Publicado em 11/04/2015 às 11h24

Autor dá 15 dicas para conquistar uma mulher

romeu julieta Autor dá 15 dicas para conquistar uma mulher

Beijo de Romeu e Julieta no filme de Hollywood: autor promete dicas para fazer o amor acontecer também na vida real - Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O escritor Eduardo Santorini jura de pés juntos ter uma fórmula infalível no jogo da conquista. Pelo menos para o homem heterossexual que sonha em poder um dia, quem sabe, conquistar uma garota. Ele afirma ter compilado tudo no livro Como Conquistar uma Mulher em 15 Minutos. A obra será lançada em São Paulo, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na próxima terça (14), a partir das 18h, quando promete atender a seus leitores sonhadores. Abaixo, ele adianta para o R7 Cultura 15 dicas presentes em seu livro a quem possa se interessar. Resta saber se as mulheres concordam com tudo isso.

1 - Esteja alerta: seu grande amor pode estar por perto.

2 - Use o olhar: a linguagem corporal será sua arma secreta.

3 - Supere a ansiedade: mulheres curtem homens confiantes.

4 - Puxe assunto: pode ser algo divertido ou casual, mas nada de cantadas prontas.

5 - Tenha carisma: você não terá duas chances de causar uma boa primeira impressão.

6 - Divirta-se: bom humor é o tempero que deixa a paquera mais gostosa.

7 - Tenha assuntos interessantes: toda garota curte uma boa história.

8 - Cuidado com a friendzone: dê pistas de que você está interessado.

9 - Desperte atração: não precisa ser rico ou bonito. Ela precisa se sentir segura perto de você.

10 - Busque por indicadores de interesse: eles são a confirmação de que você está no caminho certo.

11 - Encontre afinidades: esqueça aquela história de opostos se atraem e busque interesses e conexões comuns.

12 - Prepare o ambiente: convide-a para um lugar mais tranquilo e longe das amigas.

13 - Aproxime-se: faça toques sutis, mas não sexuais. Como no braço ou nas mãos, por exemplo.

14 - Converse de forma íntima: fale ao ouvido, toque os cabelos, mantenha contato visual, dê um abraço.

15 - Beije!

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 10/04/2015 às 15h50

Vídeo: Veja a Agenda Cultural do Hora News, na Record News, desta sexta-feira, dia 10/04/2015

agenda miguel lidiane Vídeo: Veja a Agenda Cultural do Hora News, na Record News, desta sexta feira, dia 10/04/2015

Lidiane Shayuri recebe Miguel Arcanjo Prado no quadro Agenda Cultural no Hora News

A Agenda Cultural do Hora News, na Record News, está recheada de atrações para você se divertir. Miguel Arcanjo Prado conta para Lidiane Shayuri as principais dicas em todo o Brasil. Tem um novo cantor na praça, Chris Oliveira, com a música Bora. Nos teatros, tem a peça Why the Horse, com Maria Alice Vergueiro, no Sesc Santana. No Rio, tem show de Otto, e em Belo Horizonte, de Vanessa da Matta. Nos cinemas, tem o policial Risco Imediato, com James Franco, e a animação Cada um na sua Casa. Com edição de Aline Rocha Soares e produção de Giovanna Hueb. Veja o vídeo, abaixo.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 10/04/2015 às 14h26

Mineiros levam montanhas para dançar em SP

Entre o Ceu e as Serras Guto Muniz 2 Mineiros levam montanhas para dançar em SP

Bailarinos do Palácio das Artes: dança mineira em SP - Foto: Guto Muniz

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Os mineiros estão entre os melhores bailarinos do Brasil. Tanto que têm sede em Belo Horizonte grupos renomados como Corpo, Primeiro Ato e a Cia. Palácio das Artes. Esta última, apresenta seu celebrado espetáculo Entre o Céu e as Serras em São Paulo nos próximos dias.

As sessões serão dia 18 (sábado, 21h) e 19 (domingo, 18h) de abril, no Teatro Paulo Autran do Sesc Pinheiros, com entrada a R$ 40 (inteira).

