TV

Publicado em 26/05/2015 às 10:25

Encontro dos Kens humanos é a maior vergonha alheia do mundo

ken Encontro dos Kens humanos é a maior vergonha alheia do mundo

Os Kens humanos fazem as pazes na TV (Foto: Reprodução Band)

Um Ken humano brasileiro já era demais, né? Mas temos dois agora. E eles são rivais. Quer dizer, mais ou menos. A edição desta segunda do CQC trouxe uma entrevista muito engraçada confrontando os rapazes. O repórter Maurício Meirelles fez perguntas para saber quem entendia mais sobre o personagem e houve ainda outras tiradas engraçadas. O momento mais divertido e, de grande vergonha alheia, foi o encontro cara a cara da dupla. Os dois conversaram rapidamente, se cumprimentaram, se abraçaram e fizeram as pazes.

Dá para imaginar uma coisa mais maluca do que dois Kens humanos juntos? Claro que deve haver mas, pelo menos nesta semana, acho que nada pode superar isso em termos de bizarria. A gente sabe que existe todo o tipo de esquisitice no mundo, mas realmente querer ser um boneco que namora a Barbie é algo que vai além da compreensão.

A matéria foi feita por Maurício Meirelles, o repórter que consegue salvar o CQC do marasmo completo. Ele vai muito bem e cria as pautas mais diversificadas e divertidas do programa.

Imprimir:

TV

Publicado em 25/05/2015 às 09:42

Fernanda Lima apresenta o Superstar de qualquer jeito e constrange jurados

fernanda Fernanda Lima apresenta o Superstar de qualquer jeito e constrange jurados

Fernanda no programa deste domingo (24) (Foto: Reprodução/Globo)

Assistindo ao Superstar, a impressão que dá é que Fernanda Lima gostaria de estar em qualquer lugar do mundo, menos ali em cima do palco. Neste domingo (24) mesmo ela fez duas caretas estranhas que as câmeras mostraram meio de relance. Quem prestou atenção conseguiu ver. O que fica parecendo é que ela não traz ao reality musical toda a leveza que tem quando está no comando do Amor & Sexo. Ali sim a gente fica convencido de que ela está curtindo, o que não se pode dizer do Superstar.

Fora isso, nesta temporada, Fernanda parece ter se especializado em constranger os jurados. No ano passado ela já fez um pouco disso dando bronca em Fabio Jr. e Dinho Ouro Preto.  Agora quem sofre são Thiaguinho, Paulo Ricardo e Sandy. Neste domingo, a vítima foi o vocalista do RPM. A apresentadora chamou o cantor de fútil porque ele elogiou o cabelo do integrante de uma das bandas. Fernanda, como bem lembrou Paulo, dá para contar a história do rock através dos cabelos. Mas nessa mesma temporada, Fernanda também já deu bronquinhas nos outros dois jurados. Tudo bem, muitas vezes uma chamada de atenção é necessária, principalmente quando alguém ali está meio tímido e demora para falar. Só que há maneiras e maneiras de se fazer isso. Do jeito que a apresentadora faz, parece realmente que ela está querendo resolver a coisa rapidamente e voltar para casa.

Na boa? Podemos ir de Rafa Brites na apresentação no ano que vem, caso haja terceira temporada.

Imprimir:

TV

Publicado em 22/05/2015 às 11:45

Gabriel Braga Nunes faz o pior personagem de Babilônia

gabriel Gabriel Braga Nunes faz o pior personagem de Babilônia

Eis o pior personagem de Babilônia (Foto: Divulgação/Globo)

A novela da Globo até que tem melhorado nas últimas duas semanas, principalmente após Inês (Adriana Esteves) e Beatriz (Glória Pires) entrarem em confronto direto. Mas a trama ainda tem falhas bem grandes e uma das maiores é Luís Fernando, personagem vivido por Gabriel Braga Nunes.

Luís Fernando, um malandrão, começou meio ali numa linha quase de humor contracenando com Marcos Veras, que interpreta seu irmão. Durante todo o início da trama, era isso: piadinhas para lá, brincadeiras com mulheres para cá e coisas assim. Já há algumas semanas, mudou o foco: sai o humor e entra o tal do Luís tentando se arrumar ao lado do prefeito vivido por Marcos Palmera. Fora isso, o espertalhão de Gabriel Braga já teve uma filha com Regina (Camila Pitanga) e vive um conflito entre esta sua ex e sua atual mulher.

