, no Lollapalooza, em Chicago e olha só o set-list do show.

01. Black Sabbath
02. The Wizard
03. Beyond The Wall Of Sleep
04. N.I.B.
05. Into The Void
06. Under The Sun
07. Snow Blind
08. War Pigs
09. Electric Funeral
10. Sweet Leaf
11. Symptom Of The Universe
12. Iron Man
13. Faries Wear Boots
14. Dirty Women
15. Children Of The Grave
Bis
16. Paranoid

N.I.B.

Black Sabbath - Live at Lollapalooza - N.I.B. por luizcesar no Videolog.tv.

Children of the Grave

Black Sabbath - Live at Lollapalooza - Children of the Grave por luizcesar no Videolog.tv.

The Wizard

Black Sabbath - Live at Lollapalooza - The Wizard por luizcesar no Videolog.tv.

War Pigs

Black Sabbath - Live at Lollapalooza - War Pigs por luizcesar no Videolog.tv.

Publicado em 04/08/2012 às 07:00

Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)

MPB aqui é outra história. Cerimônias do maior evento do planeta têm Paul McCartney na abertura e The Who no encerramento (Música Popular Britânica). Você entra em um shopping refinado, como o Westfield, o maior da Europa, construído pertinho do Complexo Olímpico, aí vai num restaurante cool britânico, como o Bumpkin, e está tocando Blur (Música Popular Britânica). Sai, anda dois corredores e dá de cara com a loja Pretty Green, de roupas classe A, criadas por Liam Gallagher, ex-vocalista do Oasis (Música Popular Britânica).

Tirei até umas fotos da vitrine da loja (estão aí abaixo).

O cara simplesmente achou que as roupas estilo Mod, que tanto gostava, não eram feitas com apuro devido. E há alguns anos convidou um estilista amigo pra executar suas ideias e bola e aprovar as roupas.

Tudo meio (bem) carinho. Mas de bom gosto. Estilo meio Original Penguin. Polos, parkas e uma linha de alfaiataria muito legal. (Coloquei uns modelos abaixo também.)

Como não poderia faltar, muita inspiração nos Beatles. Você entra na loja, aliás, e tem um livrão coffee table aberto em página dos Fab Four muito dos bem-vestidos.

IMG 19551 203x300 Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)

IMG 19561 215x300 Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)

Algumas roupas:
blacklabel11 Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)
blacklabel3 Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)
blacklabel2 Conheça a grife de Liam Gallagher (Oasis)

Aproveitando a deixa, visitei a loja logo depois de assistir ao Cielo ganhar o bronze e do monstro Michael Phelps ganhar sua última medalha de ouro (a 17ª). Foi a prova de nado borboleta, do vídeo abaixo, e o norte-americano disse que pendura a touca e óculos depois de Londres. Eu vim, vi e ele venceu.

 

Publicado em 03/08/2012 às 08:29

O caso mais bizarro da música atualmente teve desfecho

Randy Blythe, vocalista do Lamb of God, foi solto após mais de mês em prisão na República Tcheca. O músico foi acusado pela morte de um fã, durante show naquele país dois anos atrás.

Bastou o grupo voltar para a República Tcheca que Randy Blythe foi colocado atrás das grades. Não sei se ele sabia que corria esse risco (imagino que não). Aliás, não sei nem se ele sabia que um fã tinha morrido em consequência de um ato dele.

Daí a bizarrice do caso.

O cara tinha subido três vezes no palco para stage diving - quando fã sobe ao palco e se atira à plateia contando que outros fãs segurem sua queda.

Deu errado, o cara mergulhou de chifre no chão e um mês depois morreu de hemorragia cerebral. Pelo vídeo abaixo você vê o exato momento em que Randy Blythe dá um empurrãozinho no mergulho do cara, junto a um segurança.

Em shows de punk e hardcore (principalmente) é a coisa mais comum do mundo (meu amigo e padrinho Rodrigo Dead Fish que o diga).

Sério. O cara tá lá no palco, cantando, sobe um cara que quer se atirar lá de cima, e a culpa é do músico?