A iluminação é assinada pelo cantor e compositor Ney Matogrosso. Já Cristina Machado é quem dirige a obra já vista por 30 mil pessoas.

Ela conta que o espetáculo "revisita as questões conceituais em torno da identidade e da experiência de mineiridade".

Ou seja, os mineiros levam suas montanhas para dançar em São Paulo. E fazem muito bem.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 10/04/2015 às 03h03

Maná faz turnê por 15 cidades dos EUA

mana Maná faz turnê por 15 cidades dos EUA

Banda mexicana Maná fará uma grande turnê pelos Estados Unidos - Foto: Divulgação

Da EFE, em Miami

O grupo mexicano Maná se apresentará em 15 cidades dos Estados Unidos para promover seu mais recente álbum, Cama Incendiada, anunciaram os agentes da banda. A tour pelos EUA começará dia 10 de junho em San Diego, na Califórnia, e um mês depois, em 11 de julho, o grupo se despedirá em Laredo, no Texas. Esta travessia levará o Maná a Dallas, Hidalgo e Houston, no Texas; e a Miami e Orlando, na Flórida.

O novo álbum inclui canções como Adicto a tu Amor, Peligrosa, La Telaraña e a própria Cama Incendiada, que dá nome ao disco. O álbum, produzido pelo americano George Noriega, produtor de artistas como Ricky Martin, Shakira e Jennifer López, foi descrito pelo cantor da banda, Fher Olvera, como uma explosão de sentimentos.

A tour inclui ainda duas apresentações no Staples Center de Los Angeles, dias 18 e 20 de junho, quando o Maná buscará ampliar seu recorde de maior número de shows totalmente vendidos por artista ou grupo no ginásio desde sua inauguração, há 16 anos, após superar em 2012 a americana Britney Spears.

A tour também inclui as cidades californianas de Sacramento, San José e Fresco, além de Chicago (Illinois), Atlanta (Geórgia) e Newark (Nova Jersey).

Em entrevista recente à Agência Efe, Olvera, compositor da maioria dos temas, contou que estava "cruzando lados obscuros após uma separação", quando escreveu muitas das letras do novo álbum, que estará à venda a partir de 21 de abril.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 09/04/2015 às 03h03

Madonna encomenda figurino de nova turnê

madonna Madonna encomenda figurino de nova turnê

Madonna prepara roupas impactantes para seu show - Foto: EFE

Da EFE, em Zaragoza (Espanha)

Um alfaiate espanhol confeccionou dois trajes "autênticos" e "completos" para a cantora americana Madonna, que tem a intenção de brilhar em sua próxima turnê, para quem também fez um poncho e diversas peças para os dançarinos.

"Trabalhando aos finais de semana e fazendo horas extras, Daniel Roqueta precisou de 12 dias para terminar as roupas", explicou o gerente da Sastrería Taurina Daniel Roqueta, Alfredo Roqueta.

O entorno da cantora não falou diretamente com o alfaiate, mas entrou em contato com a Toroshopping.com, a quem pediu inicialmente um traje de "segunda mão", apesar de desprezar esta opção e escolher pelo outro traje quando soube que esta empresa "online" encarregou o pedido ao alfaiate de Utebo (Zaragoza, centro), precisou Clara Calvo, responsável do departamento de marketing da Toroshopping.

Calvo assegurou que os trajes encomendados são para a turnê de Madonna deste verão, apesar de desconhecer exatamente em que atuações os vestirá. Os dois trajes em questão são integrados cada um deles por jaqueta, colete e calças, um vestiário que Madonna queria que estivesse pronto para a cerimônia dos prêmios Oscar, em fevereiro.

Alfredo Roqueta então comentou que era impossível confeccioná-los para fevereiro e acrescentou que os trajes ficaram prontos para a cerimônia dos Prêmios Brit Awards 2015 e, de fato, os dançarinos os estrearam.

