fatima Fátima Bernardes, um pedido: pare de fazer a dancinha

Fátima gosta de dançar (Foto: Rede Globo/Alex Carvalho)

Querida Fátima,

Devo dizer que não sou muito fã do Encontro com Fátima Bernardes. Desde a estreia e até a edição de hoje acredito que a atração ainda não se encontrou (com trocadilho), mas tudo bem. A questão aqui não é essa e nem se coloca em cheque sua capacidade profissional. Talvez o horário seja mesmo ingrato, talvez as pessoas não queiram ficar vendo programas de debate, talvez eu não seja o público alvo, ou sei lá mais o quê.

Fátima, você sabe que é uma grande jornalista, apresentou o Jornal Nacional durante anos, fez coberturas importantes e está onde está porque fez por merecer. Não há discussão sobre isso. Mesmo no seu programa atual, a coisa já melhorou bem. Você está mais solta, mais segura e mais à vontade.

Mas, Fátima, por favor, será que rola de parar de fazer a dancinha? Pode ser até um problema meu, mas é que dá uma vergonha alheia fora de todos os parâmetros. Sei que você foi bailarina, lembro daquele vídeo de fim de ano que você fez na Globo, mas as dancinhas no Encontro simplesmente não rolam. Nâo que você seja desajeitada para dar uns passinhos, mas é que me acostumei a vê-la atrás da bancada do JN e, do nada, vê-la dançandinho é um pouco demais. Sei lá, não combina e muitas vezes tenho a impressão de que nem você fica à vontade com isso. Então, talvez seja melhor dar uma paradinha.

E, Fátima, um último pedido: não tente mais dançar funk carioca. Não rola.

Um abraço.

http://r7.com/PI5I