E se a Emilly ficar pobre?

Emilly vai empobrecer? Sabe-se lá (Foto: Reprodução/Globo)

É engraçado acompanhar os comentários dos fãs da vencedora do BBB 17. Eles (ou vocês) acompanham a vida da moça nos mínimos detalhes e chama a atenção a preocupação com a possibilidade de que ela venha a perder o R$ 1,5 milhão.

A questão toda vem do fato de que Emilly dá a impressão de estar gastando demais. Se mudou com o pai e a irmã para o Rio de Janeiro, alugou um apartamentão meio caro, faz umas gastanças e ainda não fechou um grande contrato com marca ou canal de TV. Enfim, parece que gasta muito mais do que arrecada. Veja bem, nem sei se é isso mesmo o que acontece com ela. Não tenho acesso às suas contas. E isso não importa par este blogueiro.

O que chama a atenção é o medo que os fãs têm de que Emilly fique pobre. Amigos, o que isso tem a ver? Qual o motivo de tamanha preocupação. Veja só: você aí que é um admirador da gaúcha, viveu toda a sua vida sem ter conhecimento de sua existência. Foi só graças ao BBB que Emilly apareceu para o mundo e se isso não tivesse acontecido ninguém nem ligaria para ela, certo?

Fazer disso um motivo de preocupação e aporrinhação é uma coisa um tanto quanto exagerada. Que tal deixá-la gastar seu dinheiro como bem entender? Se ela conseguir um contrato com uma TV ou uma grande marca, ótimo. Se, por acaso, sumir do mapa e voltar definitivamente para a vida anônima, tanto faz. Não teremos perdido nenhuma grande artista.

Acredite, você continuará vivo, com saúde e pagando seus boletinhos.

http://r7.com/u4Wb