Snoopy – exposição em comemoração aos 64 anos

Mammys,

Eu assistia Snoopy!!! e como gostava, rs. Acredito que muitas de vocês também pegou essa época gostosa ou já viram esse cachorrinho lindo em algum canto. Para comemorar os 64 anos, acontece uma exposição da turminha toda do Snoopy.

A gente conseguiu algumas fotinhos para mostrar pra vocês.

 

snoopy21 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

 

Dare to dream (algo como “Atreva-se a sonhar”, em português) vai até o dia 12 de agosto, mas pode ficar triste pois é  no shopping Harbour City, em Hong Kong. Eu pelo menos que não vou até lá... estou!!! rs

São versões gigantes do Snoopy, a maior tem 3,3 metros de altura que fica na entrada do shopping. Os corredores foram tomados pela famosa casinha com o cachorrinho deitado. Cada uma feita por um artista diferente.  A curadoria é de Yoshiteru Otani.

Enjoy!!!

 

snoopyok11 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

snoopyok3 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

snoopyok4 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

Agora dentro do Shopping!!!

snoopyok5 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

 snoopyok6 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

snoopyok7 Snoopy   exposição em comemoração aos 64 anos

SAIBA MAIS
Exposição “Dare to dream” (Shopping Harbour City, Hong Kong)
De 16 de julho a 12 de agosto
Das 10h às 22h
www.harbourcity.com.hk

Siga a gente no instagram @mammyemdobro

Beijos,

Flávia Ribeiro

Posts Relacionados

Por quê muitas mulheres tem dificuldade de engravidar?! – Mammy Saúde

Dr. Joji Ueno 2 150x150 Por quê muitas mulheres tem dificuldade de engravidar?!   Mammy Saúde

Dr. Joji Ueno - ginecologista, especialista em reprodução humana

Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da USP, diretor da Clínica Gera

 

 

O homem vive cada vez mais. Com a ajuda da tecnologia e da adoção de hábitos saudáveis, a expectativa de vida não só aumenta com também a sua qualidade. Esse novo panorama tem se refletido em novos anseios e aspirações da mulher, principalmente no mercado de trabalho, o que tem levado a gestações cada vez mais tardias. Mas, infelizmente, a função reprodutiva feminina não acompanha as tendências sociais do mundo moderno.

"Tratamentos estéticos cada vez mais avançados são capazes de retardar o envelhecimento, mas, do ponto de vista biológico, a idade pesa e pode ser decisiva já a partir dos 35 anos. Com o tempo, a qualidade dos óvulos vai diminuindo e isso ocorre progressivamente”, afirma o Prof. Dr. Joji Ueno.

Só no Brasil, 10 milhões de pessoas têm dificuldades para engravidar, segundo dados do Ministério da Saúde.

Estima-se que a chance de uma mulher normal com idade inferior a 30 anos engravidar é de 20% por mês e depois dos 40 é de apenas 5%. Aos 34 anos, 11% das mulheres já são inférteis; aos 40, 33% e a maioria das mulheres tem seu último filho com 41 anos de maneira espontânea. Aos 45 anos, 87% são inférteis.

Isso acontece porque à medida que a mulher envelhece um dos principais fatores ligados à fertilidade sofre alteração, o envelhecimento e diminuição da reserva ovariana. A partir dos 35 anos o número de folículos em bom estado que restam nos ovários vai diminuindo. Os folículos, que começaram a ser formar quando a mulher ainda estava sendo gerada no útero materno, só vão se deteriorando (e sendo usados) desde o seu nascimento. Quanto mais o tempo passa, menos óvulos viáveis a mulher tem.

Isso significa que os óvulos que a mulher tem são os mesmo que já tinha quando estava na vida intrauterina da mãe, e eles vão sofrendo uma série de agressões causadas por impactos ambientais, como estresse, alimentação, etc. Assim, as chances de engravidar caem drasticamente e a probabilidade de enfrentar problemas de fertilidade aumenta de forma significativa.

