Preparador campeão diz: Não trocaria nenhuma vitória no Miss Brasil pelo Miss Universo

O preparador do Miss Rio Grande do Sul, Evandro Hazzy, conquistou neste Miss Brasil 2012 sua oitava vitória no concurso. Mas desta vez o sabor era especial, afinal, tratava-se de um bicampeonato: Priscila Machado, sua pupila e miss Brasil 2011, foi quem coroou Gabi Markus, a nova rainha.

Em entrevista ao Tudo Miss, Hazzy falou sobre o relativo insucesso do Brasil no Miss Universo. Nos últimos anos, quem chegou mais perto da coroa universal foi a miss Brasil 2007, Natália Guimarães, com um vice, mas ela "cria" de outro preparador, o mineiro José Alonso Dias. Já dentre as gaúchas, quem chegou mais longe foi Priscila Machado, anfitriã e terceira colocada no Miss Universo do ano passado.

Hazzy também declarou que não trocaria nenhuma de suas vitórias nacionais por uma no Miss Universo, por achar que ainda vai conseguir o título internacional "em breve".

Ele ainda abriu o jogo sobre suas expectativas quanto à participação de Gabi Markus no concurso deste ano. E adiantou que o estilista mineiro Alexandre Dutra vai assinar o longo da gaúcha na competição, que ocorre em dezembro em Las Vegas (EUA).

Para quem não conhece o missólogo, Hazzy é lembrado não só pelas vitórias, mas também por algumas polêmicas: a miss Rio Grande do Sul 2009, Bruna Felisberto, disse na época que ele a incentivou a fazer uma rinoplastia que acabou malsucedida. Uma reportagem da revista Piauí tornou então conhecida uma frase de Hazzy que mostraria sua suposta obsessão por cirurgias plásticas: "Essa é linda, mas eu demolia e transformava num monumento." Outro escândalo foi quando descobriram que a miss Brasil 2002, a gaúcha Joseane Oliveira, pupila de Hazzy, era casada (o que é contra as regras do concurso). Ela acabou destronada.

Confira a entrevista na íntegra:

hazzy2 768x1024 Preparador campeão diz: Não trocaria nenhuma vitória no Miss Brasil pelo Miss Universo

As misses de Evandro Hazzy conseguiram oito títulos no Miss Brasil

Tudo Miss - Você é o preparador recordista em títulos no Miss Brasil. Mas não ter ainda trazido a faixa de Miss Universo, ou mesmo um vice como o da Natália Guimarães com o José Alonso [preparador], te incomoda?
Evandro Hazzy - O fato de não ter trazido a faixa de Miss Universo não significa que as candidatas não foram boas o suficiente ou mal preparadas, tanto que aqui no país tiveram o melhor desempenho nas suas competições nacionais. O Miss Universo é um grande concurso, com mais de 90 países participantes, o que faz com que o resultado seja a soma de vários fatores, como por exemplo, beleza, desenvoltura, disciplina, saber se comunicar com as pessoas envolvidas no concurso e, claro, muita sorte. Esse fator aleatório conta muito, já que a cada ano uma dessas mulheres é notada por todos, irradia um brilho especial, e para isso, é preciso muita autoconfiança. Em relação ao Zé Alonso, admiro muito o trabalho dele, e acho que realmente a Natália Guimarães carregava exatamente essa questão da autoconfiança, ela merecia ir até mais longe. Mas não podemos esquecer que conquistei a coroa do Miss Brasil por oito vezes nos últimos quatorze anos, o que demonstra a qualidade do nosso trabalho.

Tudo Miss - O que falta para o Brasil voltar a ter uma miss Universo?
Evandro Hazzy - O Brasil está batendo na trave nos últimos anos, o País está em evidência tanto no concurso quanto mundialmente, até mesmo com a vinda da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Acredito que temos uma grande chance nesse ano, tendo em vista que, além da Gabriela ser linda, o próprio Miss Universo aconteceu aqui no ano passado. Mas, sinceramente, acredito que falte aqui o que sobra em outros países, investimento na candidata. Em muitos países o próprio governa ajuda com os custos da viagem, com a preparação, montagem de guarda-roupa, aulas de línguas e oratória, tratamentos estéticos. Em contrapartida, aqui no Brasil temos que ficar sempre atrás da ajuda de algumas empresas que acreditam no concurso e contribuem. Com certeza, falta uma aposta maior nisso.

Tudo Miss - Quais são as suas expectativas com relação à Gabi Markus neste Miss U? Top 10, top 5, o título...?
Evandro Hazzy - Eu sempre entro numa batalha para vencer, o que não vai ser diferente nesse Miss Universo. Quando fui para o Miss Brasil neste ano eu disse que voltaria com a coroa, então com toda humildade, direi o mesmo sobre o Miss Universo. Quero sinceramente que a coroa venha para o Brasil em 2012.

Tudo Miss - Quem vai escolher o vestido que a MB 2012 vai usar no Miss Universo? Já há alguma ideia ou o nome do estilista?
Evandro Hazzy - Os organizadores do Miss Brasil e a Band, juntamente com a Gabriela, irão definir essa questão. Mas já posso adiantar que o estilista mineiro Alexandre Dutra, assinará dois trajes: típico e gala. Confio no trabalho dele, suas criações são impecáveis. Não foi à toa que a última miss Universo vestia um traje dele na coroação.

Tudo Miss - Dá dinheiro ser miss aí no Rio Grande do Sul?
Evandro Hazzy - As misses conseguem, sim, projetar sua carreira e fazer muito marketing pessoal ao longo do ano da sua coroação. Isso traz muito trabalho e convites para desfiles, campanhas publicitárias, participação em festas sociais, apresentação de eventos, entre outros, além do que elas ganham da organização do concurso depois da sua vitória. Se souberem organizar sua carreira e controlar os lucros, conseguem uma boa poupança para ter uma vida tranquila.

Tudo Miss - A vice do Miss Brasil deste ano, Kelly Fonseca, do Rio Grande do Norte, também era bastante competitiva e agradou ao público. O que você achou dela, na comparação com a Gabi Markus? Por que acha que a gaúcha mereceu a vitória?
Evandro Hazzy - A Kelly Fonseca é uma menina linda e muito carismática, mereceu o segundo lugar certamente. Acho que a diferença entre elas estava exatamente na preparação e segurança. A Gabriela além de ser uma bela mulher, tem muita segurança, elegância e com certeza mais experiência em palco, o que faz toda a diferença para uma comissão qualificada de jurados. A Kelly tem toda chance de ser a Miss Brasil um dia, talvez por ter tido a chance de ter participado esse ano, a experiência lhe sirva para estar mais segura e melhorar pequenos detalhes que não a favoreceram em 2012.

Tudo Miss - No começo do Miss Brasil, nos anos 50 e 60, havia uma alternância maior de vitórias entre os Estados. Nossa primeira miss Brasil foi baiana, a segunda, cearense, e por aí vai. Você está de parabéns pela atual supremacia gaúcha, mas não acha que isso pode ter algum lado negativo para o concurso?
Evandro Hazzy - Pelo contrário, acredito que isso gere ainda mais competição dentro do concurso. Isso faz com que os outros Estados procurem melhorar ainda mais o desempenho das suas candidatas. É preciso dizer que sou muito feliz pelo fato de ter conquistado mais da metade dos títulos do Rio Grande do Sul durante a minha gestão. Claro que com a ajuda de uma equipe e de parceiros, pois ninguém faz sucesso sozinho.

Tudo Miss - O que acha das comparações com o Osmel Sousa [presidente do Miss Venezuela, que já conquistou vários títulos para o país no Miss Universo]?
Evandro Hazzy - Acho maravilhoso, pois me inspiro no trabalho do Osmel, que é impecável. Posso dizer que hoje transformamos o Rio Grande do Sul na Venezuela brasileira. Então essa comparação acaba sendo inevitável pela sequência de títulos. Mas ser comparado com os melhores é muito bom.

Tudo Miss - Se você pudesse trocar, quantos dos seus títulos no Miss Brasil você daria em troca de um no Miss Universo?
Evandro Hazzy - Nenhum deles. Não daria nada em troca do título de Miss Universo. Cada coisa acontece no seu devido tempo, o título está perto, não chegou ainda pois não estava no meu destino... Mas sei que vou conseguir e em breve!

Saiba o que os atores fazem nos bastidores!

Veja mais:

Beldade abre mão de namorado pelo sonho de ser miss Terra

Brasileira vence concurso no Equador e vira diva por lá

Eliminada se recusa a voltar para o palco. Veja os bastidores do Miss Brasil

Fotos: nova miss Brasil desfila de biquíni

Gaúcha vence o Miss Brasil e cai no choro

Noiva de Latino dá adeus ao sonho de ser miss Brasil

Miss Amazonas vira boneca Barbie

Miss Brasil 2011 escapa da sina de engordar no fim do reinado

Miss Pernambuco seca 8 kg com três segredos

Noiva de Latino pede desculpas a todos os brasileiros por erro de português

Veja misses brasileiras que já foram capa da Playboy

Miss Goiás detona rival e alfineta as "baixinhas"

Miss Rondônia nem liga para piada de Rafinha Bastos

13 Comentários

"Preparador campeão diz: Não trocaria nenhuma vitória no Miss Brasil pelo Miss Universo"

11 de October de 2012 às 06:00 - Postado por gqsoares

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • andreza
    - 10/12/2012 - 12:11

    como faço para lhes enviar uma sugestão de matéria ?

    Responder
  • SAMANTA
    - 04/12/2012 - 22:30

    Essa miss é sem graça, não tem beleza nenhuma ,e com certeza não vencera o miss universo, mais uma vez colocaram uma gaucha, um estereotipo de beleza que não demonstra a verdadeira beleza Brasileira, que é marcante e exótica

    Responder
1 2 3 4 5
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com