TV

Publicado em 16/07/2015 às 09:15

Band esclarece suposto caso de preconceito de Ana Paula Padrão no MasterChef

anapaula1 Band esclarece suposto caso de preconceito de Ana Paula Padrão no MasterChef

Ana Paula conversa com Iranete (Foto: Reprodução/Band)

Nesta quarta (15), publiquei este texto sobre a repercussão de uma frase que Ana Paula Padrão disse para Iranete no MasterChef e que foi interpretada por muitos internautas como preconceituosa. A assessoria da Band entrou em contato com o blog para esclarecer que não houve preconceito no comentário da apresentadora. O que rolou foi uma questão na edição, que teve cortes e acabou não mostrando tudo o que aconteceu.

Na versão que foi ao ar, Ana Paula diz para a participante eliminada "você é tanto quanto qualquer um de nós". Internautas acreditaram que ela disse isso apenas pelo fato de Iranete ser empregada doméstica e nordestina. Na explicação da Band, o trecho que não foi ao ar mostra Iranete afirmando que se sentia inferior aos outros competidores e a tal frase de Ana Paula surgiu a partir desta fala da participante. Assim, fica claro que não houve nenhum preconceito da apresentadora e que sua frase acabou ficando solta por causa da edição.

O trecho completo está no site da Band para quem quiser ver.

Imprimir:

TV

Publicado em 15/07/2015 às 12:21

Concurso das bailarinas do Faustão é racista?

Pelo jeito hoje é o dia dos preconceitos. A BBC soltou uma nota relatando que muitas mulheres reclamaram no Facebook desta imagem abaixo. Veja:

bailarina2 Concurso das bailarinas do Faustão é racista?

 

Com esta foto, muita gente passou a acusar a Globo e o próprio concurso de ser racista. A questão é que a imagem mostra apenas mulheres brancas e quase todas loiras. E que deixa negras de fora. A repercussão foi forte e a Globo até soltou uma nota dizendo que não há nesta competição nenhum tipo de preconceito.

O que parece estar acontecendo, é o uso de uma imagem específica para causar uma celeuma que não tem muito sentido. Na foto abaixo, que mostra as participantes do concurso, dá para ver que há sim negras no grupo. Veja e tire suas próprias conclusões:

bailarina1 Concurso das bailarinas do Faustão é racista?

Imprimir:

TV

Publicado em 15/07/2015 às 11:43

Ana Paula Padrão é acusada de preconceito no Masterchef

anapaula Ana Paula Padrão é acusada de preconceito no Masterchef

Ana Paula Padrão se despede de Iranete (Foto: Reprodução/and)

A edição desta terça (14) do MasterChef teve a eliminação de Iranete, que é uma empregada doméstica. Ela foi arriscar a sorte no reality culinário da Band e conseguiu chegar longe, passando por várias eliminatórias. Mas acabou não seguindo adiante, o que provocou muito choro.

Como sempre acontece nas eliminações, Ana Paula Padrão conversou com a participante após sua desclassificação. Na despedida, a apresentadora disse "você não está se sentindo menor do que ninguém, né?". E completou "você é tanto quanto qualquer um de nós".

Esta última frase gerou uma grande repercussão, principalmente no Twitter, com muita gente considerando que rolou aí um preconceito forte. A interpretação das pessoas é que Ana Paula só disse isso pelo fato de Iranete ser uma empregada doméstica e nordestina. E que se fosse para um outro participante qualquer, ela não falaria algo assim.

O que você acha? Foi preconceito da Ana Paula ou o pessoal da internet está pegando pesado demais? Diga aí nos comentários.

 

Imprimir:

TV

Publicado em 14/07/2015 às 12:37

Zorra Total antigo continua vivo em Babilônia

clovis Zorra Total antigo continua vivo em Babilônia

Norberto e Clovis numa das cenas "engraçadas" da novela (Foto: Reprodução/Globo)

Pode não parecer, mas Babilônia tem momentos de humor. Ou, pelo menos, tenta. Essa parte que era para ser mais engraçada tem os personagens de Marco Veras (Norberto), Clovis (Igor Angelkorte) e até um pouco do Luis Fernando, vivido por Gabriel Braga Nunes. Também entram aí na equação Maria Clara Gueiros e Arlete Salles.

Bem, você lembra do Zorra Total antigo, certo? Aquele antes da reformulação que sofreu recentemente. Pois bem, eram piadas baseadas em bordões e quando a coisa começava você já sabia como ia terminar. Uma tristeza só. E Babilônia vai pelo mesmo caminho. As briguinhas e disputas entre Norberto e Clovis são das coisas mais chatas da novela. É tudo muito ruim, piadas fracas, diálogos bobos, enfim, parecem duas crianças de nove anos. Claro, a culpa do texto não é deles, e sim dos autores. Gilberto Braga, um dos três escritores da história, já disse que nunca havia feito humor em novela antes e dá para perceber bem isso. As situações simplesmente não fluem e fica aquela coisa indo e vindo em todo capítulo e o que era para fazer você rir acaba sendo um martírio. E ainda entra nesta equação Gabriel Braga Nunes. O ator já mostrou que não tem o menor talento para causar risos e é até patético vê-lo nessa situação. Quando ele entra numa cena com Marco Veras e Igor, que é para ser de humor, não sai nada. Gabriel já é dureza interpretando um galã, mocinho ou coisa do tipo, imagine tentando causar alguma risada no espectador. Não rola. E Maria Clara Gueiros, que é engraçada de verdade, acaba sendo subaproveitada, aparecendo de vem em nunca.

A única que se salva de verdade nessa salada toda é Arlete Salles, que interpreta a destrambelhada mãe do prefeito (Marcos Palmeira). Ela sim consegue causar risos apesar de ter de contracenar com atores que não têm a menor sinergia com ela. Assim, acaba jogando sozinha.

Então é assim, pensa que o Zorra Total das antigas acabou? Que nada, é só ver Babilônia.

Imprimir:

TV

Publicado em 13/07/2015 às 11:08

Banda Scalene escancara playback na final do Superstar

scalene Banda Scalene escancara playback na final do Superstar

O vocalista da banda Scalene (Foto: Reprodução/Globo)

Duas vezes na mesma temporada foi um pouco demais, hein? Desde o ano passado que se fala sobre o playback no programa musical da Globo, que nega. Mas depois de duas falhas técnicas na mesma temporada fica difícil de encobrir. Dessa vez o defeito aconteceu em plena final, com a banda Scalene, que se sagrou vice-campeã

O vocalista Gustavo Bertoni começou a música A Luz e a Sombra, com sua própria voz. O que se sabe é que a parte vocal é sempre ao vivo, mas não os instrumentos. E foi exatamente aí rolou o problema. O som do teclado não entrou e o cantor disse no microfone: "Eu preciso do playback, galera". Quer dizer, mais claro do que isso não precisa, né? Logo em seguida, entrou o som.

Quando acabou esta apresentação do Scalene, Fernanda Lima e Gustavo tentaram contornar a situação. Ele disse que havia entrado dois compassos à frente. Bom, já se sabe que não é isso, certo? No vídeo que está na internet, a Globo cortou tanto o pedido do vocalista como a conversa final com a apresentadora.

Bandas que estiveram na primeira temporada já disseram que realmente rola um playback dos instrumentos. Eles são gravados previamente para evitar que haja qualquer problema durante o programa, que é ao vivo.

O Superstar é um programa interessante, que dá espaço para bandas. Não se sabe ainda se haverá terceira temporada, mas se rolar, seria bom corrigir esse problema. Ou assume de vez o playback dos instrumentos — e não vejo problema em se fazer isso — ou cria-se uma maneira de as bandas tocarem realmente de verdade. Poderia ser feito um esquema parecido com o que rola no programa Música Boa Ao Vivo que, inclusive, é apresentado pelo jurado Thiaguinho.

Imprimir:

TV

Publicado em 13/07/2015 às 08:55

No caso Marieta Severo, Faustão mostra quem realmente é

faustao No caso Marieta Severo, Faustão mostra quem realmente é

Fausto Silva no programa deste domingo, dia 12 (Foto: Reprodução/Globo)

Há duas semanas, Marieta Severo foi ao programa do Faustão e respondeu a uma pergunta dele sobre a crise pela qual passa o Brasil. O apresentador disse que somos "o país da desesperança". A atriz deu uma resposta que surpreendeu a muita gente e que, certamente, não era a que Fausto esperava. Marieta falou que passamos sim por uma crise, mas que houve muitos avanços no Brasil nos últimos anos. Tudo numa boa, sem briga nem nada.

Neste domingo, dia 12, depois da repercussão que a declaração da atriz teve na mídia, Faustão voltou ao assunto. Ele disse que "ela respondeu do jeito que pode responder, do jeito que ela quis responder. Ela não discordou. Você discorda quando existe debate. Um dá uma opinião e o outro dá a sua opinião. Aí, quando faz uma pergunta, a pessoa responde a pergunta. O problema é só entender", falou.

E é isso aí mesmo. Fausto Silva foi muito bem nesta sua fala, que deixa claro quem realmente é. Apesar de ter levado sim uma invertida, mostrou que não tem nenhum problema com isso e que, acima de tudo, tanto no pessoal quanto no profissional, seu programa está aberto para as mais variadas opiniões. O que é legal. Ele mesmo já falou algumas coisas que foram até mesmo contra a Globo, o que mostra que ele ainda tem um lado do Faustão antigo, aquele do Perdidos na Noite.

Imprimir:

TV

Publicado em 08/07/2015 às 09:37

Sandy tentou, mas Claudia Leitte continua imbatível como a pior jurada de reality musical

claudia Sandy tentou, mas Claudia Leitte continua imbatível como a pior jurada de reality musical

Claudia Leitte no The Voice (Foto: Reprodução/Globo)

Olha que a Sandy se esforçou nesta temporada de Superstar. Começou muito mal como jurada, mas até que foi melhorando e chega ao final do programa até que bem. Thiaguinho competiu fortemente com Sandy no quesito "não sei muito bem o que dizer", só que ninguém ainda conseguiu tirar o título de Claudia Leitte.

A cantora está confirmada no júri da próxima temporada do The Voice Brasil e certamente manterá a coroa e o cetro da ruindade. O que é até bom para o programa, veja bem. Muita gente assiste ao The Voice só para ver as barbaridades que Claudia pode fazer a cada episódio. Suas dancinhas exageradas, caras e bocas, choro, tudo contribui para o aumento da vergonha alheia. E tem gente que é extremamente viciada em vergonha alheia.

Claudia sofreu uma competição forte nesta temporada do Superstar. Sandy e Thiaguinho falaram muita besteira, erraram bastante e em vários momentos se repetiram ao dar opiniões. Mas não chegaram a causar os constrangimentos totais que Claudia nos dá semanalmente quando o The Voice está no ar. Houve até rumores de que ela fosse sair da bancada do reality, o que não aconteceu. Quem rodou foi Daniel para a entrada de Michel Teló, que é um sujeito que me parece bem comedido e que saberá dar opiniões interessantes.

Assim, teremos mais uma vez Claudia Leitte para nos "divertir". E também Carlinhos Brown, que vem logo atrás da moça.

Imprimir:

TV

Publicado em 07/07/2015 às 11:49

Nem remédio tarja preta salva Regina da chatice total

regina Nem remédio tarja preta salva Regina da chatice total

Regina, não adianta fazer coraçãozinho com a mão (Foto: Reprodução/Globo)

Muita gente reclamou da histérica e gritalhona Regina, personagem vivida por Camila Pitanga em Babilônia. Sem nenhum senso de absurdo, a moça brigava com todo mundo, xingava, dava tapa, desacatava a polícia e por aí afora. Chegou a um ponto em que não só os personagens da trama suportavam Regina, mas também os espectadores. A heroína da trama não conseguia cativar ninguém e, pior, acabava espantando as pessoas, fazendo a audiência já ruim ficar pior ainda.

Eis que nos últimos dias temos visto uma mudança total no comportamento de Regina. Ela não trabalha mais na praia, ajudou a montar — e gerencia — um restaurante, vê suas inimigas na rua e não faz barraco, mudou o penteado para algo mais clássico e contido e usa roupas mais recatadas um pouco. Dá para ver que começou a mudança que a levará à redenção total.

Acontece que mesmo sendo praticamente revirada do avesso, Regina continua uma baita de uma chata de galochas (boa essa expressão, né?). Agora, posando de educada e calminha, as cenas com ela tornaram-se insuportavelmente açucaradas, com frases do tipo "ah, é sempre bom quando a gente corre atrás dos sonhos", "gente, nem acredito que eu virei notícia" (referindo-se à inauguração do restaurante).

Muita gente acha que o grande problema de Regina é o roteiro e é verdade. É uma personagem mal construída. Mas não é só isso. A atuação de Camila Pitanga também não ajuda. Desde o início da novela a atriz não conseguiu dar credibilidade ao seu papel. Nem sendo louca destrambelhada e nem agora, que tomou calmante ou algum remédio tarja preta.

Imprimir:

TV

Publicado em 06/07/2015 às 10:23

Fernanda Lima chama Paulo Ricardo de Carlinhos Brown no Superstar

paulo Fernanda Lima chama Paulo Ricardo de Carlinhos Brown no Superstar

Paulo Ricardo na edição deste domingo do Superstar (Foto: Reprodução/Globo)

Não, isso não foi um erro da apresentadora do programa na edição deste domingo (5). Fernanda realmente quis dizer isso. É que agora que o Superstar está em sua reta final, os jurados passam a dar explicações maiores sobre os votos que darão. Nesta altura do reality, os votos são dados apenas no final, depois que todas as bandas já se apresentaram. Assim, Thiaguinho, Sandy e Paulo Ricardo falam um pouco mais.

Acontece que Paulo gosta de se explicar bem. Daí, acaba roubando um pouco mais de tempo, explica daqui, levanta uma teoria dali e assim a coisa vai. Eis que, para dar uma cortada no cantor, Fernanda Lima diz, bem humorada: "vou chamar o Carlinhos Brown!". Como você deve saber, o músico baiano exagera um pouquinho em seus comentários no The Voice Brasil.

É claro que foi uma brincadeira, obviamente. Tudo bem que, às vezes, Paulo Ricardo é meio prolixo mesmo, mas ninguém na face da Terra consegue chegar perto de Brown. Pode ficar tranquilo, Paulo.

Imprimir:

TV

Publicado em 04/07/2015 às 11:57

Maju dá o troco nos racistas da internet

maju1 Maju dá o troco nos racistas da internet

Maju no momento de sua fala contra o racismo (Foto: Reprodução/Globo)

Nesta sexta-feira postei os ataques racistas que a moça do tempo do JN sofreu no Facebook. E ela, na edição de ontem do telejornal, deu o troco de uma maneira brilhante. Maju não se fez de vitimazinha, de frágil, de coitadinha. Nada disso. Pediu a palavra e falou isso:

"Tinha muita gente preocupada. Muita gente imaginou que eu estaria chorando pelos corredores. Mas a verdade é o seguinte, gente. Eu já lido com essa questão do preconceito desde que eu me entendo por gente. Claro que fico muito indignada e triste com isso, mas eu não esmoreço, não perco o ânimo, que acho que é isso o mais importante. Eu cresci numa família muito consciente, de pais militantes que sempre me orientaram. Eu sei dos meus direitos, né?! Então, acho importante essas medidas legais serem tomadas, até para evitar novos ataques a mim e a outras pessoas, né?! Eu acredito que isso é muito importante".

A apresentadora termina seu discurso agradecendo a todas as manifestações de apoio e carinho que recebeu, os emails e mensagens. Ela encerrou dizendo que "os preconceituosos ladra, mas a caravana passa".

Mesmo assim, um processo contra os racistas virá bem a calhar, né?!

Imprimir: