Publicado em 18/05/2015 às 03h04

Explosão embaixo de viaduto no Bixiga mobiliza os corpos em Blow Up (Vol.2)

Lado A. Crédito Mariana Sucupira Explosão embaixo de viaduto no Bixiga mobiliza os corpos em Blow Up (Vol.2)

Foto da performance Lado A - Foto: Mariana Sucupira/Divulgação

Do R7

O que acontece com as coisas após uma explosão? Essa é a pergunta que mobiliza o Núcleo Cinematográfico de Dança em Blow Up (Vol.2), espetáculo performance que se divide em duas partes, Lado A e Lado B, que agita a cidade de São Paulo nas próximas semanas.

Lado A (Você não Pode Construir Uma Árvore de Volta a partir de Fumaça e Cinzas) ocupa o Terreyro Coreográfico, embaixo do viaduto Júlio de Mesquita Neto, no tradicional bairro do Bixiga, de 21 a 24 de maio. Segundo Mariana Sucupira, uma das diretoras do espetáculo, Lado A é uma decomposição progressiva de uma explosão.

— Uma metamorfose contínua, que consiste em abrir os movimentos e as imagens. É uma tentativa de adentrar o silêncio e habitá-lo, mas tudo fica ruidoso, quase insuportável.

Lado B (Tudo é Desastre) conta com o sexteto de bailarinas dirigido por Mariana e Maristela Estrela mais artistas convidados da companhia Les Commediens Tropicales, que propuseram ações que foram incorporadas ao espetáculo. Maristela  fala sobre o roteiro complementar, que ocupa o Cine Art-Palácio, uma das salas da Cinelândia, na avenida São João, de 28 a 31 de maio.

— Essa grande inflamação agita violentamente nossos corpos, perturbando com entrechoques de energia e com agradável humor essa nossa carne. O que sobra da explosão é nada.

Interessante, não? E tudo gratuito! O Núcleo Cinematográfico de Dança usa diferentes técnicas e ferramentas para construção coreográfica e dramatúrgica. A organização, ou seja, a disposição de tudo foi proposta pela companhia em colaboração com cenógrafo e arquiteto Luciano Bussab. Há ainda projeção de imagens, com concepção e edição de Mariana Sucupira. Fause Haten assina o figurino cheio de camadas e volumes, onde peças de roupas são reutilizadas em novas funções.

Blow Up (Vol.2): Depois, Após, Seguinte: Bifurcação Imprevisível

Lado A
Quando: 21 a 24 de maio, quinta a sábado, às 21h, domingo, às 20h.
Onde: Terreyro Coreográfico (embaixo do viaduto Júlio de Mesquita Filho, ponto de encontro em frente ao Teatro Oficina, r. Jaceguai, 520, Bela Vista)
Quanto: Grátis (bilheteria abre uma hora antes)
Classificação: 16 anos
Duração: 60 minutos

Lado B
Quando: 28 a 31 de maio, quinta a sábado, 21h, domingo, 20h.
Onde: Cine Art-Palácio (av. São João,419, centro)
Quanto: Grátis
Classificação: 16 anos
Duração: 60 minutos

Lado B. Crédito Mariana Sucupira Explosão embaixo de viaduto no Bixiga mobiliza os corpos em Blow Up (Vol.2)

Lado B - Foto: Mariana Sucupira/Divulgação

 

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts relacionados

Publicado em 03/07/2013 às 04h00

Teatro Sérgio Cardoso apresenta o espetáculo Oroboro

A partir desta quarta-feira (03), a Sala Paschoal Carlos Magno, no Teatro Sérgio Cardoso, recebe o espetáculo Oroboro, do coreógrafo Alex Soares. A apresentação tem como tema a memória e a relação entre a infância e a velhice e fica em cartaz até 25 deste mês. (mais...)

Posts relacionados

Publicado em 21/09/2011 às 09h00

Brasileira faz solo em espetáculo de cia. alemã de dança no Theatro Municipal

Apresentação inspirada nas músicas de Mozart aborda grandes questões da humanidade

Posts relacionados

Publicado em 02/09/2011 às 16h30

Santos terá 21 espetáculos de dança

Evento exibe grupos de várias regiões do Brasil e de outros seis países  (mais...)

Posts relacionados

Publicado em 26/08/2011 às 06h00

SP Cia. de Dança estreia espetáculo Supernova neste fim de semana

A SPCD (São Paulo Companhia de Dança) estreia neste fim de semana – sexta (26), sábado (27) e domingo (28) – o espetáculo Supernova, do alemão Marco Goecke.

(mais...)

Posts relacionados

Publicado em 18/08/2011 às 06h00

Peça Mulheres Alteradas volta a São Paulo

O espetáculo Mulheres Alteradas, de Maitena, com dramaturgia de Andrea Maltarolli e direção de Eduardo Figueiredo volta a São Paulo, no Citibank Hall, para curta temporada, nos dias 19, 20 e 21 de agosto.

(mais...)

Posts relacionados

Publicado em 01/05/2011 às 19h28

Evita tem mais técnica do que coração

A arte é bem diferente das equações que regem as ciências exatas. Afinal de contas, para ser sucesso, um espetáculo precisa de doses de elementos impossíveis de serem medidas.
(mais...)

Posts relacionados

Publicado em 07/01/2011 às 21h22

Mambo Italiano: uma chance para a verdade

Texto inédito no Brasil do canadense Steve Galuccio, Mambo Italiano ganhou competente montagem paulistana sob tradução e direção de Clarisse Abujamra, com produção de Ronaldo Diaféria.
(mais...)

Posts relacionados

Perfil

Miguel Arcanjo Prado é editor de Cultura do R7, onde está desde o começo do portal, em 2009. É jornalista formado pela UFMG e pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP. É crítico membro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes). Nasceu em Belo Horizonte e mora em São Paulo desde 2007, quando ingressou no Curso Abril de Jornalismo. Ainda em Minas, estreou como cronista do semanário O Pasquim 21, passando por TV UFMG e TV Globo Minas. Na capital paulista, foi repórter da Contigo!, da Ilustrada na Folha Online e do Agora São Paulo, no Grupo Folha. Edita e apresenta a Agenda Cultural da TV Record News.

PUBLICIDADE

TOP COMENTARISTAS

  1. 1
    R7 Cultura » Mar de...90 comentários
  2. 2
    lbraslauskas46 comentários
  3. 3
    Phillipe27 comentários
  4. 4
    Luiz Sergio Nacinovic3 comentários
  5. 5
    DIONE2 comentários
  6. 6
    Rafael Carvalho2 comentários
  7. 7
    MAURO ALEXANDRE PEREIRA D...2 comentários
  8. 8
    pedro2 comentários
  9. 9
    Jael Kuster2 comentários
Home de Blogs +