 

Gestação4 619x320 Por quê muitas mulheres tem dificuldade de engravidar?!   Mammy Saúde

Idade é principal fator, mas não o único - Embora a perda da capacidade de ovular seja uma consequência natural do envelhecimento, a idade não é único fator que influencia na qualidade e quantidade dos óvulos. Saiba quais são eles:

Álcool - Tomar uma garrafa de vinho ou cinco doses de outra bebida por semana pode reduzir em até 40% as chances para se conseguir uma gestação, além de realizar um efeito negativo no desejo sexual (libido) em ambos os sexos. O álcool resulta em um inadequado funcionamento dos ovários com consequente irregularidade do ciclo menstrual (incluindo ausência de ovulação e menstruação) e produção de óvulos de baixa qualidade; aumenta o risco de aborto espontâneo; e antecipa a menstruação.

Cigarro a nicotina e outras substâncias nocivas contidas nos cigarros interferem na capacidade do organismo feminino de produzir os hormônios que regulam a ovulação e predispõem os óvulos a anomalias genéticas. E o impacto negativo em mulheres fumantes passivas é praticamente o mesmo que o visto em fumantes ativas. Além disso, os malefícios do cigarro também afeta pacientes que estão realizando tratamento de fertilização in vitro. Elas necessitam de mais medicamento para estímulo dos ovários, têm menos óvulos e menores taxas de implantação e gravidez.

Drogas - o uso de drogas afeta diretamente a produção hormonal do cérebro. Hormônios anabolizantes, maconha, cocaína e outras drogas são capazes de deteriorar os óvulos das mulheres (e, no caso dos homens, até comprometer gravemente a capacidade de formar espermatozoides normais).

Obesidade - também está associada a uma maior incidência de infertilidade já que aumento de gordura corporal interfere significativamente no equilíbrio hormonal, dificultando as chances de engravidar. Isso acontece porque as mulheres obesas apresentam níveis muito altos de gorduras e inflamação no fluido (folicular) que rodeia seus óvulos, o que pode ter um impacto no potencial desenvolvimento da célula.

Endometriose A endometriose profunda, assim como outras síndromes genéticas, pode afetar não só a qualidade dos óvulos, mas também a sua quantidade, comprometendo ainda mais as possibilidades de se obter uma gestação.

Mas se você está passando por essa fase de "tentante", não desista!!! Apesar dos vários fatores que influenciam, de forma negativa, a chance de engravidar... hoje a medicina é muito moderna e não faltam alternativas para conseguir uma gestação plena e tranquila.

Se não der certo, ainda existem outras formas de ser mãe!! A adoção é uma delas, afinal mãe verdadeira é aquela que ama de forma incondicional, sempre!!

Boa sorte e bjs

Fernanda de Luca

 

Posts Relacionados

Paris com crianças… e muitas fotos!!!

Mammys,

A minha dica de hoje é para você mamãe que está com passagens para Paris ou já planeja uma  férias em família. A cidade é linda e para cada lugar que miramos as lentes dá para tirar aquelas fotos maravilhosas. Mas o que adianta a gente estar com a família reunida e nunca conseguir aquele clique com todos juntos? isso acontece muito comigo!!! sempre um de nós está fora para ser o fotógrafo.

Por isso, anote aí a sete chaves essa super dica da Mammy Cynthia Mota, minha cunhada super viajante. Ela adora conhecer lugares novos e faz isso tudo em família. A danada descobriu uma fotógrafa que passa uma tarde com você e sua família e tira várias fotos de porta-retrato. Gente!!! Olhem só o reultado... fiquei aqui babando!

