Posts com a tag "peças"

curitiba 11 otempoefluidoaqui jorge mariano Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Jovens atores ocuparam o palco na peça O Tempo É Fluido Aqui - Foto: Jorge Mariano/Clix

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Enviado especial do R7 a Curitiba*

O Fringe é a mostra paralela do Festival de Teatro de Curitiba, que chega ao fim neste domingo (6), após 13 dias de festa teatral na capital paranaense e público total de 230 mil pessoas no maior evento das artes cênicas do Brasil. Destacar-se em meio a mais de 400 peças é tarefa difícil. O Atores & Bastidores do R7 reuniu algumas imagens de montagens que marcaram o evento com sua proposta de diversidade, como a obra curitibana O Tempo É Fluido Aqui (foto acima), dirigida e escrita por Alexandre Bonin, que reuniu jovem elenco para discutir as escolhas de cada um.

Veja, abaixo, outras peças que deram seu recado no Fringe:

curitiba 1 jorge mariano whiskyehamburguer Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Patricia Vilela e Mario Bortolotto em Whisky e Hamburguer - Foto: Jorge Mariano/Clix

Dramaturgo reconhecido, Mario Bortolotto estreou no Festival de Teatro de Curitiba seu novo drama, Whisky e Hamburguer, no qual contracenou com Patricia Vilela. A obra conta a história de um homem abandonado pela mulher, que mergulha na depressão até receber a visita de uma amiga.

curitiba 2 resta um jorge mariano Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Resta 1 foi a a posta da Cia. Antropofocus no Festival de Curitiba 2014 - Foto: Jorge Mariano/Clix

E no Fringe não faltou espaço para comédia. A peça Resta 1, da Antropofocus, de Curitiba, reuniu um verdadeiro time de improvisadores no palco. Com direção de Andrei Moscheto, a obra divertiu o público do Teatro Regina Vogue.

curitiba 3 sobreatosepalavras annelize tozetto1 Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Mineiros se inspiraram em Goethe para criar Sobre Atos e Palavras - Foto: Annelize Tozetto/Clix

Vindos de Belo Horizonte, os artistas da Cia. Exposta de Teatro apresentaram a peça Sobre Atos e Palavras. Em cena, um embate entre um escritor e um advogado inspirado no livro Fausto, de Goethe. Com direção de Mariana Bizzotto, a obra foi encenada por Bia Rodrigues, Thiago Di Nazaré e Marco Fugga.

curitiba 4 nordeste pra frente lina sumizono Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

A turma do grupo Bando do Padim Vô, de Camaçari (BA), mostrou a força nordestina no palco - Foto: Lina Sumizono/Clix

O Fringe também guardou lugar para as tradições nordestinas. O espetáculo Nordeste pra Frente, do Bando do Padim Vô, de Camaçari, na Bahia, levou o ritmo de sua terra para o palco do Solar do Barão. O público vibrou com o musical composto de cordéis dos nove Estados da região mais alegre do País. A direção é de Enoque Norberto.

curitiba 5 e toda vez que ela passa susan sampaio Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

João Butoh dirigiu atores da melhor idade em E Toda Vez que Ela Passa Vai Levando Qualquer coisa Minha - Foto: Susan Sampaio/Clix

E houve espaço também para atores da melhor idade. A peça E Toda Vez que Ela Passa Vai Levando Qualquer Coisa Minha, dirigida por João Butoh com artistas da cidade paulista de São Simão, comoveu os curitibanos com seus fantasmas andando pelo centro histórico.

curitiba 6 o testamento do cangaceiro lina sumizono Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Vindo de Catanduva (SP), espetáculo O Testamento do Cangaceiro agradou quem assistiu à obra no centro curitibano - Foto: Lina Sumizono/Clix

A força do cangaço brasileiro invadiu as ruas do centro curitibano com a peça O Testamento do Cangaceiro, da Cia. Dell'arte, de Catanduva, no interior de São Paulo. Contaram a história de Cearin, um moço nordestino que tenta a sorte na cidade grande. O povo aplaudiu.

curitiba 7 oqueequeobaianotem daniel isolani Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Força e charme do povo da Bahia povoaram a peça O Que É Que Esse Baiano Tem?, do grupo Teatral Aslucianas, do Rio - Foto: Daniel Isolani/Clix

Quem viu a apresentação da peça O Que É Que Esse Baiano Tem? poderia imaginar que o grupo era de Salvador. Grande engano, a montagem é carioquíssima. Na verdade, é uma homenagem à Bahia feita pelo Grupo Teatral Aslucianas, do Rio, embalada pelas canções de Dorival Caymmi, que completaria 100 anos em 2014. Belo presente.

curitiba 8 para poe humberto araujo Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Thiago Inácio em cena de Para Poe, da Cia. Transitória, de Curitiba - Foto: Humberto Araújo/Clix

A turma da Cia. Transitória manteve sua presença forte na mostra Coletivo de Pequenos Conteúdos, no TUC (Teatro Universitário de Curitiba), dentro do Fringe. Uma das obras apresentadas foi Para Poe, com um ser exótico com dramas existenciais vindos direto da década de 1980. Surreal.

curitiba 9 inquilibrio ester gehlen Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Adriano Brandão, de Cascavel, interior do Paraná dá o grito que o transforma no palhaço Tupisco Papipaquígrafo - Foto: Ester Gehlen/Clix

O palhaço também foi para a rua durante o Festival de Teatro de Curitiba. Neste caso, vindo diretamente de Cascavel, no interior do Paraná. Seu nome? Tupisco Papipaquígrafo, criação do artista Adriano Brandão, que conclamou o público a usar a imaginação em Inquilíbrio. Coisa boa.

curitiba 10 mercedez com z jorge mariano Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Comédia do Distrito Federal foi representada com Mercedes com Z - Foto: Jorge Mariano/Clix

Os brasilienses não poderiam ficar de fora do Fringe. A trupe Os Melhores do Mundo levou sua peça Mercedes com Z, dirigida por Adriana Nunes. Com um cenário digno de Almodóvar, contou as mazelas de uma simples dona de casa. Com direito a muito riso e também emoção.

curitiba 12 ohomemqueacreditava susan sampaio Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Vindo de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, monólogo O Homem que Acreditava homenageou o escritor gaúcho Caio Fernando Abreu - Foto: Susan Sampaio/Clix

E houve direito também a homenagem literária no Festival de Teatro de Curitiba, 2014. O monólogo O Homem que Acreditava lembrou a obra de Caio Fernando Abreu no Fringe, no Teatro Mini-Guaíra. Marcio Meneghell, do Núcleo Rindo à Toa, subiu ao palco dirigido por Edson Bueno. Comoveu a plateia.

curitiba 13 oolhardeneuza lina sumizono Veja destaques do Fringe no Festival de Curitiba

Fabiana Ferreira assumiu o palco com o monólogo O Olhar de Neuza - Foto: Lina Sumizono/Clix

E entre os monólogos do Fringe esteve O Olhar de Neuza, sobre as agruras de uma mulher na menopausa. A peça da Cia do Abração, de Curitiba, integrou a Mostra Internacional de Solos do evento.Fabiana Ferreira assumiu a personagem-título, sob direção de Letícia Guimarães. Mostrou que é preciso se redescobrir.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Teatro de Curitiba.

