Posts com a tag: geração brasil

‘Geração Brasil’ é boa novela, mas ignora que parte do público não fala inglês ou entende de tecnologia

Crítica

geracao Geração Brasil é boa novela, mas ignora que parte do público não fala inglês ou entende de tecnologia

Murilo Benício, Claudia Abreu, Isabelle Drummond e Luis Miranda, em "Geração Brasil"

Não há dúvidas de que "Geração Brasil" é uma novela divertida e popular. Possui tipos marcantes - e sui generis - como Dorothy (Luis Miranda), Pâmela (Claudia Abreu) e Brian (Lázaro Ramos), um bom chamariz para a audiência, e tenta refletir a febre tecnológica dos tempos atuais assim como "Cheias de Charme" captava a febre do tecnobrega. Ao contrário da trama anterior de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, no entanto, embora tenham apresentado crescimento, os números ainda estão abaixo do esperado. E não é difícil encontrar algumas razões para tal.

Uma delas a Globo já identificiou por meio de pesquisa. Na tentativa de modernizar a história, os autores encheram diálogos de referências a gadgets e recursos de computação, causando certo estranhamento na ala de espectadores com mais idade, público que tradicionalmente acompanha folhetins. Ajustes serão feitos nesse sentido, diminuindo o excesso de tecnologia da história, mas a emissora pareceu não perceber outra razão de controvérsia entre o público: nem todo mundo fala inglês.

Não raro, personagens como Megan (Isabelle Drummond) e Pâmela usam expressões como "No way!" ("De jeito nenhum!") e "I don't know" ("Eu não sei"). São frases simples, mas não exatamente populares. Provavelmente quem não estudou língua inglesa no colégio ou por meio de curso, não sabe o que significam. Não é de se admirar que muitas das "vovós", que tanto assistem novelas, não saibam lidar com gadgets, não falem inglês fluente ou não conheçam Steve Jobs para traçar um paralelo com Jonas Marra (Murilo Benício).

É verdade que expressões americanizadas já foram usadas com sucesso em outras tramas. Em "A Indomada", por exemplo, a vilã Altiva (Eva Wilma) disparava a torta e a direita "Oxente, my God". Neste caso, de tão repetida, a frase virou bordão e todos entenderam do que se tratava. Faltou aos autores de "Geração Brasil" um pouco de sensibilidade para entender que uma parcela menos segmentada e moderninha e mais tradicional poderia não compreender suas referências por completo. A novela é boa, mas desperdiça a chance de angariar um público bem maior que o que já tem.

Posts Relacionados

‘Geração Brasil’ aumenta sutilmente audiência do horário, mas passará por alguns ajustes

Novelas e minisséries

Geracao Brasil Geração Brasil aumenta sutilmente audiência do horário, mas passará por alguns ajustes

Lázaro Ramos e Murilo Benício numa cena de "Geração Brasil"

Vista como a salvação do horário depois da problemática "Além do Horizonte", "Geração Brasil" ainda não empolgou nos números como se esperava, mas já aumentou sutilmente a audiência da faixa. De acordo com levantamento feito pelo blog, decorridas três semanas, até o capítulo 18, exibido no último sábado, a trama de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira acumulou média de 20,9 pontos. O índice é um ponto e meio maior do que a antecessora marcou no mesmo período. Vale lembrar que "Além do Horizonte" recebeu de uma novela muito mais bem-sucedida e derrubou em cinco pontos. O atual folhetim mostra sinais de recuperação.

Compare a audiência das últimas tramas das sete até o capítulo 18:
"Geração Brasil" - 20,9 pontos
"Além do Horizonte" - 19,4
"Sangue Bom" - 24,6
"Guerra dos Sexos" - 23,8
"Cheias de Charme" - 28,9
"Aquele Beijo" - 26,7
"Morde & Assopra" - 26,3
"Ti-Ti-Ti" - 28,6
"Tempos Modernos" - 23,7
"Caras & Bocas" - 27,4

A julgar pelos primeiros resultados, no entanto, a Globo já percebeu que houve estranhamento de parte dos espectadores quanto ao grande uso de tecnologia na trama. O primeiro ajuste pedido pela direção foi de aliviar tudo o que for muito avançado e valorizar mais os aspectos clássicos do folhetim. Mas não há, por enquanto, qualquer tipo de pressão. Como o blog antecipou, a ordem na emissora é que a novela só decole após a Copa, quando as histórias mais fortes começarão a se desenrolar. Durante o campeonato, "Geração Brasil" será exibida em pílulas de três minutos.

