Eu trabalhava na Copacabana Discos, uma empresa 100% nacional, com artistas nacionais como Angela Maria, Elizeth Cardoso,

Wando, Benito di Paula, Moacy Franco, Wanderley Cardoso, e por ai vai, e eu queria lançar discos internacionais feitos no Brasil,

na onda da Disco Music, que desde 1976 era sucesso no mundo e ainda não tinha estourado no Brasil.

Foi assim que criei o selo Building Records, para ser uma válvula de escape para novos artistas em outras línguas.

Não foi novidade, já existia antes de mim os selos Cash Box, e outros na mesma Copacabana. Mais o Building Records era como se fosse a minha propia gravadora. Era so eu que utilizava. Em este selo que lancei o Baby Face cantando o primeiro rap gravado no Brasil, no estilo e no ritmo verdadeiro do Rap. Outro dia eu conto a historia. Hoje existe outra Building Records do meu amigo Alain, especializada em musica eletrônica.

Curtam

BABY FACE – DON’T PUSH DANCE DANCE DANCE

(MISTER SAM)

http://www.youtube.com/watch?v=_dpqXmManEo

 

http://r7.com/a3Jf