Agora o vocalista ainda passará por julgamento e blablablá.

Randy Blythe empurrando fã por luizcesar no Videolog.tv.

Publicado em 03/08/2012 às 06:32

Metallica monta o maior espetáculo da Terra

E não sei se isso é bom.

Se bem que...pensando melhor, não é bom, não.

Desde 1991, quando lançaram o disco preto e viraram o maior grupo de rock do mundo, entraram numa espiral de fazer produtos melhores e discos piores. O auge é esse show que gravam para ser exibido em 3D no final deste mês, no Canadá.

No aquecimento para as gravações, fizeram oito noites de apresentações na Cidade do México e um fã local compilou tudo o que foi registrado pelo público em celulares e disponibilizado na web.

São 8m30s hollywoodianos, com explosões, muito fogo, técnicos pegando fogo, estátuas (“And Justice For All”) desabando e mais explosões e mais fogo e telões e tudo o que você não espera de um show do Metallica.

Nada de purismo nisso. Se pelo menos continuassem a produzir discos como os que os levaram a esse patamar, ok. Mas vivem dos sucessos dos seis primeiros discos, gravados na primeira década de carreira, e passaram os últimos 20 da renda do aluguel desses imóveis.

Dá uma olhada no que está por vir.

Publicado em 02/08/2012 às 07:03

The Who, Kaiser Chiefs, Take That, George Michael e Pink Floyd tocam no encerramento de Londres

pink floyd The Who, Kaiser Chiefs, Take That, George Michael e Pink Floyd tocam no encerramento de Londres

Olimpíadas em Londres, não tem como ser mais pop

Já teve Paul McCartney (e Arctic Monkeys) na abertura.

E agora no encerramento, que celebrará 50 anos de pop rock britânico, a escalação terá simplesmente The Who, Kaiser Chiefs, Take That, George Michael e Pink Floyd.

O line up do fechamento, que vem sendo guardado a sete chaves, terá também Emeli Sande.

Quem vazou a informação de Pink Floyd foi o cantor Ed Sheeran, que cantará com o grupo o clássico “Wish You Were Here”. Disse ainda que o show não deve contar com todos os três membros ainda vivos do Pink Floyd - Dave Gilmour, Roger Waters e Nick Mason. Talvez dois de três.

Os três, aliás, se encontraram ano passado no palco da O2 Arena, aqui mesmo em Londres durante turnê de Roger Waters e tocaram "Confortably Numb" .

Publicado em 01/08/2012 às 12:43

Blondie, nu(a) e cru(a)

debbie 173x300 Blondie, nu(a) e cru(a)

Não é dos meus grupos favoritos da leva setentista de Nova York. Mas é um belo documentário o que coloco abaixo, da BBC, narrado pelo locutor inglês Mark Radcliffe.

Aliás, é injusto colocá-los na leva das bandas setentistas de Nova York. Estão bem mais pro new wave que estourou no começo dos 80, com os hits "Heart of Glass" e "Call Me".

Gênero à parte, é a banda com vocal feminino mais bem-sucedida da história. Tiveram sete músicas número 1 das paradas e venderam 30 milhões de discos. Estouraram antes na Inglaterra, e entraram no bonde punk por tocarem sempre na meca do gênero nova-iorquino, o clube CBGBs, e fazerem turnês com Ramones.

Aliás, o guitarrista Johnny Ramone também concorda comigo em não ser das bandas favoritas deles.
Vale a hora e dez minutos que tem o doc.

Blondie - One Way or Another por luizcesar no Videolog.tv.

Publicado em 31/07/2012 às 16:44

Duas pérolas de 30 anos atrás

Não sei se esqueço propositalmente, mas muitas vezes não penso em procurar as coisas que não aproveitei ao vivo na web. Talvez seja uma auto-defesa, para não perder a magia.

Mas quando encontro, tenho aquela vontade de compartilhar.

Como estas duas, da década de 80.

O R.E.M., no comecinho, tocando minha música favorita, "So. Central Train", no programa do David Letterman, novinho também. Michael Stipe com cabelo, e Peter Buck é quem dá a entrevista dizendo que a música nem nome tinha ainda de tão nova. Isso é 1983.

