Posts com a tag "fotos"

carnaval ed moraes Artistas do teatro pulam o Carnaval

Com direito a fantasia, o ator e diretor Ed Moraes, da Cia. dos Inquietos, faz um Carnaval em homenagem ao Oriente Médio nas ruas de São Paulo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O clima de folia contagiou também os artistas do teatro brasileiro. O Atores & Bastidores do R7 fez uma pincelada e descobriu que alguns nomes importantes de nossos palcos andam se acabando na folia. Fazem muito bem.

carnaval luna martinelli Artistas do teatro pulam o Carnaval

A atriz Luna Martinelli se fantasiou de Frida, a pintora mexicana, e curtiu blocos de SP

carnaval lulu pavarin Artistas do teatro pulam o Carnaval

Lulu Pavarin (ao centro) brinca nos blocos de SP rodeada de amigos

carnaval cleo de paris Artistas do teatro pulam o Carnaval

A atriz Cléo De Páris, do grupo Os Satyros, saiu no Anhembi com a Vai-Vai

carnaval beto mettig danielle rosa Artistas do teatro pulam o Carnaval

Beto Mettig e Danielle Rosa, do Oficina, curtem o Carnaval de Salvador

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

tiago leal eduardo enomoto 1 Tiago Leal, o menino tímido do interior gaúcho que virou ator e conquistou a metrópole paulista

Gaúcho da fronteira, Tiago Leal chamou a atenção dos internautas do R7 - Foto: Eduardo Enomoto

Por Miguel Arcanjo Prado
Fotos de Eduardo Enomoto

Tiago Leal é gaúcho de Jaguarão, no Rio Grande do Sul, divisa com o Uruguai. Foi criado em fazenda, longe de gente e bem mais perto da natureza. Talvez, por isso, seja ainda tímido diante de uma equipe de reportagem. Ele foi eleito Muso do Teatro R7, por conta de sua atuação no espetáculo Adormecidos, do grupo Os Satyros, em São Paulo — a obra volta ao cartaz em janeiro de 2014.

Caçula e único homem dos três filhos do fiscal rural Alberto Leal e sua esposa, Vania, ele confessa: “Sempre tive fobia de gente”. Quando era menino e chegava visita em casa, se escondia. Aos 17 anos, quando era hora de partir da cidade pequena em busca de estudo universitário, que não havia por lá, resolveu repetir o terceiro ano do ensino médio para adiar a decisão. “Gostava de ir de bicicleta para a escola. Sempre fui bicho do mato”.

Costumava brincar no teatro abandonado da sua cidade, sem saber que um dia faria do palco sua profissão.

tiago leal eduardo enomoto 2 Tiago Leal, o menino tímido do interior gaúcho que virou ator e conquistou a metrópole paulista

Tiago Leal estudou teatro em Porto Alegre e também no CPT de Antunes Filho - Foto: Eduardo Enomoto

Aos 18, não teve jeito, foi estudar direito em Porto Alegre, para alegria de sua mãe. Do lado do apartamento onde se instalou, no boêmio bairro do Bonfim, havia o Teatro Escola de Porto Alegre. Resolveu dividir seu tempo entre o estágio no Tribunal de Justiça e o palco vizinho.

Logo se enturmou e foi chamado para fazer a peça A Guerra dos Ratos, com direção de Zé Adão Barbosa, com Cia. das Índias. “Foi lá também que a Cléo De Páris começou”, revela, sobre sua hoje companheira na Cia. Os Satyros.

Neste tempo, “dormia seis horas por dia e trabalhava que nem um cavalo”. Mas fazia o que queria. “Meu diretor falava que quem nasceu para fazer teatro tinha uma maldição [risos]”.

Formou-se advogado, mas nem foi buscar o diploma. Enveredou-se de vez pelos palcos. “Fui emendando uma peça atrás da outra”, lembra. Foi dirigido por Marco Fronchetti, até que Júlio Conte lhe chamou para fazer a remontagem da peça Bailei na Curva, que tinha também no elenco o hoje consagrado ator de cinema Júlio Andrade. Viveu o sucesso.

tiago leal eduardo enomoto 31 Tiago Leal, o menino tímido do interior gaúcho que virou ator e conquistou a metrópole paulista

Tiago Leal é integrante há oito anos do grupo teatral Os Satyros - Foto: Eduardo Enomoto

“Aproveitei para juntar um dinheiro e vir para São Paulo tentar pela segunda vez o CPT [Centro de Pesquisa Teatral] de Antunes Filho”. Dessa vez, o grande diretor lhe aprovou. “Mudei com a cara, a coragem e a grana do espetáculo”, recorda.

Sobre como foi sair da posição confortável de ator de uma peça de sucesso em Porto Alegre para o posto de jovem pupilo de Antunes na capital paulista, ele opina: “Sempre fui de um lugar muito pequeno, então, não tinha nada a perder”. Ficou dois anos no CPT, até que o dinheiro acabou e ele precisou sobreviver na metrópole.

“Dividia um quarto com quatro pessoas e precisava pegar água no Sesc para beber”, lembra, sobre a fase difícil. Surgiu a possibilidade de atuar no infantil É o Bicho, dirigido por Rosi Campos. “Passei como substituto do Kayky Brito. Então, o público ia vê-lo e dava de cara comigo [risos]”. Ele recorda que foi divertido fazer o teste. “De repente, estavam todos os ‘atores sérios’ do Antunes vestidos de mosquito da dengue, de urso, de criança na audição, porque todo mundo precisava sobreviver. Lembro-me que rimos muito daquela situação”.

