Mãe: inocente ou culpada?!

Pra esse post quero os votos dos jurados, hein?! rsrs

Ou seja, nós mammys vamos dar a sentença final para nós mesmas e o voto não pode ser secreto, com direito a desabafo, ok?!

Eu me absolvo!!!! rsrs

 

DSC03919 1024x908 Mãe: inocente ou culpada?!

 

É que ser MÃE não é ser perfeita! A gente comete erros e, às vezes, nem sempre, aprende com eles, concordam?!

Ser MÃE é amar incondicionalmente, mas quem disse que quando a gente ama tb não fica cansada, de saco cheio, com preguiça e sem paciência?!

A gente conhece a intocável teoria direitinho, do começo ao fim e de trás pra frente, né?!

Mas, infelizmente, a prática não tem a mesma perfeição, querem ver?!

- escovar os dentes: depois de pedir umas 10 vezes e sem tempo ou disposição para acompanhar ou fazer a escovação do filhote, vai pra cama sem escovar os dentes mesmo!!! Vai dizer que nunca "fingiu" que nem percebeu que os dentinhos estavam sujos? Beijinho, boa noite, preciso dormir!!!!! rsrs

 

- banho: depois de um dia estressante ou uma festinha que acabou mais tarde... deixa o banho pra amanhã, vai?!

-

adormecer na cama dos pais: por quê será que a TV do nosso quarto é sempre mais legal, hein?! E por quê lá o sono vem mais rápido?! E por quê, às vezes, a gente tem uma preguiça de levantar e colocar cada um na sua cama e deixa dormindo lá mesmo, na nossa cama!!! Dureza é a dor nas costas e no pescoço no dia seguinte, né?! rsrsr

 

- doces: jura que nunca chantageou um filho com uma bala, pirulito ou chocolate?! Noooossa, eu já consegui resolver tanta coisa com um simples docinho ou sorvete!! rsrsrs

 

- sobremesa: a gente sabe que tá errado, mas quem nunca trocou um chuchu ou umas folhas de alface por um delicioso bolo na sobremesa, quem?! Dá certo, viu?!

 

- contar até 100: digo isso porque até 10 é pouco!! Eu peço, juro, me arrependo, faço nova promessa, respiro fundo, conto até 100... mas não tem jeito, a gente perde a paciência e dá uns berros!!! E olha que resolve!! Affff!!!

 

- um tapinha não dói: vou entrar numa questão super, hiper polêmica!! Q medo!!! Mammys, a Lei da Palmada foi feita pra quem espanca, maltrata e até mata, né?! A Justiça tem mesmo que continuar cega?! Será que é tão errado assim, a mãe que dá um tapinha no bumbum (no esgotamento de todas as tentativas de conversa) está condenada ao purgatório?! A Xuxa acha que sim!!!

Eu confesso, já dei alguns tapinhas no bumbum, sim! No meu filho de 13 (bumbum não faz mais efeito), ele já levou umas palmadas no braço ou na coxa, pior quando ele diz que não doeu... aí leva outra!!! rsrsrs

Gente, juro que não sou a "bruxa do 51", tá?! rsrs Como todas vocês, só estou tentando educar da melhor forma, quero que meus 3 filhos sejam muuuuuitro felizes e, principalmente, cidadãos honestos e de caráter que é o que o  mundo mais precisa!!!

 

juiz Mãe: inocente ou culpada?!

 

E aí, mereço ser absolvida?! E vocês, tb são inocentes?! rsrs

Afinal, apesar de tudo, a gente dá qualquer coisa, até a própria vida pelo bem-estar e saúde dos nosso pequenos, né?! Só que cabe a nós a função de educar e isso dá um trabalho!!!!! Criar é fácil, educar  já é um desafio diário!! Boa sorte pra nós!!

bjs

Fernanda de Luca

Posts Relacionados

Fotos para Bebês e Gestantes – por Márcia Rocha

Mammys,

Já falei aqui no blog diversas vezes do trabalho da fotógrafa Márcia Rocha. Fico encantada com os bebês!

