TV

Publicado em 29/10/2014 às 10:42

Zezé Di Camargo passa vergonha ao cantar em premiação

 Zezé Di Camargo passa vergonha ao cantar em premiação

Zezé e Luciano durante apresentanção no Prêmio Multishow (Foto: Agnews)

Fazia tempo que não via Zezé cantando ao vivo na TV e tive o desprazer de acompanhá-lo na noite desta terça (28) durante o Prêmio Multishow. Fiquei impressionado como ele está sem voz. O cara berrou e desafinou muito tentando alcançar aquelas notas mais altas, coisa que fazia até bem no passado. Deu uma certa vergonha alheia vê-lo ali daquele jeito. Sei que ele teve um problema de voz no passado, o que pode interferir um pouco até hoje, mas então o jeito é cantar de uma maneira diferente, não?

Mas Zezé não foi o único. A participação dos sertanejos em geral não combina nada com este tipo de premiação, que é mais pop. Até dá para imaginar boa parte do júri ali presente e do público vociferando contra estes artistas. Entendo o espaço dado às duplas e cantores deste gênero, afinal são os maiores vendedores de discos e shows no Brasil. Além do que, vários ali são da gravadora da Globo, que também é dona do canal a cabo. Uma coisa leva à outra. Mas não venha me dizer que eles combinam com o Prêmio Multishow, porque não combinam mesmo.

Por exemplo, ver Gusttavo Lima cantando aquela aberração que é Balada Boa (Tchê Tchê Rere) é um negócio impensável. A canção é patética e sua letra absolutamente ridícula. Luan Santana também não fica atrás.

Enfim, a participação dos sertanejos na premiação foi uma coisa bem estranha. Foi algo para esquecer.

Imprimir:

TV

Publicado em 28/10/2014 às 16:13

Assim como o Pânico, CQC também precisa se reinventar

marcelo Assim como o Pânico, CQC também precisa se reinventar

Está na hora de uma mexida no CQC (Foto: Divulgação/Band)

Já vamos estabelecer o seguinte: gosto bastante do CQC e me divirto com vários de seus quadros. Tudo certo com relação a isso? Mas o título acima realmente é o que acho que o programa precisa fazer: reinvenção total. A atração da Band estreou há alguns anos com um tom bem mais crítico e contestador do que o que estamos vendo atualmente. Desde a temporada passada o CQC perdeu um pouco sua capacidade de atacar instituições, governos e tudo o que considera errado. Não estou dizendo que isso não exista mais no programa. Há sim, mas com um volume e acidez bem menores.

O que dá para perceber hoje em dia, é que o CQC enveredou mais pelo humor, o que perde um pouco da graça. Mesmo quando parte para cima de políticos, fica quase sempre parecendo que é uma reunião de compadres. Os repórteres fazem suas piadas daqui enquanto que os políticos fazem também suas tiradinhas espertas do outro lado. Fica um troca-troca de engraçadinhos.

Na bancada a coisa também anda meio sem força. Como escrevi outro dia, Dani Calabresa não tem conseguido se sobressair, embora seja uma ótima comediante. E o Marco Luque já entregou o jogo faz tempo, sempre com piadas bem fracas que chegam até a constranger Marcelo Tas.

Então, não tem muito jeito e a mudança tem que acontecer mesmo. Acho que um 2015 igual ao que estamos vendo neste ano pode ser fatal para o CQC.

Imprimir:

TV

Publicado em 27/10/2014 às 13:18

Panicats fingem ter medo na Fazendinha do Pânico?

 

panicats2 Panicats fingem ter medo na Fazendinha do Pânico?

As panicats tomando sustos (Foto: Reprodução/Band)

Esse quadro novo do Pânico, que faz uma paródia de terror da Fazenda, foi criado para zoar as pobres panicats. Elas foram colocadas numa fazenda e ficam realizando provas durante o dia e, à noite, são aterrorizadas por seres que surgem na escuridão. Em linhas gerais é isso.

E a pergunta que não se cala é: será que as panicats são tão bobinhas a ponto de sentir todo aquele medo que mostram na frente das câmeras? As moças se descabelam, saem correndo, berram de medo e choram toda vez que alguma coisas "estranha" surge no meio do caminho. Será que há condições de alguém em sã consciência acreditar nessas brincadeiras de medo? Mesmo para as panicats a reação parece bem exagerada.

