Posts com a tag "o retrato do bob"

liz reis foto bob sousa O Retrato do Bob: Liz Reis, fogo puroFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

No intenso grupo de atores do Teat(r)o Oficina, Liz Reis logo chama a atenção. A atriz nascida em Santo André, no ABC Paulista, também é diretora e transita entre palco e academia com propriedade. É pós-graduada em artes pela USP (Universidade de São Paulo). Atua nas montagens Cacilda!!!, Cacilda!!!! e Cacilda!!!!!, sob direção do gênio Zé Celso Martinez Corrêa. Mas já esteve também ao lado de outros nomes potentes de nossos palcos, como Rudifran Pompeu, Marco Antônio Braz e Marcelo Marcus Fonseca, do Teatro do Incêndio. Afinal, Liz é fogo puro.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

anapaulagrande foto bob sousa O Retrato do Bob: Ana Paula Grande, interessanteFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

São Paulo já está morrendo de saudade do talento da atriz brasiliense Ana Paula Grande, que faz do teatro brasileiro a sua casa. Na metrópole frenética, fez de tudo: novela, comerciais e, claro, muita peça de teatro, sua paixão desde a infância. Mas o coração apertou e ela agora está de volta ao Distrito Federal (sorte da turma do Planalto Central, aliás). Atriz envolvida com as questões de seu tempo, montou recentemente a peça Tem Alguém que Nos Odeia, que abordou o espinhento tema da homofobia, à espreita de nossa sociedade, com texto de Michelle Ferreira e direção de José Roberto Jardim. Nos palcos, foi dirigida por grandes nomes como José Renato e Roberto Talma. Também fez a novela Amigas & Rivais, no SBT. No cinema, atuou nos filmes Gotas e Primeira Vez, entre outros. Ana tem aquele jeito meigo que faz a gente se encantar na primeira conversa, no primeiro olhar. É simples e interessante.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

ze celso1 bob sousa O Retrato do Bob: Zé Celso, cabeça do teatroFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O que seria do teatro brasileiro sem José Celso Martinez Corrêa? Zé Celso é pura arte viva, inquietante, provocativa. Não teme, enfrenta. Não se acomoda, inova. Tem sede de teat(r)o sem fim. Em tempos de retrocesso, no último mês precisou depor no Fórum Criminal da Barra Funda por conta de uma cena teatral. Denunciou o absurdo. No último fim de semana, fez barulho no Fentepp, o Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente. Defendeu com veemência nossos palcos acuados pela especulação imobiliária. E ele ainda prepara muita coisa para dezembro, mês farto em seu Teat(r)o Oficina. Nesta terça (2), recebe a escola de samba Nenê de Vila Matilde para uma noite de samba, já que seu grupo será a ala Um Povo que Sorri, que encerrará o desfile da agremiação e do Carnaval paulista em 2015. Vão cantar Moçambique, velha conhecida de Zé Celso no exílio. No dia 5 de dezembro, celebra o centenário da arquiteta Lina Bo Bardi, que projetou o Oficina ao lado de Edson Elito. Já entre 12 e 23 de dezembro, faz apresentações dos cinco espetáculos da série Cacilda. No último dia, acontece também o Rito da Ethernidade de Luis, que rememora o irmão de Zé Celso, o diretor Luis Antônio Martinez Corrêa, assassinado em 1987. O teatro brasileiro precisa de Zé Celso, sua cabeça. Evoé.

Saiba mais sobre o Teat(r)o Oficina

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

denise fraga O Retrato do Bob: Denise Fraga, de todos nósFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Desde que surgiu no palco como a divertida empregada Olímpia, na peça Trair e Coçar É Só Começar, de Marcos Caruso, a gente aprendeu a rir com Denise Fraga. Ela sempre pareceu muito perto, alguém da família. Carioca de nascimento, virou paulistana por adoção. Mesmo com o sucesso na TV, jamais abandonou os palcos, onde bate ponto sempre. Querida da classe, posou para nosso Bob Sousa no lugar onde se sente mais à vontade: o camarim do teatro. Afinal, ela é daquele tipo de pessoa com quem a gente se sente à vontade, porque parece ser de todos nós.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

lizette negreiros bob sousa1 O Retrato do Bob: A majestade de Lizette NegreirosFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Foi em 1969 que Lizette Negreiros partiu de Santos, onde nasceu no Morro de São Bento, rumo a São Paulo para fazer Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto. O chamado era para dividir palco com o grande Paulo Autran, em sua companhia, dirigida por Silnei Siqueira. Logo, emendou Hamlet, convidada por Flávio Rangel para substituir Zezé Motta como Hécuba. Com a peça, contracenou com a fina flor do teatro brasileiro: Walmor Chagas — considerado o melhor Hamlet já visto no teatro brasileiro —, Lilian Lemmertz, Jonas Bloch, Beatriz Segall, Cláudio Corrêia e Castro, Otávio Augusto e Zanoni Ferreti. Daí, passou a ser requisitada pelos mais importantes artistas teatrais do País. E acabou se encontrando no teatro infanto-juvenil seu ponto certo, ao lado do Grupo de Teatro Ventoforte. Venceu duas vezes o Prêmio APCA de melhor atriz, entre outros troféus. A veia artística foi despertada lá no comecinho, ouvindo o pai tocar violão. Pelo jeito, aquela menina já tinha este ar de rainha, esta majestade.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