Separei alguns cliques para vocês babarem junto comigo.  Pra quem não viu, o post com o meu ensaio está aqui.

marciarocha6 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

marciarocha5 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

marciarocha4 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

marciarocha3 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rochamarciarocha2 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

 

marciarocha8 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

 

marciarocha7 Fotos para Bebês e Gestantes   por Márcia Rocha

Gostaram?!
Veja mais no site da Márcia Rocha: www.bookgestante.com.br
instagram: @bookgestante
tel: (11) 97567-1024 

Posts Relacionados

Camas para sonhar!!!

Mammys, o post de hoje é a cara de sexta-feira, mamãe cansada, doida pra cair dura numa cama confortável e em total silêncio!!! rsrsrs Será que isso é possível?! rsrs

Como sonhar não custa nada, eu separei algumas camas fantásticas espalhadas por hotéis 5 estrelas pelo mundo pra você escolher a sua favorita, fechar os olhos e viajar até lá!!!! Bons sonhos!!!

 

CAMA Camas para sonhar!!!ATTRAP'REVES - PROVENÇA, FRANÇA

 

 

CAMA1 1024x680 Camas para sonhar!!!OL DONYO LODGE - QUÊNIA, ÁFRICA

 

 

CAMA2 Camas para sonhar!!!ONE BY THE FIVE- PARIS, FRANÇA

 

 

CAMA3 1024x614 Camas para sonhar!!!WOLWEDANS DUNES LODGE - NAMÍBIA, ÁFRICA

 

 

CAMA4 1024x766 Camas para sonhar!!!WHITEPOD - ALPES SUÍÇOS, SUIÇA

 

 

CAMA5 1024x682 Camas para sonhar!!!THE YEATNIAN - PORTO, PORTUGAL

 

 

CAMA6 Camas para sonhar!!!THE STANDARD HIGH - NOVA IORQUE, USA

 

Eu voto na cama 1 e cama 3, e vocês?! rsrrs

Excelente final de semana... nesse sábado eu completo 20 anos de casada!!!! affff!!!!! rsrsrs Vamos viajar só o casal e o hotel parece fantástico, depois eu conto!!!!

bjs

Fernanda de Luca

fonte/fotos: TripAdvisor

Posts Relacionados

Hora do banho!!!

Chega um momento em que dar banho no bebê, naquelas banheiras com suporte, fica pra lá de difícil...não é mesmo?! A criança quer ficar em pé, vira para um lado, pro outro... e a mamãe insegura de que possa acontecer um acidente.

Essa é uma boa solução...

 

banheira+montagem Hora do banho!!!
O nome da banheira é Opla Branca, da Okbaby. O formato foi desenvolvido para dar segurança ao bebê. Ela tem um ralinho, o que facilita na hora de soltar a água no final do banho. Apesar dela ficar no chão, a altura intermediária não deixa a gente sair com dor nas costas.   Pode ser usada a partir de um aninho e vai até os três.
 Hora do banho!!!
Além de ser chique seu filho vai amar...
Só é difícil de achar no mercado. A minha comprei na bebestore - R$299,00

 

Posts Relacionados

Festa: tema Coruja – para chá de bebê ou 1 aninho

Mammys,

Fazia tempo que a decoradora Jú Françozo não aparecia por aqui. Eu acompanho o trabalho dela há muitos anos e posso afirmar que foi pioneira em festas personalizadas. Sempre com muita criatividade e delicadeza.

Hoje a festinha foi para um chá de bebê com o tema que está super em alta - Corujas! Espero que gostem e que sirva de inspiração!!!

