afrobege Robson Nunes faz humor com situações de racismo no stand up <i>Afrobege</i>, que chega a Brasília (DF)

Robson Nunes satiriza fatos de racismo pelos quais já passou no espetáculo - Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Figurinha fácil de nosso cinema, o ator Robson Nunes resolveu escolher um tema controverso de nossa sociedade para fazer humor no teatro: o racismo.

No espetáculo stand-up Afrobege, que estreia neste fim de semana em Brasília, ele “brinca com essa coisa da negritude”, como conta em conversa com o R7.

— A brincadeira começa no título. Durante muito tempo as pessoas pensavam que chamar alguém de negro era ofensa. Tem aquela história de clarinho, moreno claro, moreno escuro, moreninho... Afrobege, por exemplo, foi uma menina, que também era negra, que me classificou assim. Achei tão engraçado que resolvi fazer um espetáculo com esse nome.

Ações cotidianas de preconceito e ignorância das quais o negro costuma ser vítima no País viram piada na boca de Nunes, que provoca risada associada à conscientização das pessoas em relação ao desprezível preconceito racial.

—Junto da piada vem uma mensagem também. No Brasil, o preconceito é bem velado. É positivo ser uma coisa que as pessoas tenham vergonha de expor, mas, por outro lado traz um sofrimento camuflado.

O ator, que já atuou em 11 filmes, como Carandiru, coleciona episódios nos quais foi vítima de racismo. Certa vez, aos 14 anos, uma atendente de lanchonete se certificou muitas vezes de que não fosse falsa a nota de R$ 5 que ele utilizou para comprar um salgado. Fora as inúmeras batidas policiais.

— Depois que a peça acaba, muita gente vem falar comigo, inclusive negros, dizendo que se identificaram com as situações. Se eu fosse branco, não faria esse espetáculo, porque não teria essa vivência. A conscientização pelo humor é sempre melhor.

O espetáculo ainda traz dois personagens clássicos do ator. O cobrador de ônibus Geílson, um conquistador latino barato, e Mano Bráulio, uma divertida homenagem a Mano Brown, do Racionais MC.

—Uma vez cruzei com o Mano Brown na passarela do aeroporto de Congonhas. Ele veio me falar que gostava do meu trabalho nos filmes Domésticas e Boleiros. Fiquei emocionado, porque sou fã dele. Falei com que iria fazer um personagem em homenagem a ele. Ele ainda não viu... Será que eu vou apanhar dele no próximo encontro? [risos]

Com um tema espinhoso no palco, nem sempre a plateia escuta com calma o texto. Nunes já passou por situações difíceis, como quando um homem branco gritou que ele não poderia falar assim de negros, “porque ele tinha amigo negro e que conhecia muitos negros que jogavam muita bola e cantavam muito bem”.

— Aí eu respondi: se o negro não sabe jogar bola nem cantar direito ele está ferrado na vida? [risos]

Afrobege (stand-up)
Quando: sábado, às 21h; domingo, às 20h. Até 1º/7/2012.
Onde: Teatro Brasil 21 Cultural (Setor Hoteleiro Sul, SHS quadra 06, conj. A, Bloco “A”, Brasília, DF, tel. 0/xx/61 3039-9296)
Quanto: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada)
Classificação: Livre

O ator, que trabalhou dez anos no Disney Channel, também está em cartaz no espetáculo infantil abaixo, no mesmo teatro, com a história de um menino que fantasia um mundo de super-heróis.

Nada É de Brinquedo – Quando os Alienígenas Ameaçam Nossas Jujubas (infantil)
Quando: sábado e domingo, às 16h. Até 1º/7/2012.
Onde: Teatro Brasil 21 Cultural (Setor Hoteleiro Sul, SHS quadra 06, conj. A, Bloco “A”, Brasília, DF, tel. 0/xx/61 3039-9296)
Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada)
Classificação: Livre

O Retrato do Bob: Zé Celso, o mito de batom

Guatemaltecos mostram profecia maia em BH

Ponto de Encontro do FIT-BH reúne artistas e público

Bando de Teatro Olodum revela cultura negra no alto do morro, no FIT-BH

No FIT-BH, ator argentino mete a ripa no panelaço

Primeiro dia do Fito tem muito batuque em BH

Por trás do pano - Rapidinhas Teatrais

Veja a programação completa do FIT-BH!

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Descubra agora o segredo de cada miss

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
1 Comentário

"Robson Nunes faz humor com situações de racismo no stand-up Afrobege, que chega a Brasília (DF)"

20 de June de 2012 às 10:53 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Sou sua fãaaaaa
    - 20/06/2012 - 16:31

    Caraaaa, sou sua fãaaa, você e muito comédia, eu amo a imitação do Mano Brown (e assim que se escreve????)vi alguns vídeos seus da Fritada da Rita Cadillac, kkkk,coragem .... tem que ser muito FDP para falar aquilo no teatro, pra galera toda, adoreiii quando vc. entrou e tocou a música da Malhação, kkkkk tenho por você carinho de fã mesmo sabe, desejo boa sorte na sua vida, ser sempre esse cara gente boa, a impressão que tenho e que vc. e aquele amigo da escola (aquele maloqueiro kkkk) que a gente nunca esquece, sorte e saúde pra você, esposa, e filha, e gostaria muito de saber quando será sua apresentação aqui em Sampa, vou levar uma galera para se divertir com você, minha admiração sempre !!!!! se puder me escreva para falar da sua agenda : anota aí gracinha_duarte@yahoo.com.br

    Responder
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com