Agora quero eu ir pra lá e tirar com meus amorecos, rs.  Depois me contem se gostaram?!

tete 1024x682 Paris com crianças... e muitas fotos!!!

tete0 1024x682 Paris com crianças... e muitas fotos!!!

tete5 1024x682 Paris com crianças... e muitas fotos!!!

tete2 1024x682 Paris com crianças... e muitas fotos!!!tete4 1024x682 Paris com crianças... e muitas fotos!!!Pra quem quiser o contato da fotógrafa que é brasileira e mora em Paris, pode anotar!!! Visitem o blog dela... tem várias fotos com crianças e gestantes- morri de amor!  http://fabianamaruno.com/blog/

Fabiana Maruno:

contato@fabianamaruno.com ou fotoemparis@gmail.com

Siga a gente no instagram @mammyemdobro

beijos,

Flávia Ribeiro

 

Posts Relacionados

Lactosil para criança com intolerância a lactose

Mammys,

Adoro quando tenho a oportunidade de testar um produto e vir aqui contar sobre ele. Faz 4 meses que conheci o Lactosil, uma enzima digestiva que chegou no Brasil para intolerantes a lactose, e minha vida mudou. Antes essa enzima existia só fora do nosso país. Era uma confusão para alguém trazer essas pílulas para eu dar ao meu filho mais novo. Só assim eu conseguia dar algo de festas infantis ou um simples brigadeiro.

Assim entre uma crise e outra descobri o Lactosil.  Acabou o drama! Funciona assim- você vai na farmácia, compra a caixa que vem com vários sachês e toda vez que seu filho quiser algo do tipo achocolatado de caixinha, você dissolve o sachê e dá para ele tomar. Diz se isso não é tudo na vida?! Mamães, não sofram!!! falo isso de coração aberto.

viva bem sem lactose intolerância a lactose1 Lactosil para criança com intolerância a lactose

Algumas perguntinhas sobre o produto que nós mamães sempre queremos saber.

O paciente pode misturar Lactosil em 1 litro de leite e guardar?

Sim. Quanto mais tempo a enzima estiver em contato com seu substrato, maior será a quantidade de lactose digerida. Pode-se colocar o Lactosil no leite e deixar por um tempo, e.g., uma a duas horas, e depois colocar na geladeira para pernoitar e ingeri-lo pela manhã.

Posso usar o Lactosil no preparo de produtos lácteos na residência, tipo bolos?
Sim. O Lactosil é destituído de gosto e cheiro, portanto não muda quaisquer das características da receita.

Posso levar ao forno produtos preparados com Lactosil?
Todo e qualquer produto lácteo por receita doméstica pode ser preparado com Lactosil tomando o cuidado de deixar a enzima agindo – e.g., massa do bolo, tortas – pelo menos 01 a 02 horas antes de levar ao forno pois temperaturas acima de 70º graus desnatura a enzima perdendo seu efeito.

E olha que bacana essa novidade. Através do site, suas receitas lácteas que utilizam o Lactosil podem ser compartilhadas. Além de ganhar destaque, sua receita trará de volta o sabor para a vida de muitas pessoas. Confira o regulamento e participe clicando aqui:

10479589 470327689777656 2951161986764258722 n Lactosil para criança com intolerância a lactose

 

Para saber onde encontrar o  Lactosil clique aqui

Posts Relacionados

Dica de Livro – Folclore Brasileiro

Mammys, vocês costumam ler para os pequenos?! Compram livrinhos para os filhotes que já sabem ler?!

Ensinar que ler pode ser uma divertida brincadeira, vale a pena!! Por isso, o Mammy em Dobro traz aqui uma dica de livro super bacana que fala do nosso folclore de uma forma diferente!! Linguagem que a garotada vai se identificar e curtir, o que é essencial para despertar o interesse pela leitura, né?!

Aí vai um resuminho, lembrando que Agosto é o Mês do Folclore!

 

2013 Livro Arca da Mata Dica de Livro   Folclore Brasileiro

 

Um saci engraçado, que se acha... uma cuca que pensa que é modelo... um boitatá cheio de gírias... a poética Naiá, sempre atrás da lua e a assustadora Moça de Branco que apavora os viajantes. Estes são alguns dos personagens que encantam as crianças no livro Arca da Mata – O Folclore Somos Nós.

