Publicado em 02/07/2015 às 03h03

Jogo Monopoly vai virar filme de Hollywood

monopoly Jogo Monopoly vai virar filme de Hollywood

Jogo Monopoly ganhará versão no cinema - Foto: Divulgação

Da EFE

O estúdio Lionsgate adaptará para o cinema o popular jogo de tabuleiro Monopoly, segundo informou a própria companhia nesta quarta-feira (1º).

O projeto, que contará com a participação da empresa Hasbro, criadora do jogo, terá roteiro de Andrew Niccol, conhecido por "O Show de Truman", "Gattaca" e "O Terminal".

"Andrew é o responsável pela criação de mundos variados e criativos", disse Erik Feig, copresidente da Lionsgate.

"É uma grande escolha para desenvolver esta marca e transformá-la em um filme para todos os públicos que atraia crianças, famílias e qualquer um que tenha jogado Monopoly", acrescentou.

Para Stephen Davis, vice-presidente executivo da Hasbro, o Monopoly "é um dos jogos mais populares de todos os tempos" e sua adaptação ao cinema pretende criar uma história "com uma atração global tremenda".

A história girará em torno de uma criança decidida a fazer uma fortuna no mercado imobiliário, e embarcará em uma aventura repleta de obstáculos e diversão na qual aprenderá o verdadeiro significado de ser rico.

Segundo apontou a Hasbro, o Monopoly foi jogado por mais de um bilhão de pessoas em 114 países diferentes e traduzido para 47 idiomas.

No Brasil, uma versão parecida, com algumas regras diferentes, fez muito sucesso também: o Banco Imobiliário, da Estrela.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Conheça tudo sobre o R7 Play!

Posts relacionados

Publicado em 30/06/2015 às 12h08

Amor em tempos de guerra é tema de Para Sempre Nunca Mais

para sempre Amor em tempos de guerra é tema de Para Sempre Nunca Mais

Bruno Dubeux e a Larissa Vereza em cena de Para Sempre Nunca Mais - Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O filme Para Sempre Nunca Mais, de Emerson Muzeli, será exibido, de graça, nesta quarta (1º), às 21h, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

O longa, premiado em festivais internacionais, se passa em plena Revolução Constitucionalista de 1932.

No meio da guerra, acontece o romance proibido entre Luiza, uma jovem casada, e Quim, um soldado do front.

O longa ganhou melhor direção no Festival de Madri, melhor direção de fotografia no Festival La Luz, além de ter recebido menção honrosa pelo Indie Spirit no Boston Film Festival e indicação de melhor ator para Bruno Dubeux no Festival de Los Angeles.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Conheça tudo sobre o R7 Play!

Posts relacionados

Publicado em 26/06/2015 às 03h03

Com ursinho de boca suja, Ted 2 chega aos cinemas

ted2 Com ursinho de boca suja, Ted 2 chega aos cinemas

Ted 2 mostra as peripécias do ursinho nada fofo - Foto: Divulgação

Da EFE, em Los Angeles

O longa "Ted 2", dirigido por Seth MacFarlane e protagonizado por Mark Wahlberg, é a principal estreia da semana e o filme encarregado de tentar desbancar do primeiro lugar de bilheteria "Jurassic World".

"Ted", a comédia mais bem-sucedida de 2012 com mais de US$ 500 milhões no mundo todo, devolve o protagonismo desse urso de pelúcia totalmente irreverente que, nesta ocasião, após se casar e traçar como objetivo adotar uma criança, primeiro deve convencer as autoridades de que se trata realmente de uma pessoa.

Wahlberg volta a ser o melhor amigo do urso de pelúcia falador -com a voz do próprio MacFarlane-, enquanto Amanda Seyfried e Morgan Freeman entram no elenco como os advogados que lutarão por fazer possível o sonho de Ted.

Outra grande estreia da semana é "Max", de Boaz Yakin, a história de um cachorro que ajudou a Infantaria da Marinha americana no Afeganistão e é adotado pela família de sua cuidador após sofrer uma experiência traumática.

O filme, baseado em fatos reais, conta com um elenco formado por Thomas Haden Church, Josh Wiggins, Luke Kleintank e Lauren Graham.

