A gente já disse que não gosta da Íris Stefanelli? Ok, então só pra ter certeza: A gente não gosta da Íris Stefanelli. Mas se tem uma mulher que é exemplo de alguma coisa nesse país, essa mulher é Íris Stefanelli, porque se ela conseguiu vencer na vida, então mermão, qualquer um consegue.

A última conquista na vida vitoriosa de Íris Stefanelli foi o achado do Negão. Siri, na falta do negão, espalhou o seguinte cartaz em Uberlândia:

negao Procura se negão

E não é que ela achou o seu negão? É mais um exemplo de vitória que Siri deixa pra gente. Já mandamos imprimir nossos cartazes de procura-se loirinho sarado, procura-se cafajeste bom de cama, procura-se marido rico... Imprima já o seu!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

cmartin 225x300 Chewbacca Papaya Sandal Martin

Respondendo uma série de perguntas de leitores da Blender, Chris Martin disse que não entende qualé a do alvoroço que as pessoas fazem em torno de nomes diferentes. Ele diz  que um nome é só um barulho,  se você quiser colocar o nome de Chewbacca no seu filho não existe problema nenhum nisso.  Mas até aí um peido é só um barulho também né?

O assunto de nomes diferentes é meio traumático pra gente porque Lele possui um sobrenome impronunciável e a Polly, coitada, o sobrenome dela é Barbi. Ela já sofreu muito com isso na infância (quando na escolinha as crianças cantavam "Barbie Sereia, Polly faz cocô na areia") mas hoje está de boa. A gente só acha que se o seu nome é CHRIS, um dos nomes mais comuns e sem-graça do mundo, é muito fácil falar que nome é só um barulho, a gente quer ver quando começarem a pedir pra morder a Maçã da sua Apple.

A não ser que você seja um wookie, existe sim um problema em chamar seu filho de Chewbacca.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

bruxadomar They tried to make me look like seahag and I said...

Amy desce a mão no próprio segurança

Uma das coisas peculiares da Amy Winehouse é a cara que ela faz quando tá puta da vida. Ela projeta o queixinho pra frente, fica prognata por uns instantes, e desce a mão em quem está perto. Parece aqueles super-heróis que perdem os óculos, ou vestem uma capa, ou o cabelo fica com gel na hora da transformação.

Mas no caso da Amy, em vez de parecer, sei lá, uma supergirl, ela vira essa daqui:

witch seahag They tried to make me look like seahag and I said...

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

730 Absorvendo a cultura local

Se tem uma coisa que a gente não suporta é brasileiro que vai para outro país pra ficar andando com brasileiro e reclamando que está com saudades de comer feijão. Até então acreditávamos que se tratava de um fenômeno da classe média, mas dando uma olhada no BlogLog da Alinne Moraes descobrimos que esse mal atinge todas as classes.

Com o final das gravações de Duas Caras, a atriz passou uns dias com a família em Sorocaba e de lá foi para Nova York, onde conheceu "uma trupe da pesada" e acabou esticando a viagem por mais 15 dias. Poxa, devia ser divertidíssima essa trupe da pesada pra ela ter esticado a viagem, né?

"Fizemos muitos pães de queijo, fomos para o forró, armamos uma festa junina, na qual me vesti de noiva. Só faltava o noivo que todos me zoavam dizendo que ele havia se perdido no paraíso e estava atrasado. Fomos até no show do Rappa."

Opa, uma típica experiência Nova Yorkina. Não seria mais fácil ter ficado em Sorocaba de uma vez? Teria economizado uma grana e ainda se livrava do show do Rappa.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

jamielynn 226x300 Baby Maddie

Saiu a capa de 1 milhão com a sobrinha de Britney Spears e a gente realmente não entende qualé a dessas capas milionárias com a criançada. São sempre iguais, recém nascido tem tudo a mesma cara, as novas mamães estão sempre super photoshopadas e radiantes.... zzzzzzzzzzzz. Se alguma criança nascesse com 3 braços e um rabo ou, sei lá, japonesa, mas não. Sempre a mesma coisa. Na nossa opinião, esse é o tipo de foto que realmente vale 1 milhão:

jlobaby Baby Maddie

'Cause I'm real... The way you stare, the way you look, your style, your hair


Para ler ouvindo: Jennifer Lopez - I'm Real

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

Às vezes neguinho vem no meio de uma entrevista perguntar coisa de político pra gente. E tipos, a gente nem curte nem sabe muito responder, porque a nossa cabeça simplesmente não funciona assim. Pra você ter uma idéia de como a gente pensa, vai um exemplo prático. Acabamos de ler a seguinte manchete:

daniel We don't dig politics

E já pensamos: "Ih caralho, prenderam o Ademar Sampaio?" (desculpe, a novela Celebridade formou nosso caráter). Mas aí a gente continuou lendo e entendeu que era coisa de política porque o Pitta tava no meio. Não foi dessa vez, Ademar.

danieldantas We don't dig politics

Ufa!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

we love maneco Don't mess with our Maneco!