Indicado para crianças de 8 a 11 anos, Arca da Mata  representa uma viagem por uma das culturas populares mais ricas do mundo, a brasileira!!! Gerando empatia, informando, fazendo rir, Arca da Mata cumpre seu objetivo: mostrar que folclore não é caricatura, mas um conhecimento vivo que reflete a identidade de um povo.
O livro está sendo comercializado no site da editora Palavra Prima por R$ 39,90 e na Livraria da Vila. As escolas interessadas em agendar um bate papo com o autor, basta entrar em contato.paulo_decamargo@terra.com.br 
Divirtam-se!!!!
bjs
Fernanda de Luca
 

Posts Relacionados

Campos do Jordão com crianças – Onde ficar?

Mammys,

Férias escolares e pais trabalhando. É difícil administrar a criançada que acaba ficando muitas vezes em casa. Então, para não perder momentos tão especiais escolhemos passar um dos finais de semana aqui pertinho de São Paulo, em Campos do Jordão. Dessa vez fomos ao Grande Hotel Senac. Queríamos um lugar para passar o dia sem preocupação com alimentação das crianças, com infraestrutura e principalmente que tivesse atividades para família toda.

Muitas de vocês me perguntam onde ficar hospedado com as crianças em Campos do Jordão. Então, se você quer exatamente isso tudo que escrevi - não pense duas vezes. Lá é o lugar!!! Foi um final de semana daqueles mágicos sabe... família reunida, contato com a natureza, comida maravilhosa e diversão garantida.

Pela primeira vez (juro!!!) criei coragem e deixei meu filho de 4 anos com os tios do Clubinho sem a supervisão de algum familiar. As crianças são separadas por idade e recebidas logo no café da manhã por eles fantasiados. Quem segue a gente no instagram @mammyemdobro acompanhou um pouco do que estou falando.  Todos os dias personagens diferentes invadiam a entrada do salão. Esse local da foto mostra o Clubinho, que é o local de concentração dos pequenos. Mas eles não ficam só nessa salinha. Tem muito mais!

IMG 5312 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5311 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

O almoço é servido especialmente no restaurante infantil. ÀS 11:30h da manhã você já consegue levar seu filho. O meu que é chato para comer não teve problema.

IMG 5329 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5330 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5327 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

Já para os adultos, que tal um feijoada com aquela vista especial?! Os acompanhamentos foram servidos com música ao vivo e muita caipirinha. Que delícia!!!!

IMG 5324 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5326 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

O ponto forte para as crianças sem dúvida foi o Circo. Em dois dias eles ensaiaram as crianças e fizeram no sábado a noite uma apresentação no teatro do Hotel para os pais. Emocionante!!!

IMG 5384 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5413 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

IMG 5341 Campos do Jordão com crianças   Onde ficar?

Pontos Positivos: Monitores qualificados e profissionais; pode confiar e deixar seu filho (deixei o Lucas e fui na Arte na Pizza que fica dentro do complexo, quando cheguei na recepção já me informaram onde ele estava com os tios); Cantinho do bebê equipado com tudo que é preciso para a refeição; comida especial para criança; atividades de acordo com a idade da criança, quarto com aquecedor, banheira para bebê no quarto ( só pedir na reserva), berço ao lado da cama do casal (berço mesmo, não aqueles de montar).

Pontos Negativos: Você não vai querer sair do hotel, rs - Super verdade!!!!

Grande Hotel Campos do Jordão - Av. Frei Orestes Girardi, 3549 - Vila Capivari - Clique aqui para saber mais

 

 

Posts Relacionados

Tá na moda!! Bandeirinhas para enfeitar

Mammys,

Não me perguntem de onde veio a ideia, aliás se alguém souber pode me contar, mas tenho visto cada vez mais nas decorações de aniversários e até mesmo nos quartinhos dos pequenos as tais bandeirinhas. Vou ser sincera,  no começo não achava delicado e até me lembrava (e ainda me lembra)  festa junina, mas com o tempo comecei a acostumar. Para pagar a cara feia que fazia usei no almoço da minha filha Luiza.