Além disso, haverá as estreias de "Escobar: Paraíso Perdido" e o documentário "Batkid Begins". Em "Escobar: Paraíso Perdido", o porto-riquenho Benicio del Toro encarna o traficante colombiano Pablo Escobar, envolvido em uma trama que conta a história de amor entre um surfista e a sobrinha do narcotraficante.

O filme conta com a participação de Josh Hutcherson e da espanhola Claudia Traisac. "Batkid Begins", de Dana Nachman, narra como a cidade de São Francisco se tornou Gotham City por um dia para fazer possível o sonho de uma criança de 5 anos com leucemia de ser Batman.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Conheça tudo sobre o R7 Play!

Posts relacionados

Publicado em 25/06/2015 às 03h03

Museu de Hollywood custará US$ 300 milhões

Hollywood Museu de Hollywood custará US$ 300 milhões

Academia de Hollywood ganhará museu em Los Angeles - Foto: Divulgação

Da EFE, em Los Angeles

O Conselho Municipal da Prefeitura de Los Angeles aprovou nesta quarta-feira (24), oficialmente e por unanimidade, o projeto de construção do museu da Academia de Hollywood, cujas obras custarão US$ 300 milhões.

O museu contará com o projeto do arquiteto Renzo Piano, ganhador de um prêmio Pritzker, e restaurará um edifício anexo ao Museu de Arte do condado de Los Angeles.

"Será a cara pública da Academia durante todo o ano", comentou a presidente da entidade que a cada ano concede os prestigiados prêmios Oscar, Cheryl Boone Isaacs.

A campanha de financiamento do museu, que começou em 2012, já arrecadou US$ 250 milhões de dólares, segundo informou a organização em comunicado.

A iniciativa foi respaldada por figuras como Annette Bening, Tom Hanks, Brett Ratner e Bob Iger, e somou contribuições econômicas de mais de 1.300 pessoas de diferentes parte do mundo.

O edifício, uma vez terminado em 2017, terá 27.000 metros quadrados distribuídos em seis andares nos quais haverá locais para exposições, salas de projeção, espaços educativos e fóruns para eventos especiais, assim como uma cafeteria e uma loja de souvenires.

Suas instalações incluirão também uma sala de cinema de última geração com capacidade para mil espectadores.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Publicado em 24/06/2015 às 03h05

Saiba quem será o novo Homem-Aranha

tom holland Saiba quem será o novo Homem Aranha

Tom Holland será o novo intérprete do super-herói Homem-Aranha - Foto: Divulgação

Da EFE, em Los Angeles

Tom Holland, o irmão mais velho da família no filme "O Impossível" será o novo Homem-Aranha na telona, anunciaram a Sony Pictures e a Marvel Studios em comunicado.

Aos 19 anos, ele irá viver Peter Parker no próximo filma da saga, que chegará aos cinemas em julho de 2017.

O filme será dirigido por Jon Watts, cujo longo "Cop Car" estreou recentemente no Festival de Cinema de Sundance.

No comunicado, os estúdios afirmam que os produtores se encantaram com Holland graças a sua atuação em "O Impossível", a série "Wolf Hall" e seu próximo lançamento no cinema "O Coração do Mar", além de seu trabalho em uma série de audições.

"Para o papel de 'Spidey', vimos jovens atores magníficos, mas os testes de Tom foram especiais", disse Thomas Rothman, presidente de Sony Pictures.

Sobre a contratação do diretor, Kevin Feige, o presidente da Marvel, comentou que gostou de "encontrar novas e empolgadas vozes", como ocorreu anteriormente com James Gunn ("Guardiões da Galáxia"), Joss Whedon ("The Avengers: Os Vingadores") e os irmãos Anthony e Joe Russo ("Capitão América 2: O Soldado Invernal").

A Sony Pictures financiará e distribuirá a próxima produção da franquia do super-herói, que já arrecadou mais de US$ 4 bilhões nos cinco filmes anteriores.