As garotas já estão lá para participar de um quadro do programa, certo? Certo. Elas não desconfiam nem um segundo que tudo aquilo que surge para assustá-las é algo feito pelo programa? Claro que sabem. Daí fica difícil de embarcar na brincadeira, já que a impressão geral é que tudo não passa de um grande fingimento. Tudo armado para fazer o espectador embarcar na coisa toda.

O quadro até tem umas coisas divertidas, umas sacadinhas e tal, mas acreditar que as garotas estão com medo é realmente pedir demais do espectador

Imprimir:

TV

Publicado em 24/10/2014 às 11:02

Claudia Leitte tem que parar de sensualizar com os candidatos do The Voice

claudia1 Claudia Leitte tem que parar de sensualizar com os candidatos do The Voice

Claudia dando uma sensualizada básica (Foto: Reprodução/Globo)

Tudo bem que é uma estrategiazinha e também serve para fazer o povo dar risada, mas Claudia Leitte exagera bem quando o assunto é sensualizar com os candidatos do The Voice. Veja se concorda: a mulher vai lá para os caras, faz beicinho, rebola, dança do lado do cara, mostra o decotão até o umbigo e por aí vai.

Acho meio chato esse tipo de brincadeira quando passa dos limites. E Claudia já passou faz tempo e aí a coisa começa a ficar chata. Fica muito repetitivo e toda hora você sabe o que é que ela vai fazer. E isso não é apenas privilégio da cantora, os outros jurados também vão pelo mesmo caminho, mas Claudia é a que mais se repete. Na edição desta quinta (23), quando apareceu o candidato Ricardo Diniz, por pouco que não acabou sendo pedido em casamento pela moça. Foi por um triz.

Outra coisa que foi ruim ontem: foi uma candidata, que não me lembro o nome, que cantou muitíssimo bem. Acontece que nenhum dos jurados virou a cadeira. Quando acabou a apresentação, viram a moça e imediatamente se arrependeram de não terem aprovado. Aí cada um ficou dando uma desculpa mais esfarrapada que o outro para a garota. Quando é assim, o melhor mesmo é ficar quieto e dizer "amiga, ano que vem você volta". Fica menos feio.

Imprimir:

Publicado em 23/10/2014 às 15:02

Nas próximas eleições, vote KLB; assim nos livramos da banda

 Nas próximas eleições, vote KLB; assim nos livramos da banda

E a banda voltou

Outro dia saiu a notícia de que os irmãos KLB retomaram as atividades musicais depois de anos afastados. Há uma explicação para isso: Leandro, um dos integrantes era deputado estadual. Ele tentou se reeleger (ou se eleger, já que sua vaga era de suplente) este ano e não conseguiu. Daí, o resultado é esse que a gente viu: os três anunciaram a volta do KLB.

Sério, quem precisa dessa banda a esta altura do campeonato? O grupo fez grande sucesso há uns seis ou sete anos com um monte de músicas bem ruins. Algumas versões e outras compostas por eles próprios. Eles até podem ser bons músicos, têm técnica, mas a melação e a breguice impera soberana. E comparando os três com artistas mais novos como One Direction, Miley Cyrus e outros, eles já se parecem com tiozinhos do passado tentando resgatar os tempos de glória. Simplesmente não rola.

É por essas e outras que seria melhor que rolasse uma reeleição de um ou dois deles. Assim, pelo menos, nossos ouvidos não seriam maltratados.

Imprimir:

TV

Publicado em 22/10/2014 às 10:41

Homofobia torna Enrico o personagem mais idiota de Império

enrico Homofobia torna Enrico o personagem mais idiota de Império

Enrico e seu acesso de fúria (Foto: Reprodução/Globo)

A crise vivida por Enrico, personagem interpretado por Joaquim Lopes, é uma das coisas mais exageradas já vistas numa novela. O rapaz tem aversão a gays e pirou completamente quando soube, apenas recentemente, que seu pai é homossexual. Ok, isso pode ser chocante para muita gente, mas vamos combinar que estamos no século 21 e Enrico é um sujeito moderno, esclarecido, bem criado e era mais do que esperado que sua atitude fosse outra. Até porque vive no meio de gente que tem uma opinião bem diferente da sua, inclusive sua noiva. Era de se esperar uma certa tolerância por parte dele, mas o garotão mimado é bem estranho.