8c28d09feb52e64a0d8246cd152f91b0 Tá na moda!! Bandeirinhas para enfeitar

Misturar as bandeirinhas com os pompons de papel de seda acabam deixando mais charmosa a decoração.

d1a6da08f783682499e4113738fb52a6 Tá na moda!! Bandeirinhas para enfeitar 

 Agora a nova sensação é colocar as  tais bandeirinhas nos bolos. Vocês já viram por aí?!

 20009 8382931 Captura de Tela 2014 05 27 s 10 56 06 Tá na moda!! Bandeirinhas para enfeitar

 

20009 8382211 Captura de Tela 2014 05 27 s 09 58 08 Tá na moda!! Bandeirinhas para enfeitar

 

Mammys, esses bolos não são lindos de morrer?! Eu estou apaixonada pelo trabalho dessa boleira. Conheci não faz muito tempo, mas deixa qualquer decoração simples e linda. O nome dela é Tammy Montagna. Sim! é de São Paulo.

Gostaram?! Aproveitem a dica... inspirem-se!

beijos,

Flávia Ribeiro

 

Posts Relacionados

Pele bonita em cada faixa etária – Mammy Saúde

amilton 150x150 Pele bonita em cada faixa etária   Mammy Saúde

Dr. Amilton Macedo

Dermatologista com prática em Oxidologia.

www.amiltonmacedo.com.br

 

 

Sol, poluição, mudanças climáticas e baixa umidade do ar são alguns fatores externos que agridem a nossa pele e que podem provocar o envelhecimento precoce.

Na medida em que a idade avança, a pele requer cuidados e tratamentos diferenciados para desacelerar os processos de envelhecimento. “Com o passar dos anos a mulher começa a apresentar uma perda de volume facial e, por consequência, uma flacidez e aparecimento de rugas, por causa da diminuição do colágeno e elastina no organismo”, descreve o médico dermatologista Dr. Amilton Macedo.

Esse processo, no entanto, é normal e é proveniente de alterações hormonais, estilo de vida e até mesmo herança genética, além dos fatores externos. “Após adentrar na menopausa a mulher sofre uma mudança brusca na produção hormonal. Isso afeta diretamente na pele que fica mais fina e seca. Além disso, os sulcos ficam mais fundos e a perda de volume afeta o contorno facial”, informa Macedo.

Direto no alvo 

Para reverter os efeitos causados na pele com a passagem cronológica dos anos, o dermatologista explica que é preciso investir em cuidados específicos de acordo com o tipo de pele. “Os tratamentos atuarão estimulando a formação e reorganização do colágeno e da elastina, proteínas responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele”.

seca Pele bonita em cada faixa etária   Mammy Saúde

Veja como cuidar da pele em cada idade:

20 anos: a higienização deve ser realizada com produtos sem álcool. “Como nesse período é comum apresentar a incidência de acne, deve-se buscar orientação do dermatologista para fazer um tratamento específico com fórmulas contendo desde ácido salicílico, enxofre e peróxido de benzoíla a antibióticos, retinoides e limpeza de pele”, informa o especialista.

30 anos: nessa fase, o corpo começa a perder 1% de colágeno ao ano. Por isso é importante investir em tratamentos como peeling químico e tratamentos com laser como o Spectra. “Ambos os tratamentos ajudarão a renovar a pele e fazer com que a produção de colágeno continue atuante. No caso do Laser Spectra, ele ajudará a tratar problemas com acne ativa, poros dilatados e ajudará a clarear manchas de sol e cicatrizes de acne”, avalia Amilton acrescentando que nessa fase já é permitido usar cremes específicos anti-idade e também o Tripollar – Face, como forma de prevenção para a combater a perda de colágeno e elastina na pele.