A gente ama o Manoel Carlos, a.k.a. Maneco. Maneco nos faz querer se mudar pro Rio e andar de bicicleta na orla com a Bebel Gilberto tocando de fundo. Pois bem. Maneco, na tranquilidade de seu apartamento do Leblon, escreveu uma crônica na "Veja Rio", intitulada "De Astros e Estrelas", onde ele reclama das "bobagens escritas e ditas por nossos atores e atrizes":

"São declarações pífias, equivocadas, algumas pretensamente inteligentes, mas burras em seus propósitos. Sinto uma certa vergonha, não por me achar melhor ou mais inteligente do que eles, mas por lamentar que não fiquem calados quando não têm nada a dizer".

A gente não suporta o Caio Blat. Caio Blat é daqueles atores pedantes que alugam casa no Capão Redondo pra mostrar dedicação na composição do personagem. Pois bem. Caio Blat, de seu pedantismo da casa alugada no Capão Redondo, teve a pretensão inteligente, mas burra em seu propósito, de responder a crônica do Maneco, assinando como "Elenco de Ciranda de Pedra", classificando-a de grosseira:

"Em seu desprezo generalizado pelos atores, ele [Manoel Carlos] esquece que suas histórias jamais teriam repercussão alguma sem o brilho de centenas de intérpretes que deram vida a seus personagens", disse Blat, que nunca fez novela de Manoel Carlos. "O cronista [Manoel Carlos], sim, perdeu bela oportunidade de ficar calado", finalizou o ator.

Nós do TDUD? apoiamos o Maneco, mas esperamos que os astros e estrelas do Brasil continuem em suas declarações pífias, equivocadas, algumas pretensamente inteligentes, mas burras em seus propósitos. Sem o brilho de centenas delas esse blog não existiria!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

Como nosso forte é o jornalismo investigativo, resolvemos pesquisar mais a fundo a história da Luciana Vendramini com os direitos do Legalmente Loira porque estava tudo meio estranho... Se não fazia sentido ela ter comprado os direitos, fazia menos sentido ainda ela INVENTAR uma coisa dessas.

Descobrimos que os direitos sobre a peça realmente foram comprados por ela e que está tudo OK no INPI. Restam duas perguntas:

1) Quem perderia tempo inventando uma história dessas?
2) Ainda dá tempo de se retratar e pedir um VIP para a estréia?

718 Denúncia!

Quando saiu aquela história de que a Luciana Vendramini tinha comprado os direitos do Legalmente Loira a gente achou meio estranho porque NAONDE ela arrumou dinheiro para comprar um musical da broadway? Com dinheiro de pensão do Paulo Ricardo que não foi, muito menos com o cachê da revista Bella Noiva, mas enfim. Deixamos esse assunto pra lá porque né? Luciana Vendramini. Tanta subcelebridade melhor pra gente acompanhar...

Eis que hoje recebemos uma denúncia por e-mail dizendo essa história é falsa e que no site da MTI (Musical Theatre International) os direitos da obra não estão disponíveis. Um dos membros da comunidade resolveu tirar a história a limpo e escreveu para a associação perguntando se uma atriz brasileira realmente tinha comprado os direitos da peça. A resposta? "A atriz está mentindo, chame a imprensa!!!"

Ummmm... imprensa não tem, serve a gente?

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

Da Folha Online:

xuu 300x14 Vamo marcar...

Quer dizer que se a gente tivesse ligado pra marcar um cineminha ela não casava?

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks

Primando pelo bom jornalismo, o Ego denúncia o excesso de manchetes sobre Angelina Jolie e Brad Pitt na imprensa internacional:

zzzz 300x40 Pela relevância

A imprensa internacional deveria aprender uma lição com o Ego e separar o que é relevante ou não:

manchetes 300x94 Pela relevância

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google Bookmarks
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com