Posts com a tag "ingressos"

MIT CANCAO DE MUITO LONGE FOTO Jan Versweyveld 3 MITsp cobra ingresso depois de prometer gratuidade; diretor explica o porquê da mudança

Cena da peça Canção de Muito Longe, da Holanda, do diretor Ivo van Hove; obra tem estreia mundial na MITsp, que coproduziu a peça - Foto: Jan Versweyveld

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

“A MITsp vai continuar no ano que vem. E gratuita. A segunda edição será de 6 a 15 de março de 2015 e terá uma novidade: a única atividade que vamos cobrar ingresso vai ser o Cabaré”. Esta é a declaração de Guilherme Marques, diretor da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo), na Entrevista de Quinta publicada neste blog em 12 de junho de 2014.

O executivo do teatro se referia à edição de 2015, segunda da Mostra Internacional de Teatro de São Paulo, que será realizada entre 6 e 15 de março, com peças da Rússia, Suíça, Alemanha, Inglaterra, Ucrânia, Holanda, Itália, Israel e Brasil. Contudo, houve uma mudança importante na declaração dele: o festival agora cobra entrada na maioria de seus espetáculos — R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada, à venda desde o último dia 5.

A cobrança de ingresso vem no momento em que o festival aumentou seu orçamento de R$ 2,8 milhões em 2014 para R$ 3,2 milhões em 2015. O festival conseguiu neste ano um grande patrocinador: o Itaú Unibanco. Além disso, tem correalização de Sesc em São Paulo e de dois órgãos públicos, a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

A MITsp ainda conta com dinheiro público vindo das Leis Estadual e Federal de Cultura e do Fundo Nacional de Cultural. Até ano passado, a direção da MITsp pensava que, justamente por contar com verbas do Estado, seria ético não cobrar ingresso do público.

Fato é que o sucesso da primeira edição se deu justamente pela junção de uma programação de alta qualidade internacional à gratuidade, o que gerou filas gigantescas em todas as apresentações. Setores da classe teatral louvaram o fato de a população fazer filas para ver teatro. Outra parte da mesma classe, criticou a gratuidade, que em sua visão gerava filas demoradas.

O Atores & Bastidores do R7 quis saber do diretor do evento, Guilherme Marques, o porquê da mudança de sua opinião sobre a gratuidade na entrada da MITsp. Ele concedeu a entrevista exclusiva abaixo:

guilherme marques bob sousa3 MITsp cobra ingresso depois de prometer gratuidade; diretor explica o porquê da mudança

Guilherme Marques, diretor da MITsp, que passou a cobrar ingresso no festival: "Houve muita reclamação, muita mesmo, de gente que não podia passar tarde inteira na fila" - Foto: Bob Sousa

MIGUEL ARCANJO PRADO — Por que garantiu que a segunda edição da MITsp seria gratuita e agora há cobrança de ingresso? Por que voltou atrás?
GUILHERME MARQUES — Naquele momento, em 2014, era um desejo – não uma garantia – muito forte nosso, da equipe da MITsp, que a Mostra continuasse gratuita, porque pudemos ver o interesse enorme da população pelo tipo de programação que propusemos. Foi arrebatador ver aquelas filas em torno de espetáculos de diretores que nunca haviam estado no Brasil. Entretanto, houve muita reclamação, muita mesmo, de gente que não podia passar uma tarde inteira na fila, esperar 4 ou 5 horas pelo ingresso. E outra reclamação foi a de que não conseguíamos garantir entrada para gente de fora do Estado de São Paulo, nem do Brasil, porque como a pessoa sairia de seu Estado sem saber se entraria nos espetáculos? Então, decidimos cobrar ingressos populares (20 e 10 reais) o que permitiria acesso a todos, gente de São Paulo e de fora. Porém , é importante lembrar que dois espetáculos da mostra (Arquivo e As Irmãs Macaluso) farão sete sessões totalmente gratuitas à população. Todas as atividades reflexivas (Olhares Críticos, Encontros Formativos e Reflexões Estético-Políticas) são totalmente gratuitas.