40 anos: além do uso de cremes anti-idade no período noturno, pode-se investir em uma aplicação moderada de toxina botulínica para amenizar as rugas e linhas de expressão na face. “A suplementação oral também é importante. Nesse caso, investir nos nutricosméticos e vitaminas como a C, também ajudam a desintoxicar o organismo e a combater os radicais livres”, sugere o oxidologista salientando que o uso do Tripollar – Face, um tratamento que consiste no uso de radiofrequência para estimular a fibras elásticas da cútis a fim de regenerá-las, também é indispensável, pois ele ajuda a redefinir o contorno da face e do pescoço, suavizando rugas e linhas finas.

50 anos: como nessa fase o corpo passa a produzir menos da metade da elastina e do colágeno, é importante investir em tratamentos que garantam uma pele mais firme. Além de apostar na toxina botulínica para suavizar rugas e marcas de expressão, pode-se apostar na carboxiterapia facial, pois ajuda a revitalizar os tecidos e levanta a expressão.

“Nessa faixa etária é comum que as mulheres apresentem maior acúmulo de gordura por causa da menopausa. Por isso, a recomendação é investir também no Power Shape Platform que ajuda a combater a flacidez, a gordura localizada e a celulite. Outro tratamento indicado é o I-Lipo que combate a gordura localizada e a celulite de forma não invasiva”, indica o dermatologista.

60 anos ou mais: devem ser continuados os tratamentos da fase anterior, porém, com maior intensidade. “O preenchimento também é muito indicado em ambas as fases, pois ele ajuda a dar volume facial, diminui rugas e ameniza das olheiras profundas”, esclarece Amilton.

O dermatologista esclarece que, alguns tratamentos também são indicados em outras fases. “Busque orientação de um especialista para saber o que mais se adéqua ao tipo de problema que a sua pele está apresentando. Alguns tratamentos podem ser indicados em mais de uma faixa etária. Somente após a avaliação médica poderá ser determinado o que é melhor para a pele”, conclui o médico.

Mammy tb se cuida e quer ficar bonitona, né?!

bjs, Fernanda de Luca

Posts Relacionados

Receita da Mammy – A primeira papinha!!

Quem tem bebê sabe que, mesmo mamando no peito, chega uma fase que o pequeno tem que começar a conhecer e comer outros alimentos, né? É a fase da papinha e das caretas!!! rsrsrss

Lembro a primeira vez que dei uma colher de maça raspadinha pro Igor (hj um garotão liiiiindo de 13 anos... afff!). Ele apertou os olhos, teve arrepios, tentou cuspir e por pouco não vomitou!!!

É importante que a introdução de alimentos seja feita em pequenas quantidades e com critério para observar possíveis reações alérgicas. Isso mesmo, alguns bebês podem apresentar intolerância a determinados grupos alimentares.

Nas primeiras duas semanas a papa deve ser feita com um único tipo de legume e um tipo de folha. Depois que a criança já tiver experimentado vários legumes e folhas, você pode começar a misturar até três tipos de cada grupo. Aos poucos você tb descobre a preferência do seu filhote por alguns alimentos, afinal começa a surgir o paladar!!!

Dica importante: não deixe de temperar a papinha, afinal quem é que gosta de comida sem gosto, né?! Cebola ou alho são fundamentais e fazem muito bem!!

papinha Receita da Mammy   A primeira papinha!!

Receita: Primeira papinha - (para as primeiras duas semanas)

Ingredientes
- meia cenoura média
- duas folhas de alface
- um pedaço pequeno de cebola
- um pouco de salsa bem picadinha
- uma pitada de sal ou nada de sal (quanto menos sal você colocar na comida melhor e seu bebê se acostumará com a comida menos salgada)
- uma colher rasa das de café de óleo de milho ou girassol

Modo de fazer

Lave bem a cenoura e as folhas de alface. Coloque um pouco de água filtrada na panela, o suficiente para cozinhar os ingredientes, e quando começar a ferver, coloque a cenoura com casca, o alface, a cebola, o sal e o óleo.

