Posts com a tag "homenagem"

agenda cultural 11 Agenda Cultural presta homenagem a Jair Rodrigues

Lidiane Shayuri e Miguel Arcanjo Prado prestam homenagem a Jair Rodrigues - Foto: Divulgação

A Agenda Cultural do Hora News desta sexta (9) foi especial. No quadro, a apresentadora Lidiane Shayuri e o colunista de Cultura Miguel Arcanjo Prado prestaram homenagem ao cantor Jair Rodrigues, que morreu aos 75 anos na quinta (8), logo após o corpo ter sido enterrado em São Paulo. Eles lembraram a trajetória e os momentos marcantes da vida do músico. Veja o vídeo:

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

jose wilker globo José Wilker é homenageado no Festival de Curitiba

Homenagem no Festival de Teatro de Curitiba, o maior do Brasil, ao ator José Wilker (1941-2014): um ator com conteúdo teatral que virou galã da TV

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Enviado especial do R7 a Curitiba*

O ator José Wilker, que morreu de infarto aos 66 anos neste sábado (5), será homenageado no Festival de Teatro de Curitiba.

Artistas de peças do Festival pretendem pedir um minuto de silêncio e também um forte aplauso a Wilker nas últimas apresentações do Festival, que termina neste domingo (6), com público de 230 mil pessoas em 13 dias de festa do teatro na capital paranaense. Afinal, Wilker começou nos palcos, onde foi ator engajado e depois virou galã da televisão.

Os atores Reynaldo Ginaecchini, Simone Zucatto e Maria Fernanda Cândido, que apresentam a peça A Toca do Coelho no Teatro Guairão às 21h deste sábado, pretendem homenagear o colega. Pouco antes de ir para o teatro, Giane afirmou ao R7 que gostava muito de Wilker.

- Fiquei surpreso quando soube da morte dele. É uma grande tristeza. O José Wilker era um artista admirável, tanto no seu trabalho como ator quanto à sua trajetória de vida.

Maria Fernanda Cândido também lamentou a perda do ator e diretor, que esteve também com peças em Curitiba em 2009 e em 2012.

- Estive junto com ele várias vezes, e o José Wilker sempre foi muito querido comigo. A sua morte foi algo inesperado, que pegou todo mundo de surpresa. O Brasil perde um grande artista, um grande homem que fazia diferença na cena cultural brasileira. Ele deixou uma linda história não só na TV como também no teatro e no cinema.

Leandro Knopfholz, diretor do Festival de Teatro de Curitiba, disse que “Wilker era amigo do Festival”. E lembrou de sua participação no evento em 2012, dirigindo Palácio do Fim, e como ator em 2009, com uma peça dirigida por Jô Soares.

– Quando ele fez a peça A Cabra ou Quem É Sylvia, o cenário atrasou e só conseguimos montá-lo 30 minutos antes de a sessão começar. E ele foi de um profissionalismo incrível. Além disso, no começo da carreira dele, ele fez uma peça com a minha mãe [a atriz Ester Troib Knopfholz]. Que pena. É uma grande perda para o Brasil.

 

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Teatro de Curitiba.

Leia a cobertura completa do R7 no Festival de Teatro de Curitiba!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

foto9 Ex aluna, Lilia Cabral homenageia professores da Escola de Arte Dramática da USP, a EAD

Edwin Luisi, Iacov Hillel e Lilia Cabral: homenagem na EAD da USP - Foto: Bob Sousa

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Fotos de  BOB SOUSA

A noite da última terça-feira (18) foi de festa na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo, na Cidade Universitária, na capital paulista. A EAD recebeu os 20 novos estudantes de seu curso de teatro, o mais tradicional do País.

Para tanto, a direção resolveu promover uma cerimônia de homenagem a professores que fazem parte da história da instituição e convidou ex-alunos de sucesso para a celebração, time foi capitaneado pela atriz Lilia Cabral.

foto1 Ex aluna, Lilia Cabral homenageia professores da Escola de Arte Dramática da USP, a EAD

O ator Luiz Damasceno e a produtora da EAD Bertha Heller durante a cerimônia em São Paulo - Foto: Bob Sousa

O diretor da EAD-USP, José Fernando Azevedo, contou ao R7 que o objetivo era “celebrar a Escola” e que, para isso, “é preciso entender como ela se tornou esta referência em sua área”.

— É uma maneira de remeter aos que estão chegando nesta turma 66 a uma tradição.

O ator Edwin Luisi também participou da homenagem. E ficou empolgado ao ver a turma jovem reunida.

— Olha, eu tenho uma inveja danada destes meninos que estão ingressando na EAD agora. Se pudesse, começaria tudo de novo. Na Escola de Arte Dramática encontrei amigos para a vida inteira. É um período de grandes descobertas. Foi uma emoção enorme voltar aqui e ver como a escola está bonita e bem equipada.

Lilia Cabral também se emocionou com o reencontro, como contou ao R7.

— Fui aluna e convivi com estes professores que foram homenageados. Como não estava trabalhando na TV, fiz questão de participar, porque é uma celebração singela e carinhosa, marcada pelo afeto.

foto8 Ex aluna, Lilia Cabral homenageia professores da Escola de Arte Dramática da USP, a EAD

O ator Celso Frateschi, professor da EAD, discursa no teatro da escola - Foto: Bob Sousa

Além de Cabral e Luisi, o grupo de ex-alunos também contou com Bete Dorgam, Camilo Schaden, Cristiane Paoli Quito, Eliana Fonseca, Eliana Guttmann e Luis Mármora.

Foram homenageados os professores Antonio Luiz Januzelli, Claudio da Veiga Lucchesi, Iacov Hillel, Luiz Roberto Damasceno, Nanci Fernandes, Rachel Araújo de Baptista Fuser, Renata Pallottini e Yolanda Amadei.

foto12 Ex aluna, Lilia Cabral homenageia professores da Escola de Arte Dramática da USP, a EAD

O diretor da EAD José Fernando Azevedo (ao centro, de verde claro) propõe um brinde - Foto: Bob Sousa

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

brunademoraes 1 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Bruna de Moraes (à dir.) faz ensaio em homenagem a Elis Regina (à esq.) - Fotos: Divulgação e Eduardo Enomoto

Por Miguel Arcanjo Prado
Fotos de Eduardo Enomoto
Make up de Nina Rodrigues

elis 2 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7Em julho de 1973, há exatos 40 anos, a cantora gaúcha Elis Regina lançou o álbum que a colocou definitivamente no posto de uma das maiores do mundo. O disco se chamou Elis, e trazia, em sua maioria, composições de Gilberto Gil e da dupla João Bosco e Aldir Blanc, nomes que marcariam para sempre sua carreira. Como o blog é fã confesso de Elis Regina, resolveu prestar uma homenagem à artista que nos deixou precocemente, aos 36 anos, em 1982. Neste ensaio especial, realizado pelo fotógrafo Eduardo Enomoto e protagonizado pela atriz santista Bruna de Moraes, celebramos a nossa Pimentinha.

brunademoraes 2 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Depois que cortou o cabelo curtinho, a atriz Bruna de Moraes é comparada com Elis Regina - Foto: Eduardo Enomoto

elis 3 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7Foi no bar do Satyros, na praça Roosevelt, frenesi teatral paulistano, que Bruna de Moraes tomava cerveja com amigos e foi automaticamente escalada para este ensaio. Seu jeitinho na mesa lembrou o de Elis. A atriz conta que as comparações começaram quando, corajosa, ela resolveu raspar o cabelo.  “Ele foi crescendo, as pessoas foram comparando... Tanto amigos como desconhecidos, tanto no teatro como no supermercado [risos]”. Bruna revela que fica satisfeita quando o comentário acontece por aí: “Ah, eu acho a Elis linda, então fico feliz, né?!”

brunademoraes 3 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Bruna de Moraes foi escalada para fazer o ensaio em um bar da praça Roosevelt - Foto: Eduardo Enomoto

elis 4 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7O disco Elis é um dos preferidos da atriz, que costuma ouvir a cantora em qualquer lugar, a qualquer momento. A relação é tão antiga que ela nem se lembra quando ouviu Elis pela primeira vez. Elis já á parte de tudo. Sempre. Sobre o disco quarentão, o dobro de sua idade, Bruna tem opinião certeira: “Acho que o álbum tem uma crítica sutil [ao regime militar, vigente então no Brasil]. Eu gosto muito. Dita bem o  estilo musical dela. Com as músicas do Gil principalmente... A minha favorita do disco é Ladeira da Preguiça, uma delícia!”

brunademoraes 4 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Bruna de Moraes adora duas músicas cantadas por Elis: Arrastão e Águas de Março - Foto: Eduardo Enomoto

elis 5 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7Apesar da importância do álbum do qual é fã, Bruna revela ao R7 que suas músicas preferidas da cantora estão em outros discos. São Arrastão, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes, a canção que a lançou, em 1965, e Águas de Março, de Tom Jobim, que ela gravaria em 1974 no álbum Elis e Tom, consagrado internacionalmente com o encontro de nosso maior músico com nossa maior cantora. Bruna sabe da importância que a artista teve na história: “Elis foi um marco na música popular brasileira. Uma cantora e intérprete única.”

brunademoraes 5 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Bruna de Moraes já ganhou uma música de Elis de presente de um amigo: 20 Anos Blues - Foto: Eduardo Enomoto

elis 6 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7Bruna gosta de ver entrevistas da cantora e também documentários sobre Elis. E espera ler em breve o livro Furacão Elis, de Regina Echeverria, a jornalista e amiga da cantora que escreveu sua biografia definitiva. Apesar de seus 20 anos completos em 20 de fevereiro de 2013, Bruna conta que uma música de Elis já marcou sua vida: “Foi 20 Anos Blues, que recebi de ‘presente’ de um amigo”. A atriz ficou emocionada em realizar o ensaio em homenagem à artista tão emblemática de nossa história. “Homenagear a Elis é um privilégio, assim como ter algo dela e poder reproduzir fotos tão conhecidas e marcantes”.

brunademoraes 6 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Bruna de Moraes tem a voz de Elis Regina sempre presente em seu cotidiano - Foto: Eduardo Enomoto

elis 7 Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7Assim como faz parte do cotidiano de muita gente no Brasil e no mundo afora, a voz potente da cantora Elis Regina também acompanha o dia a dia da atriz Bruna de Moraes. Sempre que pode, ela coloca o som da cantora Pimentinha para acompanhar a sua vida. E resume o motivo pelo qual faz isso com enorme perspicácia: “A Elis sempre tem a música certa para o momento certo”. Sabe de tudo, Bruna. Afinal, a força da cantora é única e incomparável. E é por isso que Elis é o mito sempre presente.

brunademoraes 7 eduardo enomoto Atriz Bruna de Moraes homenageia 40 anos de disco de Elis Regina com ensaio exclusivo para o R7

Um olhar inesquecível: "Homenagear Elis é privilégio", define a atriz Bruna de Moraes - Foto: Eduardo Enomoto

 

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

ivam cabral alberto guzik Alberto Guzik ganha homenagem de Ivam Cabral

Alberto Guzik (de branco) ganhou homenagem do amigo Ivam Cabral (de preto) - Foto: SP Escola de Teatro

A cobertura teatral brasileira deve muito ao jornalista Alberto Guzik, morto aos 66 anos em 26 de junho de 2010.

Se estivesse conosco, teria feito 68 anos neste sábado (9).

Guzik era um jornalista que gostava tanto de teatro que terminou a vida como ator nos palcos da praça Roosevelt, ao lado do grupo Os Satyros, e fazendo parte da equipe que fundou a SP Escola de Teatro.

O ator e dramaturgo Ivam Cabral, diretor da escola e grande amigo dele, resolveu abrir seu coração em uma homagem em forma de carta aberta.

Segundo Cabral, "não como uma homenagem póstuma, mas como uma oportunidade de contar" para Guzik "que a presença dele está mais viva do que nunca."

Você pode ler a emocionada carta aqui.

Em tempo: a turma da SP planeja para breve o lançamento do segundo número da revista A[L]BERTO, que publica textos que fazem importante reflexão de nossos palcos.

Viva Guzik!

No FIT-BH, ator argentino mete a ripa no panelaço

Primeiro dia do Fito tem muito batuque em BH

Por trás do pano - Rapidinhas Teatrais 

Veja a programação completa do FIT-BH!

Silvana Garzaro, a fotógrafa que era atriz

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Veja as dicas da Agenda Cultural da Record News

Leia a coluna Por trás do Pano - Rapidinhas teatrais

Saiba quem são os musos do teatro em maio de 2012

Descubra agora o segredo de cada miss

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

maneco jr1 Peça de Fagundes homenageia filho de Maneco

Manoel Carlos, ao lado de seu filho Maneco Jr.: homem de cultura que faz falta

O jornalista Manoel Carlos Jr., morto em fevereiro deste ano aos 59 anos, ganhou homenagem no espetáculo Vermelho, protagonizado por Antonio Fagundes e seu filho, Bruno, em São Paulo.

No programa da obra, o diretor, Jorge Takla, oferece a montagem à memória do assessor de imprensa, filho do autor de novelas Manoel Carlos.

— Dedico este espetáculo ao nosso querido Manoel Carlos Jr.

Maneco Jr. sempre esteve envolvido com a arte, com o seu escritório Quatro Elementos Comunicação, o que o tornou um dos homens mais importantes do jornalismo cultural paulistano e brasileiro.

Ao saber que este blog falaria de seu filho, o escritor Manoel Carlos nos enviou a carinhosa mensagem abaixo:

— Miguelito, obrigado pelo carinho com meu filho, que me faz tanta falta. Um filho lindo, sempre disposto a ajudar as iniciativas culturais. Hoje estaria feliz também, por ver seu blog trabalhando pelo teatro.

Nota do editor: É este blog quem fica feliz, Maneco, por ter talentos que são também amigos queridos, gente como você e seu filho, Maneco Jr., que partiu tão cedo, deixando todos nós com saudade.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com