Para os dançarinos foram encomendados duas jaquetas, dois coletes, dois jogos de ombreiras e três suspensórios, detalhou. Inicialmente, o alfaiate não sabia que sua cliente era Madonna, mas uma vez confirmado o trabalho após "várias semanas de negociações", foram revelados os detalhes, incorporados em um contrato de confidencialidade.

As medidas da cantora foram enviadas por e-mail e nem a artista e nem os dançarinos provaram os trajes. Madonna pediu, segundo Roqueta, que os trajes "fossem bem reforçados para aguentar os shows, assim como que fossem o mais cômodos e leves possíveis".

Pela falta de tempo, o alfaiate teve que renunciar parte do trabalho manual, por exemplo o de colocar lantejoulas, e "incorporou um bordado em fio elaborado com robôs, o que os faz mais leves e portanto, mais cômodos".

Além de roupas toureiros e para Toroshopping, o alfaiate Daniel Roqueta trabalhou para a grife Moschino e para a atriz Sarah Jessica Parker, para quem confeccionou uma jaqueta.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 08/04/2015 às 11h56

Mirante do novo World Trade Center abre em maio

torre Mirante do novo World Trade Center abre em maio

Prédio construído no lugar das Torres Gêmeas é o mais alto dos EUA - Foto: Divulgação

Da EFE, em Nova York

O observatório da chamada Torre da Liberdade, o principal edifício do novo World Trade Center, em Nova York, abrirá suas portas ao público no próximo dia 29 de maio, informou a organização. Com 542 metros de altura, o arranha-céu mais alto dos Estados Unidos, foi construído na área destruída pelo atentado de 11 de setembro às Torres Gêmeas.

"Em 29 de maio, o One World Observatory abrirá oficialmente suas portas ao público, oferecendo aos visitantes uma oportunidade inspiradora e incomparável para experimentar Nova York", disse David Checketts, diretor da Legends, a empresa que administrará o espaço.

"A partir de espetaculares vistas panorâmicas, exibições interativas inovadoras, com opções de restaurantes de qualidade mundial, esperamos que o Observatório Mundial seja o primeiro destino e atração na cidade de Nova York para os turistas e os moradores locais", acrescentou.

As entradas para o observatório, que está situado nos andares 100, 101 e 102 do edifício, à venda a partir desta quarta-feira (8), e custarão US$ 32, embora antes da abertura oficial alguns coletivos poderão visitá-lo de graça. Os familiares das vítimas dos atentados e os trabalhadores que participaram do resgate terão acesso gratuito.

O observatório incorpora as novas tecnologias disponíveis e os hóspedes poderão experimentar uma visita interativa, com, por exemplo, um amplo disco circular que oferecerá imagens de alta definição em tempo real das ruas de Manhattan.

A construção do arranha-céu, o maior dos Estados Unidos, começou em 2006 e sua inauguração foi adiada várias vezes, o que fez o custo das obras disparar para US$ 3,9 bilhões.

Destinada a mostrar o orgulho da recuperação nova-iorquina após a tragédia, a torre e sua agulha têm exatamente 1.776 pés de altura (542 metros), em referência ao ano da declaração de independência dos Estados Unidos, e daí deriva seu patriótico sobrenome.

Embora outros dois arranha-céus que completarão o complexo ainda estejam em construção, a abertura do One World Trade Center, unida à inauguração em maio do museu do 11/9, foi um passo fundamental na reconstrução da área destruída nos atentados de 2001.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 07/04/2015 às 11h14

Centenário de Billie Holiday é celebrado nesta terça (7)

billie holiday theredlist Centenário de Billie Holiday é celebrado nesta terça (7)

Com a gardênia branca nos cabelos: Billie Holiday (1915-1959) é considerada por muitos críticos a maior cantora do jazz: cem anos nesta terça (7) - Foto: Divulgação

Por MARIANA QUEEN NWABASILI e
MIGUEL ARCANJO PRADO

Se estivesse viva, a menina sofrida nascida em Baltimore, Estados Unidos, em 7 de abril de 1915, completaria cem anos nesta terça (7).