E aí o grupo Os Satyros surgiu em sua vida. Está há oito anos na trupe fundada por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez. “Fiz muitas coisas com eles, como a peça Hipóteses para o Amor e a Verdade, que virou filme depois”.

tiago leal eduardo enomoto 41 Tiago Leal, o menino tímido do interior gaúcho que virou ator e conquistou a metrópole paulista

Bem-humorado, o ator Tiago Leal ainda se lembra dos tempos difíceis de quando chegou em São Paulo: "Já dividi muito sofá e animei muita criança no Sesc Itaquera" - Foto: Eduardo Enomoto

Hoje, mora sozinho em uma região nobre do centro paulistano, o que considera uma conquista. “Já dividi muito sofá velho e animei muitas crianças no Sesc Itaquera [risos]”. Com campanhas publicitárias aliadas ao posto fixo no grupo teatral, conseguiu se estabilizar. Mas sabe que tudo sempre é imprevisível nesta profissão. “Eu gosto muito de interior. Gosto de assistir ao Globo Rural de domingo. Quem sabe um dia eu não vá criar galinhas em um sítio?”, especula.

Está se preparando para uma maratona de peças com os Satyros em 2014, ano em que o grupo vai celebrar seus 25 anos. “Estou ensaiando muito e também dou aulas na oficina de atores do grupo”.

Aos 39 anos, diz que os amigos brincam, dizendo que ele é uma senhora inglesa muito fina e um maloqueiro aprisionados juntos em um corpo de playboy. Sobre o corpo sarado e os braços fortes que chamam a atenção e fizeram dele Muso do Teatro R7, desconversa. “Estão me zoando com essa história de ser muso. Até parei de nadar, porque acho que estou muito grande”. A quem interessar possa, ele nada todos os dias às 7 da manhã na piscina do estádio do Pacaembu.

Acanhado, diz que não entende por que desperta o interesse dos outros. “Acho a minha vida tão sem graça. Sempre achei a vida do outro mais interessante. Acho que por isso virei ator”.

tiago leal eduardo enomoto 5 Tiago Leal, o menino tímido do interior gaúcho que virou ator e conquistou a metrópole paulista

“Acho a minha vida tão sem graça. Sempre achei a vida do outro mais interessante. Acho que por isso eu virei ator”, diz o ator Tiago Leal, que sonha em um dia poder voltar para o interior - Foto: Eduardo Enomoto

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

bob sousa livro Fotógrafo Bob Sousa lança livro Retratos do Teatro e declara: “Sou o Bob do teatro, que me deu tudo”

O fotógrafo Bob Sousa mostra o livro Retratos do Teatro: 169 fotografados - Foto: Tiago Cheregati; veja galeria

Por Miguel Arcanjo Prado
Fotos de Tiago Cheregati

“Olha como fiquei bonito. Estou parecendo um galã dos filmes da Metro. Estou um Clark Gable”, disse um sorridente diretor Antunes Filho no saguão do Teatro Anchieta do Sesc Consolação, na noite da última quarta (27).

danilo abre 2 Fotógrafo Bob Sousa lança livro Retratos do Teatro e declara: “Sou o Bob do teatro, que me deu tudo”

O gerente regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, apresentou o livro ao público, ao lado da programadora de teatro do Sesc Consolação e jornalista Adriana Macedo - Foto: Tiago Cheregati; veja galeria

Ele conferia sua foto, que abre o livro Retratos do Teatro [Editora Unesp], do fotógrafo Bob Sousa, com 169 personalidades do teatro paulistano retratadas. A obra está disponível gratuitamente na internet.

O livro foi lançado com casa lotada. O fotógrafo passou mais de duas horas autografando cerca de 300 exemplares distribuídos gratuitamente aos convidados. Antunes lembrou a importância da iniciativa:

— É do cacete esse livro! O Bob Sousa dá uma força para o teatro. Dá um estímulo estético para a gente. Isso é bom e eu gosto. Para ele, estou sempre às ordens.

Veja galeria de fotos do lançamento de Retratos do Teatro, de Bob Sousa

A cerimônia de lançamento foi aberta pelo gerente regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda. Ele falou que o livro de Bob “ajuda a valorizar o teatro”.

— Temos grandes personalidades do teatro neste livro. É uma honra para o Sesc receber Bob Sousa e seus convidados no Teatro Anchieta, este palco que tem um significado tão importante para o teatro.

danilo santos antunes filho Fotógrafo Bob Sousa lança livro Retratos do Teatro e declara: “Sou o Bob do teatro, que me deu tudo”

Amigos: Antunes Filho abraça Danilo Santos de Miranda no lançamento - Foto: Tiago Cheregati; veja galeria

Professor e pesquisador de teatro da Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho), Alexandre Mate, falou que Bob Sousa documenta em seu livro uma história importante de nosso teatro.

bob sousa familia Fotógrafo Bob Sousa lança livro Retratos do Teatro e declara: “Sou o Bob do teatro, que me deu tudo”

Bob Sousa posa com sua mulher, Daniela, e os filhos, Isabela, Letícia e Pedro, no evento - Foto: Tiago Cheregati; veja galeria

— Este livro é uma oportunidade para muitos artistas terem assento na história. O modo de ser de Bob Sousa me lembra uma canção de Beto Guedes que diz “um mais um é sempre mais que dois”. O Bob traz isso: ele se doa às pessoas.

Marta Colabone, gerente de estudos e desenvolvimento do Sesc São Paulo, fez um dos mais belos discursos da noite e afirmou que “Bob Sousa, ao retratar pessoas, retratou vidas”.

Veja galeria de fotos do lançamento de Retratos do Teatro, de Bob Sousa

O ator Lee Taylor lembrou que, “numa era de banalização da imagem, o livro de Bob Sousa revela imagens cheias de sensibilidade”.

O também ator Caco Ciocler, lembrou da “simpatia” que faz com que os artistas se sintam à vontade diante da lente de Bob a quem definiu como “um amigo muito fácil de se ter”.

O público viu um vídeo com os retratos do livro exibidos em um telão, dirigido por Laerte Késsimos, com texto de Camilo Vannuchi e voz de Danilo Grangheia.

Emocionado, Bob Sousa discursou à plateia lotada. Lembrou que sua trajetória foi de muita persistência e brincou que, no começo, sempre lhe perguntavam: “Bob de onde?”.

—Fazer este livro foi viver duas vidas. Sempre me perguntavam: ‘Bob de onde?’. Foi a frase que mais ouvi. Eu sou o Bob do teatro. O teatro me deu tudo!

Clique aqui para baixar o livro Retratos do Teatro, de Bob Sousa

Veja galeria de fotos do lançamento de Retratos do Teatro, de Bob Sousa

bob sousa autografa Fotógrafo Bob Sousa lança livro Retratos do Teatro e declara: “Sou o Bob do teatro, que me deu tudo”

Personalidades do teatro paulistano lotaram o saguão do para pegar o autógrafo de Bob Sousa no livro Retratos do Teatro (Editora Unesp), que está disponível na internet gratuitamente - Foto: Tiago Cheregati; veja galeria

 

Curta nossa página no Facebook!

Veja dicas da Agenda Cultural (toda sexta, meio-dia, na Record News)

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

cleo maria andre stefano Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

Contra o preconceito: Cléo De Páris e Maria Casadevall dão selinho durante as Satyrianas - Foto: André Stefano

Por Miguel Arcanjo Prado

Bom, agora que a ressaca já passou é hora de lembrar coisas bacanas que rolaram nas Satyrianas 2013. Uma dos charmes que marcaram o evento que recheou a praça Roosevelt, no centro paulistano, entre 14 e 17 de novembro com 78 horas de arte ininterruptas, foi mais uma edição da série selinhos, nas quais os artistas se beijam contra o preconceito. O projeto é idealizado por Fábio Penna e André Stefano. A atriz Maria Casadevall, que virou um rosto conhecido da TV nos últimos tempos, mas sempre fez parte da turma teatral, foi um dos destaques nas bitocas. Veja, aí abaixo. E ainda veja a galeria com os melhores momentos do evento pelo fotógrafo André Stefano.

selinhos andre stefano Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

Beija eu, beija eu, beija eu...! Selinhos dominaram as Satyrianas 2013. A partir do alto, em sentido horário: Maria Casadevall e Marba Goicochea; Daniel Gaggini e Gustavo Ferreira; Luisa Juppe e Eric Vecchioni, Joana Guimarães e seu reflexo; Rodolfo García Vázquez e Ivam Cabral; Cléo De Páris e Eric Lenate; Phedra D. Córdoba e Henrique Mello - Fotos: André Stefano

Veja outras imagens marcantes das Satyrianas!

Veja as fotos que Bob Sousa fez durante o evento!

Como sempre, as Satyrianas foram espaços para dramaturgos consagrados, como Lauro César Muniz, e também jovens talentos apresentarem ao público seus novos projetos. Nas AutoPeças, que se passaram dentro de carros, chamou a atenção o texto Noir, do autor gaúcho Afonso Lima. Ele usou como inspiração o clássico Acossado, de Godard e impactou a plateia. Ainda da nova safra de bons textos teatrais está Contra o Jazz, peça de Viviane Roesil com pegada pop e cheia de ironia das mais perspicazes. A peça da moça parece uma mistura de Almodóvar e Tarantino. Foi apresentada dentro do projeto Ouvir Contar, em um apartamento na praça, com direção de Victor Hugo Valois.

ouvi contar viviane roesil Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

A dramaturga Viviane Roesil (de amarelo) se destacou nas Satyrianas com Contra o Jazz - Foto: André Stefano

Também se destacou Otto, do jovem Marco Keppler - que é sobrinho do dramaturgo Franz Keppler. Ele provou que o talento para a escrita teatral está no sangue da família, com uma sufocante peça sobre um psicopata que não quer se revelar a si mesmo. A obra, apresentada no banheiro do subsolo da SP Escola de Teatro com inventiva direção de Aline Negra Silva, causou frisson.

otto ed moraes juan manuel tellategui foto igor dalbone Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

Os atores Ed Moraes e Juan Manuel Tellategui em Otto: no banheiro da SP Escola de Teatro - Foto: Igor Dalbone

Uma mulher se oferece para lavar os pés do público. Esta era uma das cenas de Iracema, uma performance de 48 horas no ônibus da trupe Sinhá Zózima, instalado na praça Roosevelt. Uma das coisas mais interessantes do festival. A atriz Luciana Ramin recebeu o público no veículo e disse com propriedade o texto de Élida de Almeida com encenação de Anderson Maurício. Na pele de uma usuária de crack, ela envolveu e comoveu a plateia com sua história cheia de poesia. Aliás, coisa comum nas montagens do grupo, que sabe encher de vida colorida a crueza do cinza urbano.