Como é que dá para entender e seguir um personagem desses? Com tantas mudanças seguidas? Fora isso, a atuação de Gabriel também não ajuda em nada. Fazendo tudo no piloto automático, sempre que o personagem aparece em cena a vontade que dá é trocar de canal na hora. Intragável. E olha que em termos de personagens instragáveis, Luís Fernando tem concorrentes fortes, como a própria Regina, Murilo e mais uma meia dúzia perdida na trama.

Imprimir:

TV

Publicado em 19/05/2015 às 08:39

William Bonner toma bronca nas redes sociais e dá resposta ao vivo

bonner William Bonner toma bronca nas redes sociais e dá resposta ao vivo

Bonner no momento de seu comentário no JN (Foto: Reprodução/Globo)

Foi, no mínimo, divertido o que aconteceu na edição desta segunda (18) no Jornal Nacional. Foi ao ar uma matéria sobre um hacker que supostamente teria invadido o sistema de controle de aviões só para mostrar como a segurança é falha. Ok. E aí, vai ao ar o visual do sujeito: careca, meio com cara de mau e com um cavanhaque longo descendo até o meio do peito. Eis que William Bonner solta dois comentários dando uma zoada no homem, sendo que um deles foi "Cara de maluco ele tem, cá entre nós, né?".

Obviamente que as reações no Twitter foram imediatas com um monte de gente criticando o âncora do JN. A reclamação geral era a de que "quer dizer que só porque ele tem um cavanhaque longo é maluco?". Bonner é muito ligado nas redes sociais ligado no que estão falando, inclusive durante o próprio telejornal. Já no bloco seguinte ele veio com uma resposta em que não chegou a pedir desculpas, mas tentou arrumar as coisas. Ele disse que também conhece muitas pessoas com cavanhaque igual ao do hacker, ou parecido, e que não são "malucos". Tudo de uma forma bem humorada e dando aquela saidinha pela direita para não ficar queimado com os internautas.

O fato é que este rolo todo só aconteceu porque o JN e o jornalismo da Globo estão seguindo esta linha mais descontraída, um pouco mais informal. Ao mesmo tempo em que ajuda a se aproximar do espectador também abre espaço para umas escorregadas aqui e outras ali, como essa que aconteceu. Mas Bonner soube se dar bem e deu uma contornada na coisa toda.

cavanhas William Bonner toma bronca nas redes sociais e dá resposta ao vivo

O sujeito do cavanhaque (Foto: Reprodução/Globo)

Imprimir:

TV

Publicado em 18/05/2015 às 10:01

Sandy acerta uma no Superstar, mas expõe erro do programa

sandy Sandy acerta uma no Superstar, mas expõe erro do programa

Sandy no momento que gongou o Tianastácia (Foto: Reprodução/Globo)

Depois de dar muita bola fora, Sandy finalmente deu uma dentro na edição deste domingo (17) do Superstar. Durante a apresentação do Tianastácia, a cantora votou contra e deu uma boa justificativa para isso após o fim da canção: ela disse que a banda é experiente, conhecida e que deveria abrir espaço para os novos grupos.

Sandy mandou bem no comentário, mas há duas coisas aí: o Tianastácia não tem culpa se o regulamento do programa permite que uma banda assim, com anos de estrada e discos lançados, participe. O que é um erro do regulamento. A ideia do Superstar é, claramente, revelar novos talentos e, sendo assim, veteranos com anos de carreira não deveriam ser permitidos. Por que, vamos combinar, se o Tianastácia pode, então também podem Virgulóides, Restart, Os Travessos e por aí afora, certo?

Assim, o jeito é, nas próximas edições, não liberar o acesso a bandas mais experientes. Senão, daqui a pouco, vira um festival com gente que fez sucesso no passado e que quer voltar a bombar. Daí vira Globo de Ouro e não Superstar.

Imprimir:

TV

Publicado em 15/05/2015 às 12:26

Babilônia: não existe casal mais chato do que esse na TV

regina Babilônia: não existe casal mais chato do que esse na TV

Regina e Vinícius em Babilônia (Foto: Divulgação/Globo)

Regina (Camila Pitanga) e Vinícius (Tiago Fragoso) formam o casal mais sem química da TV brasileira na atualidade. Babilônia tem muitas coisas que não estão funcionando desde o seu início e este casal é um dos maiores erros da trama.

Eles não começaram como namorados desde o início, mas rapidamente iniciaram um flerte e, mais tarde um pouquinho, o namoro. Mas em nenhum momento eles realmente combinaram e suas diferenças só os tornam mais e mais distantes. O problema principal é Regina, uma das personagens mais sem carisma que já se viu nesses tempos recentes. A mulher é o tempo todo irritadiça, xinga, berra, grita e não deixa o público gostar dela. Vinícius, por sua vez, é o príncipe encantado, o sujeito que aparece para resolver as situações e fazer justiça. Em geral, um cara assim também é chato demais e acaba ficando em segundo plano em relação aos vilões. Que é o que acontece aqui, claro.

