lucas arantes Caso Isabella Nardoni vira peça de teatro

Dramaturgo Lucas Arantes escreveu espetáculo inspirado no caso da menina Isabella - Foto: Bob Sousa

Por Miguel Arcanjo Prado

Um crime que chocou o Brasil acaba de virar espetáculo teatral nas mãos do dramaturgo Lucas Arantes, de Ribeirão Preto (SP). 

edificio london Caso Isabella Nardoni vira peça de teatroEle se inspirou no caso da menina Isabella Nardoni para criar a peça Edifício London - o nome é uma referência ao prédio na zona norte paulistana de onde a garota foi jogada. 

O espetáculo ganha forma de livro, lançado pela Editora Coruja, especializada em publicar textos inéditos na Coleção Rascunho. 

O texto já ganhou encenação em Ribeirão Preto pelo grupo Os Satyros, com direção Fabrício Castro e coordenação de Rodolfo García Vázquez, que assina o texto de apresentação do autor da obra.

A previsão é que a peça Edifício London faça temporada na capital paulista em março de 2013.

samira lochter Caso Isabella Nardoni vira peça de teatro

Samira Lochter será a madrasta de Isabella

A atriz Samira Lochter vai interpretar a personagem inspirada na madrasta da menina Isabella, Ana Carolina Jatobá, condenada pelo crime, assim como o pai, Alexandre Nardoni.

Arantes conta que, por meio da peça, seu objetivo é "discutir o papel da arte como crônica de seu tempo".

A Coleção Rascunho ainda traz o livro Nada Não, Só Câncer, de José Chiavenato, e Outras Histórias, de Ruy Marques Ferreira.

O preço é barato. Cada livro custa apenas R$ 10 e pode ser comprado pela internet.

Veja, abaixo, um trecho da peça Edifício London, de Lucas Arantes:

"O jornal é uma espécie de psicólogo social. Quando uma tragédia anunciada ocorre, ele busca organizar o luto de uma sociedade inteira. A notícia é a presentificação de um marco. Quanto mais tempos os noticiários anunciam um fato, mais marcante esse acontecimento é. A diferença é que o luto não é eterno. Com o tempo, outras fissuras vão sendo criadas na sociedade, novos acontecimentos que os jornais precisam falar. Eventualmente, algumas tragédias são lembradas em datas comemorativas como um marco para suplantar a dor dessa falha social, desse bolo de pessoas que se reuniram para tentar fugir da morte. Aos poucos, nós vamos esquecendo e os jornais também. Mas quando o jornal não dá conta de suplantar o mistério, de esclarecer os motivos, de responder as perguntas de um acontecimento, a arte tenta cumprir o seu papel de eternizar o enigma."

casoisabella Caso Isabella Nardoni vira peça de teatro

Saiba tudo sobre o Caso Isabella Nardoni

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
4 Comentários

"Caso Isabella Nardoni vira peça de teatro"

6 de December de 2012 às 11:21 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • NARA
    - 05/03/2013 - 10:11

    HORRIVEL QUE ESTAO FAZENDO ,EU COMO MAE E QUE PERDI MINHA FILHA NUMA TRAGEDIO O QUE MENOS QUERO OUVIR É SOBRE O DIA E SOBRE COMO ELA ESTAVA ,ESSA MAE DEVE ESTAR SOFRENDO,COM ESSA SITUAÇAO,SERA QUE ESTA GENTE NAO VE ISTO HORRIVEL

    Responder
  • Mônica
    - 28/02/2013 - 15:15

    Péssimo gosto e ganhos às custas da dor alheia... "cultura" baseada em tragédia familiar é no mínimo mal gosto... que tal alguma coisa mais intelectualmente aproveitável ? sabemos que é mais difícil mas profundamente mais sensata... pobre o país que faz da dor diversão... qual será a próxima peça desse "dramaturgo": Eloá, Gil Rugai, Suzane Richthofen ??? vasto material de pesquisa, não é ??? Meu DEUS, ajude esse nosso pobre país pobre...

    Responder
  • Roberta
    - 06/12/2012 - 13:13

    Achei péssimo! Que idéia para peça! Será que a mãe da menina sabe disso?Cda uma!

    Responder
    • Miguel Arcanjo Prado
      - 06/12/12 - 14:00

      Roberta, obrigado pela leitura. A arte pode e deve retratar seu tempo. Defender que uma ideia de espetáculo não possa ser executada significa censura. E que bom que o Brasil já saiu deste triste período. Abraços!

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com