No capítulo que foi ao ar nesta terça-feira (21), Enrico bateu num travesti que apareceu em sua despedida de solteiro, num ato extremo de homofobia. Daí em diante, ficou doido, saiu andando, berrou na praia, ficou se esfregando no chão e dormiu ali mesmo. É bem provável que lá para frente descobriremos que ele é também gay e apenas estava tentando fugir disso. O engraçado é ver a reação do Comendador, que quer aplicar um corretivo no rapaz para ver se toma jeito, tamanho exagero do novinho. Veja bem, isso tudo ele faz um dia antes de seu casamento, o que deixa seu futuro sogro ainda mais maluco. Além disso, o Comendador, que é teoricamente um cara durão e rústico, tem uma aceitação gigantesca em relação aos gay, coisa que não se vê no boyzinho.

Claro que existem casos muito piores que o de Enrico na vida real. Mas, veja bem, estou falando de uma novela e de um personagem que tem tons exagerados em suas atitudes. Enrico é escrito de uma maneira que procura exacerbar a homofobia e causar o máximo de polêmica possível. Apenas isso.

Imprimir:

TV

Publicado em 21/10/2014 às 13:38

Faustão é o apresentador mais odiado do Brasil?

faustao Faustão é o apresentador mais odiado do Brasil?

De que lado você está? (Foto: Divulgação/Globo)

Foi grande a repercussão do post em que José Mayer diz que Fausto Silva é ruim. É só ver o número de comentários e o seu teor. Na maioria esmagadora as pessoas tendem a concordar com o ator e falam com todas as letras que não suportam o apresentador.

E é mesmo engraçado notar isso, esse comportamento das pessoas. É que há anos Fausto Silva é líder de audiência. Pode perder o posto volta e meia, mas é bem claro que tem um público cativo que o acompanha  sempre nestes mais de 20 anos de Domingão do Faustão. Acontece que o índice de rejeição do apresentador parece ser tão grande quanto o de admiradores. Em geral, os detratores o acham mal educado, sem graça e que não deixa os convidados falar. Tem ainda uma outra parcela de gente que acredita que o apresentador é repetitivo demais e que já teria passado da hora de seu programa acabar.

O fato é que Faustão está cravado na história da TV brasileira. Ele começou como jornalista esportivo e acabou indo apresentar o Perdidos na Noite. Seu jeito engraçado e debochado são os responsáveis por tê-lo colocado à frente de um programa. Seu estilo chamou muito a atenção e depois de Band e Record, foi parar na Globo. Por lá, inicialmente, manteve tudo o que o fez famoso, mas já não estava no horário noturno, mas sim na tarde de domingo. Quer dizer, o lado desbocado e mais descontraído teve de ceder espaço para um aspecto mais, digamos, familiar. E aí é que está o problema: o jeito mais leve e voltado "para todos" acabou cristalizando a imagem do apresentador, que permanece até hoje nesta mesma fórmula.

Fora isso, tem mesmo que ser levado em conta as piadas repetidas, os quadros chatos que se perpetuam (quem aguenta Dança dos Famosos?), as falas sem sentido nas Vídeo Cassetadas e por aí vai. Claro que boa parte disso vem dos roteiristas do Domingão, mas onde fica a capacidade de improvisação de Fausto? Volta e meia, ele até promove alguns momentos de lucidez quando faz alguma crítica à política ou até mesmo à Globo. Mas fica nisso. Isso tudo, claro, sem falar nas camisas e jaquetas bizarras, né?!

E você, está do lado de quem curte o apresentador e seu programa ou engrossa o coro de quem o odeia? Deixe sua opinião nos comentários.

Imprimir:

TV

Publicado em 20/10/2014 às 14:15

José Mayer detona Faustão falando o que todo mundo pensa

mayer José Mayer detona Faustão falando o que todo mundo pensa

José Mayer, o sincero (Foto: Divulgação/Globo)

Há alguns dias o ator José Mayer deu uma boa detonada no Faustão. Numa entrevista rápida para a Rede TV, ao ser abordado por Vinicius Vieira fantasiado como o apresentador da Globo, Mayer soltou essa: "O Faustão já é ruim, você é pior ainda".

Não conheço Fausto Silva pessoalmente, só sei dele pelo que vejo na TV. Na minha opinião, Faustão já foi um apresentador legal no passado. Bem mais divertido, inteligente, irônico e escrachado. Atualmente faz lá aquelas piadinhas sem graça, volta e meia solta uma grossura ou outra com algum convidado e por aí afora. O que dá para notar, até nos comentários deste blog, é que o povo realmente não curte muitos aspectos do apresentador. É só impressão minha ou é isso mesmo?

