Publicado em 02/10/2014 às 03h06

Carybé enche Bom Retiro de cores da Bahia

carybe1 Carybé enche Bom Retiro de cores da Bahia

Uma das serigrafias de Carybé que estão expostas no Sesc Bom Retiro - Foto: Reprodução

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O bairro do Bom Retiro, no centro de São Paulo, está sempre agitado com sua vida de comércio de roupas. Enquanto a gente apressada caminha com suas sacolas de compras, em um cantinho do bairro a Bahia se faz presente com sua alegria costumeira. É o Sesc Bom Reitor, que abriga a exposição Serigrafias de Carybé.

São 30 obras de Hector Julio Páride de Bernabó, o Carybé, artista argentino que se tornou baiano de coração, expostas gratuitamente no espaço até 9 de novembro.

A visitação acontece de terça a sexta, das 10h às 20h30; sábados das 10h às 18h30 e domingos e feriados, das 10h às 18h30. O endereço do Sesc Bom Retiro é Al. Nothmann,185 (tel. 0/xx/11 3332-3600).

Localizado na mesma região da Cracolândia, o Sesc Bom Retiro é um oásis de cultura e lazer em uma região tão degradada do centro paulistano. Não é por menos que, desde sua inauguração, em 27 de agosto de 2011, pelo local já passaram mais de 1,8 milhão de pessoas. Um detalhe: no local funciona ainda uma biblioteca com 4.500 títulos e que empresta 5.800 obras por ano.

A série de trabalhos exposta no Sesc Bom Retiro foi feita para a abertura da série de TV O Compadre de Ogun, em 1997, inspirada na obra homônima de Jorge Amado, de quem Carybé era compadre.

verger jorge carybe2 Carybé enche Bom Retiro de cores da Bahia

Carybé (dir.), ao lado de Pierre Verger (esq.) e Jorge Amado (centro) - Foto: Zélia Gattai

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts Relacionados

Publicado em 30/09/2014 às 03h10

Espetáculo quebra preconceito com respeito e dança

Olhar de Neblina foto Andre Stefano DSC 2102 Espetáculo quebra preconceito com respeito e dança

Cena do espetáculo de dança Olhar de Neblina: sessões grátis em SP - Foto: André Stéfano

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Os limites estão aí para serem ultrapassados. E os preconceitos, para serem quebrados. Afinal, a liberdade e o respeito ao próximo, ao diferente, é o que importa.

Um espetáculo de dança celebra isso em São Paulo. A diretora Fernanda Amaral reuniu um grupo de cegos e cadeirantes para dançar ao lado de outros bailarinos sem "deficiências".

Por que, não?

Olhar de Neblina é o nome da montagem inspirada na obra do fotógrafo esloveno Evgen Bavcar, cego desde os 12 anos. O nome do grupo não poderia ser outro: Cia. Dança sem Fronteiras.

As sessões, gratuitas, acontecem nos dias 1º e 8 de outubro, às 21h, na SP Escola de Teatro da praça Roosevelt, 210, perto do metrô República. Já nos dias 18, às 20h, e 19 de outubro, às 19h, a montagem estará no Centro da Cultura Judaica, na rua Oscar Freire, 2.500, próximo ao metrô Sumaré.

No elenco estão os bailarinos Camilla Rodrigues do Carmo, Beto Amorim, Zilda Gonçalves, que é cega, Lucineia dos Santos, que só tem 20% da visão, e Rafael Barbosa, que é cadeirante.

Todos simplesmente artistas.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Posts Relacionados

Publicado em 07/08/2012 às 17h01

Exposição em Piracicaba começa nesta quarta

Começa nesta quarta-feira (8) a 11ª edição Bienal Naïfs do Brasil, que apresenta a diversidade da produção artística (Leia mais)

(mais...)

Posts Relacionados

Publicado em 07/02/2012 às 06h00

Exposição grátis de Portinari começa nesta terça em SP

A partir desta terça (7), entra em exposição, pela primeira vez no país, a obra completa Guerra e Paz, de Cândido Portinari, no Memorial da América Latina, em São Paulo. E tudo isso grátis.

(mais...)

Posts Relacionados

Publicado em 02/12/2011 às 10h57

2011 em Cena tem 11 peças grátis em SP

 

Programação especial da Prefeitura de SP traz peças para todos os gostos. Veja a programação! (mais...)

Posts Relacionados

Publicado em 21/07/2010 às 06h00

Vale a visita: Guignard no Tomie Ohtake

Principal exposição em cartaz no Instituto Tomie Ohtake atualmente, Guignard e o Oriente – China, Japão e Minas, com curadoria de Paulo Herkenhoff, busca aproximar a pintura do artista carioca de trabalhos orientais.

(mais...)

Posts Relacionados

Perfil

Miguel Arcanjo Prado é editor de Cultura do R7, onde está desde o começo do portal, em 2009. É jornalista formado pela UFMG e pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP. É crítico membro da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes). Nasceu em Belo Horizonte e mora em São Paulo desde 2007, quando ingressou no Curso Abril de Jornalismo. Ainda em Minas, estreou como cronista do semanário O Pasquim 21, passando por TV UFMG e TV Globo Minas. Na capital paulista, foi repórter da Contigo!, da Ilustrada na Folha Online e do Agora São Paulo, no Grupo Folha. Edita e apresenta a Agenda Cultural da TV Record News.

PUBLICIDADE

Home de Blogs +
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com