Tudo bem um autor ou canal fazer campanha a respeito de um determinado assunto seja para enaltecer ou combater algo. É o que Glória Perez vem fazendo em

nanda Tráfico humano não justifica falhas de Salve Jorge

Morena é vítima de tráfico de pessoas (Divulgação/Globo)

Salve Jorge, onde denuncia o tráfico de mulheres e bebês. Para isso, além dos personagens envolvidos, a novela também mostra depoimentos de pessoas que foram tiradas de suas famílias ainda pequenas e mulheres obrigadas a se prostituir em outros países.

Tudo muito bonito e válido, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, já dizia o poeta. Salve Jorge, do ponto de vista artístico, é uma novela fraca. Ponto. Tem personagens que não emplacaram, não tem um bordão na boca do povo e sofre com falta de carisma. Só o que pegou de fato foi a música do Roberto Carlos. Não dá para apagar estes elementos justificando pelo lado de que o programa presta um serviço público.

Glória Perez é famosa por fazer este tipo de ação em suas novelas e é um jeito de também de tentar atrair atenção para seu produto. O que é justíssimo, veja bem. O que não dá para aturar é a lenga-lenga e apoiar todo o trabalho dizendo que “há crimes sendo solucionados” e que “a polícia desmonta esquema de tráfico de pessoas” por causa do que é mostrado na novela. Uma coisa não pode justificar a outra e nem servir como desculpa por eventuais falhas na trama.

Salve Jorge tem é que efetivamente cair na boca do povo, o que não vem acontecendo. E isso só se faz com boas histórias e personagens, coisa que a novela ainda está devendo.

http://r7.com/VX47