rachel Rachel Sheherazade tenta salvar William Waack e só piora a situação

Rachel não cansa de falar bobagens (Foto: Reprodução/SBT)

Tem algumas pessoas na mídia que não cansam de passar vergonha e nem de dizer bobagens por aí. Agora é a vez de Rachel Sheherazade voltar com suas besteiradas. Ela é especialista nesse assunto. A apresentadora do SBT escreveu em seu perfil no Facebook o seguinte:

"Um dos jornalistas mais brilhantes da TV brasileira foi o último alvo dos fundamentalistas da moral seletiva. Caiu na armadilha pérfida dos coleguinhas invejosos, esquerdistas acéfalos e medíocres de todas as nuances. O "hipocritamente correto" venceu mais uma vez. Feriu de morte o brilhante Paulo Francis, atropelou Boris Casoy, trapaceou Reinaldo Azevedo e agora condenou à execração pública William Waack. E o jornalismo brasileiro fica a poucos passos da total acefalia".

Rachel tenta politizar algo onde não há política nenhuma. Como se sabe, Waack expunha boa parte de suas opiniões no Jornal da Globo e é visto como alguém mais ligado à direita. Foi muito favorável ao impeachment de Dilma Rousseff e defendeu as reformas de Temer. Tudo isso faz com que não seja bem visto por quem se identifica com a esquerda. Isso é absolutamente verdade. Assim como é verdade que Rachel é uma conservadora, daquelas que pedem para "adotar um bandido" e que defendem que a população faça justiça com as próprias mãos.. Quer dizer, ideologicamente falando, ela está bem próxima de William. Assim, se sente no direito de defendê-lo, não importando os motivos.

Acontece que nada disso tem a ver com o caso do vídeo que vazou nesta quinta (9) e que mostra o jornalista soltando uma frase racista. O que aconteceu ali foi um crime, já que discriminação racial, segundo a legislação brasileira, é sim um crime. Não importa se ele disse o que disse fora do ar. Ele fez o comentário num espaço público, em que outras pessoas estavam lá. Não imaginava que aquilo poderia vazar.

Assim, Waack não caiu porque foi "vítima do politicamente correto", como escreveram por aí. O que ele falou foi errado e todo mundo sabe disso. A defesa de Sheherazade, portanto, é totalmente descabida. William é sim um jornalista famoso, dizem que muito culto e inteligente, como a apresentadora do SBT relata. Mas o que fez é imperdoável. E isso não tem nada a ver com política, com esquerda ou direita. Tem a ver com justiça.

http://r7.com/fcIG