MIGUEL ARCANJO PRADO - Qual o valor total do orçamento da segunda edição da MITsp? Qual foi o valor total do orçamento da primeira edição da MITsp? Se ele cresceu, por que cobrar ingresso agora?
GUILHERME MARQUES — O valor da MITsp em 2014 foi de 2.850.000,00 (dois milhões, oitocentos e cinquenta mil reais), o valor total da MITsp em 2015 é 3.279.872,00 (três milhões, duzentos e setenta e nove mil, oitocentos e setenta e dois reais). O que determinou a cobrança de ingressos não foi o valor que pode vir a ser arrecadado pela bilheteria, mas sim o acesso maior a pessoas do País inteiro.

MIGUEL ARCANJO PRADO — Qual o montante de verba pública dentro deste orçamento (nas duas edições)?
GUILHERME MARQUES — Em 2015, 70% são de recursos públicos (via Proac e Pronac) e 30% de serviços e permutas. Em 2014, 100% foi de recurso público, via Pronac e Proac.

MIGUEL ARCANJO PRADO —  As verbas provêm de quais órgãos/recursos públicos?
GUILHERME MARQUES — Pronac/IR, Proac/ICMS e recurso direto do Município de São Paulo, via Secretaria Municipal de Cultura.

MIGUEL ARCANJO PRADO — As grandes filas de 2014 na MITsp foram encaradas como um problema pelo festival? Por quê?
GUILHERME MARQUES — As filas foram ao mesmo tempo uma satisfação e uma dor de cabeça. Explico. Era a primeira edição de uma mostra que não sabíamos o que poderia dar, se atingiria o público que queríamos, então, em um primeiro momento, ver a fila nos dava a certeza que o caminho era esse. Ao mesmo tempo, se víamos que uma parte da população poderia estar ali naquela fila, uma outra parte, também significativa, não poderia, pelos motivos acima apresentados. E as reclamações, todas justíssimas, nos fizeram rever o esquema dos ingressos. Para tanto, um fator primordial foi estabelecer como critério nessa mudança, o valor de ingresso a preço popular (10 e 20 reais).

MITsp 2015 Woyzeck 16 foto de Vladimir Lupovskoy coletiva1 MITsp cobra ingresso depois de prometer gratuidade; diretor explica o porquê da mudança

Woyzeck, dirigido por Andriy Zholdak, representa a Ucrânia na MITsp 2015 - Foto: Vladimir Lupovskoy

MIGUEL ARCANJO PRADO — O fato de o evento cobrar ingresso em sua segunda edição não o torna menos inclusivo do que foi em sua primeira edição, quando foi gratuito? Por quê?
GUILHERME MARQUES — Se considerarmos que agora, em 2015, existem pessoas de Pará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, enfim, de vários estados brasileiros se organizando para vir a MITsp, com os ingressos comprados, na mão, e que em 2014 não havia essa possibilidade, desse ponto de vista achamos que houve inclusão de uma parcela de pessoas interessadas em teatro, não necessariamente de São Paulo, que pode agora ter acesso ao evento. Além disso, o fato de trabalharmos com ingressos populares garante a continuidade de um acesso mais democrático.

MIGUEL ARCANJO PRADO — A venda de ingressos de forma antecipada não pode tornar a MITsp um festival voltado mais para a classe artística? Não se corre o risco de que quando o grande público souber do evento não haja mais ingressos à venda? Por quê?
GUILHERME MARQUES — Anunciamos a data dessa MITsp quando terminamos a edição de 2014. Estamos falando publicamente sobre a programação dessa Mostra desde dezembro de 2014, quando divulgamos os espetáculos que viriam. E, desde então, a grande imprensa tem noticiado o evento, portanto, acreditamos que, como em qualquer evento artístico, as pessoas podem se programar para conseguir o ingresso.

MIGUEL ARCANJO PRADO — O dinheiro público investindo no evento não deveria garantir uma maior democratização do mesmo, com a gratuidade dos ingressos? Por quê?
GUILHERME MARQUES — Justamente. O dinheiro público é o que garantiu o acesso a espetáculos gratuitos e a preços populares e a todas as ações reflexivas (mesas redondas, debates e conferências, além de outras ações reflexivas) gratuitas, além de uma série de workshops e aulas, também gratuitos.

