Por Miguel Arcanjo Prado

Após passar por Londres em uma temporada pré-olímpica que reuniu grupos de todo o mundo representando obras de William Shakespeare no Globe Theatre em maio deste ano, o Grupo Galpão, de Belo Horizonte, faz duas apresentações grátis em São Paulo de Romeu e Julieta.

As sessões serão neste sábado (4) e domingo (5), às 18h, no Sesc Belenzinho (r. Padre Adelino, 1.000, Metrô Belém), e os ingressos serão distribuídos uma hora antes de cada sessão.

O grupo também apresentou a obra com sucesso no último FIT-BH (Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte), quando levou 16 mil pessoas à praça do Papa em um único fim de semana.

Gabriel Villela é o diretor responsável pela remontagem do espetáculo, apresentado pela primeira vez há exatos 20 anos. Ele, que agora mora em São Paulo, esteve em Belo Horizonte entre 27 de fevereiro e 6 de março deste ano, quando se reuniu com o elenco original da peça para a remontagem.

Grupo galpao 042 Galpão faz apresentação grátis de <i>Romeu e Julieta</i>

Grupo Galpão apresenta Romeu e Julieta para 16 mil em praça de BH - Foto: Guto Muniz

O blog conversou com a turma do Galpão sobre este momento. Arildo de Barros, que faz assistência de direção de Villela, contou que o objetivo sempre foi fazer a obra tal qual foi feita em 1992.

— É exatamente o mesmo espetáculo. As marcações e as intenções são as mesmas.

Inês Peixoto, que entrou no Galpão justamente para fazer a Senhora Capuleto, mãe de Julieta, afirmou ao Atores e Bastidores que refazer algo pensado 20 anos atrás foi um verdadeiro desafio. Ela se uniu aos colegas para “abrir os velhos baús”, onde encontraram até “flores e cruzinhas usadas em 1992”.

— Abrir os baús foi bonito, mexeu com a gente.

A atriz Teuda Bara, a ama de Julieta, também “tinha um medo danado deste reencontro”. Mas, no encontro com Villela e os colegas do elenco, reencontrou “a alegria e o frescor” deste espetáculo, como contou ao R7.

— É uma peça que a gente não para um minuto. Uma hora você está cantando, na outra está dançando.

Inês conta que o diretor quis “reavivar as relações entre os personagens, buscar o impulso da precipitação, tão presente na trágica história de amor.

 Ele montou uma trave de madeira a um metro e meio do chão e fez com que andássemos sobre ela, igual fizemos em 1992. Esse perigo da queda iminente nos exercícios trouxe ao texto uma qualidade diferente.

Para a atriz, o reencontro com Villela é algo que também mexe com todos, pois “ele foi um diretor muito marcante na história do Galpão”.

— Romeu e Julieta foi um grande divisor de águas na trajetória do grupo. Visitamos 17 países com esta obra.

Tanta lembrança trouxe à tona uma ausência sentida nesta remontagem, a de Wanda Fernandes, que fez Julieta na primeira versão ao lado do Romeu Eduardo Moreira. Ela morreu dois anos depois da estreia. Desde 1996, Fernanda Vianna faz a personagem.

A volta de Gabriel Villela à trupe não foi por acaso. Ele já vinha sendo sondado pelos conterrâneos para dirigir a próxima montagem do Galpão, Os Gigantes da Montanha, texto do italiano Luigi Pirandello. Tudo “coisa do destino”, como acredita Inês.

Romeu e Julieta vai aquecer de novo nossa relação com Gabriel, que está em uma fase esplendorosa da carreira.

Romeu e Julieta
Quando: Sábado (4) e domingo (5), às 18h
Onde: Sesc Belenzinho (r. Padre Adelino, 1.000, Metrô Belém, São Paulo, tel. 0/xx/11 2076-9700)
Quanto: Grátis (ingresso distribuído uma hora antes da sessão)
Classificação: Livre

O Retrato do Bob: Einat Falbel, toda a força de uma atriz pós-desilusão

Coluna do Miguel Arcanjo n° 183: Adeus, Playcenter

Mito morto há 60 anos, Evita foi atriz consagrada

Musical sobre Milton Nascimento custou R$ 1 milhão

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Comente

"Galpão faz apresentação grátis de Romeu e Julieta"

1 de August de 2012 às 14:08 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com