OCandodeGregório 261 <i>O Canto de Gregório</i> coloca o homem em xeque

Espetáculo tem questionamentos existencialistas com a brisa fresca de Recife

Por Miguel Arcanjo Prado

As reflexões acerca da índole natural do homem sempre atiçaram pensadores ao longo do tempo. E o cerne da obra O Canto de Gregório, que o Grupo Magiluth encena na Funarte de São Paulo, é exatamente este: o que é ser um homem bom?

O texto de Paulo Santoro, montado originalmente há oito anos por Antunes Filho e seu CPT (Centro de Pesquisa Teatral) ganha fôlego novo com os meninos de Pernambuco, sob direção de Pedro Vilela.

Sai Ariêta Correa, revelada como Gregório em 2004, e entra Pedro Wagner na pele do personagem atormentado pelo fato de ser acusado de ter assassinado um homem.

De ares que vêm de Kafka, a montagem mostra um homem que coloca seus princípios no divã. Pedro Wagner dá a seu Gregório um ar de desespero sem fim.

O cenário branco, assim como os figurinos na mesma cor do trio que faz embate a Gregório, este vestido em tom escuro, ajudam a dar à obra um ar inóspito e árido.

Afinal, quando os princípios norteadores se esvaem é mesmo difícil encontrar alguma certeza.

Vilela acerta ao fazer com que a plateia entre dentro dos devaneios e participe do julgamento do personagem, suspeito de ter cometido um assassinato.

Erivaldo Oliveira, Lucas Torres e Giordano Castro compõem o trio que ora afaga, ora atormenta Gregório, todos com entrega perceptível à obra. Estão intensos e presentes no palco, sobretudo nos fartos momentos de deboche.

Apesar da unidade do grupo, Giordano acaba por se destacar com sua presença cênica e charme. Um dos momentos em que chama a atenção sobre si é quando incorpora Buda, para deleite do público. Giordano dá leveza ao texto, servindo muitas vezes de alívio e respiro que a plateia busca diante do peso de tantos questionamentos.

Apesar de ainda se manter soturna e agonizante, os meninos do Magiluth trazem para a obra o frescor que só eles têm. Mesmo com questões existencialistas aterradoras, deixam tal agonia sob uma fresca brisa artística que vem do Recife.

magiluth OCandodeGregório 9 <i>O Canto de Gregório</i> coloca o homem em xeque

O Canto de Gregório
Avaliação: Muito bom
Quando: sábado, às 21h. Até 28/7/2012
Onde: Funarte (al. Nothmann, 1.058, Campos Elíseos, Metrô Marechal, São Paulo, tel. 0/xx/3662-5177)
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação: 18 anos

[r7video http://videos.r7.com/saiba-quais-atracoes-vao-agitar-criancas-e-adultos-neste-fim-de-semana-7-e-8-/idmedia/4ff71e97fc9ba08515aed19c.html]

Leia também: O trágico homem bom

Magiluth em SP: seis homens moram juntos em apartamento no Minhocão para viver de teatro

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Malu Mader aplaude amiga Maria Luisa Mendonça

Nando Viana mostra stand-up gaúcho em São Paulo

Saiba quem já concorre ao Prêmio Shell no Rio e SP

Em mês olímpico, atores correm 42 km no palco

Surdos ganham linguagem de sinais nos teatros

Véspera tem filosofia de botequim em meio ao caos

Descubra agora o segredo de cada miss

Viva Zélia Gattai!

O Retrato do Bob: o charme de Giordano Castro

Conheça a musa e o muso do teatro de junho

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"O Canto de Gregório coloca o homem em xeque"

7 de July de 2012 às 06:00 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com