 

Mesa Coruja 00011 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

Mesa Coruja 0003 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

Mesa Coruja 0015 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

Mesa Coruja 0027 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

Mesa Coruja 0041 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

Mesa Coruja 0069 Festa: tema Coruja   para chá de bebê ou 1 aninho

 

Decoração: Jú Françozo

 

A Jú gravou um vídeo super bacana para o Mammy TV com a Fernanda de Luca. Ainda não viu?! Clique aqui.

beijos,

Flávia Ribeiro

Siga a gente no instagram @mammyemdobro

Seu filho toma água?! – Mammy Saúde

Mammys, eu preciso confessar que gosto e tomo refrigerante, mas não passa de uma latinha por dia! O lado bom dessa história é que meus 3 filhos não tomam e não gostam de nenhum refrigerante ou qualquer outra bebida com gás!!!!! uhuuuuu!!!

E olha que o Igor já está com 13 anos e a Georgia e a Isadora, 8. Eles vão em festinha e pedem água pro garçom que quase nem acredita!! rsrs

Isso porque, deste que eram pequenininhos, eu nunca enchi uma mamadeira com refrigerante e dei pra eles (vejo isso acontecer com muita frequência), afinal crianças se acostumam com o que a gente dá e faz, concordam?! Nascem como um livrinho em branco que a gente vai preenchendo e direcionando a história!!

Eu estou, até hoje, tentando me educar a tomar mais água durante o dia!! Uma dica?! Agora ando com uma garrafinha vazia dentro da bolsa e onde chego, se tenho a oportunidade, encho num bebedor. No trabalho deixo a tal garrafinha do lado do computador, sempre cheia!! É que se eu tiver que parar, levantar e ir beber água por livre espontânea vontade ou sede, esquece!!!!

 

AGUA DESTAQUE Seu filho toma água?!   Mammy Saúde

 

Você toma água com frequência? E o seu filho? Hidratante natural, a água ajuda a manter o organismo saudável, contribuindo para o bom funcionamento do aparelho circulatório, do fluxo sanguíneo, do intestino e de muitos outros órgãos do corpo humano. Daí a sua importância.

Segundo Claudia Hallal Alves Gazal, do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a água deve ser incluída no dia a dia dos pequenos a partir dos 6 meses. O que acontece é que muitos são acostumados, precocemente, a consumir líquidos doces, como sucos artificiais, achocolatados e chás. Em geral, porque a família também tem esse hábito. Com isso, tornam-se resistentes a tomar um líquido sem sabor. Mas é possível (e preciso!) reverter essa situação.

Para isso, você será o exemplo. Além de explicar a importância da água pura, incentive, tomando-a junto com o seu filho e oferecendo a bebida em um copo de que ele goste muito. Durante o dia, ainda, tanto você quanto quem fica com a criança, deve dar o líquido em pequenas quantidades, e sempre longe das refeições. Isso porque a água pode criar uma falsa impressão de saciedade e impedir que a criança se alimente corretamente.

Durante o período de adaptação da criança à água, é preciso paciência e persistência. Caso ela resista no começo, uma alternativa é oferecer, eventualmente (e de forma provisória), sucos naturais, sem adição de açúcar. Jamais use como estratégia adicionar um sabor à água para que a criança a aceite. “Não se deve espremer limão ou laranja. O importante é o líquido puro. Água é água. Suco é suco”, diz Alessandra Cavalcante, pediatra do Hospital e Maternidade Rede D’Or São Luiz (SP). Frutas com grande quantidade de líquido também são ótimas opções de hidratação, como melancia, melão e abacaxi.

Necessidade de líquido varia com a idade

0-6 meses: necessitam de 700 ml diários de líquido. Bebês que se alimentam exclusivamente de leite materno nessa idade não precisam tomar água, pois a amamentação já cumpre o papel da hidratação.

 

6-12 meses: 800 ml de líquidos diários, incluindo nessa conta água, leite e alimentação complementar.

 

1-3 anos: precisam diariamente de 1.300 ml, contando alimentos sólidos e líquidos.