Leia a cobertura completa do R7 no Festival de Teatro de Curitiba!

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Miguel Arcanjo Prado

A Parada Gay acontece em São Paulo na tarde deste domingo (2), na avenida Paulista e rua da Consolação. Mas, além de ferveção e mobilização política contra a homofobia, o fim de semana também pode ser recheado de cultura. O Atores & Bastidores do R7 selecionou peças de teatro que tem tudo a ver com o evento. Há de tudo, desde de promoção para quem der beijo gay na fila até um musical inspirado na lei estadual paulsita que garante o respeito à diversidade sexual. Veja as dicas e programe-se!

blog musicadecamelo Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

Pianista toca sucessos das rádios: quem der beijo gay paga meia-entrada - Divulgação

Música de Camelô
No show, Nico Nicolaiewsky toca no piano músicas muito executadas nas rádios, com Ai, Se Eu Te Pego, de Michel Teló, e Baba Baby, de Kelly Key. Neste domingo (2), todo casal gay que der um beijo na boca na bilheteria paga meia-entrada (R$ 25)!
Teatro Eva Herz da Livraria Cultural (av. Paulista, 2073, Metrô Consolação, São Paulo, tel. 0/xx/11 3170-4059). 80 min. Até 23/6. Livre. R$ 50 a R$ 60.

blog kabarett Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

Espaço da Cia. da Revista levará todos para os anos 1940 por apenas R$ 5 - Divulgação

Kabarett
No espetáculo de Kleber Montanheiro, o travesti Georgette recebe os frequentadores de seu cabaré em plena Segunda Guerra Mundial, com os nazistas à espreita. Neste sábado (1º), por conta da Parada Gay, todos pagam apenas R$ 5 pela união e conscientização na luta contra a homofobia!
Espaço Cia da Revista – Sala Miniteatro (praça Roosevelt, 108, Metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 3255-0829). 120 min. 1º/6/13. 16 anos. R$ 5.

blog garotosdanoite1 Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

Peça no Teatro Augusta aborda o polêmico universo dos michês - Divulgação

Garotos da Noite
A peça conta a história de três jovens que vivem no mundo da prostituição masculina. Eles pensam que o dinheiro que ganham vendendo seus corpos vai ajuda-los a realizar seus sonhos.
Teatro Augusta (r. Augusta, 943, Consolação, Metrô Consolação, São Paulo, tel. 0/xx/11 3151-4141). Qua. e qui., 21h. Até 27/6/13. 65 min. 16 anos. R$ 20.

inferno na paisagem belga robson catalunha ivam cabral foto andre stefano Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

Robson Catalunha e Ivam Cabral em cena de Inferno na Paisagem Belga - Foto: André Stéfano

Inferno na Paisagem Belga
Na obra do grupo Os Satyros é contado o tórrido romance que envolveu os poetas Arthur Rimbaud e Paul Verlaine em Paris. A peça tem a cara do grupo, com muita tecnologia, cenas de nudez e trilha sonora com The Doors e Joy Division.
Espaço dos Satyros 1 (praça Roosevelt, 214, Consolação, Metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-6345). Sex. e sáb., 21h. Até 29/6/13. 70 min. 18 anos. R$ 20.

musical eric de aguiar 10ponto948 Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

10ponto948 é um musical em defesa da diversidade sexual no Brasil - Foto: Eric de Aguiar

10ponto948 - O Musical
O texto de Regina Papini é inspirado na lei paulista que garante a liberdade sexual e pune quem a desrespeita. A montagem busca refletir sobre os direitos que todos têm ao amor e à felicidade e faz uma ode à diversidade.
Teatro Bibi Ferreira (av. Brigadeiro Luis Antônio, 931, Bela Vista, Metrô Brigadeiro, tel. 0/xx/11 3105-3129). Dom., 21h. 60 min. 14 anos. Até 2/6/13. R$ 50.

casamento Espetáculo faz promoção para quem der beijo gay; veja dicas de peças para a Parada Gay em SP

O Casamento escancara segredos sexuais familiares com texto de Nelson Rodrigues - Divulgação

O Casamento
O ótimo texto de Nelson Rodrigues conta a história do casamento de Glorinha, filha de um milionário que tem obsessão pelas aparências sociais. Só que atrás da fachada, há um monte de segredos escondidos.
TUCA (r. Monte Alegre, 1024, Perdizes, São Paulo, tel. 0/xx/11 3670-8455). Sex. e sáb., 21h30; dom., 18h. Até 30/6/13. 130 min. 16 anos. R$ 50 a R$ 60.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Miguel Arcanjo Prado

São Paulo é um verdadeiro frenesi quando o assunto é teatro. Afinal, as cerca de 200 salas da capital paulista vivem em constante movimento de entra e sai de espetáculo. O Atores & Bastidores do R7 selecionou sete montagens que chegam ao fim na cidade neste fim de semana. Se você já havia pensando em ver alguma delas, é bom correr. Divirta-se!

teatro roberto silvia boriello Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

O ator Roberto Reineger é o protagonista da peça com saga farmacológica de um rapaz - Foto: Silvia Boriello

Roberto e a Filologia das Estrelas
A primeira peça do grupo A Tragédia Pop, com direção e dramaturgia do jovem Marcio Tito Pellegrini, conta a história de Roberto, um rapaz em meio a remédios, drogas e relações superficiais ao seu redor. Tudo diante de um contato dele com alienígenas. O texto é uma viagem biográfica e pós-moderna que é a cara de São Paulo e, sobretudo, da praça Roosevelt, onde está instalado o espetáculo. Preste atenção na atriz Marina Calvão, a que tem sotaque carioca. Ela é um verdadeiro charme. A peça ainda serve para refletir sobre como lidamos com um mundo cada vez mais tecnológicos e com contato humano cada vez mais fragmentado. Na trilha, Caetano Veloso canta com seu sotaque baiano a clássica canção do rock Come As You Are, do Nirvana. Duas vezes.
Sáb (25), 19h, no Espaço dos Satyros 1 (praça Roosevelt, 210, centro, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-6345). R$ 20 ou nada. 16 anos. Até 25/5/2013.