Billie Holiday entrou para a história como uma das mais lendárias cantoras de jazz (e muitos acham que ela é a maior) e inspirou nomes mais contemporâneos, como Diana Ross e Amy Winehouse.

A carreira curta anos teve seus tempos de ouro antes da 2ª Guerra Mundial e foi recheada de períodos conturbados.

Afinal, as coisas nunca forma fáceis para Billie.

Estupro na infância

Foi estuprada com apenas dez anos de idade, e a mãe a abandonou. Precisou cedo saber sobreviver.

Ouviu jazz pela primeira vez quando trabalhava como faxineira e esfregava o chão de um bordel. Aos 12 anos, mudou-se para Nova York, onde começou a se prostituir para poder comer.

Um dia, a menina carismática convenceu o dono da boate a deixá-la cantar. Nunca mais abandonou o palco. Escolheu o nome artístico Billie Holiday, em homenagem ao galã dos cinemas Billie Dove, de quem era fã.

Logo, foi descoberta pelo produtor John Hammond, que o apresentou à Benny Goodman. Este a fez gravar o primeiro disco em 1933. A partir de então, eternizou mais de 200 canções do jazz e do swing com sua voz de fraseado inigualável.

Vício em heroína e racismo

A carreira sofreu perturbações pelo vício da cantora em álcool e heroína. Isso a levou a uma prisão e a clínicas de reabilitação. Mas, sempre que voltava ao palco com sua gardênia branca nos cabelos, o público recebia Lady Day com fervor.

Em contraponto à música perfeita que fazia, sua vida pessoal era um verdadeiro tumulto. Casou-se três vezes só durante a década de 1940 e sempre vivia relações conturbadas com seus maridos; que costumavam agredi-la.

A cantora também sofreu na pele o racismo e fez questão de denunciá-lo com a potência de seu canto. Billie transformou a própria vida em boa música até o fim. Morreu jovem, aos 44 anos, em 17 de julho de 1959, quando já era uma estrela reconhecida mundialmente.

Lançamentos

A lembrança do centenário desta forte e dramática voz é marcada por alguns lançamentos interessantes: a publicação de um novo livro sobre a cantora nos Estados Unidos, intitulado Billie Holiday: The Musician anda The Myth, escrito pelo pesquisador John Szwed; e a edição, pela Sony Music, de um álbum de aniversário com 20 canções que marcaram a carreira de Billie entre os anos de 1936 e 1944.

A seguir, veja a lista com sete canções de Billie Holiday para ouvir neste dia de seu centenário — algumas estão no álbum de aniversário.

Strange Fruit, gravada em 1939

Summertime, gravada em 1936

God Bless the Child, gravada em 1941

Lover Man (Oh, Where Can You Be), gravada em 1945

Embraceable You, gravada em 1944

Don’t Explain

Good Morning Heartache

 

billie hollyday 2 Centenário de Billie Holiday é celebrado nesta terça (7)

Canto inconfundível: vida de Billie Holiday foi tumultuada - Foto: Divulgação


Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

 

 

Posts relacionados

Publicado em 07/04/2015 às 03h03

Estrela de Pulp Fiction, Maria de Medeiros faz show em SP

maria de medeiros eduardo enomoto1 Estrela de Pulp Fiction, Maria de Medeiros faz show em SP

Maria de Medeiros faz show em São Paulo nesta terça-feira (7) no Bourbon Street - Foto: Eduardo Enomoto

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Uma das estrelas do filme Pulp Fiction, clássico de Quentin Tarantino de 1994, a estrela portuguesa Maria de Medeiros faz show em São Paulo nesta terça (5).

A apresentação começa às 21h, no Bourbon Street (r. dos Chanés, 127, Moema) com ingresso a R$ 90.

Ela vai cantar as músicas de seu terceiro disco, Pássaros Eternos.