Os três primeiros foram dirigidos por Sam Raimi, com Tobey Maguire como protagonista, e os dois seguintes contaram com Marc Webb como diretor e Andrew Garfield na pele do Homem-Aranha.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Publicado em 23/06/2015 às 03h05

Schwarzenegger é o exterminador que não se arrepende

exterminador do futuro genesis Schwarzenegger é o exterminador que não se arrepende

Ator de 67 anos volta ao papel que o consagrou no mundo todo - Foto: Divulgação

Da EFE, em Berlim

O ator austríaco Arnold Schwarzenegger participou nesta segunda-feira (22) em Berlim, na Alemanha, do lançamento de "O Exterminador do Futuro: Gênesis" disposto a assumir os erros, mas sem arrependimentos do que fez dentro ou fora das telas.

"Não mudaria nada da minha vida. Cometi erros, profissionais e pessoais, mas cada um deles faz parte da minha própria máquina do tempo e não vou renunciá-los", afirmou o ator e ex-governador do estado americano da Califórnia, de volta ao mundo do cinema depois de abandonar a política.

No novo longa-metragem do célebre ciborgue, que ele interpretou pela primeira vez em 1984, Schwarzenegger não é mais uma máquina terrível que pretende acabar com Sarah Connor, mas um "Exterminador" programado para ser o anjo da guarda da mulher que será mãe do líder da resistência, John Connor.

"Não é um remake. É uma revisão livre de uma história universal e atualizada", defendeu o diretor do filme, Alan Taylor ("Thor: O Mundo Sombrio"). Assim, a franquia, que teve seu primeiro filme lançado em 1984 e a sequência "O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final" (1991), ambos dirigidos por James Cameron, ganha uma continuidade.

Depois vieram "O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas (2003), de Jonathan Mostow, e "O Exterminador do Futuro - A Salvação" (2009), de Joseph McGinty e sem Schwarzenegger, na época dedicado à política. No novo filme, Sarah Connor não é mais Linda Hamilton, a atriz do original, mas sim Emilia Clarke, que interpreta Daenerys Targaryen na série "Game of Thrones".

67 anos

Retornar ao papel aos 67 anos é algo que deve ser encarado com "certa dose de humor", brincou o ator austríaco. Enquanto os outros personagens do novo "Exterminador" viajam entre o passado e o futuro sem sofrer, aparentemente, com a passagem do tempo, a máquina interpretada por Schwarzenegger envelhece.

"Brincamos com este e outros paradoxos, é claro. Poder contar com Schwarzenegger para o novo 'Exterminador' demanda alguma norma lógica do tempo", afirmou Taylot.

O ponto de partida do novo filme é o mundo condenado à destruição, no momento em que o humano cede à máquina o controle de sua vida e seus mísseis. Nesse cenário, Schwarzenegger representa o valor do imperecível, sempre disposto a se despedir com a célebre frase: "Hasta la vista, baby".

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Publicado em 22/06/2015 às 15h27

Estreia de Divertida Mente supera a de Avatar

divertida mente avatar Estreia de Divertida Mente supera a de Avatar

Divertida Mente (à esq.) chegou faturando bem mais que Avatar (à dir.) - Fotos: Divulgação

Da EFE, em Los Angeles

A estreia do último longa da Pixar, "Divertida Mente", neste último fim de semana, faturou US$ 91 milhões, a melhor marca da história para um filme original (que não faça parte de uma trilogia ou seja uma sequência) ao superar os US$ 77 milhões de "Avatar" em 2009.

Também é o segundo melhor número da Pixar em uma estreia, atrás somente dos US$ 110 milhões de "Toy Story 3", de 2010.

Dirigido por Pete Docter, "Divertida Mente" tem como personagens a felicidade, a tristeza, a ira e o nojo.

Os sentimentos vivem no interior do cérebro de Riley, uma menina que o filme acompanha desde seu nascimento até os 12 anos em uma vertiginosa sucessão de cenas brilhantes, coloridas e detalhadas.

O filme mais visto foi Jurassic World, com US$ 102 milhões.

O terceiro lugar foi para a comédia "A Espiã Que Sabia de Menos", com 10,5 milhões. Estrelado por Melissa McCarthy, que interpreta uma analista da CIA sem experiência em missões de campo, o longa mostra a espiã se infiltrando no submundo do tráfico de armas para prevenir um desastre mundial.

O quarto posto foi para "Terremoto: A Falha de San Andreas", com US$ 8,2 milhões. O filme conta como os tremores em uma falha desconhecida destroem primeiro a barragem Hoover, em Las Vegas, e provocam enormes tremores em San Andreas, que causam um brutal terremoto de magnitude 9 na escala Richter que gera o caos em toda a Califórnia.

