A Luciana Brito Galeria inaugura nesta quinta (21), a partir das 19h, duas exposições individuais simultâneas: La Invención, de Leandro Erlich, e Overal, de Tiago Tebet. (mais...)
O Eduqativo – Instituto Choque Cultural apresenta neste sábado o projeto Workshoqs com Artistas, uma série de workshops com artistas e educadores parceiros, (Leia mais) (mais...)
Acontece nesta quinta-feira (25) a abertura da exposição Imersão, da artista Camila Morita. A mostra reúne peças em pequenos formatos de pinturas acrílicas sobre madeira. (mais...)
A galeria Emma Thomas inaugura nesta quinta (25) a exposição Corpos D’água, de Erica Ferrari, na qual a artista exibe uma grande instalação, três objetos de parede e um conjunto de fotografias. A mostra fica em cartaz até 22 de agosto. (mais...)
A partir desta quarta-feira (03), a Sala Paschoal Carlos Magno, no Teatro Sérgio Cardoso, recebe o espetáculo Oroboro, do coreógrafo Alex Soares. A apresentação tem como tema a memória e a relação entre a infância e a velhice e fica em cartaz até 25 deste mês. (mais...)
Amplamente influenciada por seu passado na companhia de Pina Bausch, enriquecida por diversos encontros e experiências coreográficas, Dominique Duszynski traz, pela primeira vez ao Brasil, o espetáculo Riff, em duas apresentações no Teatro Anchieta do Sesc Consolação. Ao lado da dançarina Zoi Efstathiou, Duszynski oferece um dueto, lançado como uma onomatopeia, um sopro, um “coro rítmico”. Em um círculo de areia com oito metros de diâmetro, duas gerações de mulheres se encontram para partilhar a exploração. Um piscar de olhos ao tempo, às suas formas sinuosas, ritmadas pela mudança de expressão. permitem modificar as cores da coreografia em uma sequência de sensações sensuais, suspensas, caóticas, cúmplices. (Indicado por Ligia Braslauskas, gerente de jornalismo do R7, @ligiakas) Riff Quando: sábado (15), às 21h; domingo (16), às 18h. Recomendação etária livre. Onde: r. Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque, tel.: 00xx11-3258-3830. Quanto: R$ 20 (inteira); R$ 10 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 5 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes).  
Nesta quinta-feira (6), a galeria Emma Thomas abre a exposição Tcharafna, individual de Gui Mohallem, na qual o artista apresenta 13 obras, entre vídeos, fotografias e objetos. Esses trabalhos são fruto de uma estada no Líbano, terra natal dos pais de Mohallem. (mais...)
Camélia, espetáculo da Márcia Milhazes Cia de Dança, acontece neste fim de semana. A obra tem cenografia da artista plástica Beatriz Milhazes, e iluminação da mãe delas, Glauce. Cinco lustres cromáticos tridimensionais têm uma complexa função cênica. Uma dança do olhar, sem acomodações, por meio de múltiplos detalhes de formas geométricas articuladas e sobrepostas. O denso campo cromático cria um itinerário de sensações vertiginosas, promovendo um encontro de imagens em movimento. Debruçados sobre a cena dourada, artistas da dança desenham com os seus corpos, gestos divididos em três interlúdios como sonetos sussurrados entre si. A cena se revela numa rigorosa estrutura, em que películas de movimentos vão formando uma grande colagem apresentada em solos, duetos, trios e, assim, preenchendo um campo invisível da alma. A dança íntima converte bailarinos, cenário, música e arquitetura que os cercam numa massa amorosa, movida pelo desejo de caminhar dentro do outro. Camélia Quando: sábado (25), às 21h; domingo (26) às 18h. Duração: 60 min. Faixa etária livre. Onde: Teatro Anchieta, r. Doutor Vila Nova, 245, Vila Buarque, centro, SP; tel.: 00xx11-3234 3000. 280 lugares. Quanto: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, pessoas com mais de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 5,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes).
Rios é um projeto do artista plástico Artur Lescher que nasceu em conversa com o escritor argentino Carlos Gamerro, o poeta espanhol Adolfo Montejo Navas, a editora Alexandra Garcia Waldman  (Leia mais(mais...)
O fotógrafo paulista de nascença, mas carioca por opção, Almir Reis, acaba de criar uma série de caixas de acrílico no tamanho 20x30 com as paisagens do Rio (Leia mais) (mais...)