Performance Iracema Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

Luciana Ramin foi destaque nas Satyrianas com Iracema, da Trupe Sinhá Zózima - Foto: André Stefano

A festa terminou com o show Podem Vaiar Agora!. Com o nome sugere, uma apresentação despretensiosa, sob comando de Thiago Mendonça. O ator remontou uma banda de garagem tal qual a extinta Aborto Elétrico de Renato Russo e entoou os sucessos do líder da Legião Urbana, a quem interpretou no cinema. Pena que o show, no fim da noite de domingo, durou tão pouco. Foi sujo, underground, frenético e, antes de tudo, a cara das Satyrianas. Quem viu cantou e aplaudiu.

Thiago Mendonça Selinhos contra o preconceito marcam as Satyrianas 2013; veja outros destaques da festa do teatro

Thiago Mendonça cantou sucessos de Renato Russo no show de encerramento das Satyrianas - Foto: André Stefano

Veja mais fotos das Satyrianas 2013 por André Stefano!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

maria robson Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Integrante do grupo Os Satyros, criador das Satyrianas, a atriz Maria Casadevall esteve no evento e ganhou um beijo do amigo Robson Catalunha, produtor do festival paulistano - Foto: Reprodução

Por Miguel Arcanjo Prado

Entre esta quinta (14) e este domingo (17), as Satyrianas movimentaram a praça Roosevelt, no centro de São Paulo, por 78 horas. A grande festa das artes - além de teatro, há música, performances, cinema e muito mais - chega ao fim neste domingo, mas ainda dá tempo de conferir algumas imagens que marcaram o festival, como o beijo, acima, que Maria Casadevall ganhou do amigo Robson Catalunha durante a festa. Veja, abaixo, outras imagens do evento:

paloma duarte fotomix fabiosilva 81 Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

A atriz Paloma Duarte é flagrada no meio do público na praça Roosevelt - Foto: Fábio Silva/Coletivo Fotomix

A atriz Paloma Duarte circula pelas Satyrianas. Ela participa da leitura do espetáculo Espelhos Paralelos, de Lauro César Muniz, no Dramamix, com direção de Bárbara Bruno.

historiasdesegundamao fotomix luhcamargo 006 Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Cena de Histórias de Segunda Mão, nas Satyrianas - Foto: Luciana Camargo/Coletivo Fotomix

Cléo De Páris e Tato Consorti atuam em Histórias de Segunda Mão, de Marici Salomão, com direção de Eric Lenate, dentro do projeto Dramamix.

otto Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Equipe de Otto se reúne após a apresentação na SP Escola de Teatro - Foto: Miguel Arcanjo Prado

Equipe de Otto, espetáculo de Marco Keppler com direção de Aline Negra Silva, comemora a apresentação, feita em um lugar inusitado: o banheiro do subsolo da SP Escola de Teatro.

limusine Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Interior da limusine que serviu de cenário para peça de Letícia Simões e Robson Catalunha - Foto: Reprodução

Uma luxuosa limusine chamou a atenção de todos na praça Roosevelt. O carro foi cenário da autopeça Manual de Sobrevivência para Aqueles que Não Sabem Dirigir, com texto de Letícia Simões e direção de Robson Catalunha, com atuação de Laerte Késsimos.

soentrenos fotomix priscilahermanny 10 Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Cena da peça Só... Entre Nós, de Franz Keppler, apresentado no evento - Foto: Priscila Hermanny/Coletivo Fotomix

O dramaturgo Franz Keppler também apresentou produção nova nas Satyrianas, a peça Só... Entre Nós, com Marcia Nemer Jentzsch, Ricardo Henrique e Tiago Martelli, sob direção de Joca Andreazza, dentro do Dramamix.

20131114 fotomix luhcamargo  4 Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

O coordenador geral das Satyrianas Gustavo Ferreira: sempre alerta - Foto: Luciana Camargo/Coletivo Fotomix

Gustavo Ferreira, coordenador geral das Satyrianas, resolve as últimas questões do evento durante sua abertura, na quinta (14), na praça Roosevelt, centro paulistano.

ciclistas bonequeiros fotomix giovana pasquini Maria Casadevall ganha beijo nas Satyrianas; veja imagens que marcaram o evento do teatro em SP

Criança se diverte no projeto Ciclistas Bonequeiros em plena praça Roosevelt - Foto: Giovana Pasquini/Coletivo Fotomix

Giovana Pasquini, fotógrafa do Coletivo Fotomix, que registra a festa sob coordenação de Luciana Camargo, fez uma das imagens mais bonitas das Satyrianas 2013: uma criança se diverte no projeto Ciclistas Bonequeiros, que mistura teatro lambe-lambe com teatro de brinquedos em plena praça Roosevelt.

