new york Musical <i>New York, New York</i> volta a preço popular

Juan Alba foi mantido do elenco original e agora fará par com Kiara Sasso - Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Quem não viu o musical New York, New York no ano passado, porque os ingressos achava os ingressos caros, tem uma grande chance a partir do próximo mês. A superprodução volta ao cartaz em Sao Paulo, entre 17 de agosto e 7 de outubro com ingresso a R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia-entrada.

Tudo é grandioso em New York, New York.São 16 atores-cantores, 25 músicos, 13 bailarinos... Contudo, a volta aos palcos perde a voz límpida de Alessandra Maestrini, substituída por Kiara Sasso, queridinha no mundo dos musicais.

Ela viverá agora a cantora Francine Evans, apaixonada pelo músico Johnny Boyle, interpretado por Juan Alba, mantido do elenco original. Kiara tem uma missão e tanto pela frente, já que Alessandra arrebatava o público com seu carisma e voz.

Esta é a primeira vez que o texto escrito em 1977 por Earl Mac Rauch se transforma em musical – o que parece inacreditável, tamanho encaixe perfeito que ele faz com as canções apresentadas.

Tudo só foi possível graças à iniciativa do maestro brasileiro Fábio Gomes de Oliveira, que teve o atrevimento de mandar um e-mail ao escritor, pedindo autorização para transformar sua obra em um musical no Brasil.

Já adaptado ao cinema por Martin Scorsese, com Liza Minnelli e Robert De Niro de protagonistas, no Brasil New York, New York tem o comando do tarimbado diretor José Possi Neto, que confere ritmo, cor e pulso forte à montagem.

Apesar da luz ser confusa em alguns momentos e haver muita movimentação no palco nas primeiras cenas, com interpretações paralelas em excesso, desconcentrando o público dos primeiros diálogos dos protagonistas, logo o musical se acerta no talento dos artistas escolhidos com esmero.

A competente Big Band faz execuções primorosas de clássicos norte-americanos feitos entre os anos 1930 a 1950, com Sing, Sing, Sing e New York, New York, que são cantados no original em inglês.

Anselmo Zolla ousou em coreografias acrobáticas e bem executadas por seu time de bailarinos, bem como acertou em chamar Kika Sampaio para criar os números de sapateado cheios de ritmo.

O cenário de J. C. Serroni mescla projeções com armações de ferro para criar os edifícios de Nova York, assim como os figurinos do Atelier Chris Daud para Claudeteedeca e Miko Hashimoto ajudam a colocar a plateia na atmosfera de reconstrução de uma vida de “american dreams”, no pós 2ª Guerra Mundial.

Ver New York, New York é voltar aos tempos românticos, no qual a gente parecia acreditar, mesmo a duras penas, que o sonho é possível. E por que não?

New York, New York - O Musical
Avaliação: Muito bom
Quando: Quintas, às 21h, sextas, às 21h30, sábados, às 17h e 21h, e domingos, às 16h. De 17/8/2012 até 7/10/2012.
Onde: Teatro Sérgio Cardoso (r. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, São Paulo, tel. 0/xx/11 3288-0136)
Quanto: R$ 40
Classificação: 12 anos

Sarau reúne artistas na zona leste paulistana

Companhia Dom Caixote leva Saci-Pererê ao Japão

Descubra agora o segredo de cada miss

O Retrato do Bob: Samir Yazbek, sem fronteira

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Cristiano Kunitake, o bravo samurai do teatro

Veja dicas da Agenda Cultural do Record News SP

Peça desvenda o homem Kurt Cobain

Satyros’ Satyricon faz túnel sexual no submundo

Sérgio Ricardo assina musical do Nós do Morro

SP Escola de Teatro apresenta novidades no palco

O Canto de Gregório coloca o homem em xeque

Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Malu Mader aplaude amiga Maria Luisa Mendonça

Nando Viana mostra stand-up gaúcho em São Paulo

Saiba quem já concorre ao Prêmio Shell no Rio e SP

Em mês olímpico, atores correm 42 km no palco

Surdos ganham linguagem de sinais nos teatros

Véspera tem filosofia de botequim em meio ao caos

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
2 Comentários

"Musical New York, New York volta a preço popular"

19 de July de 2012 às 11:41 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • VINICIUS MARANGONI
    - 17/09/2012 - 0:28

    Assistimos nesse fim de semana a peça New York, New York e foi simplesmente maravilhosa!! Interpretação impecável de todos, trilha sonora e orquestra muito boas, os atores excelentes. O Teatro Sergio Cardoso é ótimo, bem localizado e gostei bastante que as músicas tinham tradução em uma tela "acima" do palco. Muito bom! Parabéns a todos, produtores e artistas. Grato. Vinicius Marangoni

    Responder
    • Miguel Arcanjo Prado
      - 18/09/12 - 16:18

      Vou repassar seu recado a eles, Vinícius. Que ótimo que foi uma experiência tão boa. Abraços!

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com