Além de atuar e dirigir no cinema, Maria de Medeiros também é cantora. E das boas.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

 

Posts relacionados

Publicado em 01/04/2015 às 03h04

Mario Vargas Llosa doa 2.000 livros à cidade natal

Vargas Losa Göteborg Book Fair 2011b1 Mario Vargas Llosa doa 2.000 livros à cidade natal

Mario Vargas Llosa prometeu doar 30 mil livros para biblioteca de Arequipa - Foto: Divulgação

Da EFE, em Lima

O Nobel de literatura Mario Vargas Llosa celebrou seu 79º aniversário, no último sábado (28), em sua cidade natal, Arequipa, no sul do Peru, onde doou dois mil livros para a coleção da biblioteca regional que leva seu nome.

Vargas Llosa chegou na noite da sexta-feira a Arequipa após haver presidido durante dois dias o seminário internacional "América Latina: oportunidades e desafios", em Lima organizado pela Fundação Internacional para a Liberdade.

O Nobel de 2010 decidiu passar pela segunda vez seu aniversário em sua cidade natal, e visitou o Museu Virtual instalado na casa em que nasceu e foi homenageado com um almoço privado em um restaurante de comida típica regional.

O escritor estava acompanhado de sua esposa, Patricia, seu filho Álvaro e outros familiares, além da ministra de Cultura, Diana Álvarez Calderón, e os ex-titulares desta pasta Luis Peirano e Juan Ossio, e da governadora regional, Jamila Osorio.

Na Biblioteca Regional, Mario Vargas Llosa fez entrega oficial de um lote de 2.012 de seus livros e revistas de ciências políticas e sociais.

30 mil livros ao todo

Vargas Llosa anunciou em 2012 que doaria 30 mil livros ao centro cultural de Arequipa, que seriam entregues paulatinamente para que estejam sob os cuidados de um patronato conformado pelo governo regional.

Em abril de 2014, já inaugurou a biblioteca que leva seu nome em uma antiga casarão do século 18 do centro histórico de Arequipa e entregou um primeiro lote de 2.741 exemplares de seu coleção particular.

Ao entregar o segundo lote, o escritor confessou que a razão pela qual não entrega sua coleção completa é porque tem "medo" de se desapegar de todos os seus livros.

"Tenho uma relação muito próxima com os livros", declarou, e ressaltou a importância da leitura na formação dos jovens. A governadora Osorio afirmou, por sua vez, que era "grata por receber um arequipeño ilustre como Mario Vargas Llosa, e por sua contribuição à literatura esobretudo a esta biblioteca, onde a população poderá fazer bom proveito de seus livros".

Acompanhe em tempo real o R7 no Festival de Teatro de Curitiba 2015!

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

 

Posts relacionados

Publicado em 31/03/2015 às 03h03

Artesãos japoneses sofrem para sobreviver

artesanato japones Artesãos japoneses sofrem para sobreviver

Os tempos atuais não são fáceis para os artesãos japoneses - Foto: Divulgação

Por MARÍA ROLDÁN, da EFE, em Kioto

Os anos têm sido cruéis com as indústrias tradicionais japonesas, como a do quimono, cujos artesãos se viram obrigados a aplicar suas técnicas milenares na criação de produtos modernos, como, por exemplo, capas para tablets.

Em uma pequena casa de madeira na cidade turística de Kyoto, na região central do Japão, Takeshi Nishimura se ajoelha em frente a uma mesa empunhando uma faca fina e traceja uma flor de cerejeira com precisão.

Para fazê-la, Nishimura utiliza uma das quatro técnicas tradicionais para talhar: o "kiribori". Com uma faca com fio de meio círculo em posição vertical, ele gira rápida e suavemente, criando um buraco em forma de círculo.

Embora sua especialidade seja o "kiribori", o artesão também se mostra habilidoso com a "hikibori", técnica utilizada para fazer linhas com grande precisão.

"Não preciso de óculos, mas não enxergo bem de longe. Por isso tenho de me concentrar em coisas pequenas", brinca, levantando rapidamente o olhar, durante uma demonstração de sua arte.

Perto dele há vários desenhos com diferentes temas, de florais a mitológicos. Os padrões que antigamente serviram para tingir delicados quimonos (traje tradicional japonês), hoje em dia são usados em lenços de seda ou em capas de couro para tablets.

Clientes estão sumindo

Nishimura, que fará 62 anos em março, pertence à segunda geração de sua família que exerce esse ofício, mas há quase dois anos começou a diversificar seu negócio, ao compreender que "precisava fazer algo moderno".

"É necessário ganhar a vida. Atualmente não é possível sobreviver apenas com o artesanato", afirma com um sorriso melancólico.

O artesão ainda trabalha na produção de quimonos, mas afirma que a procura diminuiu drasticamente. A demanda em 1971 era de 100%, mas em 2013 caiu para apenas 2,6%.

"Eu tenho muitas ideias", conta o artista, enquanto anda pelo quarto para pegar uma capa de tablet, que desenvolveu no ano passado e com a qual já viajou para Paris.

"Acho que posso usar minhas habilidades para isso, porque a demanda não se limita ao Japão", acrescenta.

Ofício passado de pai para filho

Nishimura, demora de oito a dez horas para fazer uma capa grande, que vende por cerca de 30 mil ienes (R$ 715,00) em seu site e também em famosas lojas de departamento Mitsukoshi de Nihombashi, distrito empresarial de Tóquio.

Além de capas para tablets, Nishimura também faz impressões em papel para fins decorativos, estampas para garrafas térmicas e capas para celulares e cartões de crédito.

O artista aprendeu o ofício há 43 anos com seu pai, em uma época que ainda era comum que as crianças ajudassem os pais no trabalho. Algo que ele "não poderia pedir" para seus filhos, atualmente envolvidos em carreiras inovadoras e modernas, como a informática.

Para poder seguir adiante com seu trabalho, Nishimura diz contar com o apoio de sua esposa, que também trabalha, para que ele possa dar continuidade à sua profissão.

Prefeito de quimono

O prefeito de Kioto, Daisaku Kadokawa, afirmou recentemente que o "alto" preço dos quimonos e os "custosos processos" são alguns dos problemas enfrentados por esses profissionais.

Sempre vestido com um quimono, em apoio à indústria, o prefeito disse também que esse não é o único setor que atravessa problemas. Manufaturas como a cerâmica ou o saquê buscam novos nichos de mercado para não cair no esquecimento e atrair o interesse dos estrangeiros, que muitas vezes não compreendem a "sensibilidade" à qual a tradição japonesa se refere.

"As pessoas envolvidas nestes setores se esforçam ao máximo para desenvolver um produto perfeito (segundo a tradição japonesa), mas às vezes estes produtos não são apreciados pelos turistas. E, por isso, as vendas não vão bem", concluiu o prefeito.

Acompanhe em tempo real o R7 no Festival de Teatro de Curitiba 2015!

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Perfil

Miguel Arcanjo Prado é editor de Cultura do R7, onde está desde o começo do portal, em 2009. É jornalista formado pela UFMG e pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP. É crítico membro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes). Nasceu em Belo Horizonte e mora em São Paulo desde 2007, quando ingressou no Curso Abril de Jornalismo. Ainda em Minas, estreou como cronista do semanário O Pasquim 21, passando por TV UFMG e TV Globo Minas. Na capital paulista, foi repórter da Contigo!, da Ilustrada na Folha Online e do Agora São Paulo, no Grupo Folha. Edita e apresenta a Agenda Cultural da TV Record News.

PUBLICIDADE

TOP COMENTARISTAS

  1. 1
    R7 Cultura » Mar de...90 comentários
  2. 2
    lbraslauskas46 comentários
  3. 3
    Phillipe24 comentários
  4. 4
    Luiz Sergio Nacinovic3 comentários
  5. 5
    DIONE2 comentários
  6. 6
    Rafael Carvalho2 comentários
  7. 7
    MAURO ALEXANDRE PEREIRA D...2 comentários
  8. 8
    pedro2 comentários
  9. 9
    Jael Kuster2 comentários
Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com