 

marcio telles bob sousa O Retrato do Bob: Marcio Telles, teatro e CarnavalFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O artista Marcio Telles marcou época no elenco do Teat(r)o Oficina, dirigido por José Celso Martinez Corrêa, neste começo de século 21. Ator, bailarino, coreógrafo e homem do mundo do samba, fez parte dos espetáculos Os Bandidos, Cacilda!! e O Banquete. Agora, está concentrado no Carnaval. É diretor de harmonia da tradicional escola de samba paulistana Nenê de Vila Matilde. Convocou a turma do Oficina para compor a última ala a desfilar pela agremiação no Anhembi em 2015, com o enredo Moçambique – A Lendária Terra do Baobá Sagrado. Assim, une duas de suas grandes paixões: teatro e Carnaval.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

rafael steinhauser bob sousa1 O Retrato do Bob: Rafael Steinhauser, o ator executivo
Foto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Rafael Steinhauser acaba de estrear o projeto Karamázov, dirigido por Ruy Cortez na SP Escola de Teatro, baseado no livro Os Irmãos Karamázov, clássico do russo Fiódor Dostoiévski adaptado em palcos brasileiros pela primeira vez. Ele reencontra o diretor com quem tem antiga parceria. Sua paixão pelos palcos surgiu primeiro como espectador. Antes de subir nos tablados, o argentino naturalizado brasileiro construiu uma bem sucedida carreira no mundo corporativo, no qual é um respeitado executivo. Só depois é que se arriscou em um curso de teatro. Mas, ele tomou tanto gosto pela coisa que resolveu levar a sério e estudou na Escola-Teatro Célia Helena. Desde então, faz uma peça atrás da outra, sem abandonar o mundo dos negócios. É o ator-executivo dos palcos brasileiros, com aquele charme portenho.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

daniela giampietro bob sousa 1 500x750 O Retrato do Bob: Daniela Giampietro, de todosFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Daniela Giampietro é mulher de teatro. No palco ou na plateia, gosta de gente de todos os tipos, de todas as idades. A atriz, além de integrar a Companhia Estável de Teatro, é também professora de teatro infanto-juvenil da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, entidade formadora de artistas no ABC Paulista. Estudiosa, faz atualmente mestrado em artes na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", sob orientação de Alexandre Mate. Gosta de investigar tudo aquilo relacionado aos palcos e, sobretudo, à rua. Afinal de contas, o teatro tem de ser para todos.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

 

marcio aurelio foto bob sousa1 O Retrato do Bob: Marcio Aurelio, o respeitoFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O diretor Marcio Aurelio é cuidadoso com suas obras. Tanto que, frequentemente, assume também cenário e figurinos, para que tudo saia do jeito que ele quer. Desde que estudou com Eugênio Kusnet, enquanto ainda cursava biblioteconomia na USP, decidiu que seu rumo era o teatro. Tanto que fez uma guinada e prosseguiu com mestrado e doutorado na área de artes cênicas da mesma universidade, tornando-se uma das referências na área.  Estreou nos palcos em 1974. E logo a carreira deslanchou, trabalhando com autores como Ziraldo e Alcides Nogueira. A parceria com este último foi fundamental na carreira de ambos. Em 1990, criou a Cia. Razões Inversas, que tem histórico de montagens celebradas pelo público e crítica. Artista completo, domina os clássicos sem temer o novo, mesclando tudo isso em uma carreira que tem o respeito absoluto de quem ama o teatro brasileiro.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

bia borin foto bob sousa O Retrato do Bob: Bia Borin, de tudo, um muitoFoto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Bia Borin vive a responsabilidade de desvendar Marilyn Monroe no palco, na peça Tempos de Marilyn, de Sergio Roveri com direção de José Roberto Jardim. A obra fica em cartaz em São Paulo até o fim do mês no Viga Espaço Cênico. Inteligente, a atriz brasiliense cursou artes cênicas na USP e também fez o Núcleo de Artes Cênicas do Sesi. Mas sabe que canudo é só o começo. Tanto que correu atrás da vida e foi aprender mais com grandes nomes do teatro, como Esio Magalhães, Roberto Lage e Dagoberto Feliz. E voou mais longe: fez residência na Inglaterra com Alan Ayckbourn, ícone do West End londrino, acompanhando a peça Neighbourhood Watch, no tradicional Stephen Joseph Theater. No corre-corre da vida de artista, ainda arruma tempo para estar na série Experimentos Extraordinários, do Cartoon Network. E fazer, como gosta de dizer, "de tudo, um muito". Está mais do que certa.

*BOB SOUSA é fotógrafo e autor do livro Retratos do Teatro (Editora Unesp). Sua coluna O Retrato do Bob é publicada no Atores & Bastidores do R7 toda segunda-feira, com grandes nomes dos palcos. Já às sextas, a coluna O Retrato do Bob sai no blog R7 Cultura, com personalidades do mundo cultural.

Curta a nossa página no Facebook

Leia também:

Saiba o que os atores fazem nos palcos e nos bastidores

Descubra a cultura de uma maneira leve e inteligente

Todas as notícias que você quer saber em um só lugar

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com