Babilônia já passou por tantas mudanças para tentar recuperar sua audiência, que poderia também sofrer mais esta alteração. Não está dando certo o namoro, então por que não acabar com ele logo de uma vez?

E, falando em casal, a novela tem um belo exemplo que funciona que é o namoro — desfeito, por enquanto — de Rafael (Chay Suede) com Laís (Luisa Arraes). Os atores mostraram um bom entrosamento e formaram um casal que agradou ao público. Obviamente que eles voltarão a ficar juntos. É só esperar.

Imprimir:

TV

Publicado em 13/05/2015 às 12:49

Não é só a Sandy: Thiaguinho também pode vazar do Superstar

thiaguinho1 Não é só a Sandy: Thiaguinho também pode vazar do Superstar

Thiaguinho como jurado também não dá (Foto: Divulgação/Globo)

Todo mundo fica detonando a Sandy por sua participação desastrada no Superstar. Claramente ela foi uma escolha errada para o lugar de Ivete Sangalo e está sofrendo com as reclamações de meio mundo. Mas temos que ser justos: Thiaguinho também não está nada bem como jurado.

Observando seus comentários a gente chega à conclusão de que o pagodeiro não entende nada de música. Pode até cantar bem e agradar a seus fãs (o que não é o meu caso), mas na hora de julgar uma banda é simplesmente um horror. É até difícil de saber quem é pior, se Thiaguinho ou Sandy. É que Sandy chama mais a atenção com seus comentários talvez por ser boazinha demais. Mas Thiaguinho está se revelando um páreo duro.

O pagodeiro dá umas opiniões sem nenhum balizamento. Primeiro que dá todos os sinais de que não entende absolutamente nada de rock. Mais do que isso, parece não gostar do gênero. Daí fica difícil de julgar alguém, o que complica tudo, já que 80% das bandas do programa são de rock. E seus comentários vão na base do "gostei do feeling da música" ou "não entendo nada de inglês" ou ainda "não vou votar em você porque o Péricles é bem melhor". Não exatamente nestas palavras, mas o sentido é este aí.

E a missão de Thiaguinho e Sandy fica ainda mais complicada na hora em que são comparados com Paulo Ricardo. O vocalista do RPM dá praticamente uma aula de como deve ser um jurado de um programa musical. E quando a gente olha para o lado, lá está a duplinha que não consegue juntar duas frases.

Em resumo: vamos dividir mais igualitariamente as reclamações entre Sandy e Thiaguinho. Os dois têm de apanhar igual.

Imprimir:

TV

Publicado em 12/05/2015 às 11:01

Sotaque paulistano de Letícia Spiller em I Love Paraisópolis é uma tragédia

leticia Sotaque paulistano de Letícia Spiller em I Love Paraisópolis é uma tragédia

Letícia Spiller em I Love Paraisópolis (Foto: Divulgação/Globo)

Já há um bom tempo acredito que Letícia Spiller é uma atriz que precisa melhorar muito e assistindo à estreia de I Love Paraisópolis essa certeza aumentou. Letícia interpreta a vilã da história e é muito pouco natural. Suas falas parecem estar sendo lidas a todo momento e não há um traço de espontaneidade.

E a coisa fica um pouco pior no caso específico de I Love Paraisópolis pelo seguinte: o sotaque. Como todo mundo sabe, Letícia — e boa parte do elenco da novela — é carioca, mas a trama toda se passa em São Paulo. Assim, os atores todos têm de fingir o sotaque paulistano e é uma coisa que está bem estranha. Letícia, por exemplo, força muito e os erres saem forçados demais. Quem também está meio assim é Tata Werneck, mas um pouco menos do que no caso de Letícia. Vamos ver se esse detalhe da fala melhora ao longo da novela.

De resto, I Love Paraisópolis é uma novela que procura ser divertida, como deve ser no horário. O problema é essa glamurização da favela que muitas novelas tentam mostrar. Em geral é um lugar onde todo mundo é feliz com pouco, onde há amor de verdade e coisas do tipo. E os ricos é que são infelizes. Mas estamos apenas no primeiro capítulo, então é esperar um pouco mais pelo desenvolvimento da coisa.