teatro joao caldas Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Melissa Vettore e Leopoldo Pacheco vivem caso lendário de amor no mundo das artes - Foto: João Caldas

Camille e Rodin
Um tórrido amor uniu os artistas Auguste Rodin (1840-1917) e Camille Claudel (1864-1943). O romance não poderia ganhar palco melhor para sua adaptação teatral: o elegante do Teatro do Masp, um dos principais museus da cidade no coração da avenida Paulista. Leopolodo Pacheco e Melissa Vettore vivem o casal de artistas. As nuances de uma paixão que juntou mestre e discípula na mesma cama envolvem o público inteligente. Preste atenção no texto de Franz Klepper, um dos melhores dramaturgos do teatro brasileiro atual. A direção, assinada por Elias Andreato, também é cheia de poesia. Um drama romântico para ser visto com o amor ao lado.
Sex. (24) e sáb. (25), às 21h; dom. (26), às 19h30. No Grande Auditório do Masp (av. Paulista, 1578, Metrô Trianon, tel. 0/xx/11 3171-3627). R$ 20 a R$ 40. 12 anos. Até 26/5/2013.

teatro hotel trombose julieta bacchin Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Atriz Gislaine Nascimento integra o elenco da Cia. do Mofo em Hotel Trombose, no Tusp - Foto: Julieta Bacchin

Hotel Trombose
A peça é uma adaptação do romance de Felipe Valério pelo diretor Fernando Gimenes. A obra conta a história de cinco estrelas decadentes que vivem em um hotel de quinta categoria. A obra expõe o caráter duro das metrópoles, onde poucos se importam com o outro. A montagem tem histórias fortes, como a de um pedófilo que finge ser um super-heróis para atrair suas vítimas, as crianças. Ainda há espaço para dois irmãos que assistem à mãe morrer afogada em uma banheira, enquanto ambos comem docinhos de festa. Um espetáculo denso com a Cia. do Mofo. Só vá se não estiver deprimido. Ou não.
Sex. (24) e Sáb. (25), às 21h; dom (26), às 20h. No Tusp (rua Maria Antônia, 294, Metrô República, São Paulo, tel. 0/xx/11 3123-5233). R$ 20. 14 anos. Até 26/5/2013.

teatro magico oz Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Malu Rodrigues é a menina Dorothy no musical O Mágico de Oz - Foto: Amauri Nehn/AgNews

O Mágico de Oz
O musical rompe barreiras entre o mundo das crianças e dos adultos, fazendo com que todos embarquem na fantasia da menina Dorothy, vivida pela talentosa Malu Rodrigues, que canta deslumbrantemente. A montagem da tarimbada dupla Charles Möeller e Claudio Botelho tem figurino preciso de Fause Haten e cenários de impressionar qualquer um. André Torquato confirma o talento de sempre como o Espantalho. O italiano Nicola Lama dá a simplicidade necessária a seu Homem de Lata. Heloísa Périssé, como a Bruxa Má do Oeste, mantém seu humor de sempre em improvisações que levam todos às gargalhadas. O único erro é Lúcio Mauro Filho e sua construção caricata do Leão Covarde. Mas a gente logo se esquece dele quando Luiz Carlos Miéle, o pai do showbizz brasileiro, entra em cena como o Mágico. As crianças ainda ficam encantadas com o cachorrinho de verdade que dá vida a Totó, o mascote da protagonista. Na verdade, o "personagem" é "interpretado" por três diferentes cãezinhos. Fofo.
Sex. (24), 21h30; sáb. (25), 16h e 20h; dom. (26), 15h e 19h. No Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, CPTM Santo Amaro, São Paulo, tel. 0/xx/11 5693-4000). R$ 40 a R$ 180. Livre. Até 26/5/2013.

teatro longo adeus Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Texto de Tennessee Williams mostra homem perdido com suas lembranças - Divulgação

Longo Adeus
O drama escrito pelo norte-americano Tennnesse Wiliams (1911-1983), um dos maiores dramaturgos de todos os tempos, ganha direção de Flávio Tolezani. O enredo conta a história de um escritor que precisa deixar o apartamento da família onde foi criado. Enquanto os carregadores vão levando os móveis e objetos de seu passado, ele acaba se perdendo em suas lembranças daquele lugar tão importante para a sua trajetória. Um espetáculo denso para refletirmos de como somos frutos de onde viemos.
Sex. (24), 21h30; sáb. (25), 21h; dom. (26), 19h. No Viga Espaço Cênico (r. Capote Valente, 1323, Metrô Sumaré, São Paulo. Tel 0/xx/11 3801-1843). R$ 30. 12 anos. Até 26/5/2013.

teatro primeiravista enriquediaz Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Drica Moraes e Mariana Lima fazem embate cênico no Sesc Pompeia - Foto: Enrique Diaz

A Primeira Vista
Duas ótimas atrizes, Drica Moraes e Mariana Lima vivem o embate de duas mulheres que têm uma relação de amor e carinho uma pela outra. A comédia dramática é do canadense Daniel MacIvor, um dos nomes fortes da atual dramaturgia mundial. As recém-conhecidas se tornam amigas e logo viram amantes, mas se separam, discutem a relação, enfim, vivem encontros e desencontros. A direção de Enrique Diaz aposta no talento das atrizes, que não deixam a dever. Uma peça para entender as DRs que fazem a cabeça das mulheres.
Sex. (24) e sáb. (25), 21h; dom. (26), 19h. No Teatro do Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, Pompeia, São Paulo, tel. 0/xx/11 3871-7700). R$ 24. 14 anos. Até 26/5/2013.

teatro milton Veja antes que acabe: este fim de semana é a última chance de ver sete espetáculos em cartaz

Musical com 16 atores só tem dois negros no elenco para cantar obra de Milton Nascimento - Foto: Guga Melgar

Milton Nascimento - Nada Será como Antes - O Musical
A obra de Milton Nascimento, um dos maiores compositores e cantores da MPB, merecia homenagem melhor. O musical traz atores com cara de Malhação e vestidos como modelos de lojas de departamento para cantar, de forma corrida, os sucessos do astro que melhor representou a música mineira no cenário nacional. A obra empacota a produção de Milton em uma embalagem comercial para degustação de uma classe média sem referência cultural e que se deslumbra diante de qualquer coisa com roupagem Broadway. Preste anteção nas coreografias óbvias e em como os intérpretes parecem não saber o que estão cantando. Se assistir ao musical, depois que chegar em casa, tente ouvir todas as canções no original. Será um grande alívio.
Sex. (24), às 18h30 e 21h30; sáb. (25), às 21h; dom. (26), às 20h. No Teatro GEO (r. Coropés, 88, Metrô Faria Lima, São Paulo, tel. 0/xx/11 3728-4930). R$ 100 a R$ 150. 18 anos. Até 26/5/2013.

Curta nossa página no Facebook!

Leia também:

Fique por dentro do que rola no mundo teatral

Descubra tudo o que as misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Miguel Arcanjo Prado

São Paulo não para. Nem em época de folia. Para manter a tradição, a cidade tem farta programação teatral neste feriado de Carnaval.

O Atores & Bastidores do R7 selecionou sete peças que valem a pena ser vistas neste feriadão:

requien1Crédito Elói Corrêa2 Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêRéquiem para um Rapaz Triste
Neste monólogo intimista, o ator Rodolfo Lima dá vida a Alice, uma mulher de meia idade que resolve refletir sobre sua solidão em um triste quarto. O público é envolvido pelas lembranças e é comum muita gente até chorar diante de tanta sensibilidade. A montagem é inspirada nas personagens femininas do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. A performance rendeu ao artista a indicação a Melhor Ator R7 em 2012.

Sáb., 18h. Casa Contemporânea (rua Capitão Macedo, 370, Metrô Vila Mariana, tel. 0/xx/11 2337-3015). Grátis.

teatro umaaliceimaginaria Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêUma Alice Imaginária
A Cia. dos Imaginários subverte a tradicional história de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas, em um espetáculo cheio de poesia, com direção e dramaturgia assinadas por René Piazentin. A peça já fez outras temporadas de sucesso na cidade. Quem ainda não viu tem a oportunidade de conferir o trabalho bem cuidado. Destaque para os belos figurinos.

Sexta e sáb., 21h. Dom. 19h. Teatro Cacilda Becker (r. Tito, 295, Lapa, tel. 0/xx/11 3864-4513). R$ 10.

teatro odireitodecantar Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêO Direito de Cantar
Uma cantoria das boas em homenagem à célebre Era do Rádio, que forjou a cultura musical brasileira. Com dramaturgia de Marcos Ferraz e direção musical de Carol Bezerra. Os músicos Daniel Oliveira, Gabriel Longhitano e Teo Garfunkel mandam bem no cancioneiro nacional. A obra é um verdadeiro mergulho em nosso passado recente. Época de imaginação à solta e estrelas em polvorosa.

Sáb., 21h; dom., 19h. Teatro Décio de Almeida Prado (r. Cojubá, 45, Itaim Bibi, tel. 0/xx/11 3079-3438). R$ 10.

teatro amigasperonomucho Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêAmigas Pero No Mucho
O encontro inusitado de quatro amigas que se amam e se odeiam, no texto de Célia Regina Forte apadrinhado por Paulo Autran. O sucesso é tanto que já está na quinta temporada. A graça é que todas as personagens são interpretadas por homens. Garantia de riso farto. Destaque para Elias Andreato como a impagável Fran. Vale a pena.

Sex. e sáb., 21h30; dom., 19h. Teatro Renaissance (al. Santos, 2233, Metrô Consolação, tel. 0/xx/11 3069-2286). R$ 60 e R$ 70 (sábado).

teatro anovicamaisrebelde Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêA Noviça Mais Rebelde
O carismático Wilson de Santos se despede de Irmã Maria José, a freira desbocada que resolve contar ao público todas as suas aventuras nada santas. A plateia morre de rir com a versatilidade e o talento cômico do ator santista. Quem ainda não viu tem de ver.

Sáb., 20h; dom., 19h30. Teatro Santo Agostinho (r. Apeninos, 118, Metrô Vergueiro, tel. 0/xx/11 3209-4858). R$ 40.

teatro infernonapaisagembelga Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêInferno na Paisagem Belga
A Cia. Os Satyros mistura poesia, imagens psicodélicas, trilha de forte presença e muita tecnologia para contar o tórrido amor entre os artistas Verlaine e Rimbaud. Mais uma do provocante teatro underground sob direção de Rodolfo García Vázquez. Bem no clima praça Roosevelt. Destaque no elenco para Robson Catalunha.

Qui., sex. e sáb., 21h. Espaço dos Satyros 1 (praça Roosevelt, 214, Metrô República, tel. 0/xx/11 3258-6345). R$ 20.

teatro terradesanto Folia no palco! Aproveite o feriado de Carnaval para ir ao teatro; veja sete dicas do R7 para vocêTerra de Santo
Dessa vez, a pesquisadora turma da Cia. Os Fofos Encenam desvenda os cinco séculos da cana de açúcar no Brasil, com direito a muita mistura racial e forte religiosidade. Um charme da peça: os atores distribuem comidas típicas à plateia. Sai todo mundo de bucho cheio e satisfeito com o espetáculo.

Sáb., 21h; dom., seg. e ter., 20h. Espaço dos Fofos (r. Adoniran Barbosa, 151, Bela Vista, tel. 0/xx/11 3101-6640). R$ 30.

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

gonzagao blog Festival de Curitiba terá 22ª edição com mais de 400 espetáculos

Gonzagão é uma das peças que está na programação (Foto: Divulgação)

Por Bruna Ferreira, do R7

Este ano, o Festival de Curitiba vai acontecer no período de 26 de março até 7 de abril, com mais de 400 espetáculos. O ingressos começam a ser vendidos nesta quarta-feira (6).

Um dos festivais de teatro mais consagrados do País, ele chega a sua 22ª edição, transformando a capital paranaense em um verdadeiro palco para exibição do melhor da produção artística nacional e internacional.

Segundo o diretor-geral do festival, Leandro Knopfholz, a seleção das obras privilegiou o uso das novas tecnologias, a fusão do teatro com outros tipos de artes e grupos que carregam uma forte identidade cultural.

