TV

Publicado em 01/08/2014 às 15:31

Lá vem o Faustão com aquela chatice de novo

faustao Lá vem o Faustão com aquela chatice de novo

Faustão, para com esse quadro, vai (Foto: Reprodução/Globo)

Dança dos Famosos! Quem é que gosta desse negócio, me fala? É um dos quadros mais vergonha alheia do programa e é, possivelmente, o que sempre causa aquele contorcionismo na poltrona, tamanho é o constrangimento.

O quadro sempre tem aqueles artistas que não sabem dançar absolutamente nada, certo? Aí vão lá, treinam até dizer chega, melhoram um pouco, se empolgam, mas a vergonha alheia não sai. Teve um ano aí que tinha o Kadu Moliterno, uma verdadeira aula de como não dançar. Mas estava lá, mandando ver. E os jurados não têm a manha de falar a real, afinal ninguém quer deixar o colega depressivo. Assim, mesmo quem é muito ruim acaba ganhando nota 8, às vezes até 9.

O Dança dos Famosos só não é mesmo pior do que aquele outro quadro que teve esse ano, o Artista Completão. Esse sim, uma verdadeira tragédia. Mas esse da dança também não fica muito atrás, não.

Imprimir:

TV

Publicado em 31/07/2014 às 16:47

Fofoqueiro gay de Paulo Betti não engana ninguém

betti Fofoqueiro gay de Paulo Betti não engana ninguém

Téo e sua ajudante (Foto: Divulgação/Globo)

Império começou bem e continua legal até aqui, mas uma coisa incomoda bastante: o jornalista fofoqueiro gay interpretado por Paulo Betti. O personagem se chama Téo e tem um blog famoso em que fala tudo sobre a vida dos famosos. É uma espécie de Crô, outro gay famoso das novelas criado também pelo autor Aguinaldo Silva na novela Fina Estampa, de alguns anos atrás.

O problema com Paulo Betti é que ele está um tanto quanto exagerado, um tom acima do que é necessário para o personagem. Clô também era exagerado, mas Fina Estampa é diferente de Império. A primeira tinha alguns elementos fantasiosos que não cabem na segunda, o que seria o mesmo que colocar Crô numa novela como Avenida Brasil, por exemplo.

Mas, felizmente, Betti é um bom ator e deve acabar encontrando o tom certo para o seu Téo dentro de mais algum tempo. Esperemos.

Imprimir:

TV

Publicado em 30/07/2014 às 15:16

Chay Suede ganhou o Oscar e não me avisaram?

chay Chay Suede ganhou o Oscar e não me avisaram?

Cadê o Oscar do Chay? (Foto: Divulgação/Globo)

O maior barulho deste início de Império, nova novela das nove da Globo, é em cima de Chay Suede. E há dois motivos: um é que a Globo e o ator fingem esquecer o passado em Rebelde e Ídolos. Mas isso já foi bastante comentado por aí. Então, vamos ao segundo motivo: Chay está sendo considerado como o novo Marlon Brando, o novo De Niro, o novo Dustin Hoffman e só não é chamado de a nova Meryl Streep por motivos óbvios. Minha proposta é: vamos com calma?

Chay fez realmente um bom trabalho nso primeiros capítulos de Império, conseguiu segurar a onda, mas também não é para tanto. O jovem ator foi bem, mas a imprensa vem dando um tratamento exagerado a ele. Talvez esse alvoroço venha da escassez de bons novos atores no mercado. Se você comparar Chay com gente como Caio Castro, por exemplo, realmente o ganho é gigantesco. Só que competir com Castro é quase como competir com uma porta ou uma maçaneta, né? O nível "Caio Castro" de expressão e interpretação é lá embaixo.

E aí, claro, Chay se sobressai, já que seus concorrentes saídos de Malhação são muito fracos. Mas o ator ainda tem muito a melhorar, muito a aprender. É, sem dúvida, promissor, tem carisma e já provou isso. Agora tratá-lo como o vencedor do Oscar de Melhor Ator já vai uma distância bem grande.

 

Imprimir:

TV

Publicado em 23/07/2014 às 10:46

Ao nos livrar da chata Tânia Mara, Império já nos presta um serviço

tania Ao nos livrar da chata Tânia Mara, Império já nos presta um serviço

Tânia Mara canta seu hit meloso em Em Família (Foto: Reprodução/Globo)

Se você não suportava a breguíssima cantora Tânia Mara e sua insuportável música — Só Vejo Você — na novela Em Família, está no meu time. A música é uma das coisas mais horrendas que o público já teve que aturar no horário nobre. Era aquela que embalava o romance de Clara e Marina e tocava sem parar, todos os dias, todas a semanas, por meses a fio. O motivo é fácil de entender: Tânia é mulher do diretor Jayme Monjardim. Ele, em toda novela que dirige, empurra sua respectiva goela abaixo dos espectadores. É o único jeito que ela consegue aparecer.