Leia mais sobre as Satyrianas no R7!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

satyrianas2013 foto bob sousa8 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

Tem stand-up nas Satyrianas no Satyricães: Tiago Carvalho, Lucas Moreira, Rogério Vilela, Neusa Felipe, Criss Paiva, Nany People, Luiz Franca, Pedro Casali, Fernando Strombeck e Átila Shinhi - Foto: Bob Sousa

Por Miguel Arcanjo Prado
Fotos de Bob Sousa

O Atores & Bastidores do R7 resolveu zanzar pelas Satyrianas 2013 em busca de gente interessante. Encontramos sete personagens que trombaram conosco. Olha eles aí:

A festa em pessoa, a atriz Nany People é íntima do povo dos Satyros desde antes de sua existência. Afinal, ela integrou o elenco da primeira peça dirigida pelo diretor Rodolfo García Vázquez, Corpo Santo, em 1988, ao lado da amiga Neusa Felipe. Ambas participaram do show de stand-up do projeto Satyricães. Curiosamente, esta é a primeira vez que Nany participa do festival. “Nunca tinha dado tempo. Mas este ano fiz questão de vir, acabei de chegar de Minas e ainda tenho peça hoje à noite. Vim também porque adoro esse projeto Satyricães. Você sabe que eu defendo os animais: tenho quatro cachorros, dois poodles e dois vira-latas”. Danada.

satyrianas2013 foto bob sousa1 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

A atriz Jenifer Costa: do Mato Grosso para a bilheteria das Satyrianas - Foto: Bob Sousa

Com seu belo cabelo black-power e olhar doce, a atriz mato-grossense Jenifer Costa, de 21 anos, trabalha nestas Satyrianas na bilheteria do Satyros Um, na praça Roosevelt, entre 14h e 20h. Radicada em São Paulo há três anos, faz teatro na Cia. 7 Pedaços e estudou na escola de Beto Silveira. “Ficar na bilheteria é engraçado porque eu encontro amigos o tempo todo”, revela. Sorte de quem compra ingresso com ela.

satyrianas2013 foto bob sousa3 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

Paulo Vasconcelos, da Cia. da Revista, gosta de ver gente nas Satyrianas - Foto: Bob Sousa

De sorriso bonito de se ver, o ator da Cia. da Revista, Paulo Vasconcelos participa das Satyrianas há pelo menos cinco edições. “Desta vez, recebemos quatro grupos em nosso espaço”, ele conta. Ele costuma ficar em frente à sede do grupo, vendo a turma passar por ele. “As Satyrianas deixam a praça mais exuberante. É só chegar e se divertir”. Falou tudo.

satyrianas2013 foto bob sousa4 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

Renata Araújo: com o programa por perto para ficar por dentro de tudo - Foto: Bob Sousa

Dona de belos olhos claros, a atriz Renata Araújo não perde uma edição das Satyrianas. De Mogi das Cruzes e radicada na capital paulista há cinco anos, ela aposta sempre na diversidade para fazer sua programação. “Estou aproveitando tudo. As Satyrianas são uma chuva de teatro”, afirma. Faz muito bem.

satyrianas2013 foto bob sousa5 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

Luiz Gil Finguermann, Otávio Donassi e Aloha Queiroz: performance presente - Foto: Bob Sousa

Todos saidinhos, os performers Luiz Gil Finguermann e Aloha Queiroz chamaram a atenção de quem passou pela praca Roosevelt nestas Satyrianas. Fizeram um tributo a Renato Cohen e a Otávio Donassi durante o evento. “Estamos mostrando que a performance também está presente nas Satyrianas”, decretam. É isso mesmo.

satyrianas2013 foto bob sousa6 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

A arte presa no trânsito: Su Norissada, Renata Zettler, Marcio Tito Pellegrini e Tuany Mancini; A Tragédia Pop participa das Satyrianas dentro do carro vermelho - Foto: Bob Sousa

Olha o trânsito! Tem espetáculo dentro de um carro, no projeto Autopecas. Su Norissada, Renata Zettler, Marcio Tito Pellegrini e Tuany Mancini se espremeram no sandero vermelho para ensaiar A Seita do Vazio, do grupo A Tragédia Pop. “As Satyrianas têm um olhar múltiplo”, diz Tito. “É de encher os olhos”, afirma Settler. “É uma oportunidade de fazer coisas diferentes”, acredita Mancini. A quem interessar possa, Norrisada completa, toda séria: “Eu tenho carteira de habilitação, e o carro é meu”. Poderosa.

satyrianas2013 foto bob sousa2 Veja sete olhares para as Satyrianas 2013

Wellington Matos dos Santos chamou os olhares para si nas Satyrianas - Foto: Bob Sousa

Estiloso que só ele, o estudante do ensino médio Wellington Matos dos Santos, de 17 anos, estreou em 2013 como público das Satyrianas. Morador de Taipas, na zona norte paulistana, ele já está metido em artes. “Estou fazendo uma versão de Hair, como o grupo Luscofusco. E também danço na Sopro Escola de Dança. É a primeira vez que participo das Satyrianas. Achei interessante porque é bem acessível a todos, com este esquema de pague quanto puder. E também porque eu gosto deste clima underground da praça Roosevelt”. Quando questionado se havia feito esta produção de moda só para o evento, ele foi direto, mas com sorriso aberto. “Não me produzo. Eu sou assim”. Garoto esperto.