A curadoria é formada por Celso Curi, Lúcia Camargo e Tania Brandão, responsáveis pela busca dos mais diferentes gêneros, além de propostas inovadoras.Este ano serão 32 espetáculos na Mostra 2013 e 370 no Fringe, a mostra paralela, responsável pela revelação de inúmeros talentos e espetáculos de grande potencial, que a partir da exposição em Curitiba, conseguem fechar temporadas em outras cidades do País.

O público, em geral, pode comprar os ingresso através do site do Festival de Curitiba e nas bilheterias de alguns shoppings na capital paranaense (Mueller, ParkShopping Barigui e Palladium).

Além de peças do País todo, o festival ainda conta com três montagens feitas especialmente para o evento: Homem Vertente, Parlapatões Revistam Angeli e Cine Monstro Versão 1.0. Dois espetáculos estrangeiros vêm pela primeira vez ao Brasil: In The Dust, da britânica 2Faced Dance Company e a coreana Pansori Brecht-Ukchuk-ga.

Confira a programação e os eventos paralelos no site oficial do Festival de Curitiba.

inthedust blog Festival de Curitiba terá 22ª edição com mais de 400 espetáculos

A britânica In The Dust estará no festival (Divulgação)

Leia também:
 
Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores
 
Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam
 
Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Bruna Ferreira, do R7

Teatro combina com São Paulo. Para comemorar o aniversário da cidade, o blog lista algumas opções de peças que vão rolar nesta sexta-feira (25) e no fim de semana. Tem opções para todos os tipos de gostos e bolsos. Depois de ver o espetáculo, dê uma passadinha aqui no blog e compartilhe o que achou com os outros internautas!

São Paulo é cheia de encontros como em A Partilha
apartilha foto No aniversário de São Paulo, veja cinco sugestões de peças pela cidade

Quatro irmãs se encontram no velório da mãe e precisam decidir o que fazer com a herança. Com Susana Vieira, Arlette Salles, Patricya Travassos e Thereza Piffer, o público vai se divertir com personagens tão diferentes umas das outras, que juntas relembram o passado e as relações familiares. Um espetáculo que já tem duas décadas, com texto e direção de Miguel Falabella, que narra uma jornada engraçada e emocionante.

A Partilha
Quando: Sextas, às 21h30; sábados, às 19h e às 21h30; domingos, às 18h. 100 minutos. Até 31/3/2013
Onde: Teatro Shopping Frei Caneca (r. Frei Caneca, 569, São Paulo. tel. 0/xx/ 11 3472-2229 e 11 3472-2230)
Quanto: R$ 80 e R$ 120
Classificação etária: 12 anos

São Paulo combina com a crítica de Afogando em Terra Firme
afogando foto No aniversário de São Paulo, veja cinco sugestões de peças pela cidade

Vivemos em uma sociedade em que todos querem seus 15 minutos de fama e querem o sucesso com pouco ou nenhum talento. O culto à celebridade é questionado quando Charlie Conrad vira o nome mais aclamado do momento por ser, aparentemente, um completo fracasso. Dá para ser tão enaltecido, sendo assim tão banal? A comédia é do dramaturgo inglês Alan Ayckbourn com direção de Eduardo Muniz, que estudou texto com o autor em 2011.

Afogando em Terra Firme
Quando: Sextas,às 21h30; sábados, às 21h; domingos, às 19h. 100 minutos. Até 24/3/2013
Onde: Teatro Jaraguá (r. Martins Fontes, 71, Bela Vista, São Paulo, tel. 0/ xx/11 3255-4380 ou 11 2802-4015)
Quanto: R$ 50
Classificação etária: 14 anos

São Paulo são as inquietações de Ensaio Sobre a Queda
queda foto No aniversário de São Paulo, veja cinco sugestões de peças pela cidade

Um homem à beira da morte vai lavar a roupa suja de sua vida com a mulher, os amigos e um suposto filho. O bibliotecário tem ainda uma trágica história envolvendo os pais, mostrando que a vida é uma grande queda. O espetáculo perturbador e crítico tem texto de Carlos Canhameiro e direção de Marcelo Lazzaratto. Na peça, os personagens falam sobre plataformas de diferentes tamanhos. Reestreia da Sala Jardel Filho.

Ensaio Sobre a Queda
Quando: Sextas e sábados, às 21h; domingos, às 20h. 90 minutos. Até 10/3/2013
Onde: Centro Cultural São Paulo (r. Vergueiro, 1000, Metrô Vergueiro, São Paulo, 0/xx/ 11 4003-2050)
Quanto: R$ 20
Classificação etária: 14 anos

São Paulo tem a irreverência de Frisante
frisante foto No aniversário de São Paulo, veja cinco sugestões de peças pela cidade

A peça é encenada em um casarão com o público interagindo com os atores. Está acontecendo uma festa onde será feita a leitura surpresa do testamento da família Olimpo. Sara e André são os únicos herdeiros, mas Sara morre de forma misteriosa. A ambição transforma todos em suspeitos. O espetáculo é uma comédia policial encarada pelo Grupo Gattu, com texto de Tito Sianini e direção de Eloísa Vitz.

Frisante
Quando: sábados, às 21h; domingos e segundas, às 20h. 70 minutos. Tempo indeterminado
Onde: Casa e Teatro Grupo Gattu (r. dos Ingleses, 182, Bela Vista, São Paulo, tel. 0/xx/11 3791-2023)
Quanto: R$ 40
Classificação etária: livre

Existe amor em SP assim como em Inferno na Paisagem Belga
inferno foto No aniversário de São Paulo, veja cinco sugestões de peças pela cidade

O espetáculo fala da relação entre os poetas franceses Paul Verlaine e Arthur Rimbaud, que tiveram as obras influenciadas pelo intenso romance que viveram após se conhecerem em Paris. Com direção de Rodolfo García Vásquez, a paixão passa pelas estruturas brutas propostas por Descartes: admiração, desejo, amor, alegria, ódio e tristeza. Tudo imerso em muita poesia.

Inferno na Paisagem Belga
Quando: quintas, sextas e sábados, 21h. 60 minutos. Até 16/3/2013
Onde: Espaço do Satyros Um (pça. Franklin Roosevelt, 214, Consolação, São Paulo, tel. 0/xx/11 3258-6345)
Quanto: R$ 20
Classificação etária: 16 anos

Leia também:

Fique por dentro do que os atores fazem nos bastidores

Descubra agora tudo o que as belas misses aprontam

Tudo que você quer ler está em um só lugar. Veja só!