Tânia Mara consegue seus "hits" dessa maneira. Fica sendo martelada durante meses numa novela. A trama acaba e ela desaparece por uns dois, três anos, até Jayme voltar novamente para o horário nobre. Já aconteceu várias vezes e continuará assim, a menos que haja um divórcio no meio do caminho, claro.

Aliás, o clipe de Só Vejo Você é uma coisa patética. Entre os "destaques" temos a artista tomando banho de roupão. Assista e dê risada:

E com o fim de Em Família, que foi uma novela trágica em todos os sentidos, também nos livramos de Tânia. O alívio é grande. E o mais legal disso é que Império, a nova trama, começou bem. A história consegue prender o espectador, tem bons personagens, drama e vários acontecimentos em cada capítulo chamam a atenção do público. Aguinaldo Silva tem acertado a mão neste início. E um outro grande acerto de Império é sua trilha sonora. Nos livramos de Tânia Mara e ganhamos uma abertura com música dos Beatles. Além disso tem Carla Bruni, Paralamas do Sucesso e outras canções muito bem escolhidas.

É um belo ganho, principalmente se levarmos em conta que nunca mais teremos de ouvir a tal da Só Vejo Você.

Imprimir:

TV

Publicado em 21/07/2014 às 14:29

Morte de Laerte foi um fim tosco para Em Família

laerte Morte de Laerte foi um fim tosco para Em Família

Laerte e Luiza se casam (Foto: Reprodução/Globo)

Tudo bem que Em Família foi uma das piores novelas já feitas, mas até o Laerte merecia um final melhorzinho. Como assim o cara morre de um tiro daquela aluna loirinha? Qual o sentido nisso? Ela matou o sujeito só porque ele a fez de boba? Certo, é realmente um grande motivo para acabar com a vida de alguém. Se foi Manoel Carlos que pensou nisso, merece um troféu joinha.

É claro que Laerte não poderia ter um bom final. É que mesmo não sendo um vilão clássico de novela, era um vilão, em cima do muro, mas era. Então, tinha mesmo que pagar o pato no final das contas. Mas seria muito melhor se, por exemplo, ele fosse morto por Shirley. Ela poderia entrar naquela de "se não vai ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém". Faria muito mais sentido. Mas, provavelmente, o autor não quis incriminar uma personagem frequente da trama. E mais ainda: seria mais interessante se víssemos o sujeito ser morto por Helena. Mas isso é algo que jamais aconteceria.

Enfim, Em Família foi embora do jeito que chegou.

Imprimir:

TV

Publicado em 18/07/2014 às 14:36

Tata Werneck dá atestado de louca na busca pela audiência (e isso é bom)

tata Tata Werneck dá atestado de louca na busca pela audiência (e isso é bom)

Tata Werneck e sua maluquice (Foto: Divulgação)

Quando a Tata Werneck foi contratada para fazer novela, foi um lance meio estranho. Afinal, o grande público não conhecia seu lado atriz, já que ela era famosinha por suas palhaçadas na época da antiga MTV. E não é que ela foi bem em Amor à Vida? A personagem ficou meio chatinha da metade para o final, mas aí era culpa do roteiro. E quem era fã da Tata humorista de verdade, sem ser em novela, estava sentindo falta das suas loucuras.

Bem, a espera acabou após a estreia do programa Tudo Pela Audiência, do canal a cabo Multishow. Agora a gente voltou a ver a velha e boa Tata completamente alucinada. Ao vê-la apresentar a atração, a gente tem certeza absoluta que ela tem um — ou vários —  parafusos a menos. Ela divide o palco com Fabio Porchat, que é também muito engraçado, mas nada assim tão fora da curva quanto sua colega. Tata vira uma metralhadora giratória de piadas, gags, brincadeiras e provoca muita risada. Mais do que qualquer outro quadro, quem realmente prende a atenção é a moça.

Como bem disse Ricardo Alexandre, meu colega de blog, o programa se vende como uma crítica bem humorada aos programas de TV que buscam audiência de qualquer maneira. Como uma crítica, a atração falha, porque ela é isso mesmo: uma corrida louca atrás de audiência. Não critica absolutamente nada e está é atrás do maior número de espectadores possível. Nada contra isso, mas ficar se vendendo como uma crítica é conversinha. Mas tirando isso, é ótimo ver Tata Werneck de volta como o mundo (o Brasil, vai!) a conheceu.

Imprimir:

TV

Publicado em 14/07/2014 às 08:57

Galvão dá corte seco (e merecido) em Luciano Huck

gavao Galvão dá corte seco (e merecido) em Luciano Huck

Luciano Huck e Galvão Bueno durante o comentário do apresentador (Foto: Reprodução/Globo)

Quem assistiu ao programa do Luciano Huck neste sábado viu que o apresentador falou uma abobrinha sem tamanho. Ele simplesmente comparou a derrota do Brasil para a Alemanha ao 11 de Setembro, o famoso ataque terrorista que matou mais de três mil pessoas em 2001. Bem, não precisa nem dizer mais nada sobre a declaração, certo?

O comentário de Huck foi feito durante um link ao vivo com Galvão Bueno. Depois do comentário do apresentador, Galvão disse, meio sem jeito "é, mas lá o problema foi tão mais grave, de proporções completamente diferentes...".