Por último, a estreia de "Dope" (ainda sem título em português) faturou US$ 6 milhões. A obra conta as mudanças na vida de Malcom, um jovem "geek" que sobrevive em um bairro violento, ao se envolver em uma grande aventura em Los Angeles junto com um grupo de amigos depois de receber um convite para uma festa secreta.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Publicado em 22/06/2015 às 15h22

Jurassic World estraçalham bilheteria nos EUA

jurassic world Jurassic World estraçalham bilheteria nos EUA

Cena do filme Jurrasic World: arrasa-quarteirão de bilheteria - Foto: Divulgação

Da EFE, em Los Angeles

Os dinossauros de "Jurassic World " dominaram a bilheteria americana ao arrecadar US$ 102 milhões neste fim de semana, mas a animação "Divertida Mente" não ficou atrás e bateu o recorde para a estreia de uma obra original, com US$ 91 milhões.

A marca de "Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros" é a segunda melhor da história para um filme em sua segunda semana em cartaz, atrás somente dos US$ 103,1 milhões de "Os Vingadores" (2012).

A receita global do filme, dirigido por Colin Trevorrow e protagonizado por Chris Pratt e Bryce Dallas Howard, já se aproxima de US$ 1 bilhão.

O filme se passa em um resort de luxo onde os visitantes interagem com criaturas pré-históricas em seu próprio habitat, mas acabam sendo imersos em um pesadelo quando um animal geneticamente modificado escapa e ameaça destruir tudo a sua volta.

Posts relacionados

Publicado em 22/06/2015 às 03h03

Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

18942379345 21ca80c1aa z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

Milton Gonçalves chora ao receber o Troféu Vila Rica, no CineOP, em Ouro Preto - Foto: Nereu Jr./Universo Produção

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O ator Milton Gonçalves se emocionou ao receber a homenagem principal da 10ª edição da Mostra de Cinema de Ouro Preto, o CineOP, que acontece até o dia 22 na cidade histórica mineira.

Em seu discurso, ele relembrou a luta dos negros no Brasil. De punho cerrado, bradou: "Lutar! Vamos lutar".

A homenagem foi realizada na última quinta (18), no Cine Vila Rica. Milton dedicou o troféu recebido à sua mulher, já falecida. "O que fiz de bom até hoje eu devo a ela e eu gostaria muito que ela estivesse fisicamente aqui conosco”, disse, emocionado.

O troféu Vila Rica foi entregue a Milton por Antonio Pitanga e Antônio Carlos da Fontoura. Seu discurso foi ouvido com atenção pela plateia.

"Durante toda a vida eu precisei aprender a me defender. O negro passa por situações de muita dor. Eu entrei na arte por acaso, mas hoje há milhares de jovens tentando não sofrer nem serem humilhados o tempo todo”, falou.

O tema do 10º CineOP é O Negro em Movimento.

Veja mais imagens da homenagem a Milton Gonçalves:

18914899306 acab46de9d z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

Milton Gonçalves não aguentou a emoção e chorou copiosamente - Foto: Leo Lara/Universo Produção

18937062312 0446509f59 z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

O ator recebe o abraço dos amigos Antonio Pitanga e Antonio Carlos da Fontoura - Foto: Foto: Nereu Jr./Universo Produção

18779769210 3fdca9e7cb z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

Maurício Tizumba representou a música negra na homenagem a Milton Gonçalves - Foto: Nereu Jr./Universo Produção

18916137906 3f84a82d58 z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

Em seu discurso, Milton Gonçalves lembrou a luta do negro no Brasil - Foto: Nereu Jr./Universo Produção

18753504998 13cdca959c z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

O ator se emocionou com o aplauso de pé que recebeu do público mineiro - Foto: Leo Lara/Universo Produção

18321744243 63e9dc4472 z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

A plateia aplaudiu de pé Milton Gonçalves por vários minutos - Foto: Nereu Jr./Universo Produção

18320504143 b5503a6c99 z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

O ator Milton Gonçalves vibra com o reconhecimento de sua trajetória no cinema - Foto: Leo Lara/Universo Produção