Conheça a programação e saiba como tentar vaga nos cursos da MITsp

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

El jardin de los cerezos foto Dana Hosova11 Peças do Mirada têm entrada a partir de R$ 7,50

Cena da peça chilena El Jardin de Cerezos (O Jardim das Cerejeiras) - Foto: Dana Hasova

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Os ingressos para a terceira edição do Mirada - Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas de Santos já estão à venda e têm preços convidativos ao bolso dos fãs de teatro: o mais barato custa R$ 7,50 e o mais caro, R$ 40, além de ter na programação espetáculos gratuitos. O festival foi lançado na última quinta (14) com produções de 12 países.

Moradores de São Paulo que desejarem acompanhar as peças que serão encenadas em Santos e em mais seis cidades da Baixada Santista entre 4 e 13 de setembro podem comprar as entradas no site ou nas bilheterias das unidades do Sesc São Paulo.

Terão direito a ônibus gratuito que os levará até o Sesc Santos e os trará de volta após os espetáculos do dia. O coletivo sairá do Sesc Vila Mariana (r. Pelotas, 141) e o lugar precisa ser reservado pelo telefone 0/xx/11 5080-3100.

Opção para escolher é o que não falta. São 40 espetáculos ao todo, sendo 25 internacionais. Caso sobrem entradas, elas serão vendidas também nos dias de sessão, nas bilheterias dos respectivos teatros uma hora antes de a peça começar.

O Chile é o grande homenageado desta edição do Mirada, que também tem peças da Argentina, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Espanha, México, Paraguai, Peru e Portugal, além do Brasil.

Entre as peças nacionais disputadas pelo público, estão Walmor y Cacilda 64, o Teat(r)o Oficina, Fausto, da Cia. São Jorge de Variedades, e Puzzle A, de Felipe Hirsch com a Cia. Ultralíricos. Entre as gringas, já chamam a atenção dos espectadores Criadouro, do Centro Cultural da PUC do Peru, Matéria Prima, da Espanha, com o grupo La Tristura, e Banhos Roma, do México, com o Teatro Línea de Sombra, que na última edição causou furor com Amarillo.

Conheça a programação completa do Mirada.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos bastidores

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer está num só lugar: veja!

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

como ser uma pessoa pior Ganhe um par de ingressos para espetáculo Como Ser Uma Pessoa Pior, com Lulu Pavarin, em SP

Lulu Pavarin vive mulher que tenta sair de relacionamentos destrutivos - Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A atriz Lulu Pavarin (leia entrevista) encerra nesta quinta-feira (9) a temporada da peça Como Ser Uma Pessoa Pior, dirigida por Mário Bortolotto.

Em nosso concurso cultural, o Atores & Bastidores do R7 dá um par de entradas para os três internautas que melhor responderem à pergunta: "Como ser uma pessoa pior?". Basta colocar sua resposta no espaço de comentários deste post.

Os ingressos são válidos para a sessão das 21h, desta quinta (9), no Espaço do Parlapatões (praça Roosevelt, 158, Consolação, Metrô República, São Paulo).

A peça conta a história de uma mulher que resolve sair de relacionamentos destrutivos e elabora uma lista de como se tornar uma pessoa pior, menos dependente dos outros.

O resultado com os ganhadores:

VENCEDORES:
Leandro Martins de Siqueira
Júlia Padula
Robson Liberal de Oliveira

ATENÇÃO: Os três ganhadores devem retirar um par de entradas, cada um, até 20h30 desta quinta (9), na bilheteria do Espaço dos Parlapatões, em São Paulo, portando documento de identidade com foto. Os nomes estarão na lista de convidados do espetáculo.

Como Ser uma Pessoa Pior
Quando: Quinta, 21h. 45 min. Até 9/5/2013
Onde: Espaço dos Parlapatões (praça Roosevelt, 158, centro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-4449 )
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação etária: 14 anos

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Miguel Arcanjo Prado

por pouco Ganhe um par de entradas para a pré estreia para convidados do espetáculo Por Pouco, em São PauloDois internautas do Atores & Bastidores vão ganhar um par de entradas cada um para assistir à pré-estreia para convidados do espetáculo Por Pouco, nesta quinta (20), às 21h, no Teatro Aliança Francesa (r. General Jardim, 182, República, São Paulo).