Leia mais sobre as Satyrianas no R7!
Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

juri Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança

Júri mais que sapeca: Ivam Cabral, Gustavo Ferreira, Robson Catalunha e Tato Consorti - Fotos: Arquivo pessoal

miguel bebe Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da CriançaPor Miguel Arcanjo Prado
Emérito na categoria "Eu Quero Apertar Esta Bochecha, Coisinha Linda"

Tudo começou como brincadeira no Facebook com todo mundo alterando sua foto de perfil por outra de quando era criança. O mote é o Dia das Crianças, celebrado neste sábado (12). O Atores & Bastidores do R7 resolveu levar a sério e convidou um júri de artistas para eleger Os Mais Mais da Semana da Criança - 1ª Edição. O júri, presidido por Ivam Cabral, ainda tem Tato Consorti, Gustavo Ferreira e Robson Catalunha. Veja, abaixo, o texto divulgado pelos jurados e a lista dos indicados:

"Foram dias de ansiedade e quebranto para esta qualificada comissão (*). A febre se espalhou Facebook afora e, de singela brincadeira virtual, um grande novo prêmio surge no cenário artístico/político/filosófico/comportamental brasileiro – se cuida, Shell!; se cuida, APTR!; se cuida, ABL!

Entre uma chupeta e outra – além de pirulitos, mamadeiras de Quicky morango, três pacotes de Dadinho... –, analisamos com critério as inúmeras postagens. Com um transbordamento de amor transcendental à la Mãe Lucinda, gostaríamos que todos ganhassem. Porém, como convém aprender na mais tenra idade, a vida não é necessariamente justa.

Por que frisamos isso? Porque, babies, a decisão desta comissão é soberana e, portanto, não admitiremos bico, nem nhem-nhem-nhem. A bola é nossa, ouviram? Ah, os vencedores serão anunciados neste sábado (12), e a entrega de nosso colorido prêmio dar-se-á, com toda a pompa, nas Satyrianas deste ano, em novembro. Em breve, surgirão mais informações, mas já bloqueiem as agendas.

Antes disso, todavia, que rufem os tambores, que soe o Trem da Alegria... Pois, abaixo, segue a lista de indicados às 14 infanto-categorias de nossos Mais Mais 2013.

Um beijo para mamãe, pro papai e para a Xuxa!

Atenciosamente,

A Comissão

(*) Comissão formada por Ivam Cabral [nosso “feiudinho” mais cuti-cuti], Tato Consorti [25 de Março baby boy], Gustavo Ferreira [o Superman da Zona Norte] e Robson Catalunha [que, na verdade, nem poderia concorrer a esse prêmio, pois não cresceu o suficiente]. Ah, o incauto Henrique Mello, que deveria ter feito parte dessa escolha, não surgiu, no frigir dos ovos. Deve ter ficado de castigo na escola..."

LISTA DOS INDICADOS AO PRÊMIO MAIS MAIS DA SEMANA DA CRIANÇA 2013

Grande Prêmio da Crítica
teatro grande enrique diaz1 Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Enrique Diaz
teatro grande lulu pavarin1 Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Lulu Pavarin
teatro grande tania pires1 Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Tania Pires
teatro grande teca la macchia1 Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Teca La Macchia

Prêmio Boy Magia Mirim
teatro boy diego pincerati Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Diego Pincerati
teatro boy fabio penna Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Fábio Penna
teatro boy marcelo tas Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Marcelo Tas
teatro boy pedro neschilng Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Pedro Neschling

Prêmio Musa do Verão do Berçário
teatro musa bianca comparato Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Bianca Comparato
teatro musa cleo de paris Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Cléo De Páris
teatro musa juliana galdino Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Juliana Galdino
teatro musa vitor dicastro Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Vítor Dicastro

Prêmio Simpatia Mirim
teatro simpatia alex grulli Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Alex Gruli
teatro simpatia barbara melo Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Bárbara Melo
teatro simpatia soninha francine Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Soninha Francine
teatro simpatia thiago mendonca Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Thiago Mendonça

Prêmio Diva da Depressão da Maternidade ou Fluoxetina Dose Infantil
teatro divadepre jarbas capusso filho Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Jarbas Capusso Filho
teatro divadepre neusa cristina Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Neusa Cristina
teatro divadepre mercelo denny Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Marcelo Denny
teatro divadepre rodrigo scarpelli Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Rodrigo Scarpelli

Prêmio Bebê Bolado
teatro bolado camila possolo Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Camila Possolo
teatro bolado fabiano muniz Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Fabiano Muniz
teatro bolado ricardo gelli Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Ricardo Gelli
teatro bolado ricky hiraoka Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Ricky Hiraoka

Prêmio Cuti-Cuti
teatro cuti fabiana seragusa Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Fabiana Seragusa
teatro cuti lucia verissimo Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Lúcia Veríssimo
teatro cuti ricardo rathsam Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Ricardo Rathsam
teatro cuti guilherme weber Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Guilherme Weber

Prêmio Nhac-Nhac
teatro nhac bruno galvincio Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Bruno Galvincio
teatro nhac douglas daronco Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Douglas Daronco
teatro nhac fernando barros e silva Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Fernando Barros e Silva
teatro nhac marici salomao Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Marici Salomão

Prêmio Vintage Mirim 
teatro vintage alvaro machado Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Alvaro Machado
teatro vintage celina ishikawa Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Celina Shikawa
teatro vintage celso curi Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Celso Curi
teatro vintage jairo mattos Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Jairo Mattos

Prêmio Criança Fantasia

teatro fantasia alvaro leme Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Alvaro Leme
teatro fantasia beth lopes Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Beth Lopes
teatro fantasia danilo grangheia Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Danilo Grangheia
teatro fantasia majeca angelucci Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Majeca Angelucci