Mas Letícia Spiller ainda precisa comer muito arroz com feijão para ser uma boa atriz. E isso não muda já há muito tempo.

Imprimir:

TV

Publicado em 11/05/2015 às 10:15

Sandy vira a indelicada do Superstar e derrapa no português

 Sandy vira a indelicada do Superstar e derrapa no português

Sandy na edição deste domingo do Superstar (Foto: Reprodução/Globo)

Quase toda semana a Sandy apronta uma coisinha diferente, mas neste domingo (10) se superou totalmente. Talvez ela esteja cansada de tantas críticas, daí decidiu partir para o ataque. Primeiro que durante boa parte do programa a cantora foi, de certa maneira, indelicada com Paulo Ricardo. Todas as vezes que se referia ao cantor, ela só dizia "ele". Fica ali meio um tonzinho de desprezo, né? O que custa dizer o nome do cara?

E aí vem o show de indelicadeza. Num dos momentos, Sandy disse que o vocalista de uma das bandas deveria melhorar a pronúncia do inglês. Sendo que o inglês do rapaz não estava ruim para merecer um comentário desse nível. A cantora soltou ainda que não gosta de música sertaneja, o que repercutiu bem negativamente nas redes sociais. Seu pai, Xororó, estava na plateia e Sandy revelou que gosta do trabalho deu seu pai e tio, mas que não ouve o gênero musical. Muita gente achou um absurdo a declaração, mas acredito que ela não seja mesmo obrigada a curtir o som só porque é filha e sobrinha de Chitãozinho e Xororó. É direito dela, apesar que Sandy poderia ter pulado essa justamente no dia em que seu pai estava ali ao vivo assistindo ao programa.

E, para finalizar, a cantora ainda deu uma bela derrapada no português. Ela disse "metonímia" quando, na verdade, queria falar "metalinguagem" ao se referir a uma canção que havia sido cantada há pouco.

Certamente Sandy está querendo mostrar conteúdo. Ao lado de Thiaguinho e, principalmente, de Paulo Ricardo, a irmã do Junior fica bem apagada. Alguém deve tê-la treinado para conseguir ser mais contundente, mas, pelo menos neste domingo, ela se deu mal.

Imprimir:

TV

Publicado em 07/05/2015 às 12:58

Nova garota do tempo do Jornal Nacional é alvo de racismo na internet

 Nova garota do tempo do Jornal Nacional é alvo de racismo na internet

Maria Júlia no Jornal Nacional (Foto: Divulgação/Globo)

Uma das grandes novidades desta nova fase do Jornal Nacional é a presença de Maria Júlia Coutinho como garota do tempo. Ela tem sido um dos destaques e virou notícia esta semana por ter corrigido William Bonner, seu chefe, ao vivo.

O R7 deu esta notícia, que foi para a página do portal no Facebook. E os comentários foram uma surpresa. Houve vários elogios, mas alguns deles tinham forte conteúdo racista pelo simples fato de Maria ser negra. O pior deles foi de um tal de Venâncio Rodrigues, que nem se sabe se é um perfil real. Ele escreveu para uma internauta, que tinha elogiado a beleza e o talento de Maria Júlia, que só estava falando isso "por ser preta como ela". Antes ele tinha dito que a jornalista tinha “cabelo ruim”. O comentário causou imediatamente revolta entre os usuários e foi denunciado por vários deles, como você pode ver abaixo (tem até quem tenha curtido o post do sujeito):

print Nova garota do tempo do Jornal Nacional é alvo de racismo na internet

O pior é que Venâncio não foi o único. Houve também outros comentários do tipo, como este: "essa repercussão é só porque ela é negra. Se fosse branca, como é normalmente, não seria pauta de matéria". Mais sem noção impossível, né? É óbvio que qualquer jornalista que "corrija" Bonner ao vivo será notícia na hora, independentemente de ser branco, negro, homem ou mulher. E isso levando em consideração que o que Maria fez foi algo na boa, sem afrontar o âncora de verdade. Maria Júlia apenas lembrou a Bonner que o termo mais apropriado é “tempo firme” e não “tempo bom” quando se fala de que haverá sol. Essa descontração de Maju, como é carinhosamente chamada, é que está dando notoriedade à nova garota do tempo.

Mas o que é inacreditável que hoje em dia ainda exista gente que tenha esta mentalidade. A internet é um campo aberto para as pessoas postarem o que quiserem, o que é algo positivo. O problema é que temos de nos deparar com esse tipo de atitude. Felizmente, ao mesmo tempo em que há gente assim, também há o outro lado, com pessoas que denunciam e combatem esses racistas.

Imprimir: