Passou da hora de aposentar a Globeleza. Não uma, mas todas

 

 Passou da hora de aposentar a Globeleza. Não uma, mas todas

Nayara Justino deve deixar o posto de Globeleza para 2015

A Globeleza Nayara Justino, que estreou no posto no Carnaval de 2014, pode ser substituída para 2015. A informação foi publicada nesta segunda-feira (13) no jornal O Dia.

A passista , natural de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, foi escolhida para o posto no fim de 2013 em um concurso popular no Fantástico. Ela, de fato, se destacou na competição. Por outro lado, foi detonada assim que as primeiras vinhetas foram ao ar.

O fracasso da personagem, no entanto, nem é responsabilidade de Nayara. A Globo pode colocar a Cris Vianna sambando na vinheta que não vai mais emplacar como antes. O fato é que o Carnaval mudou muito desde os tempos de Valéria Valenssa.

Por mais que ainda existam algumas que, por falta de samba no pé, insistam em desfilar peladas, elas não são mais regras do desfile como antes. Além disso, os efeitos visuais que tanto impressionavam e criavam expectativa nas vinhetas, hoje em dia são banais.

A Globeleza não tem mais razão de existir. A própria Globo explora muito mais os personagens criados por computação gráfica, como o rei momo e o pierrot, durante as transmissões.

Então, fica o apelo: aposentem a Globeleza! Se, após dez anos da aposentadoria e três substituições, Valéria Valenssa continua sendo o símbolo de Globeleza no imaginário popular, é sinal que a coisa não deu certo. Parou no tempo.

Por que não aproveitam as vencedoras do Musa do Carnaval, do Caldeirão do Huck? Já que o concurso desloca 26 meninas, que são, a maioria das vezes, ridicularizadas em rede nacional com piadinhas infames, deem mais visibilidade às escolhidas. Assim, valoriza o próprio produto.

Posts Relacionados