Para concorrer basta comentar este post do blog (basta clicar logo abaixo do título, à direita), deixando o e-mail e respondendo à pergunta: “o que é mais importante na vida?”.

Os autores das duas melhores respostas ganharão dois ingressos cada um. O resultado será dado nesta quarta (19), às 15h. Saiba quem ganhou!

A comédia dramática com Ilvio Amaral e Maurício Ganguçu fala de dois homens que descobrem ter uma doença terminal e resolvem aproveitar a vida de verdade.

A peça entra em cartaz para o público a partir de sexta (21) e fica até 16 de dezembro de 2012, sempre às sextas e sábados, às 21h, e aos domingos, às 19h. O ingresso custa R$ 30 (sexta e domingo) e R$ 40 (sábado).

A montagem tem ainda os atores Flávia Fernandes e Marcelo Aquino e direção de Ary Coslov. O texto do francês Samuel Bechetrit, traduzido por Jacqueline Laurence, é inédito no Brasil.

Veja também:

Mirada leva 100 pessoas ao teatro em Santos

 
 
 

Leia a coluna:

Leia ainda:

Leia mais:

Mexicanos incendeiam o Mirada

Adolf Shapiro fala ao R7 com exclusividade

Professorinha abusada vira tema de peça

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

bichado Tente ganhar um par de ingresso para ver <i>Bichado</i>

Paulo Cruz e Einat Falbel protagonizam o espetáculo Bichado na Barra Funda - Divulgação

A turma do Núcleo Experimental está de volta com o espetáculo Bichado, de Tracy Letts (leia a crítica).

Sob direção de Zé Henrique de Paula, a obra conta a história de um desertor da Guerra do Golfo que diz ter sido vítima de uma experiência biológica.

Ele entra na vida de uma garçonete e provoca uma verdadeira revolução.

Quer ganhar um par de entradas para a sessão deste sábado (30), no Teatro do Núcleo Experimental, na Barra Funda, em São Paulo?

Então comente esse post com um texto que fale de como a guerra é capaz de mudar as pessoas.

O melhor comentário vai ganhar dois ingressos. O nome dele será divulgado aqui no blog nesta sexta (29). Boa sorte!

Bichado
Avaliação: Ótimo
Quando: sábado, às 21h. Domingo, às 19h. Segunda, às 21h. Até 6/8/2012
Onde: Teatro do Núcleo Experimental (r. Barra Funda, 637, Metrô Marechal Deodoro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3259-0858)
Quanto: R$ 30
Classificação: 16 anos

Descubra agora o segredo de cada miss

Prêt-à-Porter 10 reproduz vida medíocre

 

O Retrato do Bob: o ruivo retorno de Mariana Hein

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Por trás do pano - Rapidinhas teatrais

Magiluth em SP: seis homens moram juntos no Minhocão para viver de teatro

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

ahistoriadenos2 blog Quer ganhar um par de ingressos para ver a comédia <i>A História de Nós 2</i>, em São Paulo?

Com muito bom humor, espetáculo conta a história de um casamento - Divulgação

Todo mundo tem uma caso de amor mirabolante para contar.

O espetáculo A História de Nós 2, em cartaz no Teatro Gazeta, em São Paulo, fala exatamente da difícil arte de conviver a dois.

Você quer ganhar um par de ingressos para ver a peça?

Então, conte sua história no tópico comentários deste post.

O resultado sai ainda nesta sexta (9), aqui no Atores & Bastidores, às 17h.

Serão um par para este sábado (10), e um par para domingo (11), dados para os donos das duas melhores histórias.

Está esperando o que para contar a sua?

Saiba mais sobre o espetáculo!

RESULTADO
Veja quem levou:

Como as histórias foram muito boas, quatro internautas levaram. Cada um ganhou um par para ver a peça nos seguintes dias:

Sábado (10)
Sergio Laerte Marques
Jeferson Lima

Domingo (11)
Vanete Santos Amaral
Thiago Souza

É preciso levar o RG e chegar na bilheteria do teatro com pelo menos 30 minutos de antecedência antes de cada sessão. Basta falar que está na lista de convidados, dizer seu nome e apresentar o documento de identidade com foto.

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com