Posts de 18/02/2013

Foto de Bob Sousa

renata araujo foto bob sousa O Retrato do Bob: Renata Araújo, de olho no futuroRenata Araújo está envolvida com produção de teatro desde 2006. Danada, além de produtora com diploma de pós-graduação da ECA-USP, é advogada e atriz. Na Impacto R Cultura e Arte, sua empresa, não para nem um minuto sequer. No ano passado, botou no mapa os 21 anos da Cia. Razões Inversas, na qual atuou também como atriz. Agora, cuida da Cia. Perversos Polimorfos, entre outros projetos. Tanto empenho é reconhecido pelos profissionais do teatro, que vivem solicitando seu trabalho. Por isso, essa tem esse olhar certeiro, captado pelo nosso Bob Sousa. Sempre de olho no futuro.

Leia também:
 
Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores
 
Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam
 
Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

 

cabaret bob sousa1 Crítica: <i>Cabaret   E o Tal Mundo Não se Acabou</i>, do Núcleo Experimental, quase chega lá

Elenco de Cabaret - E o Tal Mundo Não se Acabou posa no Núcleo Experimental - Foto: Bob Sousa

Por Miguel Arcanjo Prado
Foto de Bob Sousa

As mazelas fazem parte da vida de um artista assim como da de qualquer ser humano. Contudo, o público sonha em acreditar que a vida daqueles que estão no palco é diferente, embarcando profundamente na ilusão que teatro proporciona.

E é essa magia o ponto forte do gênero cabaret, que teve sua maior força na Europa do século 20, assolada pelas duas Grandes Guerras Mundiais. Se o ar, por conta de disputas políticas e bélicas, estava irrespirável naquele então, os artistas noturnos serviam para criar uma atmosfera de ilusão e festa, mesmo que esta durasse apenas até a manhã seguinte.

Com dramaturgia de Thiago Ledier e direção de Fernanda Maia, Cabaret – E o Tal Mundo Não se Acabou busca esse clima de show de variedades. E coloca como pano de fundo a brincadeira, ainda pertinente, com o não-fim do mundo em 21 de dezembro de 2012, conforme teriam previsto os maias.

Como boa diretora musical que é, Fernanda consegue dar mais brilho às vozes, com os arranjos simples e certeiros, porque nem todos cantam a contento. Já as coreografias, simplórias por demais, não chegam a chamar a atenção. Alguns corpos parecem perdidos em cena, mesmo quando não é o objetivo.

Apesar de tentar embarcar na leveza do gênero, a dramaturgia envereda por um ambiente bem mais denso. Mas os textos poéticos perdem força ao serem ditos em tom declamatório por boa parte do numeroso e irregular elenco, formado por Adriana Alencar, Adriana Fonseca, Aretê Bechelli, Bibi Piragibe, Bruno Gael, Claudia Miranda, Cy Teixeira, Danilo Rodriguez, Juliana Calderón, Nabia Villela, Natasha Sonna, Priscilla Oliva, Rafaela Cassol, Thiago Carreira, Tony Germano, Valmir Martins e Vivi Bertocco.

Assim, após um rodopiar de belas mulheres com figurino provocante, o público pode ser bofeteado com um cru relato de abuso sexual infantil. Nada mais desconcertante. Não bastasse, o tom festivo mantido depois às duras penas acaba por banalizar o que foi dito.

O Núcleo Experimental é um dos melhores espaços teatrais da cidade, sempre com vasto repertório de peças intimistas e provocantes. A grande máxima do espaço é manter o lugar vivo com uma troca constante de montagens. E inovar sempre implica em correr riscos. Às vezes, não dá tão certo. Cabaret – E o Tal Mundo Não se Acabou foi uma tentativa de o grupo se aproximar de um gênero difícil. Quase chegaram lá.

Cabaret – E o Tal Mundo Não se Acabou
Avaliação: Regular

 

Leia também:
 
Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores
 
Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam
 
Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com