TV

Publicado em 22/10/2014 às 10:41

Homofobia torna Enrico o personagem mais idiota de Império

enrico Homofobia torna Enrico o personagem mais idiota de Império

Enrico e seu acesso de fúria (Foto: Reprodução/Globo)

A crise vivida por Enrico, personagem interpretado por Joaquim Lopes, é uma das coisas mais exageradas já vistas numa novela. O rapaz tem aversão a gays e pirou completamente quando soube, apenas recentemente, que seu pai é homossexual. Ok, isso pode ser chocante para muita gente, mas vamos combinar que estamos no século 21 e Enrico é um sujeito moderno, esclarecido, bem criado e era mais do que esperado que sua atitude fosse outra. Até porque vive no meio de gente que tem uma opinião bem diferente da sua, inclusive sua noiva. Era de se esperar uma certa tolerância por parte dele, mas o garotão mimado é bem estranho.

No capítulo que foi ao ar nesta terça-feira (21), Enrico bateu num travesti que apareceu em sua despedida de solteiro, num ato extremo de homofobia. Daí em diante, ficou doido, saiu andando, berrou na praia, ficou se esfregando no chão e dormiu ali mesmo. É bem provável que lá para frente descobriremos que ele é também gay e apenas estava tentando fugir disso. O engraçado é ver a reação do Comendador, que quer aplicar um corretivo no rapaz para ver se toma jeito, tamanho exagero do novinho. Veja bem, isso tudo ele faz um dia antes de seu casamento, o que deixa seu futuro sogro ainda mais maluco. Além disso, o Comendador, que é teoricamente um cara durão e rústico, tem uma aceitação gigantesca em relação aos gay, coisa que não se vê no boyzinho.

Claro que existem casos muito piores que o de Enrico na vida real. Mas, veja bem, estou falando de uma novela e de um personagem que tem tons exagerados em suas atitudes. Enrico é escrito de uma maneira que procura exacerbar a homofobia e causar o máximo de polêmica possível. Apenas isso.

Imprimir:

TV

Publicado em 21/10/2014 às 13:38

Faustão é o apresentador mais odiado do Brasil?

faustao Faustão é o apresentador mais odiado do Brasil?

De que lado você está? (Foto: Divulgação/Globo)

Foi grande a repercussão do post em que José Mayer diz que Fausto Silva é ruim. É só ver o número de comentários e o seu teor. Na maioria esmagadora as pessoas tendem a concordar com o ator e falam com todas as letras que não suportam o apresentador.

E é mesmo engraçado notar isso, esse comportamento das pessoas. É que há anos Fausto Silva é líder de audiência. Pode perder o posto volta e meia, mas é bem claro que tem um público cativo que o acompanha  sempre nestes mais de 20 anos de Domingão do Faustão. Acontece que o índice de rejeição do apresentador parece ser tão grande quanto o de admiradores. Em geral, os detratores o acham mal educado, sem graça e que não deixa os convidados falar. Tem ainda uma outra parcela de gente que acredita que o apresentador é repetitivo demais e que já teria passado da hora de seu programa acabar.

O fato é que Faustão está cravado na história da TV brasileira. Ele começou como jornalista esportivo e acabou indo apresentar o Perdidos na Noite. Seu jeito engraçado e debochado são os responsáveis por tê-lo colocado à frente de um programa. Seu estilo chamou muito a atenção e depois de Band e Record, foi parar na Globo. Por lá, inicialmente, manteve tudo o que o fez famoso, mas já não estava no horário noturno, mas sim na tarde de domingo. Quer dizer, o lado desbocado e mais descontraído teve de ceder espaço para um aspecto mais, digamos, familiar. E aí é que está o problema: o jeito mais leve e voltado "para todos" acabou cristalizando a imagem do apresentador, que permanece até hoje nesta mesma fórmula.

Fora isso, tem mesmo que ser levado em conta as piadas repetidas, os quadros chatos que se perpetuam (quem aguenta Dança dos Famosos?), as falas sem sentido nas Vídeo Cassetadas e por aí vai. Claro que boa parte disso vem dos roteiristas do Domingão, mas onde fica a capacidade de improvisação de Fausto? Volta e meia, ele até promove alguns momentos de lucidez quando faz alguma crítica à política ou até mesmo à Globo. Mas fica nisso. Isso tudo, claro, sem falar nas camisas e jaquetas bizarras, né?!

E você, está do lado de quem curte o apresentador e seu programa ou engrossa o coro de quem o odeia? Deixe sua opinião nos comentários.

Imprimir:

TV

Publicado em 20/10/2014 às 14:15

José Mayer detona Faustão falando o que todo mundo pensa

mayer José Mayer detona Faustão falando o que todo mundo pensa

José Mayer, o sincero (Foto: Divulgação/Globo)

Há alguns dias o ator José Mayer deu uma boa detonada no Faustão. Numa entrevista rápida para a Rede TV, ao ser abordado por Vinicius Vieira fantasiado como o apresentador da Globo, Mayer soltou essa: "O Faustão já é ruim, você é pior ainda".

Não conheço Fausto Silva pessoalmente, só sei dele pelo que vejo na TV. Na minha opinião, Faustão já foi um apresentador legal no passado. Bem mais divertido, inteligente, irônico e escrachado. Atualmente faz lá aquelas piadinhas sem graça, volta e meia solta uma grossura ou outra com algum convidado e por aí afora. O que dá para notar, até nos comentários deste blog, é que o povo realmente não curte muitos aspectos do apresentador. É só impressão minha ou é isso mesmo?

No fim das contas, parece que Mayer disse o que todo mundo parece pensar mas não tem coragem de falar. Agora interessante mesmo vai ser quando o ator for convidado para aparecer no Domingão do Faustão falar de seu personagem em Império. Quer dizer, isso se ele chegar a ser convidado depois desse arroubo de sinceridade, claro.

 

Imprimir:

TV

Publicado em 16/10/2014 às 11:29

Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

claudia Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

Dona Claudia (Foto: Divulgação/Globo)

Uma coisa é fato: os concorrentes do The Voice são o que menos interessam atualmente. Na terceira temporada do programa, o que se vê ali é mais do mesmo: cantores e cantoras que se parecem com mais um monte de outros concorrentes do passado, uma imitação de Cássia Eller aqui, outra de Elis Regina ali e por aí vai.

No meu caso, assisto para ver as patetadas dos jurados, em especial Claudia Leitte e Carlinhos Brown. Talvez seja um pouco de vício em vergonha alheia ou algo assim. O fato é que presto muito mais atenção ao que acontece nas cadeiras do programa do que quem está no palco. Afinal, o vencedor do reality é alguém que aparece mais um pouquinho após o encerramento e depois ninguém mais ouve falar. Normal.

A grande competição atual é entre Claudia Leitte e Carlinhos Brown. Os dois conseguem produzir uma vergonha atrás da outra. Na semana passada, por exemplo, Brown começou a falar algum dialeto africano e foi embora. Na minha cabeça aquilo durou cerca de meia hora do programa. Foi um tempo infinito de constrangimento. Não quero nem saber ser era uma prece, um chamado para a guerra, um encantamento ou algo assim. O que importa é que fez muita gente se contorcer no sofá.

E a Claudia é aquela coisa, né? Sempre dá um jeito de se superar. Na semana passada também aprontou das suas com aquelas caretas de quem está sentindo a música entrar pelos seus poros. Também apertou o botão com a perna, usou um penteado igual ao da Jennifer Lopez, fingiu que estava andando em câmera lenta e assim foi.

De vez em quando, Lulu Santos também dá um jeitinho de nos dar uma vergonhazinha. Mas comparando com os dois acima, perde de goleada. O Daniel, então, é o homem mais discreto do mundo. Praticamente uma estátua.

carlinhos Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

Seu Carlos (Foto: Divulgação/Globo)

Imprimir:

TV

Publicado em 13/10/2014 às 09:33

Pânico explora Mendigata e programa vira pornô soft

mendigata Pânico explora Mendigata e programa vira pornô soft

A Mendigata apareceu totalmente nua no Pânico (Foto: Reprodução/Band)

As panicats já não davam aquele ibope todo, afinal foram viradas do avesso várias vezes tanto no Pânico quanto em revistas masculinas. Então, o jeito foi arranjar uma outra atração e Emilio o sua turma acertaram a mão com a Mendigata. A moça apareceu no programa fazendo pegadinhas como uma mendiga linda no meio da rua. A intenção era ver a reação de homens e mulheres que a viam ali pedindo uns trocados. Deu muito certo. Tanto é que a Playboy da moça está esgotando, coisa que não acontecia há muito tempo e que mais nenhuma panicat é capaz de fazer.

Como a popularidade da modelo está em alta, o Pânico que explorá-la ao máximo e ela praticamente não sai mais da tela. E neste domingo (12), a edição do programa foi até longe demais. Levaram a Mendigata para uma ilha de nudismo, juntamente com outros integrantes. O lance ali era fazer uma bagunça, como o Pânico sempre faz e, claro, exibir ao máximo os dotes da moça.

O resultado é que houve um exagero. A gente sabe que o Pânico não está bem de audiência já faz tempo e precisa de qualquer jeito dar uma reciclada. Só que as mudanças ainda não começaram, então o jeito foi apelar mesmo para o corpaço da moça. Nesta praia de nudismo, a garota apareceu em todas as posições possíveis, fez caras e bocas e tudo lembrou muito aqueles programas pornôs da madrugada. Com a diferença que estava na TV aberta. O Pânico não economizou nada. Claro que os editores esfumaçaram as partes íntimas da Mendigata, o que não tirou o estilo pornô soft da brincadeira.

É óbvio que o programa vai continuar usando a moça até cansar. Já fizeram isso com a Mulher Samambaia, com as próprias panicats, com Sabrina Sato e a Mendigata é a bola da vez. É um jeito fácil de buscar audiência. Só precisamos saber se será o suficiente para salvar a atração da Band desta crise toda.

 

Imprimir:

TV

Publicado em 10/10/2014 às 12:02

Fernanda Lima deixa o pai constrangido com brincadeira erótica em Amor e Sexo

fernanda Fernanda Lima deixa o pai constrangido com brincadeira erótica em Amor e Sexo

Fernanda Lima e seu visual de estreia (Foto: Reprodução/Instagram)

Nesta quinta (9) foi ao ar o primeiro episódio da nova temporada do programa de sexo da Fernanda Lima. O que dá para dizer é que pelo que vimos neste retorno é que a atração deveria mesmo ter sido encerrada, como estava previsto. O canal viu o bom resultado de audiência e decidiu dar mais uma temporada. Só que a sensação de "já vi isso várias vezes antes" é inevitável. Claro que ver Fernanda Lima rebolando com pouca roupa é sempre bem-vindo, mas realmente o programa já deu o que tinha que ter dado.

Outra coisa é que, se esta temporada não existisse, Fernanda não precisaria ter colocado seu pai para passar por uma saia-justa. Ele participou desta estreia e teve de fazer uma brincadeira em que simulava colocar camisinha num pênis cenográfico. Ele mesmo disse que estava constrangido com o que estava acontecendo. Precisava?

Imprimir:

TV

Publicado em 09/10/2014 às 12:08

Ana Maria Braga paga mico vestida de princesinha

anamaria Ana Maria Braga paga mico vestida de princesinha

A duplinha dançando (Foto: Reprodução/Instagram)

Tudo bem que o programa completou 15 anos, que é motivo mesmo de comemoração e coisa e tal. Mas se vestir de princesa e/ou debutante já é meio demais, né? Foi isso o que fez Ana Maria Braga em seu programa na manhã desta quinta-feira (9). Para completar a festa apareceu por lá o Luciano Huck que deu uma de galã de baile.

A apresentadora costuma pagar uns micos no Mais Você e já apareceu fantasiada de muita coisa, algumas vezes essas brincadeiras geraram micos ainda piores do que este que se viu na edição de hoje do programa. Enfim, cada um sabe até onde vai o nível de vergonha alheia, né? A repercussão nas redes sociais foi imediata. Teve gente que se divertiu, outros deram risada, teve quem foi irônico e por aí afora.

Imprimir:

TV

Publicado em 07/10/2014 às 11:16

Dani Calabresa é uma decepção no CQC e Marco Luque não fica atrás

dani Dani Calabresa é uma decepção no CQC e Marco Luque não fica atrás

Os apresentadores do CQC (Foto: Divulgação/Band)

Agora que já é praticamente certa a ida de Dani Calabresa para a Globo (ela deve ir para o novo Zorra Total), dá para falar um pouco sobre ela não ter ido bem no CQC. Inicialmente parecia que sua contratação era algo legal, mas o fato é que Dani nunca funcionou bem no programa. Ela começou como repórter, fazendo várias matérias menores. Nunca foi um grande destaque como seus outros colegas e acabava fazendo umas bobeirinhas aqui e ali. Estava sendo mal aproveitada, até porque ela mandava muito bem na bancada de seu programa na MTV.

Daí, no início deste ano, a humorista passou para a bancada do CQC, lugar em que dava a impressão de que iria arrebentar. Só que também não rolou. Por algum motivo, no CQC, Dani não consegue render nem metade do que fazia na MTV. Talvez seja algum problema de roteiro, mas mesmo no improviso ela não consegue ir bem. Faz umas piadas fracas e, na maior parte das vezes, faz cara de conteúdo apenas. E, veja bem, considero Dani como uma das melhores humoristas de sua geração e ela já fez coisas muito bacanas na MTV. Assim, pode ser que sua ida para o Zorra Total, que será totalmente reformulado, seja algo bom.