18944074431 a0f06bd1cc z Milton Gonçalves chora com homenagem no CineOP

Com o punho cerrado para o alto, o ator conclamou que os negros sigam sua luta - Foto: Leo Lara/Universo Produção

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Publicado em 21/06/2015 às 11h19

Diretor argentino diz que não sabe fazer filme para o povão

jauja2 Diretor argentino diz que não sabe fazer filme para o povão

Cena do filme Jauja, de Lisandro Alonso, exibido em Fortaleza, no Cine Ceará - Foto: Divulgação

Da EFE, em Fortaleza

Nos últimos festivais cinematográficos, o argentino Lisandro Alonso tem sido um dos diretores que mais divide a crítica com suas produções independentes, mas como ele mesmo reconheceu neste sábado (20) em Fortaleza não sabe fazer filmes "para todo o mundo".

Após apresentar seu filme no 25º Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema, Alonso afirmou durante um debate que ele gostaria que "Jauja", sua mais recente produção, "fosse vista pela maior quantidade de gente possível", mas "evidentemente não sou tolo e sei que a proposta não é para todos".

O diretor comentou que não sabe "fazer uma comédia romântica ou policial" e completou: "Faço este tipo de filmes porque é o que sei fazer" - um gênero que o protagonista de "Jauja", Viggo Mortensen, qualificou de "conto estranho" durante as filmagens.

Filmada em dois idiomas e países, o filme "vai se transformando" à medida que transcorre a projeção, razão pela qual - confessou o cineasta - "até hoje me dá trabalho falar sobre do que se trata".

E não é para menos já que o filme abriga tantas leituras e possibilidades como o espectador queira imaginar, desde um western clássico ao estilo de John Ford até o sonho de um cachorro mulherengo.

Com um roteiro de apenas 20 páginas e cores que remetem mais à pintura que a uma sala de projeções, "Jauja" desdobra paisagens hipnóticas onde a luz e a composição deixam o homem - um soldado dinamarquês destinado à Patagônia - em segundo plano.

"O que eu filmo é o não civilizado", explicou o cineasta, que já começou a trabalhar em seu próximo projeto, que será rodado - "se tiver sorte" - na Amazônia.

Por enquanto, Alonso confirmou apenas que gostaria repetir a experiência com Timo Salminem, o diretor de fotografia e colaborador habitual do finlandês Aki Kaurismäki, mas não revelou se voltará a contar com um elenco de luxo.

"É a primeira vez que trabalho com atores profissionais", lembrou o diretor, garantindo que, graças à participação de Mortensen, "Jauja", por exemplo, "tem mais possibilidades de ser exibida" - uma prova é que o filme será o primeiro de Alonso a ser distribuído no Brasil.

Com uma programação de forte sotaque espanhol e 25 anos de existência, o Cine Ceará exibirá em Fortaleza um total de 60 filmes até o próximo dia 24 de junho.

lisandro alonso Diretor argentino diz que não sabe fazer filme para o povão

Lisandro Alonso: diretor argentino diz que não sabe fazer filme para "todo o mundo" - Foto: Divulgação

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Posts relacionados

Perfil

Miguel Arcanjo Prado é editor de Cultura do R7, onde está desde o começo do portal, em 2009. É jornalista formado pela UFMG e pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP. É crítico membro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes). Nasceu em Belo Horizonte e mora em São Paulo desde 2007, quando ingressou no Curso Abril de Jornalismo. Ainda em Minas, estreou como cronista do semanário O Pasquim 21, passando por TV UFMG e TV Globo Minas. Na capital paulista, foi repórter da Contigo!, da Ilustrada na Folha Online e do Agora São Paulo, no Grupo Folha. Edita e apresenta a Agenda Cultural da TV Record News.

PUBLICIDADE

TOP COMENTARISTAS

  1. 1
    R7 Cultura » Mar de...94 comentários
  2. 2
    lbraslauskas46 comentários
  3. 3
    Phillipe29 comentários
  4. 4
    Luiz Sergio Nacinovic3 comentários
  5. 5
    DIONE2 comentários
  6. 6
    Rafael Carvalho2 comentários
  7. 7
    MAURO ALEXANDRE PEREIRA D...2 comentários
  8. 8
    pedro2 comentários
  9. 9
    Jael Kuster2 comentários
Home de Blogs +