 

4-8 anos: 1.700 ml, sendo 1.200 ml somente de líquidos.

 

A partir daí, precisamos ingerir 2 litros de água (eu disse ÁGUA e não líquidos) por dia, todos os dias!!!

Boa sorte!!!!!!! bjs

Fernanda de Luca

fonte/reportagem: Revista Crescer

Posts Relacionados

Quero ser o melhor Pai do mundo – por Cesar Schaeffer

Mammys,

Tirar algumas palavras de um pai que acompanhou o nascimento do filho não é das tarefas mais fáceis. Mas quando o papai em questão é um super jornalista, o relato aparece com facilidade. Cesar é marido de uma grande amiga minha. Naiana foi minha maquiadora e conviveu mais de 30 dias ao meu lado durante a Olimpíada de Londres. Um casal apaixonado que agora vive a felicidade da chegada do Theo. 

theo Quero ser o melhor Pai do mundo   por Cesar Schaeffer

O dia em que a Terra parou…

O nascimento do meu filho, em 27 de agosto de 2014, foi o maior turbilhão de emoções que já senti. O Theo chegou às 21h33 de uma quarta-feira, um dia lindo e atípico de inverno em São Paulo; céu azul, brisa fresca, um calor gostoso, do jeito que eu gosto. Chegamos à maternidade para indução do parto às 6h da manhã – a ansiedade já era grande demais e eu também tenho paura de trânsito. A Naiana (minha mulher e mãe do Theo) estava prestes a completar 40 semanas de gestação. O médico preferiu induzir…uffa, finalmente!

Foi um dia longo, pelo menos pra gente. Horas e horas trancados na sala pré-parto mudando de canais e sonhando como seria nossas vidas dali em diante. Chegamos nós dois, mas dali pra frente seríamos sempre “nós três”! Minha ansiedade estava baixa, a Naiana estava tranquila, mas a expectativa era estratosférica – tudo dentro do previsto. A gente só queria que ele viesse logo. Quem é o Theo? O trabalho de parto só começou por volta das sete e meia da noite.

“Bom, vamos lá? Chegou a hora”. Quando o doutor Magro entrou no quarto e anunciou, o coração deu aquela primeira acelarada. Caramba, é agora, pensei. Uma enfermeira me chamou, coloquei aquelas roupas azuis para poder acompanhar o parto, avisei toda a família e coloquei a GoPro na cabeça – não queria correr o risco de algum dia deixar fugir da memória qualquer detalhe daquele momento ímpar.

A maior e única angústia de todo o dia foram os longos minutos naquela salinha esperando que me chamassem para assistir o nascimento do meu primeiro filho; pra mim foi uma eternidade. Falta muito? Nessa hora a cabeça já era uma espécie de tornado; tranquila e confiante no centro, mas com milhões de pensamentos, expectativas e sonhos girando em volta com força total. Como será que ele é? Será que vai parecer alguma coisa comigo? Será que a Naiana continua tranquila? Falta muito? A câmera não pode falhar… Liga, desliga, teste, teste, um, dois, três. Pô, vão demorar muito pra me chamar??? O que eu faço?!...

Quando já não aguentava mais esperar, levantei e fui ver quanto mais ia demorar. Pronto, estava na hora. “Vem, pai!”… Pai? Pai! Acho que nem nos meus treinos mais pesados de triathlon minha frequência cardíaca subiu tanto. Sentei ao lado da cabeça da Naiana, os médicos já trabalhavam e tentavam acalmá-la. O rush de adrenalina e ansiedade a deixaram um tanto nervosa aquela hora. Eu continuava calmo, ela tremia, eu tentava compassar a respiração. Inspira, amor…

Na hora do Theo ver a luz pela primeira vez, me levantei para assistir. A reação ao ver aquela criança saindo de dentro da minha mulher foi um choque; um choque que me deu uma descarga emocional extremamente rápida e intensa, mas que eu não entendia nada direito. Chorei rápido, fiquei estático observando enquanto minha cabeça explodia: esse é meu filho? Porra, meu filho; ele nem parece tanto com a gente…

Segui a enfermeira para a avaliação do pediatra e continuava meio estático meio em choque. Na minha cabeça, sentia até certa culpa. Meu filho nasceu e, como assim, eu

ainda não sou completamente apaixonado por ele? Que estranho… Acompanhei tudo de perto: limpa, vira, mexe, aperta, pesa… 3230 gramas, 49 centímetros.