No fim das contas, parece que Mayer disse o que todo mundo parece pensar mas não tem coragem de falar. Agora interessante mesmo vai ser quando o ator for convidado para aparecer no Domingão do Faustão falar de seu personagem em Império. Quer dizer, isso se ele chegar a ser convidado depois desse arroubo de sinceridade, claro.

 

Imprimir:

TV

Publicado em 17/10/2014 às 12:41

Elizângela, a eterna filha do trapalhão Zacarias

elizangela Elizângela, a eterna filha do trapalhão Zacarias

Lembra o Zacarias ou não? (Foto: Divulgação/Globo)

Ela está atualmente em Império num papel de não muito destaque, mas é uma atriz que todo mundo conhece há tempos. Elizângela só assina assim mesmo, com seu primeiro nome e isso já foi motivo de muita polêmica. É que a atriz, durante anos, foi tida como filha do trapalhão Zacarias. Olhando assim a foto dá até para ver mesmo uma certa semelhança entre ela e o comediante. A história só foi ficando cada vez mais cabeluda com o passar do tempo.

Essa conversa — ou boato — surgiu lá pelos anos 80 e dizia que Elisângela não apenas era filha de Zacarias como era brigada com ele. Tanto que nem usava o sobrenome do suposto pai e fazia questão de não ser ligada a ele de jeito nenhum.

Os anos passaram e a lenda continuava, com muita gente jurando que eles eram mesmo pai e filha. E o legal é que ninguém aparecia para desmentir e assim a coisa só ia aumentando. Até que um dia, enfim, alguém foi lá e perguntou. Elisângela deu uma entrevista ao Estadão há alguns anos e a repórter perguntou de onde surgiu o rumor. a resposta: "Sei lá! Que loucura, menina! Esse povo é maluco, né? Povo doido, que inventa umas coisas! Meu pai deve se revirar no túmulo!"

Apesar desta declaração, tenho certeza que muita gente ainda a vê na novela e fala na sala: "olha aí a filha do Zacarias".

Imprimir:

TV

Publicado em 16/10/2014 às 11:29

Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

claudia Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

Dona Claudia (Foto: Divulgação/Globo)

Uma coisa é fato: os concorrentes do The Voice são o que menos interessam atualmente. Na terceira temporada do programa, o que se vê ali é mais do mesmo: cantores e cantoras que se parecem com mais um monte de outros concorrentes do passado, uma imitação de Cássia Eller aqui, outra de Elis Regina ali e por aí vai.

No meu caso, assisto para ver as patetadas dos jurados, em especial Claudia Leitte e Carlinhos Brown. Talvez seja um pouco de vício em vergonha alheia ou algo assim. O fato é que presto muito mais atenção ao que acontece nas cadeiras do programa do que quem está no palco. Afinal, o vencedor do reality é alguém que aparece mais um pouquinho após o encerramento e depois ninguém mais ouve falar. Normal.

A grande competição atual é entre Claudia Leitte e Carlinhos Brown. Os dois conseguem produzir uma vergonha atrás da outra. Na semana passada, por exemplo, Brown começou a falar algum dialeto africano e foi embora. Na minha cabeça aquilo durou cerca de meia hora do programa. Foi um tempo infinito de constrangimento. Não quero nem saber ser era uma prece, um chamado para a guerra, um encantamento ou algo assim. O que importa é que fez muita gente se contorcer no sofá.

E a Claudia é aquela coisa, né? Sempre dá um jeito de se superar. Na semana passada também aprontou das suas com aquelas caretas de quem está sentindo a música entrar pelos seus poros. Também apertou o botão com a perna, usou um penteado igual ao da Jennifer Lopez, fingiu que estava andando em câmera lenta e assim foi.

De vez em quando, Lulu Santos também dá um jeitinho de nos dar uma vergonhazinha. Mas comparando com os dois acima, perde de goleada. O Daniel, então, é o homem mais discreto do mundo. Praticamente uma estátua.

carlinhos Claudia Leitte ou Carlinhos Brown: quem nos causa mais vergonha alheia?

Seu Carlos (Foto: Divulgação/Globo)

Imprimir:
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com