bibi Bibi Perigosa é a maior enganação de A Força do Querer

Juliana Paes interpreta Bibi Perigosa (Foto: Reprodução/Globo)

Tem um monte de gente aí nas redes sociais discutindo que Bibi Perigosa, personagem de Juliana Paes, glorifica a vida dos traficantes, que incentiva a criminalidade, que glamouriza o crime e coisas assim.

Bom, não acho nada disso, obviamente. Bibi é uma personagem de novela. Se você acredita nessa lenga-lenga, então também tem de acreditar que o Coringa incentiva a prática de crimes por quem lê quadrinhos ou que Cersei Lannister, de Game of Thrones, faz com que as pessoas cometam incesto.

Mas, se você está nesse grupo de gente que acredita sim que Bibi é um incentivo à criminalidade, tenho uma boa notícia: ela não é nada disso. É praticamente uma pegadinha, uma enganação e algo que o mundo já deveria saber. Pricipalmente quem acomapanha novelas.

A moça é protagonista de uma história de redenção. Quem segue a trama sabe que lá no fundo, Bibi é boa e que fez tudo o que fez por amor. Tudo bem, ela também é meio burra, claro, mas sua essência é boa. Ele está no mundo do crime atualmente e segue fazendo barbaridades. Deve piorar ainda até voltar a ser do bem. Mas você pode apostar: no fim da novela ela será uma pessoa regenerada. Não importa se estará na cadeia e longe da família, o que acontecerá é que todos veremos que ela não é do mal ou uma criminosa. Apenas humana. Na hora da necessidade mesmo, não há dúvida que ela penderá para o lado do bem.

E é muito possível que o mesmo não aconteça com Rubinho, marido de Bibi, outro cara que acha que é espertão mas que é burro. Esse deve se ferrar exemplarmente, como pede uma trama desse tipo. Mas não se engane e pare de passar vergonha por aí dizendo que a personagem de Juliana Paes é um incentivo ao crime. Porque não é.

Estamos falando de ficção, beleza?

http://r7.com/yIRM