Posts Relacionados

‘Geração Brasil’ estreia com menor audiência da história do horário, mas cheia de potencial

Crítica

geracao Geração Brasil estreia com menor audiência da história do horário, mas cheia de potencial

Murilo Benício, Claudia Abreu, Isabelle Drummond e Luis Miranda, em "Geração Brasil"

Impulsionada por campanha de lançamento pesada para esquecer o fracasso que "Além do Horizonte" foi para o horário, "Geração Brasil" estreou com a dura missão de retomar os bons índices da época de "Cheias de Charme". Escrita pelos mesmos autores, Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, a trama mostrou em poucos minutos que, sim, tem grandes possibilidades de cumprir este propósito com êxito. Abordando o universo de tecnologia e das celebridades, a história se apresenta como uma grande rede, conectando personagens populares localizados em várias cidades. Nos Estados Unidos, está a família Marra, dona de um império da computação. No Rio de Janeiro, o jovem gênio Davi (Humberto Carrão), cujo destino se cruzará com o da mocinha Manuela (Chandelly Braz), que vive no Recife. Por sua vez, ela assiste notícias sobre Jonas Marra (Murilo Benício) - misto de Tony Stark e Steve Jobs - num programa de TV comandado por Soon Chi (Rodrigo Pandolfo) e seu sotaque chinês.

Em suma, "Geração Brasil" é uma Babilônia de figuras interessantes e de grande apelo popular, caso dos papéis de Claudia Abreu, Lázaro Ramos e Luís Miranda, desde já um dos grandes destaques da estreia, na pele de Dorothy. Já Taís Araújo deve repetir o sucesso de Penha em sua última novela e roubar a cena. Outra que jamais passaria despercebida é Isabelle Drummond, que desde já pode ser apontada como grande aposta da Globo para o posto de protagonista nas próximas produções. Assim como Taís, é linda, carismática e talentosa.

Se em produções como "Meu Pedacinho de Chão" a prosódia chega a causar ruídos entre parte dos espectadores, aqui o sotaque americano surge bem aplicado, com afetações na medida certa. O figurino e caracterização de Gogoia Sampaio e Fernando Torquatto também são grande acerto. E a direção de Maria de Médicis e Natália Grinberg é ultra-arrojada, sem medo de abusar de efeitos jogados na tela, câmeras aceleradas ou lentas. Tudo aliado a uma trilha que une veteranos como Elza Soares e Ney Matogrosso a MC Guimê. Se mantiver este ritmo, "Geração Brasil" tem tudo para trazer de volta ao folhetim o público perdido nos últimos anos.

A audiência não respondeu bem ao potencial da novela, no entanto. De acordo com dados prévios, a trama registrou a menor audiência da história de um primeiro capítulo no horário das sete. Foram 21,9 pontos de média e 24 de pico. A antecessora, "Além do Horizonte", obteve 24 na estreia. No mesmo horário, Record marcou 10,3 pontos, seguida pelo SBT, com 5,9, e Band, com 4,3.

ATUALIZAÇÃO: No consolido, a novela ficou com 24 pontos, mesma marca de "Além do Horizonte".