É isso aí. Nem precisa dizer mais nada.

Claudia Leitte é deselegante em programa de TV

Pânico faz brincadeira de mau gosto com torcedores argentinos

 

Imprimir:

TV

Publicado em 11/07/2014 às 15:09

Deixem Fernanda Gentil chorar em paz, seus manés!

fernanda Deixem Fernanda Gentil chorar em paz, seus manés!

Fernanda chora no programa da Fátima Bernardes (Foto: Reprodução/Globo)

A repórter da Globo chorou no ar no programa da Fátima Bernardes, ao vivo, quando teve de falar da derrota do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo. Fernanda mostrou sua tristeza e decepção por conta da sapatada que levamos em campo. E o que aconteceu? Um bando de gente criticou a moça nas redes sociais. O argumento mais ridículo de todos foi o que ela chora por uma bobagem como futebol e não chora pelos problemas do mundo. Pode ter gente mais estúpida? Pois é.

Quem diz uma bobajada dessas é o mesmo tipo de gente que vai na abertura da Copa do Mundo e vaia Dilma. Veja bem: a pessoa está lá no estádio, na Copa que o governo botou grana para fazer e vaia a presidente. Se você não concorda com nada disso, se é contra o evento, se tem ódio do Estado ter investido em futebol, o que mesmo está fazendo na ABERTURA DA COPA? Para mim não faz sentido nenhum.

Da mesma forma não faz sentido azucrinar uma repórter só porque se emocionou com algo. É simplesmente patético. E foi ótima a resposta da Fernanda, mostrando que faz alguma coisa sim pelas pessoas que precisam. Veja o que ela escreveu: “Pelos problemas do mundo eu não choro, eu ajo! Aproveitem para conhecer a Caslu, minha associação beneficente. Ah e claro, quem critica, faço a pergunta: e vocês, fazem o que pelos problemas do mundo? Choram!? Não percam tempo chorando queridos, porque quem precisa tem pressa. Combinado? Muitos beijos".

Sem mais.

Imprimir:

TV

Publicado em 08/07/2014 às 12:42

Pânico passa do limite em pegadinha com torcedores argentinos

panico Pânico passa do limite em pegadinha com torcedores argentinos

A turma do Pânico e sua brincadeira "esperta" (Foto: Reprodução/Band)

Que o Pânico exagera a gente já sabe. Tem também sempre aquela discussão sobre os limites do humor, com gente dizendo que não dá para colocar amarras e que tem de se fazer qualquer coisa para arrancar uma risada das pessoas. Mas pera lá, né? Neste último domingo (6), o pessoal do programa foi meio longe demais numa de suas brincadeiras.

Eles foram até o Itaquerão para cobrir a partida entre Argentina e Suíça, pela Copa do Mundo. Aí, claro, foram zoar os argentinos, afinal não é Pânico se não fizer isso com nossos vizinhos. Tudo ia muito bem, com aquelas piadas previsíveis de sempre quando, de repente, a turma do programa decide fazer brigadeiros com estrume (sim, isso mesmo) e distribuir para a torcida argentina. Desavisadas, várias pessoas pegaram o "doce" e comeram. Em seguida vemos todos cuspindo o "alimento".

Sinceramente, precisa disso para fazer humor? Não estou aqui para discutir limites de nada, o Pânico já fez até coisa pior do que essa no passado, continua por aí até hoje e sabe as consequências que sofre (tendo de pagar indenizações aqui e ali). A única pergunta que fica na cabeça é: qual a graça disso? Alguém ri com esse tipo de brincadeira?

Imprimir:

TV

Publicado em 07/07/2014 às 15:47

Claudia Leitte é deselegante em programa de TV

claudia Claudia Leitte é deselegante em programa de TV

Claudia Leitte no programa do Luciano Huck (Foto: Reprodução/Globo)

Neste último sábado, Claudia Leitte foi ao programa do Luciano Huck. A moça cantou o tema da Copa do Mundo, o que já foi um troço meio estranho. É que Jennifer Lopez e Pitbull têm presença maior na canção, acontece que eles não estavam no programa. Assim, Claudia ficou lá dançando enquanto o público ouvia as vozes dos outros dois. Foi meio mico.

Mas o mais marcante mesmo foi o fato de Claudia, por duas vezes, mandar um "chupa, mundo!". A pergunta que não quer calar é: para quê mesmo? O Brasil não foi campeão do mundo ainda nesta Copa, então nem esse motivo existe para esta deselegância. Além disso, a Copa está uma festa danada, com um monte de gringos curtindo o país, com a brasileirada recebendo tudo mundo bem e tal. E aí, vem a Claudia Leitte e manda um "chupa, mundo"? Realmente não dá para entender o motivo.

O troço foi tão sem noção, que ninguém nem comentou nada sobre o tal "chupa". Luciano não disse uma palavra, nem Mônica Iozzi, que também estava participando.

Convenhamos, ninguém precisa dessa patriotada, né?!

Imprimir:
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com