Voltei rápido para o vestiário para tirar aquela roupa e acompanhá-lo até o bercário. Continuava em choque. De repente, um conforto grande tomou conta do meu coração; acabara de realizar o maior sonho da minha vida. O Theozinho chegou. Já um pouco mais calmo, ao seu lado no berçario, descobri o que é ser pai – ou melhor, o que é assistir o nascimento do seu filho. Me senti gigante, orgulhoso e por um instante senti o Universo girar em torno de mim e do meu filho; foi ali que a Terra parou, pelo menos pra mim!

Aquele amor e paixão que eu esperava na sala de parto tomaram conta do meu coração e eu ainda não conseguia acreditar. Que maravilha é a vida; como ele é lindo, é a cara da mãe, mas lembra um pouquinho meu pai quando nasceu. Meu filho!

Daquele momento em diante, me peguei diversas vezes hipnotizado apreciando a beleza, os mínimos detalhes do fruto do meu maior amor. Ele é perfeito. Como cabe tanta perfeição num ser tão pequenininho? A vontade de comemorar, de parar a Terra e gritar, avisar o mundo que o Theo havia chegado era enorme. Esse turbilhão de emoções se traduziu em choro várias vezes que eu me pegava ali, hipnotizado, apaixonado… choro da maior felicidade da vida e realização.

Já estamos em casa. Nós três… a vida mudou! Desde as 21h33 daquela quarta-feira linda, eu sou o pai do Theo. O amor da minha vida, ou melhor, agora a razão da minha vida. Quero ser o melhor pai do mundo, fazer tudo o que meu pai fez por mim e, se possível, ainda mais. Queria mesmo é que a Terra realmente parasse e eu ficasse preso aqui, neste momento mágico e inesquecível da minha vida.

Cesar Schaeffer, pai do Theo

Posts Relacionados

Sapatinho Faz de Conta!!!! – Conhece?!

Mammys, já perceberam que, principalmente, no primeiro filhote, enchemos o armarinho do pequeno(a) com sapatinhos?! É mesmo uma fofura ver tantos modelitos fashion, imitando o sapato do papai ou da mamãe, em tamanho super reduzido, quase uma miniatura pra colocar na cristaleira, né? A gente olha e grita: "Aiiiiiii, olha que fofo esse sapatinho?!"

Quando se tem o segundo, terceiro filhos como eu... rsrs... a gente fica mais criteriosa e olha pra aqueles lindos sapatinhos na prateleira das lojas e pensa: "É muito lindo, mas não vou comprar porque quase não usa!!!" rsrs

Só que sapatinho é uma coisa que as pessoas adoram dar de presente, já reparou?! Acho que é pelo encanto, pela paixão à primeira vista daquela coisinha tão perfeita e pequenininha... ficam imaginando aquele pezinho gorducho dentro de uma mini obra de arte, sei lá?! Muitas vezes é impossível resistir aos encantos dos sapatinhos minúsculos para bebês!!

Agora, falando sério, de forma fria e racional... rsrs Pra quê apertar aqueles pezinhos lindos e livres em sapatinhos desconfortáveis e que ficam caindo do pé a todo momento?! Vaidade maternal?!

Enquanto nossos babies não aprendem a andar, não precisam de sapatinhos, concorda?! Talvez uma meia colorida, apenas!!! Quando começarem a caminhar terão de usar sapatos pelo resto da vida... espremer os dedos, fazer bolhas, suar, ficar com chulé... será que eles não merecem ficar descalços por pelo menos o primeiro ano de vida?!

Pezinhos fofos... unidos... jamais serão detidos!!!!!!!!! rsrsrs

Mas, e quando tem aquela festinha, o almoço em família ou um programinha diferente, dá uma vontade de colocar um sapatinho lindo de morrer só pra todo mundo reparar e falar: "Que coisa mais liiiiinda!!"

Ok, mammys, descobri a solução de todos os problemas, rsrs!! Pezinhos no maior estilo, sem perder o conforto e a autonomia dos dedinhos gordinhos!! Estão curiosas?! Preparem-se para momentos de muita emoção!! Os modelitos abaixo são perfeitos, maravilhosos e você, a vovó, a titia ou a amiga conseguem fazer fácil, fácil!!!

 

sapatinho4 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho5 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho2 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho6 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho7 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho15 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho13 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho12 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho11 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho14 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho10 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

sapatinho8 Sapatinho Faz de Conta!!!!   Conhece?!

 

Estou apaixonada, totalmente in love!!!!! rsrs

Taí a nova coleção primavera-verão com pezinhos lindos, livres e soltos!!!

bjs

Fernanda de Luca

 

Posts Relacionados

7 coisas que aprendi depois que parei de trabalhar e fiquei com os filhos

Vivo em São Paulo há pelo menos cinco anos. Apesar da minha família ser de Santos e ter passado quase toda minha infância lá me acostumei rápido a cidade grande. Casei, tive meus filhos e construí minha vida. O meu sonho de chegar até aqui e perceber que realizei grande parte do que planejei traz conforto e acomodação.

 

IMG 4453 1024x764 7 coisas que aprendi depois que parei de trabalhar e fiquei com os filhos

 

Ter dois filhos em São Paulo e trabalhar não é uma das tarefas mais fáceis do mundo. Lembro do meu primeiro filho, Lucas, com três meses de vida e eu de volta a bancada do jornal. Entre uma notícia e outra lembrava que estava sozinho em casa com uma babá.  Minha rotina era louca, acordava às 4h da manhã, saia de casa para chegar às 5h na redação e entrar no ar às 6h da manhã. Rezava todos os dias para não acontecer algo de grave no Brasil e no Mundo para que esse período tão longe do meu pequeno não se estendesse tarde a dentro.

O tempo passou rápido! Escolhi sair da televisão que é pura correria e viver com mais tranquilidade. Mas a proposta de cobertura de uma Olimpíada não é todo dia que bate na porta de um jornalista. Sim! eu disse na entrevista. Eram 9h e 48min ao dia de trabalho e 30 dias em Londres longe do meu pequeno.  Um projeto que me orgulho de ter feito parte.

Aí veio a Luiza, minha segunda filha... a volta da maternidade me fez perceber que eu estava fazendo tudo de novo. Não via minha pequena e não dava atenção ao maior. Me desdobrava para trabalhar, sair na hora do almoço para leva-lo na escola (atravessava SP) e buscava todos os dias. Uma loucura!!! A noite quando chegava a pequena estava indo dormir.

Eu achava que poderia abraçar o mundo, enquanto meus filhos eram criados por uma babá. Uma mulher desconhecida que cuidava deles para eu cumprir minhas 9h e 48 min de jornada.  Minha casa cheia de câmeras. Daquelas tipo "reality show" que gira e segue os passos dos outros, dá zoom, escuta o que se fala e fica ligada no seu celular.

Joguei tudo para o alto. Virei Mãe! Sim, uma mãe que acorda com seus filhos, dá café da manhã, leva para escola, leva ao médico ... que faz as coisas e não manda fazer.

Que mudança radical! Que delícia poder ter vivido esse tempo. Planejei ficar assim até minha pequena completar 1 aninho. Sinto nos olhos do meu Lucas o orgulho de ter sua mãe por perto. E ver minha pequena crescendo na minha vista é maravilhoso.

Então listei algumas coisas que vão dar coragem ou não pra você tomar essa decisão.

- Você terá que fazer serviços de casa. Eu diminui as vindas da faxineira, por isso lembre-se que com crianças a casa precisa estar limpa e organizada. Eu continuei com a babá, pois era só por um período que resolvi me dedicas integralmente aos dois. Mas se for pra valer, terá a casa e as crianças para administrar.

 

- Você ficará mais cansada do que trabalhando fora e tendo rotinas malucas como eu tinha. Acredite!!! Criança é uma delícia, mas dá trabalho. Casa mais ainda. E mulher dentro de casa faz o marido pensar que estamos de pernas para o ar, rs. Aí mora o perigo!!! Você vai ver o dia ter acabado num piscar de olhos. Quando deitar vai nem demorar pra pegar no sono.

 

- O seu dinheiro fará falta quando ver aquela linda roupa na vitrine do shopping. Aí você descobre que se passar o bendito cartão de crédito o marido vai saber quanto pagou e vai certamente gritar no dia da fatura...rs Você também vai perceber que não terá tanto tempo de ir ao shopping.

 

- Você não precisará fazer supermercado de madrugada, pegar aqueles que ficam abertos 24h. Vai conseguir ir e ainda pesquisar bons preços.

 

- Vai perceber que pode tornar-se uma boa cozinheira. Pelo menos para as crianças, rs. A gente aprende a fazer tudo.

 

- Vai conhecer todos os desenhos animados e propagandas de novos produtos nos canais fechados. E até vai arriscar uma receita na cozinha com seu filho depois de assistir um episódio do "tem criança na cozinha".

 

- Vai sentir o maior prazer do mundo de fazer tudo com eles e perceber o desenvolvimento de pertinho dia a dia.

 

Hoje, depois de seis meses, estou voltando ao mercado de trabalho. Não sei ainda como será minha rotina. Certamente vou sofrer mais que eles no começo. Escolhi voltar para minha terrinha, como chamo Santos. Lá estarei com meu marido e família. Todos juntos e unidos. Uma segurança para minhas crianças.

Foram seis meses, vivendo 24h ao lado deles. Mudo minha vida, mas com a certeza de ser hoje uma Mãe feliz.

A escolha foi feita por eles, pra ficar com eles e para ter eles comigo bem pertinho e seguros. E eu?! Sou jornalista!!! não dá para ficar em casa... será que você me entende?! Não resisti a mais um trabalho.

E você?! Já mudou sua rotina pelos filhos? Quero saber hein!!!!

beijos,

Flávia Ribeiro

Siga a gente no instagram @mammyemdobro

 

Posts Relacionados

Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

Mammys, meus filhos amam M&M, aliás, acho difícil achar quem não gosta, né?!

Nos EUA, as super lojas de M&M são de encher os olhos e esvaziar os bolsos... rsrsrsrs  é que além das pastilhas coloridas, tem canecas, camisetas, pelúcias, porta M&Ms, etc. A variedade de cores é incrível, impossível resistir a tanta tentação!!!!!

 

mm2 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

mm1 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

mmmm Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

Ficou com água no boca?! Prepare-se, porque tb vai ser impossível não babar pelas lindezas e gostosuras dos bolos M&M!!

Inspire-se e aproveite as ideias para a próxima festinha da garotada!!!!

 

m4 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m9 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m61 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m7 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m3 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m10 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m11 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m5 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!

 

m12 Bolo M&M pra se divertir e se deliciar!!!!Esse já serve de inspiração pro Natal, né?! Parece longe?! O ano tá voando...

Dá até dó de partir e comer um bolo desses!!! rsrs

Gostaram?!

bjs

Fernanda de Luca

Posts Relacionados

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com