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

vestido de noiva andre stefano SP celebra 100 anos de Nelson Rodrigues com 12 peças do dramaturgo grátis nos teatros da cidade

Os Satyros apresentam Vestido de Noiva na mostra Agosto 100 Nelson - Foto: André Stéfano/Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

O próximo dia 23 é o grande dia. Nele, completam-se 100 anos do nascimento de Nelson Rodrigues, em Recife. Sim, ele não era carioca, apesar de ter feito as peças mais cariocas de todos os tempos.

O mestre do teatro moderno brasileiro é celebrado por todo País. Em São Paulo, os teatros da Prefeitura Municipal prepararam uma maratona de 12 espetáculos do mestre, com os grupos mais importantes da cidade, na mostra Agosto 100 Nelson.

E o melhor: são todos gratuitos.

Com direção de Nelson Baskerville, as montagens de 17 X Nelson, O Beijo no Asfalto e Os Sete Gatinhos, que abordam confrontos e neuroses do núcleo familiar, entram em cartaz nos Teatros Cacilda Becker e Alfredo Mesquita. Já a sempre polêmica Cia. de Teatro Os Satyros apresenta Vestido de Noiva no Teatro Cacilda Becker.

Veja, abaixo, os endereços dos locais de apresentações em São Paulo e o serviço de cada uma das peças. Os ingressos são distribuídos uma hora antes de cada sessão, até dois por pessoa.

Fique esperto!

Endereços dos teatros:

Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana, Zona Norte. Tel. 2221-3657.

Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa, Zona Oeste. Tel. 3864-4513.

Teatro Décio de Almeida Prado. Rua Cojuba, 45, Itaim Bibi, Zona Oeste. Tel. 3079-3438.

Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, Zona Sul. Tel. 5573-3774 e 5549-1744.

Teatro Zanoni Ferrite. Av. Renata, 163, Vila Formosa, Zona Leste. Tel.: 2216-1520

Galeria Olido. Sala Olido. Av. São João, 473, Centro. Tel. 3331-8399 e 3397-0171.

Programação:

17 X NELSON - PARTE 2

Círculo dos Canastrões. Dir.: Nelson Baskerville. Com Adilson Azevedo, Adriana Guerra, Carol Carreiro e outros. 110 min. +16 anos.
Onze atores circulam através de 50 personagens das 17 peças de Nelson Rodrigues, tendo como ponto de vista o núcleo familiar, seus confrontos e neuroses.
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 1º a 9. 4ª e 5ª, 21h
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 15, 16 e 24, 21h

O BEIJO NO ASFALTO

Círculo dos Canastrões. Dir.: Marco Antonio Braz. Com Renato Borghi, Adilson Azevedo, Adriana Guerra e outros. 90 min. +16 anos.
Pouco antes de morrer por atropelamento, rapaz pede a um desconhecido que lhe dê um beijo, gerando uma série de problemas para o homem, causada pelo preconceito disseminado por um jornal sensacionalista.
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 3 e 10, 21h
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 22 e 23, 21h

MYRNA

Cia. de Vestido. Dir.: Renato Borghi e Elcio Nogueira Seixas. Adapt.: Elias Andreato. Com Luciana Borghi e Roque Gomes. Espetáculo inédito. 65 min. +12 anos.
Espetáculo baseado em textos inéditos de um pseudônimo feminino de Nelson Rodrigues, publicados originalmente em 1949 no jornal Diário da Noite, sobre um programa de rádio que responde as cartas amorosas enviadas pelas ouvintes.
| Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. De 3 a 5. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h
| Teatro Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. De 17 a 26. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h

VALSA Nº 6

Dir.: Eric Lenate. Com Renata Calmon. Espetáculo inédito. 60 min. +14 anos.
Interpretação do único e célebre monólogo de Nelson Rodrigues, que mostra uma garota de 15 anos relembrando seu suposto assassinato.
| Teatro Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. De 3 a 12. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h
| Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. De 24 a 26. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h

OS SETE GATINHOS

Dir.: Nelson Baskerville. Dir. musical e composição: Gustavo Sarzi “Caipira”. Com Renato Borghi, Adilson Azevedo, Adriana Guerra e outros. 80 min. +16 anos.
Por trás da aparência de família convencional, os hipócritas Noronhas têm quatro filhas que se prostituem para garantir a castidade e boa educação da mais nova, que, no entanto, também não é virgem.
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 4 a 12. Sáb., 21h. Dom., 19h
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dia 25, 21h. Dia 26, 19h

BOCA DE OURO

Grupo Gattu. Dir.: Eloísa Vitz. Com Elam Lima, Rafaela Ferri, Eloísa Vitz e outros. 90 min. +12 anos.
Peça em três atos que conta três versões do assassinato de um poderoso bicheiro carioca, investigado por um repórter policial.
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 8 e 9, 21h
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 24 a 26. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h

TIRANDO OS PÉS DO CHÃO - AÇÃO PERFORMÁTICA

Cia. Cênica Nau de Ícaros. Dir. e coreografia: Erica Rodrigues. Intérpretes-criadores: Marco Vettore, Álvaro Barcellos, Beatriz Evrard e outros. Locução de Myrna: Marcelo Várzea. 50 min. Livre.
Processo de criação de um espetáculo baseado no monólogo “Myrna”, uma espécie de consultório sentimental sobre o amor. O público é convidado a entrar no espaço cênico até ser suspenso, literalmente, por cordas de alpinismo.
| Teatro João Caetano. Zona Sul. De 8 a 22. 4ª, 21h

TIRANDO OS PÉS DO CHÃO

Cia. Cênica Nau de Ícaros. Dir. e coreografia: Erica Rodrigues. Intérpretes-criadores: Marco Vettore, Beatriz Evrard, Celso Reeks e outros. Locução de Myrna: Marcelo Várzea. 50 min. Livre.
Espetáculo que mostra as vicissitudes do amor a partir de um estado de suspensão, baseado em “Myrna”, monólogo que retrata diversas histórias e experiências.
| Teatro João Caetano. Zona Sul. De 9 a 26. De 5ª a sáb., 21h. Dom., 19h

DOROTÉIA

Grupo Das Dores de Teatro. Dir.: Brian Penido Ross. Com Giovanna Ghiurghi, Paloma Galasso, Rita Giovanna e outros. 70 min. +12 anos.
História de três primas viúvas e castas que recebem a visita de uma parenta distante, prostituta arrependida de seus pecados, que passará por provações para ficar junto da família.
| Teatro Zanoni Ferrite. Zona Leste. De 10 a 19. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h