Cozinhe em panela de pressão ou em panela comum com tampa. Deixe cozinhar até que a cenoura fique macia. Tire a casca da cenoura e amasse com um garfo ou passe pela peneira, juntamente com a cebola e as folhas de alface. Acrescente a salsinha.

A cenoura pode ser substituída por outro legume e as folhas de alface por outro tipo de hortaliça. Alguns exemplos: mandioquinha com espinafre; abóbora com repolho; beterraba com agrião; chuchu com couve.

Bom apetite para o baby!!!!

bjs

Fernanda de Luca

 

Posts Relacionados

5 dicas para um bom relacionamento com seu filho

Mammys,

A vida é feita de fases e a dos nossos filhos não é diferente. Tem as fases lindas das gracinhas, das papinhas e tantas outras. Mas tem também aquelas das birras, o chamar a atenção, a do ciúmes. E claro, que as ruins acabam se sobressaindo muitas vezes mais quando estão muito evidentes.

Vou me explicar... alguém passou pela fase da birra? Aquela que não quer colocar a meia, não vestir calça, implicar com tudo e transformar pequenas coisas em um problema gigantesco... tô passando por isso!!!! e olha que meu filho está com 4 anos. Ow fase que precisamos de uma paciência daquelas.

Então baseado no texto da psicoterapeuta americana, Andrea Nair, veja o que podemos fazer para deixar tudo mais leve e usar a sintonia para melhorar a ligação com seu filho.

 

crianca bronca castigo 1389629284384 956x500 5 dicas para um bom relacionamento com seu filho

1- Reserve um tempo do dia com seu filho

Parece óbvio, mas muitas de nós acreditamos que estar com nossos filhos é estar ao lado deles. Mas quando falamos estar ao lado deles é dar atenção direta. Sem celular ao lado, redes sociais e tv. Envolva-se no que ele está fazendo, e certificando-se de seguir sua liderança. Desta forma, você vai conhecer o que é linha de base é (como ele é quando está tudo bem.) Você também vai saber mais sobre seus amigos, o que ele gosta e o que está acontecendo em seu mundo.

2-  Aperte o botão de "pausa" quando você ver as emoções do seu filho mudando

Você pode dizer quando uma criança (e adulto também) está  sentindo um forte impulso emocional. Muitas vezes, quando isso acontece, há algum tipo de resposta física como olhar para baixo, um afundamento de ombros ou uma mudança de voz. Se o surto emocional é a raiva, a criança pode gritar, se jogar, atacar objetos a distância.  Você precisa transmitir calma em primeiro lugar e conversar com seu filho.  Verbalize!

3- Faça uma pergunta que envolva você e seu filho

Faça uma pergunta que evite uma simples resposta "sim / não". Diga a seu filho que você gostaria de ouvir o que está acontecendo. Você pode tentar: "Parece  que você está triste, a Mamãe adoraria ouvir o que está acontecendo. O que você está pensando (ou lembrando)? "

Você pode tentar compartilhar a história da sua própria vida, onde você explica uma situação semelhante a que ele está vivendo com a da sua infância. As crianças, muitas vezes, falam sobre o assunto quando sabem que seus pais já se sentiram tristes, bravos... Lembre-se de estar ciente de sua linguagem corporal quando contar a sua história, seja suave e deixe pausas para seu filho lhe fazer perguntas.

4- Não seja juiz  do seu filho

Quando a criança se abre, preste atenção se você  não invalidando a ação. Exemplo: "Querido, eu tenho certeza que não foi tão ruim assim", ou também acaba criticando: "Bem, se você tivesse falado, então nada disso teria acontecido." Ouça com o objetivo de esclarecimento; não fazê-lo sentir-se pior.

5- Converse com seu filho e ajude tornar a situação ou sentimento ruins um pouco melhor.

 Ajude seu filho a crescer com possíveis resolução de problemas. Discuta opções, em vez de lhe dizer direto o que fazer. Você pode fazer perguntas como esta, "Quais são as escolhas que temos para lidar com isso?" Ou "O que você pode fazer para ajudar a se sentir melhor?"

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com