tata Com talk show, Tata Werneck detona Marcelo Adnet

Tata brinca de falar inglês em seu programa (Foto: Reprodução/Multishow)

Com uma semana no ar, o talk show de Tatá Werneck já tem estilo próprio, pegada e, acima de tudo, consegue divertir muito quem o assiste. Basicamente, é tudo o que Marcelo Adnet não conseguiu ainda fazer em duas temporadas de seu Adnight.

Lady Night, comandado por Tatá, não pretende ser mais do que é: um talk show divertido e com todos aqueles clichês que esse tipo de atração tem ao redor do mundo. Ou seja, quadros divertidos, inusitados, bizarros junto com uma apresentadora perspicaz, com pensamento rápido e, mais importante, profundamente engraçada.

Tatá é daquelas humoristas que fazem sua barriga doer de tanto dar risada. É verdade que sua dicção continua horrível e, muitas vezes, entrevistado e público não conseguem entender muito bem o que ela diz. Mas isso nem é importante, já que o objetivo final é fazer o espectador dar risada mesmo.

E é aí que a gente chega no Adnight. Com uma produção muito mais endinheirada e recheada de globais importantes como convidados, o talk show de Adnet não se encontrou e insiste em não fazer rir. O programa tem uma mania estranha de querer "desconstruir" os entrevistados, o que cai em piadas fracas, sem inspiração e brincadeiras absolutamente bobas.

Adnet, que trabalhou com Tatá na MTV, tem que estar assistindo a Lady Night. Quem sabe não aprende alguma coisa, né? Ou, transfiram o talk-show da moça para a Globo. Seria bem mais legal.

http://r7.com/Zxqt