danilo Num absurdo total, Danilo Gentili dá vodca para Maisa beber durante entrevista

Danilo Gentili deu vodca para Maisa tomar (Foto: Reprodução/SBT)

No programa do dia 9, Danilo Gentili levou ao seu programa Maísa. Você sabe: ela é menor de idade. Tem 15 anos. Pois bem: a garota foi lá dar sua entrevista para o tal do humorista. Conversa vai, conversa vem e chega o momento em que Maisa pega a caneca e toma um gole. O que ela espera que tenha ali? Água, um suco, um refrigerante. Algo do tipo, certo? Acontece que tinha álcool. Vodca, para ser mais preciso. A menina não teve outra opção a não ser cuspir o líquido de volta.

Na sequência, Danilo admitiu que havia colocado a bebida na caneca, mas disse também que havia trocado os recipientes sem querer. Teoricamente, a caneca com vodca era para ser a dele. Mentira, claro. No momento em que Maisa tomou seu primeiro gole e fez careta, pessoas no estúdio já estavam dando risada. Quer dizer, sabiam que a "brincadeira" iria acontecer.

Maisa, rindo, disse: "Vai dar merda!". O apresentador, por sua vez, soltou um "pessoal, foi sem querer que nós trocamos a caneca". Maisa voltou a falar: "Eu senti um gosto de álcool. Eu não estou acreditando que isso aconteceu aqui nessa emissora que eu tô desde pequenininha". Enquanto isso, Gentili dava risada depois daquele "feito".

Talvez o apresentador não saiba, parece que não, mas dar álcool a menores de idade é crime. É proibido por lei. E ele ainda fez isso na televisão, na frente de um monte de pessoas.

Com isso, segue o baile e continuamos a ver Maisa sofrer mais bullying, como aconteceu há alguns meses naquele caso envolvendo Silvio Santos e aquele garoto que apresenta um telejornal na emissora. Agora foi a vez de Danilo dar sua "zoadinha" com a garota, tudo na maior cara de pau possível.

É inacreditável. E ser contra isso não é ser "politicamente correto". É apenas observar um absurdo total que é dar bebida alcoólica para uma menor de idade. Neste caso, num programa de TV. Seria bom acontecer alguma investigação sobre isso, porque o que se viu foi um crime. E em rede nacional.

http://r7.com/Kgri