E, do outro lado da bancada, que tem Marco Luque, também deixa muito a desejar. Já não é de hoje, o comediante faz piadas bem abaixo do esperado para um programa como o CQC. Dá para ver que Marco improvisa bastante, mas a maior parte das vezes o que sai é um monte de bobeiras que nem criança de cinco anos consegue conceber. Dá para notar que há momentos em que o próprio Marcelo Tas fica meio constrangido.

Imprimir:

TV

Publicado em 03/10/2014 às 11:39

É fato: Luana Piovani é uma atriz muito fraca

luana É fato: Luana Piovani é uma atriz muito fraca

Luana em cena de Dupla Identidade (Foto: Divulgação/Globo)

Dupla Identidade é o mais novo trabalho de Glória Perez e surpreende, principalmente levando em conta que a autora já criou novelas fracas - mas que fizeram sucesso - como Caminho das Índias e Salve Jorge. A série tem bom roteiro, um belo clima policial e consegue prender a atenção. Bruno Gagliasso convence como um serial killer sorrateiro e que ninguém jamais imagina o que ele é na verdade.

Mas a atração tem um ponto fraquíssimo que é Luana Piovani. Ela interpreta a a psicóloga forense Vera, que atua em parceria com Dias (Marcello Novaes). A personagem é uma daquelas pessoas determinadas, que entende tudo de serial killers e que busca todos os detalhes para tentar entender um crime. É tipo uma Dana Scully, agente de Arquivo X.

No papel, Vera é uma boa personagem, o problema é que é interpretada por Luana Piovani. Em nenhum momento a atriz consegue convencer. Ela soa impostada, sem traquejo e dá a impressão de ter feito um curso por correspondência para viver a psicóloga. Muito embora, segundo consta, ela tenha estudado bastante para o papel. Pena que não parece. Luana não consegue fugir do clichê de viver uma personagem desse tipo e acaba fazendo apenas o trivial.

E não é a primeira vez que Luana surge assim numa atração global. Na nova versão de Guerra dos Sexos ela também deixou a mesma impressão e isso vale ainda para Na Forma da Lei, outra minissérie em que atuou.

Até onde me lembro, a última vez que Luana teve uma boa atuação foi na série A Mulher Invisível, na qual conseguiu mandar bem no espírito da personagem. Fora isso, a atriz parece um peixe fora d'água.

Imprimir:

Publicado em 01/10/2014 às 13:16

Lucas Lucco, Zezé e demais sertanjeos poderiam tomar chá de sumiço

lucas Lucas Lucco, Zezé e demais sertanjeos poderiam tomar chá de sumiço

Lucas Lucco poderia ficar em silêncio

Sério, essa turma do sertanejo já passou de qualquer limite. Toda semana surge uma dupla nova ou uma música ruim para infestar as rádios e casas de show. Parece que só existe música sertaneja — e um pouco de Axé e Funk — sendo produzida no Brasil. E aí dá-lhe canções com "te pego na cama", "vem fazer um berê-berê", "quero te amar sem medo" e coisas bizarras do tipo.

Esse Lucas Lucco, que é o mais recente queridinho (está até na Dança dos Famosos), é de uma ruindade ímpar. Outro dia ele estava na TV cantando uma música cujo nome infeliz é "Mozão". Já começa por aí, né? Chamar sua namorada ou namorado desse jeito é para acabar com qualquer relacionamento no ato. Com ele na TV, resolvi prestar atenção na música, porque vai que é bom e apresenta algo minimamente decente, né? Daí o que se houve são frases do tipo: "Momôzim, vamos fazer assim / Eu cuido de você, você cuida de mim / Não desisto de você e nem você de mim / Vamos até o fim". Como é que alguém pode cantar um troço desse nível? E alguém para para ouvir um CD inteiro do Lucas?

Assim como o senhor Lucco, tem tantos outros cantores e duplas que ficam ali na linha da miséria absoluta em termos musicais. Não dá para ouvir. Mas parece que tem quem curte este tipo de imbecilidade.

E se fosse só a parte musical, até que seria mais fácil de resolver. Mas também temos que aguentar dia sim e outro também a briga pública de Zezé di Camargo e Zilu. Todo santo dia é uma declaração nova ou uma farpa de um para o outro. E depois eles ainda reclamam que a imprensa fica espalhando coisas. Claro, eles fazem tudo para aparecer.

Aí ainda tem o Gusttavo Lima que não sabe se para a carreira ou continua (pare, por favor), o Luan Santana se achando o novo Roberto Carlos e temos um time completo de gente que poderia simplesmente ficar em silêncio. Seria bem legal.

Imprimir:
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com