A SERPENTE

Grupo Gattu. Dir. e dir. musical: Eloísa Vitz. Com Daniela Rocha Rosa, Eloísa Vitz, Elam Lima e outros. 60 min. +12 anos.
Infeliz no casamento e pensando em morrer, mulher se separa ainda virgem e passa uma noite com o marido da irmã, formando um complicado triângulo amoroso.
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. De 10 a 12. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 22 e 23, 21h

VESTIDO DE NOIVA

Cia. de Teatro Os Satyros. Dir.: Rodolfo García Vázquez. Com Ivam Cabral, Cléo de Paris, Helena Ignez e outros. 90 min. +14 anos.
Em coma por conta de um atropelamento, moça revive seus conflitos com o marido e a irmã através de três pontos de vista: o da realidade, o da memória e o da alucinação.
| Teatro Cacilda Becker. Zona Oeste. De 16 a 19. 5ª e 6ª, 21h. Sáb., 18h e 21h. Dom., 19h

SENHORA DOS AFOGADOS

Núcleo Experimental. Dir.: Zé Henrique de Paula. Dir. musical: Fernanda Maia. Com Tony Giusti, Einat Falbel, Bárbara Bonnie e outros. 120 min. +12 anos.
Enquanto em um cortejo fúnebre mulheres do cais relembram a morte de uma jovem prostituta, casal está de luto pelo afogamento da filha.
| Teatro Alfredo Mesquita. Zona Norte. De 17 a 19. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h
| Sala Olido. Centro. De 24 a 26. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h

O Retrato do Bob: Paulo Cruz, um ator em constante experimentação

O Retrato do Bob: Einat Falbel, toda a força de uma atriz pós-desilusão

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

Por Miguel Arcanjo Prado

Neste fim de semana de Parada Gay em São Paulo, na tarde deste domingo (10) na avenida Paulista, o Atores & Bastidores faz uma seleção de peças que vão agradar ao público colorido que lota a metrópole nestes dias. Bom espetáculo!

priscilla Cinco peças para o fim de semana da Parada GayPriscilla, Rainha do Deserto
O musical é uma verdadeira ferveção total: três drags perambulam pelo interior da Austrália em um ônibus de muito glamour. Não faltam números com as principais canções gays do século 20. Muito agito e purpurina. Mas o espetáculo não é só festa. Mesmo com o colorido intenso, o musical toca em temas delicados, como a violência contra gays, algo tão comum em São Paulo, infelizmente, e a paternidade no mundo homossexual. Para rir, dançar, cantar e refletir também.
(Teatro Bradesco, Shopping Bourbon, r. Turiassu, 2.100, Perdizes, SP, tel. 0/xx/11 3670-4100, qui. e sex, 21h; sáb., 17h e 21h; dom., às 16h e 21h, R$ 40 a R$ 250, 12 anos)

satyricon Cinco peças para o fim de semana da Parada GaySatyros’ Satyricon
Para quem nunca viu uma peça da Cia. Os Satyros, a obra é um verdeiro impacto. Sobretudo a primeira parte, a melhor das três que compõem a obra. Trata-se de uma instalação na qual o público passeia por túneis cheios de personagens libidinosos. Tem a prostituta moderna que apresenta seu currículo aos clientes, a vidente que enxerga o futuro e faz suas apostas e até um menino que quer dividir com o espectador um sugestivo copo de leite. Na hora da peça mesmo, é contada a história de gladiadores gays na Roma antiga. Para terminar, a última parte é uma festa na qual elenco e plateia se juntam na pista. Nada mais underground.
(Espaço dos Satyros 2, praça Roosevelt, 134, Consolação, SP, tel. 0/xx/11 3258-6345, sex., 21h; sáb. e dom., às 20h; R$ 30 a R$ 50, 18 anos)

aquilo Cinco peças para o fim de semana da Parada GayAquilo que Meu Olhar Guardou para Você
Os meninos pernambucanos do Grupo Magiluth discutem a solidão do homem no meio urbano. A trupe misturou tudo que tinham para falar no liquidificador e transformou nesta peça. Mas é até engraçadinha, porque eles fazem com uma entrega total, justiça seja feita. Tudo rola com farta participação do público, incentivado pelo quinteto até a subir no palco. Tem gente que se empolga tanto que até revela segredos inconfessáveis. Na obra, não faltam relatos de relacionamentos e, para ninguém reclamar, tem até um singelo selinho entre dois atores. Quem acha que os nordestinos não são moderninhos está completamente enganado.
(Funarte São Paulo, al. Nothmann, 1.058, Campos Elíseos, SP, tel. 0/xx/11 3662-5177; dom, às 20h; R$ 20, 14 anos, até 29/7/12)

oficina Cinco peças para o fim de semana da Parada GayMacumba Antropófaga
Zé Celso Martinez Corrêa e seus atores súditos no Teat(r)o Oficina fazem um verdadeiro caldeirão do melhor da cultura nacional. Inspirado no Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade, a obra não só pede a participação do espectador, em uma divertida passeata pelas ruas do Bixiga, como também ousa tirar literalmente a roupa de alguns. Tem gente que já tira sem ninguém pedir. Afinal, peça do Oficina é assim mesmo: muita nudez e discurso político conduzido pelo grande mestre de nosso teatro. Bem do jeito que Zé Celso gosta.
(Teat(r)o Oficina, r. Jaceguai, 520, Bela Vista, SP, tel. 0/xx/11 3106-2818, sáb. e dom., 17h às 22h, R$ 50, 16 anos, até 1º/7/12)

rodolfo Cinco peças para o fim de semana da Parada GayRéquiem para um Rapaz Triste
O versátil ator Rodolfo Lima se sai bem neste espetáculo, no qual faz uma colagem das personagens femininas do gaúcho Caio Fernando Abreu. Na pele de uma quarentona solitária em seu quarto, ela tem no cigarro, que fuma obsessivamente, seu único companheiro. A amargura da pobre coitada leva o público a fazer reflexões necessárias e profundas. Ponto para a obra.
(Centro Cultural São Paulo, r. Vergueiro, 1.000, Metrô Vergueiro, 0/xx/11 3397-4002, sáb., 21h, Grátis, Chegar uma hora antes, 18 anos, Só no dia 9/6/2012)

Por trás do pano - Rapidinhas Teatrais 

Veja a programação completa do FIT-BH!