Prêmio Bumbum de Anjo
teatro bumbum bruno gael Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Bruno Gael
teatro bumbum carolina splendore Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Carolina Splendore
teatro bumbum helio dusk Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Helio Dusk
teatro bumbum rafael marcos Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Rafael Marcos

Prêmio Criança Babadeira
teatro babadeira carolina guaycuru Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Carolina Guaycuru
teatro babadeira maria manoela maria nowill Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Maria Manoella e Martha Nowill
teatro babadeira mariana franca Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Mariana França
teatro babadeira roney facchini Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Roney Facchini

Prêmio Criança 25 de Março
teatro 25 herge del rio Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Herge Del Rio
teatro 25 joao luiz vieira Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
João Luiz Vieira
teatro 25 sergio roveri Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Sergio Roveri
teatro 25 regina ricca Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Regina Ricca

Prêmio Quem Não Chora Não Mama
teatro chora bruna de moraes Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Bruna de Moraes
teatro chora caca rosset Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Cacá Rosset
teatro chora luiz alex Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Luiz Alex
teatro chora ricardo pettine Júri escolhe mais belos na infância; veja lista de indicados ao Mais Mais da Semana da Criança
Ricardo Pettine

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

IMG 3357 Antunes Filho estreia Nossa Cidade; veja quem foi

Após o espetáculo, Antunes Filho recebeu os convidados em um coquetel - Foto: Leo Franco/AgNews

Por Miguel Arcanjo Prado

Grandes nomes do teatro e da sociedade foram ao Teatro Anchieta do Sesc Consolação, em São Paulo, na noite desta sexta (4), para prestigiar a estreia da peça Nossa Cidade, dirigida por Antunes Filho.

O diretor Nelson Baskerville, as atrizes Laura Cardoso, Julia Lemmertz, Lulu Pavarin, Ondina Clais Castilho e Fernanda Couto, a apresentadora Marina Person e o político Eduardo Suplicy foram alguns dos que fizeram questão de ir dar o abraço no mestre.

Veja, abaixo, algumas imagens da noite:

Laura Cardoso e antunes Filho Antunes Filho estreia Nossa Cidade; veja quem foi

Antiga amizade: a atriz Laura Cardoso prestigiou o mestre Antunes Filho - Foto: Leo Franco/AgNews

A atriz Laura Cardoso estreou nos palcos paulistanos sob comando de Antunes Filho, no espetáculo Plantão 21, em 1959. Desde então, o diretor e a atriz são grandes amigos. A atriz era uma das mais animadas no hall do Teatro Anchieta e fez questão de ar aquele abraço no amigo.

Julia Lemmertz e a filha 002 Antunes Filho estreia Nossa Cidade; veja quem foi

Berço esplêndido: Julia Lemmertz paparicou a filha, Luiza Lemmertz - Foto: Leo Franco/AgNews

Após trabalhar com Jô Soares e Zé Celso Martinez Corrêa, a filha de Julia Lemmertz, Luiza Lemmertz agora atua sob comando de Antunes Filho em Nossa Cidade. Na obra, ela faz uma dona de casa norte-americana, mulher de um dono de jornal do interior interpretado por Mateus Carrieri.

IMG 3369 Antunes Filho estreia Nossa Cidade; veja quem foi

Retorno: Mateus Carrieri, com a mulher, Kelly, comemorou com Antunes - Foto: Leo Franco/AgNews

Em Nossa Cidade, o ator Mateus Carrieri interpreta Sr. Webb, e faz par com Luiza Lemmertz. Na estreia, acompanhado da mulher, Kelly, ele parabenizou Antunes e agradeceu o convite para atuar na montagem. Esta é a grande volta de Carrieri aos palcos paulistanos.  Leia entrevista exclusiva com ele.

IMG 3344 Antunes Filho estreia Nossa Cidade; veja quem foi

Novo predileto: Leonardo Ventura vive o diretor de cena em Nossa Cidade - Foto: Leo Franco/AgNews

O ator Leonardo Ventura tem o papel de diretor de cena em Nossa Cidade, personagem que conduz a história. Ele é o novo eleito do mestre para comandar seu elenco, como já foi Lee Taylor no passado. A obra faz uma análise do comportamento da sociedade norte-americana no século 20. Leia a entrevista exclusiva com Antunes Filho!

Nossa Cidade
Quando: Sexta e sábado, 21h; domingo, 18h. 90 min. Até 8/12/2013
Onde: Teatro Anchieta do Sesc Consolação (r. Dr. Villa Nova, 245, Vila Buarque, Metrô Santa Cecília, São Paulo, tel. 0/xx/11 3234-3000)
Quanto: R$ 32 (inteira); R$ 16 (meia-entrada): e R$ 6,40 (comerciários e dependentes)
Classificação etária: 12 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Circo 2013 Abertura palhaços foto Adriano Escanhuela 65 4 Festival Paulista de Circo leva riso a Piracicaba

Palhaços garantem a alegria de adultos e crianças no Festival Paulista de Circo - Foto: Adriano Escanhuela

Por Miguel Arcanjo Prado

A cidade de Piracicaba, no interior paulista, se despede neste domingo (15) do 6º Festival Paulista de Circo, após quatro dias de festa.

Circo 2013 Abertura Bruno Edson homenagem foto Adriano Escanhuela Festival Paulista de Circo leva riso a Piracicaba

Euilibrista Bruno Edson recebe homenagem da Secretária Municipal de Ação Cultural de Piracicaba, Rosângela Camolese - Foto: Adriano Escanhuela

O mais tradicional evento circense paulista contou com 55 atrações, como o palhaço Adão e a Banda Paralela.

