inferno na paisagem belga robson catalunha ivam cabral foto andre stefano Inferno na Paisagem Belga legitima estética do fracasso com paixão de Verláine e Rimbaud

Robson Catalunha e Ivam Cabral em cena de Inferno na Paisagem Belga - Foto: André Stéfano

Por Miguel Arcanjo Prado

Tudo parece meio improvisado. É a impressão que o público tem ao chegar e ver a movimentação dos atores no palco. De repente, eis que Ivam Cabral, líder do elenco dos Satyros, toma o microfone. Defende a estética do fracasso com veemência. Começa Inferno na Paisagem Belga, a nova montagem dos Satyros, que aborda a paixão visceral entre os poetas Paul Verláine (1844-1896) e Arthur Rimbaud (1854-1891) e que encerra a temporada de 2012 nesta quinta (20), no Espaço dos Satyros 1, em São Paulo.

inferno na paisage belga thiago capella henrique mello foto andre stefano Inferno na Paisagem Belga legitima estética do fracasso com paixão de Verláine e Rimbaud

Thiago Capella e Henrique Mello - Foto: André Stéfano

Com a sempre inventiva encenação de Rodolfo García Vázquez, calcada na estética underground e no caldeirão de referências que vão de The Doors a Joy Division, o quarteto formado por Cabral, Robson Catalunha, Thiago Capella Zanotta e Henrique Mello defende os dois personagens.

O espetáculo cumpre a função de contar a história da relação tórrida entre aqueles dois homens especiais na Paris do século 19. Estão lá elementos universais para uma bom roteiro, como o desejo, a paixão, a ambição e a violência.

A utilização da projeção de imagens e trechos de poemas, em diálogo com a iluminação de Flávio Duarte, leva o espectador a viajar em um clipe psicodélico da vida dos dois artistas, como se todos estivessem mergulhados em um transe bate-estaca. Tudo embalado pela visceral sonoplastia aos cuidados de Diego Mazutti.

 Elenco

inferno na paisage belga robson catalunha foto andre stefano Inferno na Paisagem Belga legitima estética do fracasso com paixão de Verláine e Rimbaud

Catalunha é destaque no elenco - Foto: André Stéfano

Geralmente, Vázquez se dá bem ao encobrir com a encenação as incapacidades de seu elenco. No quarteto, enquanto Cabral lê o texto em um tablet – artifício já usado na peça anterior do grupo, Cabaret Stravaganza –, quem mais se destaca é Robson Catalunha, o mais presente e consciente em cena. Capella cumpre a função de ser um corpo que a plateia deseje, e Henrique Mello, no dia em que o blog viu a peça, tinha grande dificuldade para articular o texto.

Mas até isso se encaixa na estética proposta pelos Satyros, que a tudo consegue justificar com seu bem fundamentado discurso. O grupo o defende com tanta crença que a gente até acredita.

Inferno na Paisagem Belga
Avaliação: Regular
Quando: Quinta (20), 21h (última apresentação)
Onde: Espaço dos Satyros 1 (praça Roosevelt, 214, Centro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-6345)
Quanto: R$ 20
Classificação: 18 anos

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
1 Comentário

"Inferno na Paisagem Belga legitima estética do fracasso com paixão de Verláine e Rimbaud"

20 de December de 2012 às 05:25 - Postado por Miguel Arcanjo Prado

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Após Hollywood, Satyros conquistam Nova York - Teatro Atores & Bastidores - R7
    - 23/07/2013 - 11:36

    [...] disso, a peça Inferno na Paisagem Belga segue no cartaz do Espaço dos Satyros 1 até 27 de julho. E novas oficinas livres de [...]

    Responder
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com