Silvana Garzaro, a fotógrafa que era atriz

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Veja as dicas da Agenda Cultural da Record News

Leia a coluna Por trás do Pano - Rapidinhas teatrais

Saiba quem são os musos do teatro em maio de 2012

Descubra agora o segredo de cada miss

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

fit internacionais Festival Internacional de Teatro de BH bate recorde com 358 artistas em 143 apresentações em 16 dias

Belo Horizonte vai respirar teatro em 16 dias: espetáculos de 13 países - Fotos: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A partir deste sábado (8), em cada canto da capital mineira haverá teatro. É neste dia que começa a 11ª edição do FIT-BH (Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua), que vai até o dia 24 com mais de 143 apresentações em 60 espaços espalhados nas nove regiões da cidade.

O evento já tem 18 anos de vida e, dessa vez, bate todos os recordes anteriores. A grandiosidade dos números faz do FIT-BH um dos cinco maiores festivais teatrais de toda América Latina. Serão 19 espetáculos internacionais, 12 nacionais e 10 locais.

Como o próprio nome já diz, não faltarão estrangeiros em BH. Além do Brasil, é claro, 12 países mandaram seus representantes: Argentina, Itália, França, Inglaterra, Peru, Chile, Colômbia, República Tcheca, Alemanha, Guatemala, Espanha e Israel.

Os curadores afirmam que trazem o que há de melhor no mundo, sempre com a premissa da “descentralização dos eixos e fluxos de produção teatral”, como explica Thaís Pimentel, presidente da Fundação Municipal de Cultura, que realiza o FIT em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte.

fit brasileiras Festival Internacional de Teatro de BH bate recorde com 358 artistas em 143 apresentações em 16 dias

Brasil na área: Os mineiros de Romeu & Julieta, os paulistas de O Idiota e os baianos de Bença

— O FIT já é patrimônio imaterial da cidade. Nesses 18 anos de história, ele transformou a maneira do mineiro perceber o teatro. Este é, sem dúvida, o maior FIT da história.

O diretor artístico do festival, Marcelo Bones, diz que, mais do que somar peças, o evento propõe “uma reflexão sobre o teatro a produção cultural de nosso tempo”. Por isso, foram escolhidas produções de linguagens distintas.

Destaques gringos e nacionais

Na programação internacional, há destaques. O celebrado diretor argentino Daniel Veronese leva ao FIT sua obra Los Hijos se Han Dormido. O país hermano apresenta ainda outra montagem, Tecer Cuerpo, da Cia. Timbre 4.

Os 165 artistas gringos vão invadir as ruas belo-horizontinas, como a turma alemã da peça Time Out, e os guatemalenses de Oxlajuj B’Aqtun. Já os peruanos da peça El Último Ensayo prometem causar em um espaço alternativo da capital.

Nos 12 espetáculos nacionais, há repetecos do Festival de Curitiba, realizado em março, como Eclipse, do mineiro Galpão, Estamira, do Rio, e a peça quase sem fim O Idiota, de São Paulo. Os baianos do Bando de Teatro Olodum levam a montagem Bença ao evento. Mas o grande charme é a volta, 20 anos depois, da obra de rua Romeu & Julieta, que consagrou o Galpão e que acaba de ser apresentada em Londres, abrindo o festival neste fim de semana.

Os artistas poderão se reciclar com oficinas e palestras grátis durante todo o festival. E a estreante Virada Cultural Teatral promete programação ininterrupta das 12h do dia 23 às 12h do dia 24 de junho, quando o festival acaba.

Se não tem mar, tem bar

Mas, como mineiro não vive sem bar, o evento mais uma vez repete o tradicional Ponto de Encontro, todas as noites, dentro do Parque Municipal. Mais de 50 artistas farão a festa para os participantes, com barraquinhas de comidas típicas e bebidas, como pede o frio mês de junho.

E a plateia será eclética, afinal o FIT tem a participação de 358 artistas, sendo 165 internacionais, 146 vindos de seis Estados brasileiros e 47 mineirinhos mesmo, além é claro das 64 pessoas envolvidas na produção. É gente para ninguém botar defeito. Viva o teatro!

Veja a programação completa do FIT-BH!

Silvana Garzaro, a fotógrafa que era atriz

O Retrato do Bob: a doce brutalidade de Otto Jr.

Veja as dicas da Agenda Cultural da Record News

Leia a coluna Por trás do Pano - Rapidinhas teatrais

Saiba quem são os musos do teatro em maio de 2012

Descubra agora o segredo de cada miss

Celulares atormentam Eriberto Leão

O Retrato do Bob: Débora Falabella

Por trás do pano - Rapidinhas teatrais

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes

amordeclotilde Cariocas têm 24 peças de graça no Palco Giratório

A peça O Amor de Clotilde representa Pernambuco no Palco Giratório do Rio - Divulgação

A Cia. Teatro Mosaico, do Mato Grosso, abriu nesta quinta-feira (3) o 4º Festival Palco Giratório do Rio, com a apresentação da peça Anjo Negro, de Nelson Rodrigues, autor cujo centenário é celebrado em 2012.

Sediado no Teatro Escola Sesc (av. Ayrton Senna, nº 5.677, Jacarepaguá , Rio), o evento leva ao público carioca, até o dia 27 de maio, 24 espetáculos gratuitos de 19 grupos teatrais.

São 60 horas de atrações grátis vindas de São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Brasília, Maranhão, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina.

Há opções para o público adulto e infantil.

Criado em 1997, o Palco Giratório já levou o teatro a 2,5 milhões de espectadores espalhados em 114 cidades brasileiras. Foram 5.000 apresentações de teatro, circo e dança desde então.

O Sesc espalha olheiros nos principais polos teatrais do País para selecionar as montagens, que representam um panorama da arte teatral contemporânea, como explica Viviane da Soledade, curadora do Palco Giratório.

— Esses nossos representantes acompanham o que de melhor é produzido em cada região. Depois, nos reunimos para montar o repertório do circuito. Privilegiamos a diversidade de linguagens e características regionais de cada grupo.

Veja a programação completa do Palco Giratório no Rio!

Veja também a programação da Virada Cultural

Leia a coluna Por trás do pano - Rapidinhas teatrais

Descubra agora os segredos de toda miss!

 

Espalhe por aí:
  • RSS
  • Live
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Facebook
  • Netvibes
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com