Relembre e compare a audiência de todos os primeiros capítulos das novelas das sete desde o ano 2000:

Geração Brasil – 21,9 pontos (prévia)/ 24 pontos (consolidado)
Além do Horizonte – 24 pontos
Sangue Bom – 28 pontos
Guerra dos Sexos – 28 pontos
Cheias de Charme – 35 pontos
Aquele Beijo – 34 pontos
Morde & Assopra – 32 pontos
Ti Ti Ti – 29 pontos
Tempos Modernos – 29 pontos
Caras & Bocas – 33 pontos
Três Irmãs – 33 pontos
Beleza Pura – 30 pontos
Sete Pecados – 36 pontos
Pé na Jaca – 40 pontos
Cobras & Lagartos – 35 pontos
Bang Bang – 35 pontos
A Lua Me Disse – 32 pontos
Começar de Novo – 40 pontos
Da Cor do Pecado – 41 pontos
Kubanacan – 41 pontos
O Beijo do Vampiro – 36 pontos
Desejos de Mulher – 29 pontos
As Filhas da Mãe – 36 pontos
Um Anjo Caiu do Céu – 39 pontos
Uga Uga – 40 pontos

Posts Relacionados

Aposta da Globo para ressuscitar faixa das 19h, ‘Geração Brasil’ só vai embalar após a Copa

Novelas e minisséries

geracao Aposta da Globo para ressuscitar faixa das 19h, Geração Brasil só vai embalar após a Copa

Murilo Benício, Claudia Abreu, Isabelle Drummond e Luis Miranda, em "Geração Brasil"

"Geração Brasil" entra no ar nesta segunda-feira (5) com a missão de recuperar a audiência da faixa das 19h na Globo depois do fracasso de "Além do Horizonte", que chegou ao fim como a novela menos assistida da história do horário. Internamente, no entanto, a ordem é apresentar ao máximo os personagens, mas esperar até o final da Copa do Mundo para deslanchar as grandes viradas e histórias principais.

Explica-se: durante o campeonato de futebol, a novela entrará numa espécie de hiato, com capítulos exibidos em forma de pílulas de cinco minutos. Com isso, a trama de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira entrará num período de "banho-maria". Na Globo, a aposta no folhetim é grande, mas já se sabe que seu real impacto só será medido quando a história se estabelecer em definitivo.

Posts Relacionados

Globo aposta em ‘Geração Brasil’ para apagar fracasso de ‘Além do Horizonte’ e evita comparações

Novelas e minisséries

luiz lazaro Globo aposta em Geração Brasil para apagar fracasso de Além do Horizonte e evita comparações

Lázaro Ramos e Luiz Miranda serão filho e mãe em novela

O clima na apresentação para a imprensa de "Geração Brasil" nesta terça-feira (15) era de otimismo. Tudo porque, na Globo, a expectativa é que a novela dê novo rumo ao horário das sete, que, desde "Cheias de Charme", tem sofrido com a rejeição dos espectadores a tramas como "Guerra dos Sexos" e "Além do Horizonte". Obviamente, ninguém se atreveu a falar sobre a atual novela. A ordem era mostrar que, embora trate de tecnologia, o novo folhetim segue os moldes tradicionais do gênero e retomará a comédia como principal marca. E, claro, ninguém deveria traçar comparação entre as produções.

Chamam a atenção a aposta em figuras populares. Claudia Abreu e Titina Medeiros repetirão personagens divertidas, por exemplo. Lázaro Ramos e Luiz Miranda, na pele de uma transexual, devem roubar a cena. Renata Sorrah voltará ao posto de vilã. Já Isabelle Drummond se firma como grande promessa da atual safra de atores na pele de uma garota com visual inspirado em Lindsay Lohan.

De olho no povão, "Geração Brasil" contará com várias participações especiais ao longo da trama. A primeira delas será de Thiaguinho. O cantor interpretará o apresentador de um reality show.

Posts Relacionados

Silvia Pfeifer voltará às novelas no fim do ano em ‘Búu’, que acaba de ganhar mais nomes no elenco

Novelas e minisséries

pfeifer Silvia Pfeifer voltará às novelas no fim do ano em Búu, que acaba de ganhar mais nomes no elenco

Silvia Pfeifer estará em trama supervisionada por Silvio de Abreu

O blog já havia adiantado que Grazi Massafera e Marcelo Médici têm participações garantidas em "Búu", novela das sete que entra no ar no fim do ano, após "G3R4ÇÃ0 BR4S1L". Agora, chega a informação de que Silvia Pfeifer, afastada há alguns anos da TV, voltará a fazer novelas.

