Mal assessoradas, Emilly e Mayla torram grana e podem perder tudo

As irmãs do BBB (Foto: Reprodução/Globo)

Desde que saiu do BBB, Emilly ainda não deu uma bola dentro. Tem feito de tudo para aparecer, desde ir a festas a andar em shopping badalado para aparecer para os fotógrafos caçadores de celebridades. A notícia mais positiva que apareceu é a de que ela renovou contrato com a Globo, só que isso é normal em se tratando de vencedores do reality.

Nesta segunda, a imprensa falou que as gêmeas, junto de seu pai, alugaram um flat no valor de R$ 11 mil mensais. É uma grana alta, mesmo para quem acaba de receber R$ 1,5 milhão. A intenção da família é apostar na carreira artística das gêmeas, especialmente de Emilly, que já falou que quer ser atriz ou o que mais aparecer pela frente. Cantora, talvez?

O fato é que não há muitos trabalhos aparecendo para a dupla a não ser algumas aparições em festas e mostrar no Instagram presentes recebidos de empresas. Para tentar remediar a situação, as irmãs contrataram, segundo o jornal Extra, a equipe que assessora o ator Paulo Gustavo. É uma boa medida? Talvez. Há dois problemas aqui: um é que esta assessoria deve ser bem cara e R$ 1,5 milhão não dura para sempre. Quer dizer, tem que entrar algum trabalho bem rentável rapidamente. Principalmente para quem gasta R$ 11 mil apenas em aluguel, fora toda o resto da ostentação. O segundo problema é que Emilly não é exatamente o Paulo Gustavo. Muita gente não gosta do ator/comediante, mas não dá para negar que ele tem talento para fazer rir, tanto é que seu personagem nos filmes Minha Mãe É Uma Peça é um grande sucesso. Até comerciais ele já está fazendo com sua dona de casa divertida.

Enfim, até o momento, Emilly (e a pochete Mayla) vão trilhando um caminho perigoso já desbravado por outros BBBs que se deram mal na vida. As duas terão de mostrar talento e ter uma dose de sorte para sair dessa.

Acompanhemos.

http://r7.com/RseG