Posts de 21 de fevereiro de 2013

TV

Publicado em 21/02/2013 às 14:09

Quem é a supergata de Duro de Matar 5

y1 Quem é a supergata de Duro de Matar 5

Yulia em ação no quinto Duro de Matar

Já que Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer está na boca do povo e não se fala em outra coisa ao redor do mundo como um todo, vamos continuar com ele por aqui. E você, por um acaso, já viu o trailer? Se já assistiu, prestou atenção numa certa garota que aparece sobre uma moto e baixa o zíper do casaco? Sabe quem é ela? Veja o trailer antes de mais nada:

 

A moça se chama Yuliya Snigir e é uma russa de 29 anos nascida na cidade de Rula e, além de um rostinho bonito, é uma sensacional jogadora de xadrez.  Foi federada e tudo mais, mestre de verdade no jogo e chegou a considerar uma carreira profissional na área. Mas a vida mudou e Yuliya decidiu estudar pedagogia, o que a fez se mudar para Moscou. Ali, enquanto dava aulas de inglês, um amigo levou fotos dela a uma agência de modelo e logo depois ela já fazia sucesso nas revistas e passarelas. Daí para virar atriz foi um pulo. Yuliya iniciou a carreira no teatro e fez dois filmes independentes logo de cara.

Como atriz, a moça fez muito sucesso na Rússia nos filmes The Inhabited Island 1 e 2, em 2008 e 2009. Depois disso participou de outros longas para cinema e TV em seu país e sua estreia em Hollywood é agora, ao lado de Bruce Willis neste quinto Duro de Matar cuja história se pass em território russo. Em breve ela estará também em Delirium, outro longa americano que já está sendo filmado. Não parece ser lá grande coisa, mas se você quiser acompanhar a ascensão de Yuliya, pode ficar de olho. Quem sabe logo mais ela não vira uma nova bond girl?

Veja mais fotos da moça:

Imprimir:

Cinema

Publicado em 21/02/2013 às 11:14

Duro de Matar que vale mesmo é só o primeiro, o resto é bobagem

bruce2 Duro de Matar que vale mesmo é só o primeiro, o resto é bobagem

Bruce Willis em Duro de Matar, em 1988

Todo mundo tem simpatia por Bruce Willis e seu John McClane, o protagonista dos filmes Duro de Matar. E não tem mesmo como não gostar do policial, que é divertido, engraçado e muito mais humano do que outros heróis como Rambo, por exemplo. A saga começou em 1988, quando o tira encarou terroristas no Nakatomi Plaza, um superprédio em Los Angeles. Há momentos tensos, cheios de ação, dramáticos e engraçados. Criou-se um padrão novo de filmes deste tipo e Duro de Matar virou referência e um clássico instantâneo que custou US$ 28 milhões e teve bilheterial mundial de US$ 140 milhões.

Veja fotos dos filmes:

Pena que depois disso, tudo foi por água abaixo. Em 1990 saiu o continuação que seguia o mesmo esquema: herói preso num lugar lutando sozinho contra todos. Só que dessa vez saiu o prédio e entrou um aeroporto. A diversão continuou, mas já bem abaixo do nível do primeiro. Não que não valesse o ingresso, mas já estava com a bola bem mais baixa. Dá para entender o motivo: Duro de Matar tinha John McTiernan como diretor. Ele já havia feito o ótimo Predador, em 1987, com Arnold Schwarzenegger e manteve o bom trabalho ao lado de Bruce Willis. Já Duro de Matar 2 foi dirigido por Renny Harlin, que já nos presenteou com coisas como A Hora do Pesadelo 4, Risco Total, Exorcista - O Início, entre outras bobagens. Mesmo abaixo do primeiro, esta sequência se deu bem nas bilheterias. A produção custou US$ 70 milhões e a arrecadação no mundo foi de US$ 240 milhões.

Cinco anos depois, em 1995, foi a vez do terceiro filme, chamado de Duro de Matar — A Vingança. A ideia aqui era promover uma certa volta ao passado com o retorno de John McTiernan na direção. Aqui, John McClane fica preso em Manhattan com seu parceiro Zeus Carver, vivido por Samuel Jackson. A volta ao primeiro filme é tamanha que o vilão Simon Gruber (Jeremy Irons) é irmão de Hans Gruber (Alan Rickman), que é quem o policial enfrenta no longa original. Daí o subtítulo A Vingança. Esta terceira aventura tem lá sua graça mas, no geral, é ficar vendo Willis e Jackson correndo para lá e para cá, o que cansa um pouco e mostra que a série já dava sinais claros de esgotamento. Mesmo com McTiernan no comando, a coisa não decolou.

Duro de Matar 4.0, de 2007, é um filme vazio. Tem cenas de ação espetaculares, improváveis e altamente exageradas, o que não tem nenhum problema, já que longas de ação são para isso mesmo. E foi a solução que encontraram para tentar superar o que já havia sido feito. Assim, a saída foi criar momentos para deixar todo mundo boquiaberto e, no meio disso tudo, enfiar as piadinhas na boca de Bruce Willis. Daí foram fazendo mais e mais e o longa pecou pelo excesso. Foi o mais caro da franquia — custou US$ 110 milhões — e teve a boa bilheteria, embora não excepcional, de US$ 383 milhões.

O quinto filme, que estreia nesta sexta-feira (22) no Brasil, ainda tem sua história para contar. Falaremos dele mais tarde. E, se você é fã, pode esperar por uma sexta parte. Bruce Willis já disse que quer fazer e que este será seu adeus ao personagem. Quem aguenta mais uma rodada?

 

Imprimir:

Cinema

Publicado em 21/02/2013 às 09:24

Vídeo mostra os 84 vencedores de Melhor Filme da história do Oscar

Domingo, dia 24 de fevereiro, acontece a 85ª cerimônia de entrega do Oscar, o maior prêmio do cinema mundial. E um cinéfilo com algum tempo sobrando fez o vídeo abaixo que é ótimo. Mostra todos os 84 longas que levaram a estatueta de Melhor Filme. É bem legal e tem apenas quatro minutos de duração. Assista:

Academy Awards: Best Picture Oscar Winners from Nelson Carvajal on Vimeo.

Imprimir:
1
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com