A trama escrita por Daniel Ortiz e Andreia Maltarolli, aliás, acaba de ganhar mais nomes no elenco: Christiane Torloni, Edson Celulari, Nanda Costa, Marilu Bueno, Otávio Augusto, David Lucas e Hilda Rebello.

Eles se juntam ao time que, além de Grazi e Médici, conta com Mônica Iozzi, Sérgio Guizé, Mariana Armellini, Roberta Rodrigues e Rosane Mulholland e Maria Clara Gueiros.

A direção da trama ficará a cargo de Jorge Fernando.

Posts Relacionados

Depois de ‘A Teia’, Miele garante papel em próxima novela das sete

Novelas e minisséries

miele Depois de A Teia, Miele garante papel em próxima novela das sete

Miele interpretará um americano na novela

No ar em "A Teia", Miele não passará muito tempo fora da televisão após o fim da minissérie. A partir de maio, o showman poderá ser visto quase que diariamente em "Geração Brasil", próxima novela das sete da Globo. Na trama, ele estará no núcleo de Claudia Abreu, no papel de um americano.

Recentemente, houve mudanças no elenco: Fiuk assumiu o papel que seria de Marco Pigossi, que, por sua vez, fará o remate de "O Rebu".

Escrita por Filipe Miguez e Isabel de Oliveira, a produção tem boa parte de seu elenco escalado e já conta com os seguintes nomes: Murilo Benício, Humberto Carrão, Isabelle Drummond, Chandelly Braz, José Wilker, Taís Araújo, Titina Medeiros, Luiz Henrique Nogueira, Ricardo Tozzi, Theodoro Cochrane, Lázaro Ramos, Luís Miranda, Miguel Roncato, Leandro Hassum, Nando Cunha, Júlia Rabello, Débora Nascimento, Bia Arantes, Jessica Ellen, Sergio Malheiros, Johnny Hooker, Samuel Vieira, Malu Valle, Maurício Destri, Luiz Carlos Vasconcellos, Joaquim Lopes, Débora Lamm, Rodrigo Pandolpho, Marcelo Airoldi, Arlindo Lopes, Julia Konrad, Valentina Bandeira, Max Lima, Cris Nicolotti, Marília Martins, Daniel Ribeiro, Daniel Santos Ferreira, Ana Terra e Andrea Dantas.

Posts Relacionados

No ar em ‘Amor à Vida’, José Wilker estará em ‘Geração Brasil’, assim como Fiuk. Conheça o elenco da próxima novela das sete!

Novelas e minisséries

wilker No ar em Amor à Vida, José Wilker estará em Geração Brasil, assim como Fiuk. Conheça o elenco da próxima novela das sete!

José Wilker vai emendar uma novela na outra

Já está 90% fechado o elenco de "Geração Brasil", próxima novela das sete da Globo. Apesar de ter havido mudanças no time, como a saída de João Cortes, praticamente todos os papéis foram preenchidos. Um dos que estão em aberto, ainda, é o de um galã quarentão para a disputa romântica entre Murilo Benício, Claudia Abreu e Taís Araújo, como o blog já havia adiantado.

Entre os recentemente confirmados está José Wilker, atualmente no ar em "Amor à Vida". Além dele, Fiuk, que deixou seu programa na MTV, estará na trama de Filipe Miguez e Isabel de Oliveira.

fiuk No ar em Amor à Vida, José Wilker estará em Geração Brasil, assim como Fiuk. Conheça o elenco da próxima novela das sete!

Fiuk estará no núcleo jovem da trama das sete

O blog teve acesso à lista atualizada de nomes do elenco. Veja as novidades: José Wilker, Fiuk, Luiz Carlos Vasconcellos, Joaquim Lopes, Débora Lamm, Rodrigo Pandolpho, Arlindo Lopes, Julia Konrad, Valentina Bandeira, Max Lima, Cris Nicolotti, Marília Martins, Daniel Ribeiro, Daniel Santos Ferreira, Ana Terra, Andrea Dantas.

Estes atores se juntam aos já anunciados: Claudia Abreu, Murilo Benício, Humberto Carrão, Isabelle Drummond, Chandelly Braz, Marco Pigossi, Taís Araújo, Titina Medeiros, Luiz Henrique Nogueira, Theodoro Cochrane, Lázaro Ramos, Luís Miranda, Miguel Roncato, Leandro HassumSérgio Guizé, Nando Cunha, Júlia Rabello, Débora Nascimento, Bia Arantes, Jessica Ellen, Sergio Malheiros, Johnny Hooker, Samuel Vieira, Malu Valle e Maurício Destri.

"Geração Brasil" tem estreia prevista para 5 de maio.

Posts Relacionados

Hilários em ‘Cheias de Charme’, Titina Medeiros e Luiz Henrique Nogueira serão casal em ‘Geração Brasil’

Novelas e minisséries

titina luiz Hilários em Cheias de Charme, Titina Medeiros e Luiz Henrique Nogueira serão casal em Geração Brasil

Titina Medeiros e Luiz Henrique Nogueira repetirão parceria em novela

Revelação de "Cheias de Charme", a potiguar Titina Medeiros voltará às novelas em "Geração Brasil", também escrita por Filipe Miguez e Isabel de Oliveira. Na trama das sete, a atriz viverá a depiladora Marise e voltará a fazer dupla com Luiz Henrique Nogueira, que interpretará Silvio, irmão de Jonas, papel de Murilo Benício.

Na história, Titina e Luiz viverão um casal, pais de Danilo, personagem de Miguel Roncato. Apesar de serem parentes de gente rica, ambos serão a parte pobre da família e terão problemas com o filho, que não se conforma por não ter boa situação financeira.

Detalhe: ao contrário de "Cheias de Charme", a personagem de Titina não será nordestina.

Com estreia prevista para 5 de maio, "G3R4ÇÃ0 BR4S1L" (é assim que o título será escrito) contará ainda com nomes como Claudia Abreu, Humberto Carrão, Isabelle Drummond, Chandelly Braz, Marco Pigossi, Taís Araújo, Theodoro Cochrane, Lázaro Ramos, Luís Miranda, Leandro HassumSérgio Guizé, Nando Cunha, Júlia Rabello, Débora Nascimento, Bia Arantes, Jessica Ellen, Sergio Malheiros, Johnny Hooker, Samuel Vieira, Malu Valle e Maurício Destri.

Posts Relacionados

Com data de encerramento definida, ‘Divertics’ libera Leandro Hassum e Nando Cunha para novela

Programação de TV

leandro hassum Com data de encerramento definida, Divertics libera Leandro Hassum e Nando Cunha para novela

Leandro Hassum fará a próxima novela das sete da Globo

Com data para encerrar sua primeira temporada já definida - 6 de abril - o "Divertics" já começa a liberar parte de seus atores para que criem vínculos com outras produções. Os primeiros a acertar novos trabalhos foram Leandro Hassum e Nando Cunha. Os dois foram confirmados no elenco de "Geração Brasil", próxima novela das sete da Globo.

A liberação do elenco do humorístico para trabalhos de prazos mais longos se deve a dois fatores. O primeiro: com a pouca repercussão após a estreia, não há certeza de que "Divertics" ganhe uma segunda temporada. O segundo: no caso de se trazer o programa de volta, o elenco pode sofrer alterações graças ao seu grande número de integrantes.

Leandro Hassum e Nando Cunha se juntarão na novela a um elenco que já conta com Murilo Benício, Claudia Abreu, Humberto Carrão, Isabelle Drummond, Chandelly Braz, Renata Sorrah, Marco Pigossi, Taís Araújo, Theodoro Cochrane, Lázaro Ramos, Luís Miranda, Luiz Henrique Nogueira, Sérgio Guizé, Titina Medeiros, Júlia Rabello, Débora Nascimento, Bia Arantes, Jessica Ellen, Miguel Roncato, Sergio Malheiros, Johnny Hooker, João Cortes, Samuel Vieira, Malu Valle e Maurício Destri.

"Geração Brasil" tem estreia prevista para 5 de maio.

Posts Relacionados