R.E.M. - So. Central Train por luizcesar no Videolog.tv.

E aqui um show do Mötley Crüe no auge, em 1987. Tocaram aqui ano passado pela primeira vez, e sonhava assisti-los ao vivo desde antes desse show. Mas não foi dessa vez (estava doente). Portanto, o produtor que trouxe-los de novo merece minha eterna gratidão.

Mötley Crüe - ao vivo em Tacoma (15/10/1987) por luizcesar no Videolog.tv.

Publicado em 29/07/2012 às 05:02

é por isso que gosto de MPB

Música Popular Britânica.

A playlist da Cerimônia de Abertura das Olimpíadas:

Captain Algernon Drummond, William Johnson Cory - Eton Boating Song
Elgar, AC Benson - Land of Hope and Glory
The Jam - Going Underground
Muse - Map of the Problematique
Sex Pistols - God Save the Queen
The Clash - London Calling
Simon May - EastEnders Theme
The Shipping Forecast
Sir Hubert Parry, William Blake - Jerusalem
Elgar - Nimrod
Handel - Arrival of the Queen of Sheba
Eric Coates - Dambusters March
Handel - Music for the Royal Fireworks
Monty Norman - James Bond Theme
Mike Oldfield - Tubular Bells
Mike Oldfield - In Dulci Jubilo
Vangelis - Chariots of Fire
Arthur Wood - The Archers Theme
Winifred Atwell - Black and White Rag
Sugababes - Push the Button
OMD - Enola Gay
David Rose - The Stripper
Lionel Bart - Food Glorious Food
Irwin Kostal, Richard Sherman, Robert Sherman - Bedknobs and Broomsticks
Rizzle Kicks - When I Was a Youngster
Eric Clapton - Wonderful Tonight
Colin Tully - Gregorys Girl Theme
William Pitt - City Lights
The Who - My Generation
The Rolling Stones - Satisfaction
Millie Small - My Boy Lollipop
The Kinks - All Day and All of the Night
The Beatles - She Loves You
Mud - Tiger Feet
Led Zeppelin - Trampled Under Foot
The Specials - A Message to You Rudy
David Bowie - Starman
Queen - Bohemian Rhapsody
Sex Pistols - Pretty Vacant
Duran Duran - The Reflex
New Order - Blue Monday
Frankie Goes to Hollywood - Relax
Soul II Soul - Back To Life
Happy Mondays - Step On
Eurythmics - Sweet Dreams (Are Made of This)
The Verve - Bittersweet Symphony
Prodigy - Firestarter
Underworld - Born Slippy
Jaan Kenbrovin, John William Kellette - Im Forever Blowing Bubbles
Blur - Song 2
Dizzee Rascal - Bonkers
Tigerstyle - Nacnha Onda Nei (contains Michael Jackson - Billie Jean, Queen & David Bowie - Under Pressure and Ilaiyaraaja - Naanthaan Ungappanda)
Arctic Monkeys - I Bet You Look Good on the Dancefloor
Mark Ronson & Amy Winehouse - Valerie
Radiohead - Creep
Muse - Uprising
Kano & Mikey J - Random Antics
Tinie Tempah - Pass Out
MIA - Paper Planes
Coldplay - Viva La Vida
The Chemical Brothers - Galvanize
Franz Ferdinand - Take Me Out
Kaiser Chiefs - I Predict a Riot
Roll Deep - Shake a Leg
Adele - Rolling in the Deep
Oasis - The Hindu Times
Oasis - Wonderwall
Emeli Sande - Heaven
William Monk/Henry Francis - Abide With Me
Pink Floyd - Eclipse
The Beatles - The End
The Beatles - Hey Jude
David Bowie - Heroes
Eric Spear - Coronation Street Theme
Ron Grainer - Doctor Who Theme
John Philip Sousa - Monty Python Theme/The Liberty Bell
David Bowie - Absolute Beginners

Página 73 de 134Primeiro...7172737475...Último