Este ano, o equilibrista de objetos Bruno Edson recebeu homenagem pelos 64 anos de sua vida que ele dedicou ao circo.

Toda a programação do festival é gratuita.

A realização do evento é da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo

Para saber quais são as atrações deste último dia, clique aqui.

Circo 2013 Abertura início foto Adriano Escanhuela 65 1 Festival Paulista de Circo leva riso a Piracicaba

Público de Piracicaba faz fila para prestigiar o circo na cidade - Foto: Adriano Escanhuela

Veja as dicas da Agenda Cultural da Record News (toda sexta, meio-dia, ao vivo):

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

conrado caputto 2 foto eduardo enomoto Conrado Caputto, o ator de múltiplos encontros

Ator, Conrado Caputto é formado pela Escola de Arte Dramática/USP - Foto: Eduardo Enomoto

Por Miguel Arcanjo Prado
Fotos de Eduardo Enomoto

O ator Conrado Caputto, eleito Muso do Teatro R7 pelos internautas do portal, é tímido na hora de tirar foto. Mas no bate-papo é mais solto. “Faço amigos fácil”, conta.

Em cartaz na peça Para Meninos e Gaivotas - Um Voo Rasante, no Teatro Itália, em São Paulo, ele passou por uma situação complicada no último Dia dos Pais.

Ao fazer a cena na qual seu personagem fica sozinho e chama em voz alta pelo pai, lembrou-se do seu, que partiu em 2011, após uma dura luta contra um câncer cerebral, que ele acompanhou de perto. As lágrimas vieram fartas aos olhos. Não foi fácil conseguir terminar a cena. Mas, ele respirou fundo, buscou concentração não sabe onde, e a terminou.

conrado caputto 5 foto eduardo enomoto Conrado Caputto, o ator de múltiplos encontros

Filho do interior: Conrado Caputto nasceu em Assis, mas foi criado em Ribeirão Preto - Foto: Eduardo Enomoto

Conrado nasceu em Assis, no interior de São Paulo. Filho do leiloeiro rural e empresário José Paulino e da dona de casa Rosana. É o primeiro de três irmãos. Hoje, já é tio de dois sobrinhos.

Atualmente professor de técnica vocal na Escola Incenna, Conrado não se esquece da voz grave que seu pai tinha. Sua casa sempre era repleta de martelos e microfones que seu José usava nos leilões de gado.

Em 1982, a família fez uma rápida experiência em São Paulo. A mãe não gostou da cidade grande, do frio. Logo, foram para Ribeirão Preto, onde de vez os Caputto se instalaram.

Foi lá que Conrado cresceu, sempre inventando algum teatro dentro de casa. A adolescência veio fulminante e, com ela, a decisão do que fazer para toda a vida. Já havia entrado para o grupo de teatro do Colégio Oswaldo Cruz, onde sentia que era sua praia, mas era preciso escolher algo que lhe rendesse algum dinheiro.

conrado caputto 3 foto eduardo enomoto Conrado Caputto, o ator de múltiplos encontros

Ator e professor de teatro, Conrado Caputto também é formado em arquitetura - Foto: Eduardo Enomoto

Primeiro cursou psicologia. Não durou um ano no curso. Aí, veio a arquitetura, que concluiu. Mas a vontade de fazer teatro vinha cada vez mais forte. Um dia, já com escritório de arquitetura montado, falou para o pai que prestaria o vestibular da Escola de Arte Dramática da USP, a EAD. “Não quero ser o tio frustrado fazendo a cena na festa da família”, foi o que disse. O pai entendeu e deu sua bênção.

Passou de cara e em 2006 mudou-se para São Paulo, onde mora sozinho desde então. Até a formatura, em 2009, conheceu muita gente, viveu muitas experiências, fez muitos espetáculos. Mergulhou fundo na efervescência teatral paulistana. “Vir para São Paulo fazer a EAD foi a possibilidade de zerar, começar tudo de novo”.

conrado caputto1 Conrado Caputto, o ator de múltiplos encontros

Fã de Almodóvar, Conrado Caputto quer fazer cinema e TV, sem deixar os bons papéis - Foto: Eduardo Enomoto

Admira Georgette Fadel, Danilo Grangheia, Pedro Almodóvar, Luís Fernando Carvalho e Laís Bodansky, entre tantos outros.

De amizades múltiplas, não para quieto. Quer fazer cinema e TV, sem abandonar jamais os palcos e os bons papéis. Ora está com o Teatro de Narradores em sua ocupação no Sesc Belenzinho, ora integra o elenco de Bom Retiro 958 Metros do Teatro da Vertigem. “Quero sempre experimentar. Acho que o fazer teatral é não achar a sua turma nunca, porque é uma profissão feita de múltiplos encontros”.

conrado caputto 4 foto eduardo enomoto Conrado Caputto, o ator de múltiplos encontros

Conrado Caputto: "O teatro é uma profissão de múltiplos encontros" - Foto: Eduardo Enomoto


Agradecimento: Carmem San Diego (make up)

Para Meninos e Gaivotas - Um Voo Rasante
Quando: Sábado e domingo, 16h. 60 min. Até 22/9/2013
Onde: Teatro Itália (av. Ipiranga, 344, Metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 3255-1979)
Quanto: Um livro infantil em bom estado
Classificação etária: 7 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com